André Chamson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

André Chamson (Alès, 6 de Junho de 1900, Paris, 1983) foi um escritor francês.

Organizou a Resistência Francesa em Rouergue durante a ocupação nazi. A acção dos seus romances desenrola-se sempre na sua região natal.

Foi eleito para a Academia Francesa a 17 de Maio de 1956. por 18 votos - entre os quais Jules Romains, André Maurois e Georges Duhamel.


Frase célebre[editar | editar código-fonte]

"Resistir é, em primeiro lugar, nunca se fixar na perseguição, nem na calúnia, nem na injúria... É permanecer o mesmo até na derrota."


Principais obras[editar | editar código-fonte]

  • Le Crime des Justes (1928)
  • Le Chiffre de nos Jours (1954), romance autobiográfico
  • Suite Pathétique (1969)
  • La Tour de Constance (1970)