Lista de álbuns conceptuais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é uma lista de álbuns conceptuais classificadas de acordo com o ano de lançamento. Para mais informações consulte álbum conceptual.

Década de 1960[editar | editar código-fonte]

1967[editar | editar código-fonte]

  • S.F. Sorrow - The Pretty Things - o álbum contando a história do protagonista, Sebastian F. Sorrow, e suas experiências de amor, guerra, tragédia, loucura e a desilusão da velhice.

1969[editar | editar código-fonte]

  • Tommy - The Who - história de um garoto cego, surdo e mudo
  • Arthur (Or the Decline and Fall of the British Empire) - The Kinks - história de Arthur, que se muda da Inglaterra para a Austrália

Década de 1970[editar | editar código-fonte]

1972[editar | editar código-fonte]

1973[editar | editar código-fonte]

1974[editar | editar código-fonte]

1975[editar | editar código-fonte]

1977[editar | editar código-fonte]

  • Animals - Pink Floyd - Ao longo das três músicas principais, Roger Waters equivale os humanos a cada uma das três espécies de animais: cães (Dogs), porcos (Pigs)e carneiros (Sheep). Os cães são usados para representar os homens de negócios megalomaníacos que acabam por serem arrastados pela própria pedra que atiraram. Os porcos representam os políticos corruptos e os moralistas. Os que não se enquadram nestas duas categorias são carneiros, que sem pensamento próprio, seguem cegamente um líder.

1979[editar | editar código-fonte]

  • The Wall - Pink Floyd - Retrata em ficção a vida de um anti-herói ("Pink") que é martelado e espancado pela sociedade desde os primeiros dias da sua vida: sufocado pela mãe, oprimido na escola, ele constrói um muro em sua consciência para dividir ele da sociedade, e refugia-se num mundo de fantasia que criou para si. Durante uma alucinação provocada pela droga, Pink transforma-se num ditador fascista apenas para que a sua consciência rebelde o ponha em tribunal, onde seu juiz interior ordena-lhe que mande abaixo o seu próprio muro e se abra para o mundo exterior.

Década de 1980[editar | editar código-fonte]

1981[editar | editar código-fonte]

1983[editar | editar código-fonte]

1988[editar | editar código-fonte]

  • Operation: Mindcrime - Queensrÿche - O álbum fala sobre um rapaz chamado Nikki. Viciado em heroína, e revoltado com a política americana entra em uma suposta sociedade secreta dominada por um homem conhecido apenas por Dr. X. Nikki começa a ser "manipulado" por Dr. X e acaba se tornando suspeito de assassinato de sua própria amante.

Década de 1990[editar | editar código-fonte]

1991[editar | editar código-fonte]

  • Street's: A Rock Opera - Savatage - Narra a história de D.T. Jesus, um mendigo que se torna um grande astro do rock, acaba se envolvendo com drogas e crime e segue uma jornada espiritual em busca de um sentido na vida.

1992[editar | editar código-fonte]

1995[editar | editar código-fonte]

  • Dead Winter Dead - Savatage - álbum que narra a guerra na Bósnia, logo após a queda do muro de Berlim e do fim do socialismo. Isso serve de pano de fundo para uma história de um jovem soldado que começa a se perguntar do porquê da guerra. Disco muito popular nos Estado Unidos da América por causa do instrumental "Christmas Eve" que fez furor na época natalicia daquele ano. Sem duvida, um álbum 5 estrelas e um dos melhores da banda, senão o melhor. Contem excertos de Mozart e Beethoven.

1998[editar | editar código-fonte]

  • The Wake of Magellan - Savatage - Três histórias distintas: Fernão de Magalhães, navegador. Veronica Guerim, Reporter Irlandesa assassinada.Um senhor e uma crinça.Essas três histórias se juntam, para criar uma única história, que questiona o sentido da vida e existência, e faz nos perguntar o que é tudo isso que acreditamos e como é realmente a vida.

1999[editar | editar código-fonte]

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

2000[editar | editar código-fonte]

  • Universal Migrator 2 - Flight of the Migrator - Ayreon - Participação especial do Bruce Dickinson dos Iron Maiden, entre outros. Este álbum foi produzido por Arjen Anthony Lucassen quem tem o seu proprio projecto musical a solo. È uma espécie de Joe Satriani ou Yngwie Malmesteen mas mais avançado. Este musico é um multi-instrumentista holandês que lança para o mercado musical operas-rock com vários musicos convidados e vozes femininas.

Tem actualmente alguma concorrencia desde que Tobias Sammet dos Edguy começou também o seu projecto a solo "Avantasia". Este álbum tem características futuristas e extraterrestes. Pode não ser muito do agrado de fans de heavy metal mas pode ser do agrado de fans de Anathema ou Dream Theatre. Ironicamente pode também interessar a fans de Jean Michel Jarre...

  • Deggial - Therion - Deggial é um deus do folclore árabe. È uma espécie de anti-Cristo que se insurge contra qualquer ensinamento ou livro sagrado.

Este álbum é pesado e obscuro mas contem muita beleza e muita melodia. Para quem gosta de Iron Maiden ou Manowar e bandas do género gostará de certeza deste disco.

2001[editar | editar código-fonte]

  • Secret Of the Runes - Therion - Este álbum fala das Runas que são uma espécie de alfabeto muito antigo usado na Europa do Norte que alem de funcionar como um alfabeto normal, funcionava e funciona ainda como uma espécie de "Tarôt". Tal como um baralho de cartas normal pode ser usado por videntes. Este álbum fala-nos da religiosidade nórdica, dos seus deuses pagãos e das suas origens e relacionamentos, antes do cristianismo.

Esclarece-nos um pouco do que é a religião Wicca. È um álbum "leve" e menos melodico Tem letras de dificil tradução, alemãs holandesas suecas etc.

  • Poets and Madman - Savatage - Narra a história de três jovens, que adentram um manicomio desativado.Lá encontram um louco que mudará suas vidas. Isso serve de fundo para contar a história de Kevin Carter, fotografo famoso, que fotografava cenas de miséria na África.
  • M-16 - Sodom - Fala sobre a guerra do Vietnã e o nome do rifle usado pelas forças norte-americanas naquela guerra.
  • The Metal Opera - Avantasia - O personagem principal da história é o jovem Gabriel Laymenn, noviço da Ordem Dominicana da abadia de Mainz. É o ano de 1602 e, juntamente com o resto de sua ordem, Gabriel participa de uma caça às bruxas. Mas quando ele é inesperadamente reunido com a sua meio-irmã, Anna Held, que espera seu julgamento por bruxaria, Gabriel começa a ter dúvidas. Ele se esgueira para dentro da biblioteca, onde ele lê um livro proibido. Seu mentor, Bruder Jakob o vê e Gabriel é atirado no calabouço.

Lá ele conhece um velho, Lugaid Vandroiy, que se apresenta como “o druida” ("Reach Out for the Light"). Ele conta a Gabriel sobre uma outra dimensão, o mundo de Avantasia, que corre grande perigo. Ele se oferece para ajudar a resgatar Anna, se Gabriel concordar em ajudar Avantasia. Eles conseguem escapar ("Breaking Away"), e Vandroiy leva Gabriel a um velho poço de pedra que guarda o portal entre as duas dimensões, utilizando-o para enviar Gabriel a Avantasia. Enquanto isso, Johann Adam Von Bicken, o bispo de Mainz, Bruder Jakob e o Oficial de Justiça, Falk Von Kronberg, estão a caminho de Roma para encontrar o Papa Clemente VIII ("The Glory of Rome"). Em sua posse eles têm o livro que Gabriel leu. Velhos documentos contam que o livro é a última das sete partes de um lacre, que ajudará o seu detentor a alcançar o conhecimento absoluto caso ele o leve à torre no centro de Avantasia. Quando Gabriel chega à Avantasia (“Avantasia”) ele é recebido por dois habitantes, o elfo Elderane("Andre Matos") e o anão Regrin (“Inside”). Eles contam sobre a guerra contra as forças do mal, dos planos do Papa e de suas conseqüências (“Sign of the Cross”). Se o Papa usar o lacre, a conexão entre Avantasia e o mundo humano irá se romper causando terríveis conseqüências para ambos os mundos. Gabriel chega bem a tempo na Torre e, enquanto o Papa fala com a voz misteriosa que sai de dentro dela, Gabriel rouba o lacre e, em meio ao caos, ele consegue trazê-lo à cidade dos elfos (“The Tower”), o que marca o fim da primeira parte.

2002[editar | editar código-fonte]

  • The Metal Opera Part II - Avantasia - Gabriel ainda não se dá por satisfeito. Ele quer saber mais sobre Avantasia e, assim, Elderane o envia à Árvore do Conhecimento. Lá, Gabriel tem a visão de Bruder Jakob submetido a grandes dores em um lago de chamas (“The Final Sacrifice”). Elderane conta a ele sobre um grande cálice dourado nas catacumbas de Roma, local em que se encontram presas um incontável número de almas torturadas, e o avisa da Besta que guarda o cálice. Apesar da tentativa do elfo de desencorajá-los, Gabriel e Regrin voltam ao mundo humano. Eles encontram o cálice e o derrubam, para que as várias almas possam escapar (“Chalice of Agony”). A Besta desperta e os ataca; o anão é morto, mas Gabriel consegue escapar.

Após, Gabriel retorna para Vandroiy, que o estava esperando. O Druida cumpre com sua parte do acordo e se infiltra na prisão à noite para libertar Anna. Lá ele encontra um Burder Jakob mais “refinado”, que planeja fazer o mesmo. Falk Von Kronber, que estava tendo suas próprias dúvidas (“Memory”), os apanha e se aproxima para prendê-los. Isso os leva a uma luta em que Kronberg mata Vondroiy, mas é assassinado por Burder Jakob. Então, Anna escapa e retorna para Gabriel, seguindo rumo ao seu futuro desconhecido (“Into the Unknown”).

2003[editar | editar código-fonte]

  • The Great Fall - Narnia: Conta a história de um soldado que procura o sentido da vida em seu interior.[1]
  • Epica - Kamelot - Epica segue em direção a uma lenda épica (como o próprio álbum intitula), mas também uma jornada ao próprio universo, mente, sonhos e alma. É aonde todas as questões sem explicação sobre a vida são respondidas.

O álbum é baseado em Fausto, obra de Goethe.

Personagens Principais

  • Ariel - um homem que busca respostas, que procura equilíbrio e verdade. Ariel não está satisfeito com as respostas dadas pela religião e ciência. Ele queima todas as pontes e sai em uma jornada em busca do equilíbrio que ele não encontra em sua vida; a verdade absoluta que cerca a vida.
  • Helena - ela é a única garota que Ariel amou realmente. Eles se separaram por anos quando finalmente se reencontraram após um encontro no castelo de Mephisto. Em Epica ela representa inocência e tudo o que é bom.
  • Mephisto - a personificação do diabo. Mephisto, que aparece em diferentes máscaras e disfarces. Ele nunca é exatamente o que se espera de um demônio, aparentemente racional e sofisticado, sempre tentador e sedutor. Mephisto representa a fraqueza de todas as ambições humanas

2004[editar | editar código-fonte]

O álbum conta a história fictícia de um cavaleiro conhecido como Shadow Hunter que se une ao exército convocado pelo Papa para participar da Primeira Cruzada (1096-1099). Durante sua saga, ele passa por conflitos que o fazem refletir sobre a guerra santa da qual participa e os ideais da Igreja Católica, colocando sua devoção a prova.

  • American Idiot - Green Day - É a história de três jovens adolescentes (St.Jimmy,Jesus Of Suburbia e Whatsername)que tentam achar um significado para o mundo e a suas funções nele depois do atentado de 11 de setembro.Tudo começa quando Jesus Of Suburbia questiona o porque o seu país está sendo controlado pela mídia e pelo governo, e diz que não quer ser um idiota americano.Depois, seus problemas em casa aumentam, ele mora com a mãe divorciada, no subúrbio onde tudo é muito monótono. Então decide fugir de casa e passa a viver nas ruas. Jesus passou sua adolescência toda na frente de lojas de conveniência e experimentanto drogas, o tornando viciado nelas. Depois de algum tempo sozinho ele encontra Whatsername, por quem se apaixona instantaneamente.Ela mostra a Jesus seu mundo e como ela vive.Tempo depois, graças a toda raiva e amor que foram a base da vida de Jesus, ele se transforma no auto-destrutivo St.Jimmy(há versões também de que St.Jimmy é um drogado que Jesus conheceu, e que foi rapidamente influenciado por ele).Whatsername,envia uma carta a Jesus (que agora é St.Jimmy) dizendo que está farta de suas novas atitudes, de quem ele se transformou e diz que vai deixá-lo (trecho da história retratada na música Letterbomb).Jesus sofre muito com a perda de Whatsername,e passa a ficar sozinho. Tempo depois, ele vê que sua vida está entrando em decadência e começa a refletir que a melhor forma de acabar com seus problemas, é enfrentando-os, então decide voltar para casa.

Jesus mata St.Jimmy, deixa sua personalidade destrutiva para trás e volta a ser o que era, afinal foi por causa de St. Jimmy que Whatsername foi embora (na outra versão da história,St.Jimmy se suicida e Jesus se vê obrigado a voltar para casa). Jesus então volta para casa e se reconcilia com sua mãe.Sua vida está praticamente estabilizada nessa altura do álbum,mas ele ainda se arrepende do que perdeu. Passou-se muito tempo desde que Whatsername se foi e ele se dá conta de que nem o nome dela ele lembra, mas não deixa de pensar nela,ela é uma lembrança viva dentro dele. O álbum termina com Jesus pensando com ele mesmo, arrependendo-se por ter deixado Whatsername ir e que ele pode esquecê-la, mas jamais esquecerá o tempo que eles passaram juntos.

  • Three Cheers for Sweet Revenge - My Chemical Romance - Uma continuação de uma das músicas do primeiro álbum da banda, Demolition Lovers, que conta a história de um casal morto em um tiroteio. Ele acaba no Purgatório, e o único meio de chegar até ela é voltar a Terra e matar mil homens maus.

2006[editar | editar código-fonte]

  • Operation: Mindcrime II - Queensrÿche - 18 anos após os acontecimentos do Mindcrime I, Nikki está preso e ainda remoendo as lembranças do passado. Nikki foge da cadeia, e começa a ser perseguido pelo fantasma de sua amante, que começa a causar alucinações nele. Em um plano de vingança, Nikki leva Dr. X até a Igreja onde Mary (sua amante) foi supostamente encontrada morta, e assassina Dr. X. Ainda assim, Nikki continua sendo perseguido pelos mesmos fantasmas, que acabam levando-a ao suicídio e ao re-encontro com Mary.

2007[editar | editar código-fonte]

  • This Delicate Thing We've Made - Darren Hayes - Álbum duplo do cantor pop australiano [2] . Inspirado no livro de H. G. Wells "A Máquina do Tempo", explora o conceito de uma viagem no tempo, no qual o artista revisita memórias, conta histórias fictícias e momentos de subconsciência. O álbum foi traduzido visualmente no DVD This Delicate Film We've Made, com animações 3D.

2008[editar | editar código-fonte]

2009[editar | editar código-fonte]

2010[editar | editar código-fonte]

  • A Thousand Suns - Linkin Park - A Thousand Suns é um álbum conceptual que usa como tema a guerra, em especial em escala nuclear. O título do álbum vem do texto Bhagvad Gita do Hindu Sanskrit, "se a radiação de mil sóis estourasse pelos céus, seria como o esplendor do todo-poderoso.", uma famosa citação de J. Robert Oppenheimer se referindo a bomba atômica.
  • Danger Days: The True Lives Of The Fabulous Killjoys - My Chemical Romance - O Danger Days conta a história de quatro "Killjoys" chamados de Party Poison (Gerard Way), Jet Star (Ray Toro), Fun Ghoul (Frank Iero) e Kobra Kid (Mikey Way)que lutam contra a corporação malígna "Better Living Industries" (BL/ind.) no ano de 2019, são guiados por um DJ de uma rádio pirata, chamado de Dr. Death Defying.

2011[editar | editar código-fonte]

2012[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências