Anatoly Solovyev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde setembro de 2013).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Anatoly Solovyev

Cosmonauta da Roskosmos
Nacionalidade União das Repúblicas Socialistas Soviéticas soviético
Nascimento 16 de Janeiro de 1948 (66 anos)
Riga, URSS
hoje Letônia
Tempo no espaço 651 d 00 h 02 min
Missões Soyuz TM-5, Soyuz TM-4, Soyuz TM-9, Soyuz TM-15, STS-71, Mir, Soyuz TM-21, Soyuz TM-26
Insígnia
da missão
Insígnia Soyuz TM-5 Insígnia Soyuz TM-15 Insígnia STS-71 Insígnia Mir Insígnia Soyuz TM-21 Insígnia Soyuz TM-26
Aposentadoria 1999

Anatoly Yakovlevich Solovyev (em russo: Анатолий Яковлевич Соловьёв) (Riga, 16 de janeiro de 1948) é um ex-cosmonauta e coronel da força aérea soviética e russa, recordista de caminhadas no espaço – 16 – e de tempo passado fora das naves em órbita – 82 horas.[1]

Graduado pela Escola de Aviação Militar em 1972, ele serviu por quatro anos como piloto e comandante de esquadrão até entrar para o curso de preparação de cosmonautas no Centro de Treinamento de Cosmonautas Yuri Gagarin, na Cidade das Estrelas, próximo a Moscou. Completando o curso em 1979, passou os anos seguintes em treinamento no grupo selecionado para missões nas naves Soyuz T e para estadias de longa duração nas estações Salyut e Mir. Em julho de 1987, foi comandante-reserva da expedição russa que transportou um sírio até a Mir, a Soyuz TM-3, parte do programa político-espacial Intercosmos.

Seu primeiro vôo espacial foi em junho 1988, a Soyuz TM-5, em que foi o comandante e que durou nove dias, levando ao espaço, além dele, os cosmonautas Viktor Savinykh e Aleksandr Aleksandrov, este o segundo búlgaro no espaço, também integrante do programa Intercosmos e o primeiro a entrar numa estação orbital.

Em sua segunda missão, entre fevereiro e agosto de 1990, o coronel participou da tripulação permanente da Mir, passando 179 dias no espaço, levado para lá pela Soyuz TM-9. Durante a 'Fase Um' do Programa Mir-ônibus espacial, realizado pelos Estados Unidos e pela Rússia nos anos 90, ele primeiramente foi o comandante da tripulação reserva da expedição Mir-18. Em junho de 1995, tornou-se parte efetiva no programa ao ir novamente ao espaço, desta vez na Atlantis STS-71, e como tripulante da Mir-19, cumprindo 75 dias de missão na estação e retornando na Soyuz TM-21.

Seu último vôo foi também o de mais longa permanência em órbita. Como comandante da Soyuz TM-26, ele voou até a Mir em dupla com Pavel Vinogradov para uma permanência recorde de 197 dias, entre agosto de 1997 e fevereiro de 1998. Suas cinco missões, três delas de longa duraçao, lhe deram o recorde de caminhadas no espaço e o maior número de horas passadas nelas.

Solovyev foi condecorado como Herói da União Soviética, com a Ordem de Lenin e, após passar à reserva na carreira militar e como cosmonauta, mora atualmente com a família na Cidade das Estrelas.

Referências

  1. Solovyev site Encyclopedia Astronautica. (2008).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anatoly Solovyev