Lista de obras de Antonio Vivaldi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As obras de Antonio Vivaldi foram organizadas por um sistema de numeração; em geral, observa-se um RV, que significa Ryom Verzeichnis, antes do número. Peter Ryom foi o pesquisador dinamarquês, nascido em 1937, autor do catálogo padrão das obras do compositor. Por exemplo, o concerto denominado A primavera, de As Quatro Estações, é a RV 269.

Óperas[editar | editar código-fonte]

Música instrumental[editar | editar código-fonte]

Concertos[editar | editar código-fonte]

  • 25 concertos duplos para dois violinos
  • 4 concertos duplos para violino e violoncelo
  • 3 concertos duplos para dois oboés
  • 2 concertos duplos para dois trompas
  • 1 concerto duplo para dois trompetes
  • 1 concerto duplo para dois violoncelos
  • 1 concerto duplo para viola d'amore e alaúde
  • 2 concertos duplos para duas mandolinas
  • 1 concerto duplo para duas flautas
  • 1 concerto duplo para oboé e fagote
  • 47 concertos para três ou mais instrumentos
  • concertos de câmara, nos quais todos os instrumentos têm carácter solista.
  • Opus 1, 12 sonatas para dois violinos e baixo contínuo (1705)
  • Opus 2, 12 sonatas para violino e baixo contínuo (1709)
  • Opus 3, L'Estro Armonico, 12 concertos para diversas combinações. Os mais conhecidos são o No. 6 para violino em Lá menor, o No. 8 para 2 violinos em Lá menor, e o No. 10 para 4 violinos em Si menor (1711)
  • Opus 4, La stravaganza, 12 concertos para violino (c. 1714)
  • Opus 5, (segunda parte do Opus 2), 4 sonatas para violino e 2 sonatas para 2 violinos e baixo contínuo (1716)
  • Opus 6, 6 concertos para violino (1716-21)
  • Opus 7, 2 concertos para oboé e 10 concertos para violino (1716-21)
  • Opus 8, Il cimento dell'armonia e dell'invenzione, 12 concertos para violino (os primeros 4, em Mi maior, Sol menor, Fá maior, e Fá menor são mundialmente conhecidos como As Quatro estações, o quinto em Mi bemol maior como La Tempesta di Mare e o sexto em Dó maior como Il Piacere) (1725)
  • Opus 9, La cetra, 12 concertos (onze para violino e um para 2 violinos) (1727)
  • Opus 10, 6 concertos para flauta (c. 1728)
  • Opus 11, 5 concertos para violino, 1 concerto para oboé (o segundo em Mi menor, RV 277 é conhecido como Il Favorito) (1729)
  • Opus 12, 5 concertos para violino solo (1729)
  • Opus 13, Il pastor fido, 6 sonatas para musette, viola, flauta, oboé ou violino, e baixo contínuo (1737, obras falsas de Nicolas Chédeville)
  • Opus 14, 6 Sonatas para violoncelo e baixo contínuo (1740)

Música vocal[editar | editar código-fonte]

Cantatas[editar | editar código-fonte]

Serenatas[editar | editar código-fonte]

Motetes[editar | editar código-fonte]

Música sacra[editar | editar código-fonte]

Oratórios[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]