Anexo:Lista de campeões da Copa Libertadores da América

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é uma lista de campeões da Copa Libertadores da América, torneio continental que foi criado no ano de 1960. O nome do torneio é uma homenagem aos principais líderes da independência das nações da América do Sul: Simón Bolívar, Dom Pedro I, José de San Martín, Antonio José de Sucre e Bernardo O'Higgins.[1]

A Copa Libertadores começa em meados de fevereiro e termina no mês de junho, julho ou agosto do mesmo ano. A Copa Libertadores é aberta aos campeões dos campeonatos nacionais das federações filiadas à Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). Além dos campeões, participam também os melhores classificados dos torneios nacionais ou campeões de outros torneios, como a Copa do Brasil e a Liguilla uruguaia, além do campeão da Libertadores e da Copa Sul-Americana do ano anterior.[2]

Originalmente, apenas um clube por país participava, mas a partir dos anos 1970 outros times puderam participar, dependendo de suas campanhas nas competições nacionais no ano anterior.[3] As finais são disputadas em duas partidas, sendo que a vantagem da segunda partida é dada ao clube de melhor campanha na Copa. O clube uruguaio Peñarol venceu a edição inaugural sobre o Olimpia do Paraguai em 1960.[4]

O Independiente detêm o recorde de mais vitórias, com sete vitórias desde o início da competição.[3] Eles também ganharam a competição na maioria das vezes consecutivas, vencendo-a quatro vezes entre os anos de 1972 e 1975. Boca Juniors é o segundo, com seis vitórias; vencendo o seu último título em 2007.[3] Peñarol venceu a Taça por cinco vezes, vencendo a mais recente em 1987.[3] O Peñarol foi a equipe que mais perdeu as finais, com cinco vice-campeonatos.[5] Até o momento, 25 clubes diferentes já venceram a Copa. As maiores vitórias são de clubes da Argentina, que venceram a competição 23 vezes. Os clubes brasileiros vem em seguida, com 17 vitórias, e os clubes uruguaios em terceiro, com 8 vitórias.[3]

Legenda[editar | editar código-fonte]

Partidas vencidas na prorrogação
* Partidas decididas na disputa por pênaltis
Em negrito Vencedor da final

Finais[editar | editar código-fonte]

Ano Clube mandante na segunda partida Placar Clube visitante na segunda partida Estádio Local Refs
1960 Uruguai Peñarol 1–0 Paraguai Olimpia Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai [4]
Paraguai Olimpia 1–1 Uruguai Peñarol Estádio de Puerto Sajonia Assunção, Paraguai
Peñarol venceu por 3 pontos a 1
1961 Uruguai Peñarol 1–0 Brasil Palmeiras Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai [4]
Brasil Palmeiras 1–1 Uruguai Peñarol Estádio do Pacaembu São Paulo, Brasil
Peñarol venceu por 3 pontos a 1
1962 Uruguai Peñarol 1–2 Brasil Santos Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai [6]
Brasil Santos 2–3 Uruguai Peñarol Estádio Vila Belmiro Santos, Brasil
2 a 2 na pontuação; Santos venceu o jogo desempate por 3 a 0 no Estádio Monumental de Núñez
1963 Brasil Santos 3–2 Argentina Boca Juniors Estádio Vila Belmiro Santos, Brasil [6]
Argentina Boca Juniors 1–2 Brasil Santos La Bombonera Buenos Aires, Argentina
Santos venceu por 4 pontos a 0
1964 Uruguai Nacional 0–0 Argentina Independiente Parque Central Montevidéu, Uruguai [7]
Argentina Independiente 1–0 Uruguai Nacional La Doble Visera Buenos Aires, Argentina
Independiente venceu por 3 pontos a 1
1965 Argentina Independiente 1–0 Uruguai Peñarol La Doble Visera Buenos Aires, Argentina [7]
Uruguai Peñarol 1–0 Argentina Independiente Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai
2–2 na pontuação; Independiente venceu o jogo desempate por 4 a 1 †
1966 Uruguai Peñarol 2–0 Argentina River Plate Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai [4]
Argentina River Plate 3–2 Uruguai Peñarol Estádio Monumental de Núñez Buenos Aires, Argentina
2 a 2 na pontuação; Peñarol venceu o jogo desempate por 4 a 2 no Estádio Nacional de Chile
1967 Argentina Racing Club 0–0 Uruguai Nacional Estádio Juan Domingo Perón Buenos Aires, Argentina [8]
Uruguai Nacional 0–0 Argentina Racing Club Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai
2 a 2 na pontuação; Racing Club venceu o jogo desempate por 2 a 1 no Estádio Nacional
1968 Argentina Estudiantes 2–1 Brasil Palmeiras Estádio Jorge Luis Hirschi La Plata, Argentina [9]
Brasil Palmeiras 3–1 Argentina Estudiantes Estádio do Pacaembu São Paulo, Brasil
2 a 2 na pontuação; Estudiantes venceu o jogo desempate por 2 a 0 no Estádio Centenário
1969 Uruguai Nacional 0–1 Argentina Estudiantes Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai [9]
Argentina Estudiantes 2–0 Uruguai Nacional Estádio Jorge Luis Hirschi La Plata, Argentina
Estudiantes venceu por 4 pontos a 0.
1970 Argentina Estudiantes 1–0 Uruguai Peñarol Estádio Jorge Luis Hirschi La Plata, Argentina [9]
Uruguai Peñarol 0–0 Argentina Estudiantes Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai
Estudiantes venceu por 3 pontos a 1
1971 Argentina Estudiantes 1–0 Uruguai Nacional Estádio Jorge Luis Hirschi La Plata, Argentina [10]
Uruguai Nacional 0–1 Argentina Estudiantes Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai
2 a 2 na pontuação; Nacional venceu o jogo desempate por 3 a 1 no Estádio Nacional do Peru
1972 Peru Universitario 0–0 Argentina Independiente Estádio Nacional do Peru Lima, Peru [7]
Argentina Independiente 2–1 Peru Universitario La Doble Visera Buenos Aires, Argentina
Independiente venceu por 3 pontos a 1
1973 Argentina Independiente 1–1 Chile Colo-Colo La Doble Visera Buenos Aires, Argentina [7]
Chile Colo-Colo 0–0 Argentina Independiente Estádio Nacional Santiago, Chile
2 a 2 na pontuação; Independiente venceu o jogo desempate por 2 a 1 no Estádio Centenário
1974 Brasil São Paulo 2–1 Argentina Independiente Estádio do Pacaembu São Paulo, Brasil [7]
Argentina Independiente 2–0 Brasil São Paulo La Doble Visera Buenos Aires, Argentina
2 a 2 na pontuação; Independiente venceu o jogo desempate por 1 a 0 no Estádio Nacional
1975 Chile Unión Española 1–0 Argentina Independiente Estadio Nacional Santiago, Chile [7]
Argentina Independiente 3–1 Chile Unión Española La Doble Visera Buenos Aires, Argentina
2 a 2 na pontuação; Independiente venceu o jogo desempate por 2 a 0 no Estádio Defensores del Chaco
1976 Brasil Cruzeiro 4–1 Argentina River Plate Mineirão Belo Horizonte, Brasil [11]
Argentina River Plate 2–1 Brasil Cruzeiro Monumental de Núñez Buenos Aires, Argentina
2 a 2 na pontuação; Cruzeiro venceu o jogo desempate por 3 a 2 no Estadio Nacional †
1977 Argentina Boca Juniors 1–0 Brasil Cruzeiro La Bombonera Buenos Aires, Argentina [12]
Brasil Cruzeiro 1–0 Argentina Boca Juniors Mineirão Belo Horizonte, Brasil
2 a 2 na pontuação; 0 a 0 no jogo desempate e vitória do Boca Juniors por 5 a 4 na decisão de pênaltis no Estádio Centenário *
1978 Colômbia Deportivo Cáli 0–0 Argentina Boca Juniors Estádio Olímpico Pascual Guerrero Cáli, Colômbia [12]
Argentina Boca Juniors 4–0 Colômbia Deportivo Cáli La Bombonera Buenos Aires, Argentina
Boca Juniors venceu por 3 pontos a 1
1979 Paraguai Olimpia 2–0 Argentina Boca Juniors Estádio Defensores del Chaco Assunção, Paraguai [13]
Argentina Boca Juniors 0–0 Paraguai Olimpia La Bombonera Buenos Aires, Argentina
Olímpia venceu por 3 pontos a 1
1980 Brasil Internacional 0–0 Uruguai Nacional Estádio Beira-Rio Porto Alegre, Brasil [10]
Uruguai Nacional 1–0 Brasil Internacional Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai
Nacional venceu por 3 pontos a 1
1981 Brasil Flamengo 2–1 Chile Cobreloa Estádio do Maracanã Rio de Janeiro, Brasil [14]
Chile Cobreloa 1–0 Brasil Flamengo Estádio Nacional Santiago, Chile
2 a 2 na pontuação; Flamengo venceu o jogo desempate por 2 a 0 no Estádio Centenário
1982 Uruguai Peñarol 0–0 Chile Cobreloa Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai [4]
Chile Cobreloa 1–0 Uruguai Peñarol Estádio Nacional Santiago, Chile
Peñarol venceu por 3 pontos a 1
1983 Uruguai Peñarol 1–1 Brasil Grêmio Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai [15]
Brasil Grêmio 2–1 Uruguai Peñarol Estádio Olímpico Porto Alegre, Brasil
Grêmio venceu por 3 pontos a 1
1984 Brasil Grêmio 0–1 Argentina Independiente Estádio Olímpico Porto Alegre, Brasil [7]
Argentina Independiente 0–0 Brasil Grêmio La Doble Visera Buenos Aires, Argentina
Independiente venceu por 3 pontos a 1
1985 Argentina Argentinos Juniors 1–0 Colômbia América de Cáli La Doble Visera Buenos Aires, Argentina [16]
Colômbia América de Cáli 1–0 Argentina Argentinos Juniors Estádio Olímpico Pascual Guerrero Cáli, Colômbia
2 a 2 na pontuação; 1 a 1 no jogo desempate, Argentinos Juniors venceu a disputa nos pênaltis por 5 a 4 no Estádio Defensores del Chaco *
1986 Colômbia América de Cáli 1–2 Argentina River Plate Estádio Olímpico Pascual Guerrero Cáli, Colômbia [17]
Argentina River Plate 1–0 Colômbia América de Cáli Monumental de Núñez Buenos Aires, Argentina
River Plate venceu por 4 pontos a 0
1987 Colômbia América de Cáli 2–0 Uruguai Peñarol Estádio Olímpico Pascual Guerrero Cáli, Colômbia [4]
Uruguai Peñarol 2–1 Colômbia América de Cáli Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai
2 a 2 na pontuação; Peñarol venceu o jogo desempate por 1 a 0 no Estádio Nacional de Chile
1988 Argentina Newell's Old Boys 1–0 Uruguai Nacional El Coloso del Parque Rosário, Argentina [10]
Uruguai Nacional 3–0 Argentina Newell's Old Boys Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai
Nacional venceu por 3 a 1 no placar agregado
1989 Paraguai Olimpia 2–0 Colômbia Atlético Nacional Estádio Defensores del Chaco Assunção, Paraguai [13]
Colômbia Atlético Nacional 2–0 Paraguai Olimpia Estádio El Campín Bogotá, Colômbia
2 a 2 no placar agregado; Atlético Nacional venceu a disputa nos pênaltis por 5 a 4 *
1990 Paraguai Olimpia 2–0 Equador Barcelona Estádio Defensores del Chaco Assunção, Paraguai [13]
Equador Barcelona 1–1 Paraguai Olimpia Estádio Monumental Isidro Romero Carbo Guaiaquil, Equador
Olimpia venceu por 3 a 1 no placar agregado
1991 Paraguai Olimpia 0–0 Chile Colo-Colo Estádio Defensores del Chaco Assunção, Paraguai [18]
Chile Colo-Colo 3–0 Paraguai Olimpia Estádio Monumental David Arellano Santiago, Chile
Colo-Colo venceu por 3 a 0 no placar agregado
1992 Argentina Newell's Old Boys 1–0 Brasil São Paulo El Coloso del Parque Rosário, Argentina [19]
Brasil São Paulo 1–0 Argentina Newell's Old Boys Estádio Morumbi São Paulo, Brasil
1 a 1 no placar agregado; São Paulo venceu a disputa nos pênaltis por 3 a 2 *
1993 Brasil São Paulo 5–1 Chile Universidad Católica Estádio Morumbi São Paulo, Brasil [19]
Chile Universidad Católica 2–0 Brasil São Paulo Estádio Nacional de Chile Santiago, Chile
São Paulo venceu no placar agregado por 5 a 3
1994 Argentina Vélez Sársfield 1–0 Brasil São Paulo Estádio José Amalfitani Buenos Aires, Argentina [20]
Brasil São Paulo 1–0 Argentina Vélez Sársfield Estádio Morumbi São Paulo, Brasil
1 a 1 no placar agregado; Vélez Sársfield venceu a disputa nos pênaltis por 5 a 3 *
1995 Brasil Grêmio 3–1 Colômbia Atlético Nacional Estádio Olímpico Porto Alegre, Brasil [15]
Colômbia Atlético Nacional 1–1 BrasilGrêmio Estádio Atanasio Girardot Medellín, Colômbia
Grêmio venceu por 4 pontos a 1
1996 Colômbia América de Cáli 1–0 Argentina River Plate Estádio Olímpico Pascual Guerrero Cáli, Colômbia [17]
Argentina River Plate 2–0 Colômbia América de Cáli Monumental de Núñez Buenos Aires, Argentina
River Plate venceu no placar agregado por 2 a 1
1997 Peru Sporting Cristal 0–0 Brasil Cruzeiro Estádio Nacional do Peru Lima, Peru [11]
Brasil Cruzeiro 1–0 Peru Sporting Cristal Mineirão Belo Horizonte, Brasil
Cruzeiro venceu por 4 pontos a 1
1998 Brasil Vasco da Gama 2–0 Equador Barcelona Estádio São Januário Rio de Janeiro, Brasil [21]
Equador Barcelona 1–2 Brasil Vasco da Gama Estádio Monumental Isidro Romero Carbo Guaiaquil, Equador
Vasco da Gama venceu por 6 pontos a 0
1999 Colômbia Deportivo Cali 1–0 Brasil Palmeiras Estádio Olímpico Pascual Guerrero Cáli, Colômbia [22]
Brasil Palmeiras 2–1 Colômbia Deportivo Cali Estádio Palestra Itália São Paulo, Brasil
2 a 2 no placar agregado; Palmeiras venceu a disputa nos pênaltis por 4 a 3 *
2000 Argentina Boca Juniors 2–2 Brasil Palmeiras La Bombonera Buenos Aires, Argentina [12]
Brasil Palmeiras 0–0 Argentina Boca Juniors Estádio Palestra Itália São Paulo, Brasil
2 a 2 no placar agregado; Boca Juniors venceu a disputa nos pênaltis por 4 a 2 *
2001 México Cruz Azul 0–1 Argentina Boca Juniors Estádio Azteca Cidade do México, México [12]
Argentina Boca Juniors 0–1 México Cruz Azul La Bombonera Buenos Aires, Argentina
1 a 1 no placar agregado; Boca Juniors venceu a disputa nos pênaltis por 3 a 1 *
2002 Paraguai Olimpia 0–1 Brasil São Caetano Estádio Defensores del Chaco Assunção, Paraguai [13]
Brasil São Caetano 1–2 Paraguai Olimpia Estádio do Pacaembu São Paulo, Brasil
2 a 2 no placar agregado; Olimpia venceu a disputa nos pênaltis por 4 a 2 *
2003 Argentina Boca Juniors 2–0 Brasil Santos La Bombonera Buenos Aires, Argentina [12]
Brasil Santos 1–3 Argentina Boca Juniors Estádio do Morumbi São Paulo, Brasil
Boca Juniors venceu por 6 pontos a 0
2004 Argentina Boca Juniors 0–0 Colômbia Once Caldas La Bombonera Buenos Aires, Argentina [23]
Colômbia Once Caldas 1–1 Argentina Boca Juniors Estádio Palogrande Manizales, Colômbia
1 a 1 no agregado; Once Caldas venceu a disputa nos pênaltis por 2 a 0 *
2005 Brasil Atlético Paranaense 1–1 Brasil São Paulo Estádio Beira-Rio Porto Alegre, Brasil [19]
Brasil São Paulo 4–0 Brasil Atlético Paranaense Estádio do Morumbi São Paulo, Brasil
São Paulo venceu por 4 pontos a 1
2006 Brasil São Paulo 1–2 Brasil Internacional Estádio do Morumbi São Paulo, Brasil [19]
Brasil Internacional 2–2 Brasil São Paulo Estádio Beira-Rio Porto Alegre, Brasil
Internacional venceu por 4 pontos a 1
2007 Argentina Boca Juniors 3–0 Brasil Grêmio La Bombonera Buenos Aires, Argentina [12]
Brasil Grêmio 0–2 Argentina Boca Juniors Estádio Olímpico Porto Alegre, Brasil
Boca Juniors venceu por 6 pontos a 0
2008 Equador LDU Quito 4–2 Brasil Fluminense Estádio La Casa Blanca Quito, Equador [24]
Brasil Fluminense 3–1 Equador LDU Quito Estádio do Maracanã Rio de Janeiro, Brasil
3 a 3 na pontuação e 5 a 5 no placar agregado; LDU Quito venceu disputa nos pênaltis por 3 a 1*
2009 Argentina Estudiantes 0–0 Brasil Cruzeiro Estádio Ciudad de La Plata La Plata, Argentina [25]
Brasil Cruzeiro 1–2 Argentina Estudiantes Mineirão Belo Horizonte, Brasil
Estudiantes venceu por 4 pontos a 1
2010 México Chivas Guadalajara 1–2 Brasil Internacional Estádio Omnilife Guadalajara, México [26]
Brasil Internacional 3–2 México Chivas Guadalajara Estádio Beira-Rio Porto Alegre, Brasil
Internacional venceu por 6 pontos a 0
2011 Uruguai Penãrol 0–0 Brasil Santos Estádio Centenário Montevidéu, Uruguai [27]
Brasil Santos 2–1 Uruguai Peñarol Estádio do Pacaembu São Paulo, Brasil
Santos venceu por 4 pontos a 1
2012 Argentina Boca Juniors 1–1 Brasil Corinthians Estádio La Bombonera Buenos Aires, Argentina [28]
Brasil Corinthians 2–0 Argentina Boca Juniors Estádio do Pacaembu São Paulo, Brasil
Corinthians venceu por 4 pontos a 1
2013 Paraguai Olimpia 2–0 Brasil Atlético Mineiro Estádio Defensores del Chaco Assunção, Paraguai [29]
Brasil Atlético Mineiro 2–0 Paraguai Olimpia Mineirão Belo Horizonte, Brasil
3 a 3 na pontuação e 2 a 2 no placar agregado; Atlético Mineiro venceu disputa nos pênaltis por 4 a 3*
2014 Paraguai Nacional 1–1 Argentina San Lorenzo Estádio Defensores del Chaco Assunção, Paraguai [30]
Argentina San Lorenzo 1–0 Paraguai Nacional Estádio Nuevo Gasómetro Buenos Aires, Argentina
San Lorenzo venceu por 4 pontos a 1

Títulos e vice por equipe[editar | editar código-fonte]

Clube País Títulos [31] Vices Aproveitamento em finais
Independiente  Argentina 7 (1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984) 0 100%
Boca Juniors  Argentina 6 (1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007) 4 (1963, 1979, 2004 e 2012) 60%
Peñarol Uruguai 5 (1960, 1961, 1966, 1982 e 1987) 5 (1962, 1965, 1970, 1983 e 2011) 50%
Estudiantes  Argentina 4 (1968, 1969, 1970 e 2009) 1 (1971) 80%
Olimpia Paraguai 3 (1979, 1990 e 2002) 4 (1960, 1989, 1991 e 2013) 43%
Nacional Uruguai 3 (1971, 1980 e 1988) 3 (1964, 1967 e 1969) 50%
São Paulo  Brasil 3 (1992, 1993 e 2005) 3 (1974, 1994 e 2006) 50%
Santos  Brasil 3 (1962 , 1963 e 2011) 1 (2003) 75%
Cruzeiro  Brasil 2 (1976 e 1997) 2 (1977 e 2009) 50%
Grêmio  Brasil 2 (1983 e 1995) 2 (1984 e 2007) 50%
River Plate  Argentina 2 (1986 e 1996) 2 (1966 e 1976) 50%
Internacional  Brasil 2 (2006 e 2010) 1 (1980) 66,6%
Palmeiras  Brasil 1 (1999) 3 (1961, 1968 e 2000) 25%
Atlético Nacional  Colômbia 1 (1989) 1 (1995) 50%
Colo-Colo  Chile 1 (1991) 1 (1973) 50%
Argentinos Juniors  Argentina 1 (1985) 0 100%
Atlético Mineiro  Brasil 1 (2013) 0 100%
Corinthians  Brasil 1 (2012) 0 100%
Flamengo  Brasil 1 (1981) 0 100%
LDU Quito Equador 1 (2008) 0 100%
Once Caldas  Colômbia 1 (2004) 0 100%
Racing  Argentina 1 (1967) 0 100%
San Lorenzo  Argentina 1 (2014) 0 100%
Vasco da Gama  Brasil 1 (1998) 0 100%
Vélez Sársfield  Argentina 1 (1994) 0 100%
América de Cáli  Colômbia 0 4 (1985, 1986, 1987 e 1996) 0%
Barcelona SC Equador 0 2 (1990 e 1998) 0%
Cobreloa  Chile 0 2 (1981 e 1982) 0%
Deportivo Cali  Colômbia 0 2 (1978 e 1999) 0%
Newell's Old Boys  Argentina 0 2 (1988 e 1992) 0%
Atlético Paranaense  Brasil 0 1 (2005) 0%
Cruz Azul  México 0 1 (2001) 0%
Fluminense  Brasil 0 1 (2008) 0%
Guadalajara  México 0 1 (2010) 0%
Nacional Paraguai 0 1 (2014) 0%
São Caetano  Brasil 0 1 (2002) 0%
Sporting Cristal  Peru 0 1 (1997) 0%
Unión Española  Chile 0 1 (1975) 0%
Universidad Católica  Chile 0 1 (1993) 0%
Universitario  Peru 0 1 (1972) 0%

Total de títulos por país[editar | editar código-fonte]

País Títulos[31] Vices Aproveitamento em finais
Argentina Argentina 23 9 71,8%
Brasil Brasil 17 15 53,1%
Uruguai Uruguai 8 8 50%
Paraguai Paraguai 3 5 37,5%
Colômbia Colômbia 2 7 22,2%
Chile Chile 1 5 16,7%
Equador Equador 1 2 33,3%
Peru Peru 0 2 0%
México México 0 2 0%
Bolívia Bolívia 0 0
Venezuela Venezuela 0 0

Notas e referências

  1. Você sabia...? - Origem do nome Copa Libertadores da América Fútbol Santander. Visitado em 14 de agosto de 2014.
  2. Conmebol confirma vaga na Libertadores para campeão da Sul-Americana 2010 Universo Online (28 de abril de 2010). Visitado em 22 de maio de 2010.
  3. a b c d e Copa Libertadores de América Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation (3 de julho de 2008). Visitado em 22 de maio de 2010.
  4. a b c d e f Classic club: Peñarol Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  5. Copa Libertadores Trivia Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation (11 de setembro de 2004). Visitado em 22 de maio de 2010.
  6. a b Classic club: Santos Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  7. a b c d e f g Classic club: Independiente Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  8. Classic club: Racing Club Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  9. a b c Classic club: Estudiantes Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  10. a b c Classic club: Nacional Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  11. a b Classic club: Cruzeiro Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  12. a b c d e f Classic club: Boca Juniors Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  13. a b c d Classic club: Olimpia Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  14. Classic club: Flamengo Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  15. a b Classic club: Grêmio Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  16. Sica, Gregory. Breaking down the Copa Sudamericana round of 16. Visitado em 22 de maio de 2010.
  17. a b Classic club: River Plate Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  18. Classic club: Colo-Colo Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  19. a b c d Classic club: São Paulo Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  20. Classic club: Vélez Sársfield Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  21. Clubbing together on the road to Brazil BBC Sport (20 de dezembro de 1999). Visitado em 22 de maio de 2010.
  22. Palmeiras, the green giant Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  23. All good things come to an end BBC Sport (10 de dezembro de 2004). Visitado em 22 de maio de 2010.
  24. Classic club: Liga Deportiva Universitaria de Quito Fédération Internationale de Football Association. Visitado em 22 de maio de 2010.
  25. Estudiantes stun Cruzeiro to claim Copa CNN (16 de julho de 2009). Visitado em 22 de maio de 2010.
  26. (português) Dono da América, de novo! Sport Club Internacional (18 de agosto de 2010). Visitado em 18 de agosto de 2010.
  27. (português) Santos é campeão da Libertadores 2011 O Estado de S. Paulo (23 de junho de 2011). Visitado em 23 de junho de 2011.
  28. Corinthians vence o Boca Juniors e é campeão invicto da Libertadores Globo.com (5 de julho de 2012). Visitado em 5 de julho de 2012.
  29. Atlético-MG leva Libertadores pela 1ª vez com vitória heroica e "São Victor" nos pênaltis UOL Esporte (24 de julho de 2013). Visitado em 25 de julho de 2013.
  30. San Lorenzo, time do papa, vence 1ª Libertadores após 106 anos de vida UOL (13 de agosto de 2014).
  31. a b Estadísticas históricas de la Copa Santander Libertadores de América desde 1960 CONMEBOL. Visitado em 22 de maio de 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]