Andrea Alciato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Andrea Alciato (1492-1550).jpg

Andrea Alciato (Alzate Brianza, 8 de maio de 1492  — Pavia, 12 de janeiro de 1550) foi um jurista e escritor italiano radicado na França.

Em 1518 tornou-se professor de direito em Avinhão. Em 1529 foi chamado para a academia de Bourges. Desprezava o estilo pomposo que encontrou no seu meio académico em França: "Há pessoas que me acusam de um estilo prosaico e pedem mais riqueza de expressão. Eu respondo-lhes que eu aspiro conscientemente ao primeiro. Mais ainda, rio de quem escreve de outra forma. Parece-me que todos os autores, com a excepção de Cícero no qual se reconhece não menos a riqueza de pensamentos do que a nobreza de forma linguística, são melhor aconselhados a preocuparem-se com a concisão".

João Calvino assistiu a aulas suas em Bourges em 1529. Foi professor das universidades de Bolonha e Pavia.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Annotationes in tres libros Codicis (1515)
  • Emblematum libellus (1531)
  • Opera omnia (Basileia 1546-49)
  • Rerum Patriae, seu Historiae Mediolanensis, Libri IV (Milão, 1625)
  • De formula Romani Imperii (1559, editio princeps)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Andrea Alciato
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.