Androide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Figura de um androide robótico

A palavra androide serve para designar qualquer ser que tenha a forma de um homem, em contraponto à palavra ginoide que serve para designar seres de forma feminina.

Entretanto, por seu uso em várias obras de ficção científica, o termo passou a ser usado mais específicamente para descrever robôs com aparência humana. O mesmo não ocorreu com o termo ginoide, sendo muito poucos os livros e filmes a usarem esse termo para descrever robôs com aparência de mulher. Assim, o termo androide acaba sendo usado também para descrever os robôs de forma feminina.

O famoso escritor de ficção científica Isaac Asimov criou vários personagens androides, entre eles Dors Venabilis (Prelúdio da Fundação), Daneel Olivaw (Os Robôs do Amanhecer) e Andrew (do conto O Homem Bicentenário). Talvez a obra que mais tenha popularizado o termo tenha sido o filme Blade Runner: O Caçador de Androides, dirigido por Ridley Scott e estrelado por Harrison Ford. O filme é baseado num livro do escritor de ficção científica Philip K. Dick. No mangá e anime Dragon Ball, de Akira Toriyama, também aparecem androides, que são os androides 8, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20 e o 21, também conhecido como Cell. Em Star Trek: The Next Generation, há um androide semi-humano chamado Data, que possui inteligência artificial, porém não ainda emoções.

Ícone de esboço Este artigo sobre ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.