Anexo:Lista de membros de Slipknot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Slipknot
Slipknot at Mayhem 1.jpg
Slipknot durante o Mayhem Festival em 2008
Informação geral
Origem Des Moines, Iowa
País  Estados Unidos
Gênero(s) Heavy metal, nu metal, metal alternativo
Período em atividade 1995–presente
Gravadora(s) Roadrunner Records
Página oficial Slipknot.com
Integrantes Corey Taylor
Mick Thomson
Jim Root
Shawn "Clown" Crahan
Chris Fehn
Craig "133" Jones
Sid Wilson
Donnie Steele
Ex-integrantes Paul Gray
Anders Colsefini
Greg Welts
Josh Brainard
Joey Jordison

Esta é a lista de membros de Slipknot, uma banda de metal formada originalmente pelo vocalista e percussionista Anders Colsefini, os guitarristas Donnie Steele e Josh Brainard, o baixista Paul Gray, o baterista Joey Jordison e percussionista Shawn Crahan, em Des Moines, Iowa.[1] Desde a sua formação em 1995, a banda passou por diversas mudanças de formação, todas ocorridas antes do lançamento do seu álbum de estreia Slipknot, em 1999. A banda é conhecida pela sua numerosa formação, que consiste em nove membros: inclui um vocalista, dois guitarristas, um baixista, dois percussionistas a acompanhar um baterista, um sampler e um DJ.[2]

Em 1996, durante a fase de mistura do álbum demo da banda Mate. Feed. Kill. Repeat., os Slipknot tiveram a sua primeira mudança de formação quando o guitarrista Donnie Steele sai da banda e foi substituído por Craig Jones. Pouco tempo depois, o baterista Jordison sugeriu que necessitariam de um sampler a tempo inteiro e Jones ocupou o lugar já que "ele gostava de o fazer de qualquer forma".[3] Mick Thomson entrou para ocupar o lugar vago na guitarra. Após o lançamento de Mate. Feed. Kill. Repeat., a banda encontrava-se a trabalhar em novo material que requeria mais melodia vocal e o vocalista Colsefini estava a ter problemas com isso.[4] Em 1997, Corey Taylor foi recrutado da banda local Stone Sour e após treinar com os Slipknot "tudo encaixou".[5] Como resultado, Colsefini passou para voz secundária e percussão. Contudo, Colsefini ficou descontente com o seu novo papel e saiu da banda um mês depois.[6]

Com o objectivo de manter a percussão, Greg Welts juntou-se ao grupo substituindo Colsefini. Perto do final de 1997, cada membro da banda escolheu um número individual como seu pseudónimo.[7] Em 1998, Welts tornou-se o único membro a ser convidado a sair da banda e entrou Chris Fehn para o seu lugar. Os membros de Slipknot decidiram incluir um DJ na formação, mas encontraram dificuldades em encontrar um porque "as pessoas que [eles] conheciam que eram DJs não prestavam!"[8] Sid Wilson contactou a banda após uma actuação deles ao vivo. Conseguindo impressionar a banda com a sua habilidade e comportamento, foi considerado "material Slipknot" e a sua entrada elevou a formação da banda a nove membros.[9] A mudança final na banda ocorreu durante a fase avançada do processo de gravação do álbum de estreia, Slipknot, em 1999. Enquanto a banda fazia uma pausa na gravação do álbum, Brainard decidiu abandonar a banda e foi substituído por Jim Root.

Membros actuais[editar | editar código-fonte]

Corey Taylor (#8)
Activo: 1997–presente
Instrumentos: voz
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot desde Slipknot Demo (1998) até ao presente
Taylor foi recrutado da banda local Stone Sour em 1997. A música de Slipknot requeria vocais mais melódicos, o que o vocalista Anders Colsefini falhava em conseguir. A ideia inicial era ter os dois a dividir a tarefa, contudo foi decidido que Taylor ficaria com a maioria dos vocais e Colsefini passou para a voz secundária.[10]
Mick Thomson (#7)
Activo: 1996–presente
Instrumentos: guitarra
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot desde Slipknot Demo (1998) até ao presente
Pouco tempo após Craig Jones entrar na banda como guitarrista, foi decidido que este passaria para os samples e Thomson entrou para ocupar o lugar na guitarra e desde então manteve-se na formação.[3]
Jim Root (#4)
Activo: 1999–presente
Instrumentos: guitarra
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot desde Slipknot (1999) até ao presente
Jim Root juntou-se à banda em 1999 perto do fim do processo de gravação de Slipknot. Entrou para o lugar de guitarrista após a saída de Josh Brainard e é o último membro da actual formação da banda a entrar.[11]
Shawn Crahan (#6)
Activo: 1995–presente
Instrumentos: percussão personalizada, voz secundária
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot
Shawn Crahan é membro da banda original formada em 1995.[1]
Chris Fehn (#3)
Activo: 1998–presente
Instrumentos: percussão personalizada, voz secundária
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot desde Slipknot (1999) até ao presente
Após a saída de Greg Welts, Chris Fehn entrou para ocupar o lugar vago na percussão e voz secundária.[12] Antes Fehn havia perguntado à banda se poderia ser roadie do grupo, e a sua entrada foi descrita como similar à presente no filme Fight Club. Contudo, após um mês a "[ver] se ele encaixava nos Slipknot", Fehn juntou-se e desde então manteve-se na formação.[13]
Craig Jones (#5)
Activo: 1996–presente
Instrumentos: samples, media, guitarras
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot desde Slipknot Demo (1998) até ao presente
Craig Jones primariamente entrou na banda para substituir na guitarra Donnie Steele.[14] Contudo, Joey Jordison observou que eles estavam a incorporar uma crescente quantidade de samples nas suas gravações e não os conseguiam produzir ao vivo. Como resultado, Jones passou para sampler a tempo inteiro.[3]
Sid Wilson (#0)
Activo: 1998–presente
Instrumentos: gira-disco
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot desde Slipknot (1999) até ao presente
A banda estava interessada na entrada de um DJ para a formação mas encontravam-se relutantes já que não conheciam nenhum que considerassem suficientemente bom. Após observar a banda ao vivo, Sid Wilson afirmou "Eu sabia que tinha nascido para estar nesta banda".[9] Wilson contactou a banda para demonstrar o seu interesse em juntar-se ao grupo. Após algumas audições e um incidente antes de um concerto em que deu cabeçadas em todos os membros da banda, foi considerado "material Slipknot" e manteve-se na banda desde então.[9]
Joey Jordison (#1)
Activo: 1995–presente
Instrumentos: bateria
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot
Joey Jordison é junto com Shawn Crahan os únicos membros da banda original que ainda estão no grupo, houve um boato que ela havia saído da banda que foi desmentido por ele mesmo um tempo depois.
Donnie Steele
Activo: 1995–1996 2011-presente
Instrumentos: guitarra (1995–1996), baixo (2011-presente)
Contribuições: Mate. Feed. Kill. Repeat. (1996)
Donnie Steele era membro da banda original formada em 1995.[1] Em Fevereiro de 1996, durante a mixagem de Mate. Feed. Kill. Repeat., Steele decidiu abandonar o grupo. Foi anunciado em 10/03/2011 que ele substituiria o falecido baixista Paul Gray durante a turnê de 2011.[14]

Os membros de Slipknot durante o Mayhem Festival em 2008

Membros antigos[editar | editar código-fonte]

Paul Gray (#2)

Activo: 1995–2010
Instrumentos: baixo, voz secundária
Contribuições: todos os lançamentos de Slipknot
Paul Gray era membro da banda original formada em 1995.[1] Estava com a banda até sua morte em 24 de maio de 2010.
Anders Colsefini
Activo: 1995–1997
Instrumentos: voz, percussão personalizada, voz secundária
Contribuições: Mate. Feed. Kill. Repeat. (1996)
Anders Colsefini era membro da banda original formada em 1995.[1] Em 1997, Corey Taylor juntou-se à banda para partilhar a posição de vocalista. Contudo, foi decidido que Taylor ocuparia em definitivo o lugar de Colsefini e este passou consequentemente para a voz secundária.[10] Descontente com o seu novo papel na banda, Colsefini decidiu sair pouco tempo depois.[6]
Brandon Darner
Activo:1998-1998
Instrumentos:percussão personalizada, voz secundária
Contribuições: Nenhuma
Pouco se sabe de Brandon Darner, ficou apenas 1 mês na banda, substituíu Greg Welts e foi substituido por Chris Fehn. Saiu da banda por motivos pessoais. Já foi membro da banda To My Surprise.[15]
Donnie Steele
Activo: 1995–1996 2011-presente
Instrumentos: guitarra (1995–1996), baixo (2011-presente)
Contribuições: Mate. Feed. Kill. Repeat. (1996)
Donnie Steele era membro da banda original formada em 1995.[1] Em Fevereiro de 1996, durante a mixagem de Mate. Feed. Kill. Repeat., Steele decidiu abandonar o grupo. Foi anunciado em 10/03/2011 que ele substituiria o falecido baixista Paul Gray durante a turnê de 2011.[14]
Greg Welts (#3)
Activo: 1997–1998
Instrumentos: percussão personalizada, voz secundária
Contribuições: Slipknot Demo (1998)
Após a saída de Colsefini, Greg Welts foi recrutado para ocupar o lugar vago na percussão e voz secundária.[16] Em 1998, antes da banda assinar com a Roadrunner Records, Welts foi convidado a sair da banda tornando-se o único membro a ser despedido do grupo.[17] As razões desta decisão são desconhecidas.
Josh Brainard (#4)
Activo: 1995–1999
Instrumentos: guitarra
Contribuições: Mate. Feed. Kill. Repeat. (1996), Slipknot Demo (1998), Slipknot (1999)
Josh Brainard era membro da banda original formada em 1995.[1] Brainard sai da banda durante a etapa de gravação de Slipknot em 1999. As razões para a sua saída são incertas. Embora se acredite que tenha sido por razões familiares, Brainard desmitiu esse rumores, explicando que "algumas decisões que foram tomadas, com as quais não estava particularmente contente".[11]

Cronologia[editar | editar código-fonte]


Referências[editar | editar código-fonte]

Notas
  1. a b c d e f g Arnopp 2001, p. 40–42
  2. Allmusic Slipknot biography. Allmusic. Página visitada em 2008-07-16.
  3. a b c Arnopp 2001, p. 57
  4. Arnopp 2001, p. 70
  5. Arnopp 2001, p. 74
  6. a b McIver 2003, p. 44–45
  7. Arnopp 2001, pp. 80–81
  8. McIver 2003, p. 50
  9. a b c Arnopp 2001, p. 91–93
  10. a b McIver 2003, p. 41–42
  11. a b McIver 2003, p. 61–63
  12. McIver 2003, p. 57
  13. Arnopp 2001, p. 78–79
  14. a b c Arnopp 2001, p. 50–51
  15. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Darner
  16. McIver 2003, p. 47
  17. McIver 2003, p. 54