Lista de clássicos de futebol de Minas Gerais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Desmembramento de Anexo:Lista de clássicos do futebol

América vs Atlético[editar | editar código-fonte]

Coelho versus Galo é o nome do clássico que envolve as equipes do América Mineiro (o Coelho) e do Atlético Mineiro (o Galo), equipes sediadas em Belo Horizonte, capital do estado brasileiro de Minas Gerais, que se confrontam desde 15 de novembro de 1913, em amistoso que terminou empatado em 1 a 1.

Durante muitas décadas, este clássico foi considerado por muitos como o maior clássico de Minas Gerais, chamado pela imprensa e pelos torcedores de O Clássico das Multidões, talvez inspirado no Fla-Flu. Com a construção do Estádio do Mineirão, este clássico veio a perder espaço para Atlético contra Cruzeiro, embora este clássico tenha escrito uma história própria, enriquecida por mais de 90 anos de confrontos, reunindo o Atlético, clube que sempre teve a imagem vinculada à massa proletariada, e o América, clube com imagem vinculada à elite mineira, com grande número de políticos e empresários da alta sociedade de Minas Gerais como torcedores [1] .

Estatísticas[2]
  • Último jogo considerado: Atlético 2 a 0, em 18 de março de 2007
  • Número de partidas: 377
  • Vitórias do Atlético: 187
  • Vitórias do América: 100
  • Empates: 90
  • Gols do Atlético: 655
  • Gols do América: 475
  • Maior goleada do América: 7 a 2, em 15 de maio de 1952
  • Maior goleada do Atlético: 6 a 1, em 11 de setembro de 1938
  • Clássico com mais gols: América 6 a 4, em 8 de junho de 1930
Maiores públicos
  1. Atlético 2 x 0 América, 82.960, 16 de março de 1969 .
  2. Atlético 1 x 0 América, 72.680, 4 de julho de 1999 .
  3. Atlético 1 x 0 América, 67.186, 13 de agosto de 1967 .
  4. Atlético 1 x 0 América, 51.091, 21 de abril de 1968 .
  5. Atlético 4 x 1 América, 50.176, 1 de fevereiro de 1976 .
  6. Atlético 3 x 1 América, 46.934, 3 de junho de 2001 .
  7. América 2 x 1 Atlético, 44.003, 27 de junho de 1999 .
  8. Atlético 5 x 1 América, 42.718, 23 de novembro de 1980 .
  9. América 0 x 0 Atlético, 42.645, 14 de março de 2004 .
  10. América 0 x 0 Atlético, 41.058, 4 de dezembro de 1983 .

América vs. Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Coelho versus Raposa é o confronto entre as equipes do América (o Coelho) e o Cruzeiro (a Raposa), equipes sediadas em Belo Horizonte , capital do estado brasileiro de Minas Gerais , que se confrontam desde 10 de Julho de 1921 , com a vitória do América por 2 a 0.

O América, clube da elite mineira e o Cruzeiro, clube que nasceu vinculado inicialmente à colônia italiana deste estado, mas cuja torcida com o tempo se espalhou por todas as etnias e classes sociais, sempre fizeram confrontos marcados pela rivalidade e pelo bom futebol, sendo que após a construção do Estádio do Mineirão [1] , o Cruzeiro veio a crescer muito e romper as barreiras do estado, virando uma referência internacional, mas sem esquecer o futebol mineiro, faz com o América um dos clássicos mais tradicionais de Minas Gerais.

Após o primeiro confronto, o Cruzeiro (então Palestra Itália) , só veio a ganhar do América no décimo-sexto clássico entre estes rivais, em 19 de Junho de 1927 , quando ganhou por 4 a 1.

As partidas mais importantes da história do clássico Coelho versus Raposa foram os dois jogos da final da Copa Sul-Minas em 2000 [2], quando o América venceu por 1 a 0 (gol de Pintado) e por 2 a 1 no jogo final (gols de Zé Maria de pênalti para o Cruzeiro e de Zé Afonso e Álvaro para o América), sagrando-se o primeiro campeão desta competição, que reunia os maiores clubes de Minas Gerais e os maiores clubes da Região Sul do Brasil. Curiosamente, foi por esta mesma competição, em sua edição de 2002 , que o Cruzeiro aplicou a maior goleada da história deste clássico: 7 a 0 .

Maiores Públicos de América versus Cruzeiro
  1. Cruzeiro 2 a 0 América, 62.589, 20 de Dezembro de 1992 .
  2. Cruzeiro 1 a 0 América, 54.733, 27 de Abril de 1969 .
  3. Cruzeiro 3 a 2 América, 49.134, 13 de Dezembro de 1992 .
  4. América 2 a 2 Cruzeiro, 48.991, 18 de Agosto de 1968 .
  5. Cruzeiro 1 a 0 América, 46.600, 5 de Setembro de 1979 .
  6. América 0 a 0 Cruzeiro, 46.526, 12 de Novembro de 1967 .
  7. Cruzeiro 2 a 1 América, 46.049, 3 de Dezembro de 1978 .
  8. Cruzeiro 3 a 2 América, 44.116, 23 de Janeiro de 1966 .
  9. América 2 a 1 Cruzeiro, 42.024, 3 de Setembro de 1967 .
  10. América 1 a 1 Cruzeiro, 40.457, 18 de Abril de 1971 .
  11. Cruzeiro 2 a 1 América, 39.678, 23 de Setembro de 1984 .
  12. América 1 a 1 Cruzeiro, 38.673, 10 de Junho de 1971 .
Estatísticas de Coelho versus Raposa
  • Último clássico considerado: Cruzeiro 2 a 1, 29 de maio de 2008, amistoso .
  • Total de Clássicos : 346.
  • Vitórias do Cruzeiro : 140.
  • Vitórias do América : 101.
  • Empates : 105.
  • Maior goleada do Cruzeiro : 7 a 0 em 17 de fevereiro de 2002 .
  • Maior goleada do América : 7 a 1 em 24 de junho de 1923 .
  • Clássicos com mais gols : América 6 a 4 em 4 de setembro de 1927 e Cruzeiro 6 a 4 em 5 de agosto de 1928 .
  • Último jogo 29 de maio de 2008: América 1X2 Cruzeiro - Amistoso para entrega das faixas de Campeão para o América (Campeão Mineiro do Modulo II 2008)

América vs. Villa Nova[editar | editar código-fonte]

Coelho versus Leão é o nome do clássico entre as equipes mineiras do América (o Coelho) e do Villa Nova (o Leão) , equipes que ostentam entre as suas principais conquistas o Campeonato Brasileiro Série B e se confrontam desde o dia 22 de Novembro de 1916 em partida realizada em Nova Lima e que tem o seu placar deconhecido, embora o pesquisador americano Carlos Paiva registre vitória do Villa Nova por um placar confortável.

Embora o América já tenha conquistado o Campeonato Mineiro por 15 vezes e o Villa por 5, estas equipes jamais se confrontaram em finais deste campeonato. Um dos motivos é o fato do Villa Nova, apesar de fundador da Liga Mineira, só ter obtido autorização para disputar o Campeonato Mineiro em 1927, após o decacampeonato do América.

No mesmo ano em que o Villa foi aceito no Campeonato Mineiro, aconteceu a única final entre América e Villa Nova pelo Torneio Início de Minas Gerais, com a vitória do Coelho por 1 a 0. O América é o recordista de conquistas do Torneio Início, o que aconteceu por 13 vezes, enquanto o Villa Nova é o quarto neste ranking, com 5 conquistas.

Pela Taça Minas Gerais , Leão e Coelho fizeram a final de 1977 em uma emocionante série de 3 jogos que terminaram empatados em 1 a 1 no tempo normal, com o Villa Nova fazendo o gol de desempate e que lhe deu este título no terceiro jogo, em 13 de Abril de 1977 , aos 6 minutos da prorrogação por intermédio de seu atacante Jurandi. Esta partida foi disputada no Mineirão e 10.728 torcedores pagaram ingressos naquele dia. Até o ano de 2007, 0 Villa tem 2 conquistas da Taça Minas Gerais, enquanto o América ostenta o título de 2005 nesta competição.

As duas torcidas aguardavam outra final entre estes antigos rivais pela Taça Minas Gerais de 2006 , mas o América, campeão de 2005 , veio a perder a classificação nas semi-finais para o Uberaba, com o Villa sagrando-se campeão da Taça Minas Gerais deste ano.

Estatísticas de América versus Villa Nova, ou Coelho versus Leão

Últimas partidas consideradas :

Villa Nova 2 a 2 , em 22 de Novembro de 2009,pela Taça Minas Gerais de 2009.

América 1 a 2 Villa Nova, em 21 de Fevereiro de 2010, Campeonato Mineiro de Futebol 2010,no Mineirão, em BH.

  • Número de partidas: 271.
  • Vitórias do América: 104.
  • Empates: 75.
  • Vitórias do Villa Nova: 92.
  • Total de gols do clássico: 786.
  • Gols do América: 414.
  • Gols do Villa Nova: 372.
  • Maior goleada do América: 7 a 2 em 15 de Dezembro de 1960 .
  • Maior goleada do Villa Nova:11 a 0 em 19 de Agosto de 1934 .[3]

O Villa Nova mantém um Tabu de 4 Anos sem Perder para o América, um dos Seus Maiores Rivais, a última derrota para o América foi em 2006, Pela Taça Minas Gerais, em que o Villa Nova sagrou-se campeão, o resultado da Partida foi 2x1 para o América, no Alçapão do Bonfim, em Nova Lima.

Cruzeiro vs. Atlético[editar | editar código-fonte]

O Derby Mineiro é o maior clássico de Minas Gerais e uma das maiores rivalidades entre torcidas do Brasil.

Cruzeiro vs. Villa Nova[editar | editar código-fonte]

Raposa versus Leão é o nome dado ao confronto que envolve as equipes mineiras do Cruzeiro Esporte Clube (A Raposa) e do Villa Nova Atlético Clube (o Leão) , cujo primeiro confronto foi em Villa Nova 1 a 1 Cruzeiro (então Palestra Itália) em 18 de Setembro de 1921 no Campo das Quintas em Nova Lima .

Em 22 de Junho de 1997 Cruzeiro e Villa bateram o recorde histórico de público no Estádio Governador Magalhães Pinto , o Mineirão, quando 132.834 espectadores assistiram a vitória do Cruzeiro por 1 a 0.

Estatísticas de Cruzeiro e Villa Nova
  • Última partida considerada: Cruzeiro 3 a 2 em 24 de Fevereiro de 2008 .
  • Número de partidas:222.
  • Vitórias do Cruzeiro:110.
  • Empates:69.
  • Vitórias do Villa Nova:41.
  • Gols marcados pelo Cruzeiro:423.
  • Gools marcados para o Villa Nova:278.
Jogos em Nova Lima
  • Número de jogos:71.
  • Vitórias do Villa Nova:24.
  • Empates: 24.
  • Vitórias do Cruzeiro:23.
  • Gols marcados pelo Villa Nova:96.
  • Gols marcados pelo Cruzeiro:92.[4] [5]

Atlético vs Villa Nova[editar | editar código-fonte]

Galo versus Leão é o mais antigo clássico de futebol do Estado brasileiro de Minas Gerais, que envolve as equipes do Clube Atlético Mineiro (o Galo) e o Villa Nova Atlético Clube (o Leão), equipes que se confrontam desde 14 de Julho de 1912 , na vitória do Atlético por 5 a 1.

Curiosamente, o maior público deste clássico não deve ter acontecido na Era Mineirão, e sim no Estádio Independência. Em virtude do mau estado do gramado, por conta da tempestade que aconteceu durante a preliminar, o árbitro, Francisco Trindade, adiou a segunda partida da melhor-de-três que decidiu o Campeonato Mineiro de 1951, do dia 20 de janeiro, para o dia 24 de janeiro de 1952, mas como tinham sido vendidos 11.123 ingressos anteriormente, a Federação Mineira deliberou que o jogo fosse realizado com portões abertos e estima-se que cerca de 40.000 pessoas tenham asssitido esta partida. Nesta melhor-de-três, o Villa empatou as duas primeiras por 1 a 1 e 2 a 1, vindo a vencer a terceira partida por 1 a 0, gol de Vaduca aos 5' do 2º tempo, sagrando-se campeão, perante 20.000 espectadores.

A vitória do Villa Nova sobre o Atlético por 3 a 2, no Estádio do Mineirão em 21 de Janeiro de 2007, na presença de 19.031 torcedores (16.558 pagantes), representou o fim de um jejum que durou quase 25 anos sem vitória do Villa sobre o Atlético no Mineirão, pois a última vitória havia acontecido em 29 de Agosto de 1982 , quando os alvi-rubros venceram por 2 a 1, com 13.854 espectadores neste dia.

Já a última vitória do Leão fora do Mineirão havia acontecido no dia 20 de Maio de 2001 em seu estádio de Castor Cifuentes, quando o Villa venceu por 1 a 0. Neste mesmo ano o Villa havia vencido o Galo por 4 a 2, mas o jogo havia sido no Estádio Independência, arrendado pelo América .

O clássico disputado pelo Campeonato Mineiro de 2008, em Nova Lima, teve uma comemoração especial, pois nele foi disputada a Taça Clássico 200 Anos, cujo nome é uma menção ao fato de Atlético e Villa Nova, equipes mais antigas de Minas Gerais, estarem comemorando o centenário neste ano. Em campo deu Galo: 2 a 0.

Estatísticas de Galo versus Leão
  • Últimos confrontos:

Atlético 2 a 3 Villa Nova, em 21 de Janeiro de 2007 .

Villa Nova 0 a 2 Atlético, em 9 de fevereiro de 2008 .

  • Número de partidas : 227 .
  • Vitórias do Atlético : 135 .
  • Empates : 50 .
  • Vitórias do Villa : 42 .
  • Maior artilheiro do clássico: Lucas Miranda, do Atlético, 23 gols.
Enlace Externo

História do Clássico Artigo sobre o clássico

Uberaba X Uberlândia[editar | editar código-fonte]

O clássico entre o USC e o UEC é um dos clássicos mais prestigiado no interior de Minas Gerais.

Atenção, esses dados são apenas da década de 60 para hoje.

Estatísticas
Número de jogos 73
Vitórias do Uberaba 26 Gols do Uberaba 91
Vitórias do Uberlândia 25 Gols do Uberlândia 86
Empates 22

URT X Mamoré[editar | editar código-fonte]

O clássico entre A União Recreativa dos Trabalhadores e o Esporte Clube Mamoré, duas agremiações de futebol tradicionais de Minas Gerais, que realizam o maior clássico do interior mineiro.

Última atualização: 8 de março de 2009.

Estatísticas de URT e Mamoré
  • Número de partidas: 31.
  • Vitórias da URT: 14.
  • Empates: 15.
  • Vitórias do Mamoré: 10.
  • Gols marcados pela URT :42.
  • Gols marcados paro Mamoré: 35.

Última partida realizada: 31 de março de 2013 – Domingo – “Zama Maciel” – 16 h URT 1×1 MAMORÉ Campeonato Mineiro – Módulo I

Maiores goleadas: 24 de fevereiro de 2013- ''Bernardo Rubinger de Queiroz'' MAMORÉ 3X0 URT Campeonato Mineiro – Módulo II.

3 de Maio de 1998 – Domingo – 16 h – “Zama Maciel” URT (4) X (1) MAMORÉ Campeonato Mineiro – Módulo II GOLS: 1° tempo: Ditinho (URT) aos 15; 2° tempo: Ditinho (URT) a 1:40; Alex (M) aos 11; Ditinho (URT) aos 34:40 e Alexandre (URT) aos 38.

Maior Artilheiro: Ditinho (URT) - 7 gols

Relação de todos os clássicos realizados

Outros[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.