Andrea Pirlo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Andrea Pirlo
Andrea Pirlo
Pirlo em 2012.
Informações pessoais
Nome completo Andrea Pirlo
Data de nasc. 19 de maio de 1979 (34 anos)
Local de nasc. Brescia,  Itália
Altura 1,77 m[1]
Ambidestro
Apelido Il'Architetto, Il Pittore,
Campanellino, Trilly,
Bollicine, Il Metronomo,Chuck Norris
Informações profissionais
Clube atual Itália Juventus
Número 21
Posição Meio-campista e Volante
Clubes de juventude
19851988
19881992
19941995
Itália Flero
Itália Voluntas
Itália Brescia
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
19951998
19982001
19992000
2001
20012011
2011
Itália Brescia
Itália Internazionale
Itália Reggina (emp.)
Itália Brescia (emp.)
Itália Milan
Itália Juventus
0049 0000(6)
0040 0000(0)
0030 0000(6)
0010 0000(0)
0401 000(41)
0107 000(11)
Seleção nacional3
1994
1995
1995
19951997
19982002
20002004
2002
Flag of Italy.svg Itália Sub-15
Flag of Italy.svg Itália Sub-16
Flag of Italy.svg Itália Sub-17
Flag of Italy.svg Itália Sub-18
Flag of Italy.svg Itália Sub-21
Flag of Italy.svg Itália Olímpica
Flag of Italy.svg Itália
0003 0000(0)
0006 0000(2)
0004 0000(0)
0018 0000(7)
0037 000(15)
0009 0000(1)
0107 000(13)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 9 de fevereiro de 2014.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 2 de dezembro de 2013.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Atenas 2004 Futebol
Eurocopa
Prata Euro 2012 Futebol
Copa do Mundo
Ouro Copa do Mundo 2006 Futebol

Andrea Pirlo[1] (Flero, 19 de maio de 1979) é um futebolista italiano que atua como meia. É considerado o maior e melhor meio campista da história da Itália e um dos melhores jogadores Italianos de todos os tempos. Atualmente, joga pela Juventus.

Pirlo é conhecido por genial movimentação em campo com dribles curtos e maestria em assistências, dono de um preciso remate de media-longa distância, é especialista em bola parada, é considerado pela FIFA como maior passador de bolas da década. e também ele é um dos líderes da Azzurra.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Brescia[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira em 1992, nas categorias de base do Brescia, atuando como atacante. Jogou profissionalmente a temporada 94/95 na série A do Calcio, onde foi rebaixado para série B. Disputou ainda as temporadas 95/96 e 96/97, quando foi destaque e levou sua equipe de volta à elite do futebol italiano.[3] [4]

Internazionale[editar | editar código-fonte]

Foi para a Internazionale em 1998, juntando-se a Ronaldo e Clarence Seedorf (que anos depois voltariam a ser companheiros no Milan), num time recheado de craques.[5] Na Internazionale não obteve muitas oportunidades e foi emprestado para o Reggina em 1999.[6]

Voltou a Internazionale em 2000 e foi novamente emprestado ao seu clube de origem, o Brescia.[7] Seu vínculo com a Inter se encerrou ao final da temporada 200001, após três temporadas no clube Nerazzurri.

Milan[editar | editar código-fonte]

Em 30 de junho de 2001, Pirlo transferiu-se para o grande arquirrival da Internazionale, o Milan, por 35 bilhões de liras italianas (moeda da Itália na época), cerca de 18 milhões de euros. Devido a sua excelente técnica do começo de carreira jogando como atacante, passes precisos, cobranças de falta magistrais e uma tranquilidade tamanha, Pirlo foi recuado e se encaixou perfeitamente no meio-campo do Milan, onde foi fundamental na conquista de vários títulos, dentre eles duas Ligas dos Campeões da UEFA (2002–03 e 2006–07) e dois Campeonatos Italianos (2003–04 e 2010–11).[8]

Porém, desde a Copa do Mundo de 2006, competição em que, na opinião de muitos, foi o grande jogador da Itália na campanha do título mundial, ele não manteve a regularidade e colecionou várias lesões nesse período.[9]

Encerrou seu ciclo no Milan na temporada 2010-11, quando anunciou que não renovaria seu contrato. E apesar de decidir não falar sobre seu futuro, foi inevitável não flagrar o meia fazendo os exames médicos na Juventus, no dia 24 de maio de 2011.[10]

Juventus[editar | editar código-fonte]

2011–12[editar | editar código-fonte]

Nesta mesma data, houve o anúncio oficial do clube de Turim, que acertou um vínculo de 4 anos com o atleta.[11] Como o contrato de Pirlo com o Milan havia terminado, o meia foi contratado a custo zero pela Juventus.[12]

Chegou desacreditado na Juve, por causa das diversas lesões sofridas durante a temporada anterior, ainda no Milan. Poucos acreditariam que ele iria atuar em 37 dos 38 jogos da Juventus na disputa do Campeonato Italiano – tornando-se o jogador que mais atuou no time em toda a temporada – e que além disso seria o grande líder na campanha do título nacional invicto, o 28º na história da Vecchia Signora, com números impecáveis: 3 gols e 13 assistências.[13]

2012–13[editar | editar código-fonte]

Pirlo jogou a Supercopa Italiana 2012 em Pequim, em 11 de agosto de 2012 contra o Napoli, ajudando a Juventus a uma vitória por 4-2 no tempo extra.[14] Pirlo cobrou uma falta e deu a vitória a Juventus por 2 a 0 sobre o Parma na abertura da Serie A da nova temporada. O gol causou muita polêmica, com os jogadores Parma protestando que a bola não tinha ultrapassado sobre a linha do gol, e os replays mostraram-se inconclusivos.[15] No jogo seguinte, contra a Udinese em 2 de setembro, Pirlo novamente ajudou na vitória cobrando um pênalti e dando a assistência para o gol de Giovinco no segundo gol. A Juventus derrotou a equipe da casa por 4-1.[16] Em 29 de setembro, Pirlo novamente foi fundamental ao abrir o placar numa cobrança de falta, iniciando a vitória por 4-1 sobre a Roma.[17] [18] No fim do ano, Pirlo foi nomeado para a fase inicial da Bola de Ouro da FIFA de 2012, juntamente com seu companheiro de clube e seleção Gianluigi Buffon, que o seguiu com boas performances durante todo o ano.[19] Pirlo foi o autor de três assistências para a Juventus na fase de grupos da Liga dos Campeões, ajudando a equipe avançar para a fase de mata-mata.[20] A Vecchia Signora não avançava a esta fase do torneio continental desde a temporada 2008-09.[21] Conquistou o bicampeonato italiano contra o Palermo na vitória por 1 a 0 com gol de Arturo Vidal em 5 de maio de 2013, chegando ao 29ª título.[22] Em entrevista ao jornal italiano Corriere dello Sport, o volante Andrea Pirlo fez questão de desmentir as especulações de que poderia trocar a Juventus pelo Real Madrid no fim da atual temporada. Carlo Ancelotti, cotado como principal nome para substituir José Mourinho no comando dos merengues, teria pedido a contratação do volante.

Pirlo com a Juventus na temporada 2011–12.

Pirlo não descarta, no futuro, defender algum clube de uma liga sem muita tradição, como David Beckham, Thierry Henry e Del Piero.

Cquote1.svg Nunca se pode dizer nunca. Quando for mais velho, talvez faça uma escolha como a do Del Piero (que se transferiu da Juventus para o Sidney FC). No passado, estive perto de ir para um campeonato estrangeiro e sempre pensei que pode ser uma experiência positiva. Cquote2.svg

Pirlo ainda comentou a confirmação da permanência de Antonio Conte no comando da Juve. O treinador acertou a renovação de seu contrato no dia 15 de maio de 2013.[23]

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Pirlo em uma entrevista coletiva.

Desde 1994 nas seleções de base da Itália, ele foi o único italiano a disputar duas Olimpíadas, em 2000 e 2004, ano em que também disputou a Eurocopa pela seleção principal.[24]

Andrea Pirlo não foi à Copa do Mundo de 1998 por ser considerado na época ainda muito jovem e porque a Azurra tinha nomes como Albertini, Di Livio, Roberto Baggio, Vieri e Del Piero, o que para a torcida italiana parecia um absurdo a não convocação dele e de Francesco Totti, depois da decepcionante participação naquela Copa.[24]

Entretanto, foi titular absoluto da campeã Azzurra na Copa do Mundo de 2006, um jogador muito importante para o esquema do técnico Marcello Lippi. Fez o gol de estreia da Itália na Copa do Mundo de 2006 contra Gana, no dia 12 de junho de 2006, e ganhou o título de "Homem do Jogo Budweiser" (dado ao melhor atleta da partida) três vezes: no primeiro jogo, contra Gana; na semifinal, vitória por 2x0 sobre a Alemanha; e na final, vitória por 5x3 na disputa por pênaltis contra a França, após o empate em 1x1. Ganhou, da FIFA, o título de Bola de Bronze (dado ao 3º melhor jogador do mundial), o que para muitos especialistas foi uma injustiça pois ele teria sido o melhor jogador da competição.[25]

Após a Copa do Mundo de 2006, Pirlo e a Seleção Italiana não conseguiram êxito com o novo técnico Roberto Donadoni, que tentou uma renovação na Azurra na Eurocopa 2008. Acabaram sendo eliminados nas quartas-de-final diante da Espanha.[26]

Com isso, cai Donadoni e retorna Marcello Lippi, que deposita enorme confiança em jogadores mais experientes, dentre eles Andrea Pirlo.[27]

Pirlo e seus companheiros se classificam para Copa do Mundo de 2010 na África do Sul com uma certa facilidade, porém os torcedores e a imprensa despejaram críticas na seleção de Marcello Lippi, por conter muitos jogadores acima dos trinta anos. A Itália fez uma campanha frustrante, sendo eliminada ainda na primeira fase.[28]

Logo após a saída de Marcello Lippi em 2010, assume Cesare Prandelli. Prandelli conta com a experiência dos seus capitães Buffon, além de Andrea Pirlo, e faz com que a Italia volte a apresentar um futebol envolvente que a classifica com certa facilidade para Euro 2012. Pirlo se destaca como "regista" da Squadra Azzurra na Eurocopa e, apesar dos seus 32 anos, é aclamado pelos italianos para conduzir sua seleção na Copa do Mundo de 2014, a ser realizada no Brasil dois anos mais tarde.[29] Pirlo anunciou no dia 2 de maio de 2013, que abandonará a seleção italiana em 2014, logo após a realização da Copa do Mundo do Brasil, para qual a 'Azzurra' está muito perto de se classificar.[30]

Cquote1.svg Em 2014 deixarei a seleção. É preciso dar espaço aos jovens", explicou o craque, segundo a imprensa italiana. Cquote2.svg

Em 31 de maio de 2013, Pirlo marcou um gol de falta contra o San Marino na vitória por 4 a 0 na seleção de testes para a Copa das Confederações.[31]

Na estreia na Copa das Confederações de 2013, jogando no Maracanã, Rio de Janeiro, Pirlo fez o primeiro gol da Azurra na competição. Um belíssimo gol de falta, sua especialidade, contra a seleção do México, um jogo muito especial para ele, no qual completa 100 jogos com a camisa da seleção italiana, e foi eleito pela FIFA o melhor jogador da partida.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 31 de maio de 2013.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[32]

Clube Temporada Liga Copa Competições
europeias
¹
Outros² Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brescia 199495 1 0 - - - - - - 1 0
199596 - - - - - - - - 0 0
199697 17 2 1 0 - - - - 18 2
199798 29 4 1 0 - - - - 30 4
Total 47 6 2 0 49 6
Internazionale 199899 18 0 7 0 7 0 - - 32 0
200001 4 0 1 0 3 0 - - 8 0
Total 22 0 8 0 10 0 40 0
Reggina
(emp.)
199900 28 6 2 0 - - - - 30 6
Total 28 6 2 0 30 6
Brescia
(emp.)
200001 10 0 - - - - - - 10 0
Total 10 0 10 0
Milan 200102 18 2 2 0 9 0 - - 29 2
200203 27 9 2 0 13 0 - - 42 9
200304 32 6 - - 9 1 3 1 44 8
200405 30 4 1 0 12 1 - - 43 5
200506 34 4 4 0 12 1 - - 49 5
200607 34 2 4 0 14 1 - - 52 3
200708 34 3 1 0 8 2 3 0 45 5
200809 26 1 - - 3 1 - - 29 2
200910 34 0 1 0 8 1 - - 43 1
201011 17 1 3 0 5 0 - - 25 1
Total 284 32 18 0 93 8 6 1 401 41
Juventus 201112 37 3 4 0 - - - - 41 3
201213 32 5 2 0 10 0 1 0 42 5
Total 68 8 6 0 10 0 1 0 83 8
Total na carreira 457 52 36 0 113 8 7 1 613 61

¹Em Competições europeias, incluindo a UEFA Champions League, UEFA Cup, e a UEFA Super Cup.
²Em Outros, incluindo a Supercoppa Italiana, Copa Europeia/Sul-Americana e a Copa do Mundo de Clubes da FIFA.

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

[33]

Ano
Jogos Gols
2002 4 0
2003 1 0
2004 7 1
2005 9 3
2006 14 1
2007 8 1
2008 9 1
2009 12 1
2010 8 1
2011 9 0
2012 13 2
2013 6 2
Total 100 13

Gols marcados

Data Local Adversário Placar Resultado Competição
1. 30 de maio de 2004 Túnis, Tunísia Flag of Tunisia.svg Tunísia 0–4 Vitória Amistoso
2. 26 de março de 2005 Milão, Itália Flag of Scotland.svg Escócia 2–0 Vitória Elim. Copa do Mundo de 2006
3.
4. 17 de agosto de 2005 Dublin, República da Irlanda Flag of Ireland.svg Irlanda 1–2 Vitória Amistoso
5. 12 de junho de 2006 Hanôver, Alemanha Flag of Ghana.svg Gana 2–0 Vitória Copa do Mundo de 2006
6. 13 de outubro de 2007 Gênova, Itália Flag of Georgia.svg Geórgia 2–0 Vitória Elim. Euro 2008
7. 17 de junho de 2008 Zurique, Suíça Bandeira da França França 2–0 Vitória Euro 2008
8. 28 de março de 2009 Podgorica, Montenegro Flag of Montenegro.svg Montenegro 0–2 Vitória Elim. Copa do Mundo de 2010
9. 7 de setembro de 2010 Florença, Itália Flag of the Faroe Islands.svg Ilhas Faroé 5–0 Vitória Elim. Euro 2012
10. 14 de junho de 2012 Poznań, Polônia Bandeira da Croácia Croácia 1–1 Empate Euro 2012
11. 12 de outubro de 2012 Erevan, Arménia Flag of Armenia.svg Armênia 0–1 Vitória Elim. Copa do Mundo de 2014
12. 31 de maio de 2013 Bolonha, Itália Flag of San Marino.svg San Marino 4–0 Vitória Amistoso
13. 16 de junho de 2013 Rio de Janeiro, Brasil Flag of Mexico.svg México 2–1 Vitória Copa das Confederações 2013

Títulos[editar | editar código-fonte]

Pirlo atuando contra a Inglaterra durante a Euro 2012, competição onde a Itália foi vice-campeã.
Milan
Juventus
Seleção Italiana

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

  • Melhor cobrador de faltas: 2006, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013
  • Melhor meio-campista do mundo: 2006, 2008, 2011
  • Oscar del Calcio 2012: Melhor Jogador
  • Oscar del Calcio 2013: Melhor Jogador da Serie A
  • Maior Passador de bolas do mundo (FIFA)
  • Segundo Melhor Jogador da Eurocopa: 2012
  • Equipe do ano UEFA: 2003, 2004, 2006, 2007, 2012
  • Terceiro Melhor Jogador da Copa do Mundo: 2006
  • Melhor meio-campista da Serie A: 2012
  • Melhor jogador italiano Serie A: 2012
  • Pallone d'Argento: 2011-12
  • Pallone Azzurro: 2011-12
  • ESM Equipe do ano: 2011-12
  • Melhor equipe da Serie A: 2011-12, 2012-13
  • FIFA Ballon d'Or de 2013: 10º Colocado
  • FIFA Ballon d'Or de 2012: 7° Colocado

Referências

  1. a b Perfil de Andrea Pirlo. Página visitada em 24 de Julho de 2012.
  2. La vera storia di Pirlo lo 'zingaro'. Página visitada em 27 de Junho de 2012.
  3. Va di moda il calciatore salvabilanci. Página visitada em 31 de Março de 2010.
  4. Memories of 16-year-old star Pirlo. Página visitada em 26 de Junho de 2004.
  5. "Milan e Inter, plusvalenze incrociate con la vendita dei calciatori". Página visitada em 14 de Maio de 2010.
  6. Performes UEFA.com. Página visitada em 17 de Maio de 2010.
  7. Liverpool triumph in Turkey. Página visitada em 28 de Junho de 2010.
  8. Liverpool triumph in Turkey. Página visitada em 26 de Maio de 2008.
  9. Milan Star Pirlo Pleased Chelsea Transfer Saga Is Over. Página visitada em 28 de Maio de 2010.
  10. Milan Star Pirlo Pleased Chelsea Transfer Saga Is Over. Página visitada em 5 de Agosto de 2009.
  11. Veterano meia Andrea Pirlo faz exames médicos e acerta com a Juventus ESPN.com.br
  12. AC Milan 1 - 0 Genoa. Página visitada em 28 de Junho de 2009.
  13. Andrea Pirlo Bio, Stats, News – Football / Soccer – - ESPN Soccernet. Página visitada em 20 de Junho de 2009.
  14. Juventus 4-2 Napoli (aet): Bianconeri sees off nine-man Partenopei in extra time. Página visitada em 11 de Agosto de 2012.
  15. Juventus 2 vs 0 Parma GOAL.com. Página visitada em 25 de Agosto de 2012.
  16. Udinese 1-4 Juventus: Giovinco double helps sink 10-man hosts. Página visitada em 2 de Agosto de 2012.
  17. Juventus 4-1 AS Roma. Página visitada em 29 de Setembro de 2012.
  18. Futebol Italiano - GLOBOESPORTE.com. Página visitada em 30 de Março de 2012.
  19. Buffon and Pirlo shortlisted for the Ballon d’Or. Página visitada em 6 de Dezembro de 2012.
  20. Champions League - Juventus beat Shakhtar to seal top spot. Página visitada em 24 de Dezembro de 2012.
  21. "IFFHS World's Best Playmaker 2012. Página visitada em 12 de Setembro de 2007.
  22. Juventus vence Palermo e conquista Campeonato Italiano pela 29ª vez. Página visitada em 5 de Maio de 2013.
  23. Especulado no Real Madrid, Pirlo garante permanência na Juventus. Página visitada em 18 de Maio de 2013.
  24. a b Andrea Pirlo a giant of his generation. Página visitada em 21 de Outubro de 2010.
  25. AC Milan Meets Juventus in Potential Scudetto Decider. Página visitada em 11 de Janeiro de 2011.
  26. Stunning late extra-time strikes from Fabio Grosso and Alessandro del Piero took Italy into the World Cup final at Germany's expense with a 2-0 win.. Página visitada em 15 de Janeiro de 2011.
  27. Casillas' saves put Spain in semis. Página visitada em 15 de Janeiro de 2011.
  28. World Cup 2010: Italy exit as Slovakia turf out reigning champions. Página visitada em 24 de Janeiro de 2011.
  29. Italy 2 Republic of Ireland 0: match report. Página visitada em 1 de Março de 2011.
  30. Andrea Pirlo deixará seleção italiana após a Copa do Mundo de 2014. Página visitada em 1 de Março de 2011.
  31. Itália faz testes na equipe e goleia San Marino com extrema facilidade. Página visitada em 31 de Maio de 2013.
  32. Football : Andrea Pirlo (em inglês). FootballDatabase.eu. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.
  33. Player - Andrea Pirlo (em inglês). National Football Teams. Página visitada em 5 de dezembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Andrea Pirlo