Anexo:Grammy Award para Record of the Year

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Prémio Grammy para a Gravação do Ano, atribuído pela Academia Nacional de Artes de Gravação e Ciência dos Estados Unidos da América, serve para "honrar o sucesso artístico, proficiência técnica e excelência global na indústria da gravação, sem considerar vendas e posições em tabelas".[1] [2] O prémio 'Gravação do Ano' é uma das quatro categorias mais prestigiadas nos Prémios Grammy (ao lado dos prémios de 'Melhor Artista', 'Canção do Ano' e 'Álbum do Ano'), sendo atribuído anualmente desde a primeira edição dos Prémios Grammy, em 1959. De acordo com o guia de descrição dos 54º Prémios Grammy, o prémio é atribuído a singles lançados comercialmente ou faixas de novas gravações de voz ou instrumentos, em regime de não anonimato. Faixas de um álbum lançado no ano anterior podem entrar desde que a mesma não tenha entrado no ano anterior e que a faixa não pertença a um álbum que tenha ganho um Grammy. É entregue ao(s) artista(s), produtor(es), engenheiro(s) de gravação e/ou misturador(es) se não for o artista.

A 'Gravação do Ano' não deve ser confundida com 'Canção do Ano' ou 'Álbum do Ano':

  • O prémio de 'Gravação do Ano' é atribuído a um single ou a uma faixa de um álbum. Os recipientes deste prémio são o artista, o produtor, o engenheiro de gravação e/ou o misturador da canção. Neste contexto, "gravação" significa a gravação de uma canção e não a sua composição ou um álbum de canções.
  • O prémio de 'Canção do Ano' é também atribuído a um single ou a uma faixa de um álbum, mas o recipiente do prémio é o compositor que escreveu a letra e/ou a melodia da canção. Neste contexto, "canção" significa uma canção como está escrita e não a sua gravação.
  • O prémio de 'Álbum do Ano' é atribuído a um álbum inteiro, cujos recipientes são o artista, o produtor, o engenheiro de gravação e o engenheiro de masterização desse álbum. Neste contexto, "álbum" significa uma coleção gravada de canções (um LP multifaixa, CD ou um pacote descarregável) e não as canções individuais ou as suas composições.

História[editar | editar código-fonte]

Os recipientes deste prémio foram aumentando ao longo do tempo:

  • 1959-1965: Somente o artista recebia o prémio.
  • 1966-1998: Tanto o artista como o produtor recebiam.
  • 1999-2012: Recebiam o artista, produtor, engenheiro e/ou misturador.
  • 2013-: O artista, produtor, engenheiro de masterizção, engenheiro e/ou misturador recebem o prémio.[3]

Recordes[editar | editar código-fonte]

O artista Paul Simon detém o recorde de maior número de vitórias nesta categoria, com 3 prémios atribuídos ("Mrs. Robinson", em 1969; "Bridge over Troubled Water", em 1971; e "Graceland", em 1988).

Roberta Flack foi a primeira artista a ganhar este prémio em dois anos consecutivos ("The First Time Ever I Saw Your Face", em 1972; e "Killing Me Softly with His Song", em 1973), feito apenas repetido pela banda irlandesa U2 ("Beautiful Day", em 2001; e "Walk On", em 2002).

Frank Sinatra detém o recorde de maior número de indicações para o prémio por um artista masculino a solo, com sete indicações ("Witchcraft", em 1959; "High Hopes", em 1960; "Nice 'n' Easy", em 1961; "The Second Time Around", em 1962; "Strangers in the Night", em 1967; Somethin' Stupid,[I] em 1968; e "New York, New York", em 1981), tendo vencido, no entanto, apenas uma vez, em 1967, com a canção "Strangers in the Night". Barbra Streisand tem o maior número de indicações por uma artista feminina a solo, com cinco indicações ("Happy Days Are Here Again", em 1964; "People", em 1965; "Evergreen (Love Theme From A Star Is Born)", em 1978; "You Don't Bring Me Flowers",[II] em 1980; e "Woman in Love", em 1981), sem nunca ter vencido. A banda britânica The Beatles tem o maior número de indicações por um grupo, com quatro indicações ("I Want to Hold Your Hand", em 1965; "Yesterday", em 1966; "Hey Jude", em 1969; e "Let It Be", em 1971), sem também nunca terem vencido.

Durante os primeiros 50 anos dos Prémios Grammy, apenas 5 artitas receberam, na mesma cerimónia, os prémios de 'Gravação do Ano' e 'Artista Revelação': Bobby Darin ("Mack the Knife", em 1960), Christopher Cross ("Sailing", em 1981), Sheryl Crow ("All I Wanna Do", em 1995), Norah Jones ("Don't Know Why", em 2003) e Amy Winehouse ("Rehab", em 2008).

↑[I] Juntamente com Nancy Sinatra. ↑[II] Juntamente com Neil Diamond.

Processo[editar | editar código-fonte]

Membros da Academia Nacional de Artes de Gravação e Ciência nomeiam as suas escolhas para 'Gravação do Ano'. Uma lista das 20 melhores gravações é então dada ao Comité de Revisão de Nomeações, um grupo especialmente selecionado de membros anónimos, que selecionam então as 5 melhores gravações que ficam assim nomeadas na categoria para escrutínio especial. O resto dos membros vota então um vencedor dos 5 nomeados.

Vencedores[editar | editar código-fonte]

28 dos vencedores do prémio de 'Gravação do Ano' também ganharam o prémio de 'Canção do Ano'. Um asterisco (*) indica que a composição também ganhou o prémio de 'Canção do Ano'.

Ano[I] Vencedor(es) Nacionalidade[II] Obra Indicados Ref.
1959 Domenico Modugno  Itália "Nel Blu Dipinto Di Blu (Volare)" *
Tradução:"No azul, pintado de azul"
[4]
1960 Bobby Darin  Estados Unidos "Mack the Knife" [4]
1961 Percy Faith  Estados Unidos "Theme from A Summer Place" [4]
1962 Henry Mancini  Estados Unidos "Moon River" * [4]
1963 Tony Bennett  Estados Unidos "I Left My Heart in San Francisco" [4]
1964 Henry Mancini  Estados Unidos "Days of Wine and Roses" * [4]
1965 Astrud Gilberto e Stan Getz  Brasil
 Estados Unidos
"The Girl from Ipanema" [4]
1966 Herb Alpert e os Tijuana Brass
 · produzida por Herb Alpert e Jerry Moss
 Estados Unidos "A Taste of Honey" [4]
1967 Frank Sinatra
 · produzida por Jimmy Bowen
 Estados Unidos "Strangers in the Night" [4]
1968 The Fifth Dimension
 · produzida por Johnny Rivers e Marc Gordon
 Estados Unidos "Up, Up and Away" * [4]
1969 Simon & Garfunkel
 · produzida por Art Garfunkel, Paul Simon e Roy Halee
 Estados Unidos "Mrs. Robinson" [4]
1970 The Fifth Dimension
 · produzida por Bones Howe
 Estados Unidos "Aquarius/Let the Sunshine In" [4]
1971 Simon & Garfunkel
 · produzida por Art Garfunkel, Paul Simon e Roy Halee
 Estados Unidos "Bridge over Troubled Water" * [4]
1972 Carole King
 · produzida por Lou Adler
 Estados Unidos "It's Too Late" [4]
1973 Roberta Flack
 · produzida por Joel Dorn
 Estados Unidos "The First Time Ever I Saw Your Face" * [4]
1974 Roberta Flack
 · produzida por Joel Dorn
 Estados Unidos "Killing Me Softly with His Song" * [4]
1975 Olivia Newton-John
 · produzida por John Farrar
 Austrália "I Honestly Love You" [4]
1976 Captain & Tennille
 · produzida por Daryl Dragon
 Estados Unidos "Love Will Keep Us Together" [4]
1977 George Benson
 · produzida por Tommy LiPuma
 Estados Unidos "This Masquerade" [4]
1978 The Eagles
 · produzida por Bill Szymczyk
 Estados Unidos "Hotel California" [4]
1979 Billy Joel
 · produzida por Phil Ramone
 Estados Unidos "Just the Way You Are" * [4]
1980 The Doobie Brothers
 · produzida por Ted Templeman
 Estados Unidos "What a Fool Believes" * [4]
1981 Christopher Cross
 · produzida por Michael Omartian
 Estados Unidos "Sailing" * [4]
1982 Kim Carnes
 · produzida por Val Garay
 Estados Unidos "Bette Davis Eyes" * [4]
1983 Toto
 · produzida por Toto
 Estados Unidos "Rosanna" [4]
1984 Michael Jackson
 · produzida por Michael Jackson e Quincy Jones
 Estados Unidos "Beat It" [4]
1985 Tina Turner
 · produzida por Terry Britten
 Estados Unidos "What's Love Got to Do with It" * [4]
1986 USA for Africa
 · produzida por Quincy Jones
"We Are the World" * [4]
1987 Steve Winwood
 · produzida por Russ Titelman e Steve Winwood
 Reino Unido "Higher Love" [4]
1988 Paul Simon
 · produzida por Paul Simon
 Estados Unidos "Graceland" [4]
1989 Bobby McFerrin
 · produzida por Linda Goldstein
 Estados Unidos "Don't Worry, Be Happy" * [4]
1990 Bette Midler
 · produzida por Arif Mardin
 Estados Unidos "Wind Beneath My Wings" * [4]
1991 Phil Collins
 · produzida por Hugh Padgham e Phil Collins
 Reino Unido "Another Day in Paradise" [4]
1992 Natalie Cole com Nat King Cole
 · produzida por David Foster
 Estados Unidos "Unforgettable" * [4]
1993 Eric Clapton
 · produzida por Russ Titelman
 Reino Unido "Tears in Heaven" * [4]
1994 Whitney Houston
 · produzida por David Foster
 Estados Unidos "I Will Always Love You" [4]
1995 Sheryl Crow
 · produzida por Bill Bottrell
 Estados Unidos "All I Wanna Do" [4]
1996 Seal
 · produzida por Trevor Horn
 Reino Unido "Kiss from a Rose" * [4]
1997 Eric Clapton
 · produzida por Babyface
 Reino Unido "Change the World" * [4]
1998 Shawn Colvin
 · produzida por John Leventhal
 Estados Unidos "Sunny Came Home" * [4]
1999 Celine Dion
 · concebida/misturada por David Gleeson, Humberto Gatica e Simon Franglen;
 · produzida por James Horner, Simon Franglen e Walter Afanasieff
 Canadá "My Heart Will Go On" * [4]
2000 Santana com Rob Thomas
 · concebida/misturada por David Thoener;
 · produzida por Matt Serletic
 México
 Estados Unidos
"Smooth" * [4]
2001 U2
 · concebida/misturada por Richard Rainey e Steve Lillywhite;
 · produzida por Brian Eno e Daniel Lanois
 Irlanda "Beautiful Day" * [4]
2002 U2
 · concebida/misturada por Richard Rainey e Steve Lillywhite;
 · produzida por Brian Eno e Daniel Lanois
 Irlanda "Walk On" [4]
2003 Norah Jones
 · concebida/misturada por Jay Newland;
 · produzida por Arif Mardin, Jay Newland e Norah Jones
 Estados Unidos "Don't Know Why" * [4]
2004 Coldplay
 · concebida/misturada por Coldplay, Ken Nelson e Mark Phythian;
 · produzida por Coldplay e Ken Nelson
 Reino Unido "Clocks" [4]
2005 Ray Charles e Norah Jones
 · concebida/misturada por Al Schmitt, Mark Fleming e Terry Howard;
 · produzida por John R. Burk
 Estados Unidos "Here We Go Again" [4]
2006 Green Day
 · concebida/misturada por Chris Lord-Alge e Doug McKean,
 · produzida por Green Day e Rob Cavallo
 Estados Unidos "Boulevard of Broken Dreams" [4]
2007 Dixie Chicks
 · concebida/misturada por Chris Testa, Jim Scott e Richard Dodd;
 · produzida por Rick Rubin
 Estados Unidos "Not Ready to Make Nice" * [4]
2008 Amy Winehouse
 · concebida/misturada por Tom Elmhirst, Vaughan Merrick, Dom Morley, Mark Ronson e Gabriel Roth;
 · produzida por Mark Ronson
 Reino Unido "Rehab" * [4]
2009 Alison Krauss e Robert Plant
 · concebida/misturada por Mike Piersante;
 · produzida por T-Bone Burnett
 Estados Unidos
 Reino Unido
"Please Read the Letter" [4]
2010 Kings of Leon
 · concebida/misturada por Jacquire King;
 · produzida por Jacquire King e Angelo Petraglia
 Estados Unidos "Use Somebody" [4]
2011 Lady Antebellum
 · concebida/misturada por Clarke Schleicher
 · produzida por Lady Antebellum e Paul Worley
 Estados Unidos "Need You Now" * [4]
2012 Adele
 · concebida/misturada por Tom Elmhirst e Mark Rankin
 · produzida por Paul Epworth
 Reino Unido "Rolling in the Deep" * [4]
2013 Gotye com Kimbra
 · concebida/misturada por Wally de Backer & François Tétaz William Bowden
 Bélgica
 Nova Zelândia
"Somebody That I Used to Know" [4]

↑[I] Cada ano tem uma ligação ao artigo principal sobre os Prémios Grammy desse ano, quando existente.
↑[II] Nacionalidade(s) apenas do(s) artista(s) que atua(m).

Referências

  1. Visão Geral (em inglês) National Academy of Recording Arts and Sciences. Visitado em 22/09/2012.
  2. Uma vista rápida aos Prémios Grammy (em inglês) Tribune Company Los Angeles Times. Visitado em 22/09/2012.
  3. A Recording Academy anuncia os resultados da reunião do Conselho de Curadores (em inglês) Academia Nacional de Artes de Gravação e Ciência (08/06/2012). Visitado em 22/09/2012.
  4. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax ay az ba bb bc Prémios Grammy: Gravação do Ano (em inglês) Rock on the Net. Visitado em 20/09/2012.