Andrea de Bonaiuto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Afrescos da Capela dos Espanhóis, Exaltación de la Orden Dominica (detalhe).

Andrea de Bonaiuto, também chamado Andrea Bonaiuti ou Andrea de Florencia, foi um pintor italiano da escola florentina que trabalhou em Florença entre 1343 e 1377.

Até 1365, terminou sua obra mais importante, os afrescos da Sala Capitular da Igreja de Santa Maria Novella. Essa sala passou a se chamar Capela dos Espanhóis a partir do século XVI por ser frequentada por Eleonora de Toledo e seu séquito. Giorgio Vasari atribuiu essa obra a Simone Martini e a Taddeo Gaddi, e John Ruskin as tornou famosas por seus elogios, mas a atribuição correta se deve ao historiador Giovan Battista Cavalcaselle.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Nota[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.