Lista de obras de Karl Marx

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lista de obras escritas por Karl Marx. A lista está dividida em três períodos, conforme fase: a primeira é usualmente referida como a do "jovem Marx", a segunda, um período de transição onde predominam artigos e panfletos e a terceira, um período dominado por estudos econômicos, referida como a do "Marx maduro".

Os escritos encontram-se listados de acordo com o título mais comumente adotado na língua portuguesa. Em parênteses, consta o título do escrito de acordo com o idioma em que foi publicado originalmente, de acordo com a relação da obra de Thomas Bottomore, Dicionário do Pensamento Marxista.[1]

Jovem Marx (1841 a 1850)[editar | editar código-fonte]

Nesta é a época do chamado "jovem Marx", onde predominam escritos mais voltados para a filosofia pura.

Diferença da Filosofia da Natureza em Demócrito e Epicuro
  • Título original: Über die Differenz der Demokritischen und Epikureischen Naturphilosophie
  • Ano: 1841

Tese de doutoramento na Universidade de Iena

Crítica da Filosofia do Direito de Hegel
  • Título original: Kritik des Hegelschen Staatsrech
  • Ano: 1843
A Questão Judaica
  • Título original: Zur Judenfrage
  • Ano: 1843
Contribuição para a Crítica da Filosofia do Direito em Hegel: Introdução
  • Título original: Zur Kritik der Hegelschen Rechtsphilosophie: Einleitung
  • Ano: 1844
Manuscritos Econômico-filosóficos
  • Título original: Ökonomisch-philosophischen Manuskripte
  • Ano: 1844
Teses sobre Feuerbach
  • Título original: Thesen über Feuerbach
  • Ano: 1845
A Sagrada Família[2]
  • Título original: Die Heilige Famile
  • Ano: 1845
A Ideologia Alemã[2]
  • Título original: Die deutsche Ideologie
  • Ano: 1845-1846
Miséria da Filosofia
  • Título original: Misère de la philosophie: réponse à la philosophie de la misère de Proudhon
  • Ano: 1847
Manifesto Comunista[2]
  • Título original: Manifest der Kommunistischen Partei
  • Ano: 1848
Trabalho Assalariado e Capital
  • Título original: Lohnarbeit und Kapital
  • Ano: 1849
As Lutas de Classe na França de 1848 a 1850
  • Título original: Die Klassenkämpfe in Frankreich 1848-1850
  • Ano: 1850
Mensagem da Direção Central da Liga Comunista[2]
  • Título original: Ansprache der Zentralbehörde an den Bund
  • Ano: 1850

Transição (1852 a 1856)[editar | editar código-fonte]

Esta época é chamada de "período de transição", quando o Marx passa a ler menos filósofos e mais economistas -- nesse período a produção dele se resume a artigos e panfletos, produz o clássico 18 de brumário.

O 18 de Brumário de Luís Bonaparte
  • Título original: Der Achtzehnte Brumaire des Louis Bonaparte
  • Ano: 1852
Punição Capital
  • Título original: Capital Punishment
  • Ano: 1853

Artigo publicado no New York Daily Tribune em 18 de fevereiro de 1853

Revolução na China e na Europa
  • Título original: Revolution in China and Europa
  • Ano: 1853

Artigo publicado no New York Daily Tribune em 14 de junho de 1853

O Domínio Britânico na Índia
  • Título original: The British Rule in India
  • Ano: 1853

Artigo publicado no New York Daily Tribune em 25 de junho de 1853

Guerra na Birmânia
  • Título original: War in Burma
  • Ano: 1853

Artigo publicado no New York Daily Tribune em 30 de junho de 1853)

Resultados Futuros do Domínio Britânico na Índia
  • Título original: The future results of British Rule in India
  • Ano: 1853

Artigo publicado no New York Daily Tribune em 8 de agosto de 1853)

A Decadência da Autoridade Religiosa
  • Título original: The Decay of Religious Authority
  • Ano: 1854

Artigo publicado no New York Daily Tribune em 24 de outubro de 1854

Revolução na Espanha
  • Título original: Revolution in Spain
  • Ano: 1856

Artigo publicado no New York Daily Tribune em duas partes, 8 e 18 de agosto de 1856

Marx maduro (1857 a 1880)[editar | editar código-fonte]

Esta época é chamada de "Marx maduro", quando os estudos econômicos transparecem claramente em seus escritos.

Grundrisse
  • Título original: Grundrisse der Kritik der Politschen Ökonomie
  • Ano: 1857-1858
Para a Crítica da Economia Política
  • Título original: Zur Kritik der Politschen Ökonomie
  • Ano: 1859
População, Crime e Pauperismo
  • Título original: Population, crime and pauperism
  • Ano: 1859

Artigo publicado no New York Daily Tribune em 16 de setembro de 1859

Manifesto de Lançamento da Primeira Internacional
  • Título original: Inaugural Address of the Working Men's International Association
  • Ano: 1864
Salário, Preço e Lucro
  • Título original: Value, Price and Profit
  • Ano: 1865
O Capital: crítica da economia política (Livro I: O processo de produção do capital)
  • Título original: Das Kapital: Kritik der politschen Ökonomie (Erster Band: Der Produktion Prozess des Kapitals)
  • Ano: 1867

Durante os anos seguintes, até o fim de sua vida, Marx se dedicará à redação dos demais volumes d'O Capital (publicados postumamente por Engels).

A Guerra Civil na França
  • Título original: The Civil War in France
  • Ano: 1871
Resumo de “Estatismo e Anarquia”, obra de Bakunin
  • Título original: Konzpekt von Bakunins Buch “Staatlichkeit und Anarchie”
  • Ano: 1874-1875
Crítica ao Programa de Gotha
  • Título original: Kritik des Gothaer Programms
  • Ano: 1875
Artigo em defesa da Polônia, publicado em Der Volksaat[2]
  • Ano: 1875
Carta sobre o futuro do desenvolvimento da sociedade na Rússia, escrita ao editor do periódico russo Otechesvenniye Zapiski e não enviada.
  • Ano: 1877
Notas sobre Adolph Wagner
  • Título original: Randglossen zu Adolph Wagners
  • Ano: 1880

Traduções em português[editar | editar código-fonte]

  • Manifesto Comunista (Boitempo Editorial, 1998. Tradução: Álvaro Pina.)
  • Manuscritos econômico-filosóficos (Boitempo Editorial, 2004. Tradução: Jesus Ranieri.)
  • A sagrada família (Boitempo Editorial, 2003. Tradução: Marcelo Backes.)
  • Crítica da filosofia do direito de Hegel (Boitempo Editorial, 2005. Tradução:Rubens Enderle e Leonardo de Deus.)
  • Sobre o suicídio (Boitempo Editorial, 2006. Tradução:Rubens Enderle e Francisco Fontanella.)
  • A ideologia alemã (Boitempo Editorial, 2007. Tradução: Rubens Enderle, Nélio Schneider e Luciano Cavini Martorano.)
  • Sobre a questão judaica (Boitempo Editorial, 2010. Tradução: Nélio Schneider / Wanda Caldeira Brant.)
  • Lutas de Classes na Alemanha (Boitempo Editorial, 2010. Tradução:Nélio Schneider.)
  • O 18 de brumário de Luís Bonaparte (Boitempo Editorial, 2011. Tradução:Nélio Schneider.)
  • A guerra civil na França (Boitempo Editorial, 2011. Tradução: Rubens Enderle.)
  • Grundrisse (Boitempo Editorial, 2011. Tradução: Mario Duayer (supervisão editorial e apresentação), Nélio Schneider, Alice Helga Werner e Rudiger Hoffman.)
  • Crítica do Programa de Gotha (Boitempo Editorial, 2012. Tradução: Rubens Enderle).
  • O Capital: Crítica da Economia Política. Livro 1: O processo de produção do capital (Boitempo Editorial, 2013. Tradução: Rubens Enderle).

Notas e referências

  1. Bottomore, Tom; Harris, Laurence; Kiernan, V.G.; Miliband, Ralph. Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. 454 pp. ISBN 8571104190.
  2. a b c d e Escritos de Marx em parceria com Engels.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]