Anexo:Lista de governantes da Valáquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Principado da Valáquia, assim como também o da Moldávia, criados em meados do século XII , ganharam força a partir do século XIV, uma época pacífica e próspera na região do sudeste europeu. O príncipe Bassarabe I da Valáquia (c. 1310-1352), chegou mesmo a impingir uma franca derrota ao rei Húngaro, Carlos Roberto, em 1330, mas teve que submeter-se à soberania húngara, mesmo assim. O patriarca ortodoxo oriental em Constantinopla, porém, estabeleceu um centro eclesiástico na Valáquia e nomeou um metropolitano para o cargo. O reconhecimento da igreja confirmou o status da Valáquia como um principado, e a Valáquia se libertou do domínio húngaro em 1380.

No século XIV, os turco-otomanos expandiram seu império da Anatólia aos Balcãs. Em 1352, eles cruzam o Bósforo, ali se estabelecem e em 1389 eles derrotam os sérvios em Kosovo Polje (atual Kosovo. O príncipe Valaquiano Mircea I (1386 1394), enviou suas tropas em auxílio aos sérvios, após a vitória o sultão Bayezid I marchou sobre a Valáquia e aprisionou Mircea até que este se comprometesse em pagar tributo aos turcos.

Principado da Valáquia (1247-1600)[editar | editar código-fonte]

Casa de Bassarabe[editar | editar código-fonte]

Casa de Bogdan-Musat[editar | editar código-fonte]

Casa de Bassarabe[editar | editar código-fonte]

Período de Usurpação[editar | editar código-fonte]

Durante este período, vários são aqueles que governaram a Valáquia. Para além da competição das casas valaquianas e moldavas pelo trono, governam também vários boiardos provenientes de famílias gregas e turcas.

Casa de Movilă[editar | editar código-fonte]

Casa de Bassarabe[editar | editar código-fonte]

Casa de Movilă[editar | editar código-fonte]

Casa de Bassarabe[editar | editar código-fonte]

Casa de Movilă[editar | editar código-fonte]

Casa de Bogdan-Musat[editar | editar código-fonte]

Casa de Movilă[editar | editar código-fonte]

Casa de Bassarabe[editar | editar código-fonte]

Casa de Bogdan-Musat[editar | editar código-fonte]

Casa de Brancovan[editar | editar código-fonte]

Casa de Bassarabe[editar | editar código-fonte]

Casa Ghica[editar | editar código-fonte]

Casa Ducas[editar | editar código-fonte]

Casa Cantacuzena[editar | editar código-fonte]

Casa de Brancovan[editar | editar código-fonte]

Casa Cantacuzena[editar | editar código-fonte]

Fanariotas (1715-1828) - Sob o Império Otomano[editar | editar código-fonte]

A partir de 1715, o Principado passa a ser governado por Fanariotas, isto é, príncipes gregos apontados pelo Sultão Otomano.

Retrato Governante Início Término Dinastia Notas
NicolaeMavrocordat.gif Nicolau Mavrocordat 1715 1716 Mavrocordato Primeira vez
Ioan Mavrocordat.jpg João Mavrocordat 1716 1719 Mavrocordato
NicolaeMavrocordat.gif Nicolau Mavrocordat 1719 1730 Mavrocordato Segunda vez
Stamp of Moldova RM442.jpg Constantino Mavrocordat 1730 1730 Mavrocordato Primeira vez
Stamp of Moldova md412.jpg Miguel Racoviţă 1730 1731 Racoviţă Primeira vez
Stamp of Moldova RM442.jpg Constantino Mavrocordat 1731 1733 Mavrocordato Segunda vez
Stamp of Moldova md413.jpg Gregório II Ghica 1733 1735 Ghica Primeira vez
Stamp of Moldova RM442.jpg Constantino Mavrocordat 1735 1741 Mavrocordato Terceira vez
Stamp of Moldova md412.jpg Miguel Racoviţă 1741 1744 Racoviţă Segunda vez
Stamp of Moldova RM442.jpg Constantino Mavrocordat 1744 1748 Mavrocordato Quarta vez
Stamp of Moldova md413.jpg Gregório II Ghica 1748 1752 Ghica Segunda vez
Matei Ghica.jpg Mateus Ghica 1752 1753 Ghica
Constantino Racoviţă 1753 1756 Racoviţă Primeira vez
Stamp of Moldova RM442.jpg Constantino Mavrocordat 1756 1758 Mavrocordato Quinta vez
Scarlat Ghica portrait.jpg Scarlat Ghica 1758 1761 Ghica Primeira vez
Stamp of Moldova RM442.jpg Constantino Mavrocordat 1761 1763 Mavrocordato Sexta vez
Constantino Racoviţă 1763 1764 Racoviţă Segunda vez
Estêvão Racoviţă 1764 1765 Racoviţă Primeira vez
Scarlat Ghica portrait.jpg Scarlat Ghica 1765 1766 Ghica Segunda vez
Alexandre Ghica 1766 1768 Ghica Primeira vez
Ocupação Austríaca: 1768
Grigore III Ghica, Prince of Moldavia and Wallachia.jpg Gregório III Ghica 1768 1769 Ghica
Ocupação Austríaca: 1769-1774
Stamp of Moldova md631.jpg Alexandre Ipsilanti 1774 182 Ipsilanti Primeira vez
Nicolau Caragea 1782 1783 Caradja
Mihail Sutu.jpg Miguel Sutu 1783 1786 Soutzos Primeira vez
Nicolae Mavrogheni.jpg Nicolau Mavrogheni 1786 1789 Mavrogheni
Ocupação Austríaca: 1789-1791
Mihail Sutu.jpg Miguel Sutu 1791 1793 Soutzos Segunda vez
Alexandru Moruzi.jpg Alexandre Moruzi 1793 1796 Mourousi Segunda vez
Stamp of Moldova md631.jpg Alexandre Ipsilanti 1796 1797 Ipsilanti Segunda vez
100px Constantino Hangerli 1797 1799 Hangerli
Alexandru Moruzi.jpg Alexandre Moruzi 1799 1801 Mourousi Segunda vez
Mihail Sutu.jpg Miguel Sutu 1801 1802 Soutzos Terceira vez
Alexandru Sutu.jpg Alexandre Sutu 1802 1802 Soutzos Segunda vez
Constantin Ipsilanti.jpg Constantino Ipsilanti 1802 1806 Ipsilanti
Ocupação Russa: 1806-1812
Ion Gheorghe Caragea.jpg João Jorge Caragea 1812 1818 Ghica segundo reinado
Alexandru Sutu.jpg Alexandre Sutu 1818 1821 Soutzos Segunda vez
Stamp of Moldova md633.jpg Scarlat Callimachi 1821 1821 Callimachi
Governo Revolucionário: 1821
Grigore Dimitrie Ghica IV.jpg Gregório IV Ghica 1822 1828 Ghica
Ocupação Russa: 1828-1834

Governo de Estatuto Orgânico (1834-1856)[editar | editar código-fonte]

Ocupação Russa 1853-1854[editar | editar código-fonte]
Ligada diretamente ao Império Otomano:1854[editar | editar código-fonte]
Ocupação Austríaca 1854-1856[editar | editar código-fonte]

Protetorado estabelecido pelo Tratado de Paris (1856-1859)[editar | editar código-fonte]

Principado da Valáquia (1859-1862)[editar | editar código-fonte]

Casa de Cuza[editar | editar código-fonte]

Conjugada com a Moldávia para formar a Roménia (1859)[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Miguel unificou a Valáquia, a Moldávia e a Transilvânia num só reino, mas a unidade dissolveu-se logo após a sua morte, diante do exército Austríaco.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]