Lista de personagens de God of War

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O seguinte é uma lista de personagens significantes na série de jogos eletrônicos God of War.

Personagens Principais[editar | editar código-fonte]

  • Kratos: Kratos é o protagonista da série God of War. Tendo sua primeira aparição em God of War, o personagem é um espartano com fome de poder que, para salvar sua vida, é forçado a servir o deus Olímpico Ares. Durante uma carnificina, Kratos mata acidentalmente sua esposa e filha. Renunciando a Ares e ficando com sua alma atormetada, Kratos serve os deuses por dez anos(finalmente se tornando o Deus da Guerra) até ser traído por Zeus. Uma turbulenta série de tentativas de se livrar da autoridade moral dos deuses(e até mesmo dos Titãs e de conseguir sua vingança, culminando em um confronto final com Zeus).
  • Athena: A Deusa da Sabedoria, mentora e aliada de Kratos. Tendo sua primeira aparicão em God of War, Atena dá a Kratos a tarefa de matar Ares (porque Zeus proibiu batalhas entre deuses) sendo isso fundamental para fazer de Kratos o Deus da guerra. Embora tendo mentido para Kratos sobre seu irmão Deimos, Atena sempre se fez solidária a Kratos, mesmo quando este renunciou aos deuses e foi traído por Zeus. Apesar de morrer tentando proteger Zeus de Kratos, Atena é ressucitada e se eleva a um novo nível de compreensão. Atena se torna aliada de Kratos mais uma vez e o guia até a Caixa de Pandora, que permitirá que Kratos mate Zeus e acabe com o reino do Monte Olimpo.
  • Gaia: Tendo sua primeira aparição em God of War II, a mãe dos Titãs, Gaia foi banida com seus outros companheiros Titãs na conclusão da Grande Guerra. Gaia salva Kratos do Submundo após um encontro desastroso com Zeus, e pede ao espartano que ache as Sisters of Fate (Irmãs do Destino em português) para mudar seu passado. Um Kratos bem-sucedido arranca Gaia e os Titãs do passado e lança um ataque abortivo ao Olimpo. Ferida na tentativa, Gaia abandona Kratos, que finalmente encontra a Titã ferida. Kratos mutila Gaia, mas a Titã acaba voltando para interromper a batalha final entre o espartano e Zeus. Kratos e Zeus entram em Gaia, onde o Espartano mata a Titã ao destruir o seu coração.
  • Zeus: O Rei dos Deuses Olímpicos. Zeus e Ares acreditaram que a destruição do Olimpo seria certa pelas mãos de Deimos, irmão de Kratos que foi aprisionado e torturado por Tânato. Muitos anos depois Zeus ajuda Kratos a matar Ares, mas Zeus acabara por enganar Kratos, fazendo-o drenar os seus poderes divinos para a Blade of Olympus (Lâmina do Olimpo), que Zeus disse ser necessária para enfrentar um novo problema, que na verdade foi criado por ele mesmo. Kratos, despojado de seus poderes, pode ser facilmente ferido enquanto humano, e é morto por Zeus. Com a ajuda da Titã Gaia, Kratos usa o poder das Irmãs do Destino para retornar ao momento em que Zeus o traí e após um extensivo combate, vence o Rei dos Deuses. Zeus é salvo por Atena, que se sacrifica para preservar o Olimpo. Antes de morrer, Atena revela que de fato Kratos é filho de Zeus, e teme o ciclo que determina a morte-do-pai-pelo-filho (tendo ele mesmo aprisionado seu pai Cronos). Isso é confirmado quando Kratos descobre que Zeus ficou com medo quando Kratos abriu a Caixa de Pandora para matar Ares. Após um encontro esclarecedor com Pandora, Kratos finalmente mata Zeus.

Deuses Olímpicos[editar | editar código-fonte]

  • Afrodite: A Deusa do Amor. Ajuda Kratos ao dar poder a cabeça de Medusa morta, e depois oferecer conselhos sobre o arquiteto Dédalo e direcionar Kratos ao seu ex-marido Hefesto (o jogador pode se envolver em um "mini-jogo de sexo" com Afrodite em God of War III).
  • Ares: O antigo Deus da Guerra. Aprisionou e torturou o irmão de Kratos, Deimos no Domínio da Morte devido a uma profecia que dizia que o seu fim chegaria a partir de um guerreiro marcado (na verdade se referia à Kratos). Muitos anos depois, em um momento de desespero, Kratos chama pelo Deus da Guerra, e promete sua vida em servidão a Ares se este livrá-lo de seus inimigos e dá-lo poder para acabar com os mesmos. Ares ouve a oração de Kratos e dá as armas "Blades of Chaos" (Lâminas do Caos) ao seu novo servo. Um Kratos vitorioso renuncia à sua servidão por Ares quando o deus engana Kratos, fazendo-o matar sua esposa e filha. Quando Ares declara guerra à cidade de Atenas, Kratos recebe a tarefa de Atena para achar a Caixa de Pandora, um artefato capaz de destruir Ares. Finalmente bem sucedido, Kratos sobe ao Monte Olimpo e substitui Ares como o novo Deus da Guerra.
  • Ártemis: A Deusa da Caça. Ártemis ajuda Kratos lhe dando a "Blade of Artemis" (Lâmina de Ártemis).
  • Eos: A Deusa do Amanhecer e irmã de Hélio. Eos conta a Kratos sobre as conspirações de Morfeu, o deus da escuridão, que toma vantagem do desaparecimento de seu irmão. Avisando a Kratos que procure os Fogos Primordiais e liberte o fiel Corcel de Fogo de Hélio, * Hélio: O Deus do Sol. Ele é inicialmente sequestrado pelo Titã Atlas em nome da deusa Perséfone, que pretende usar seus poderes para destruir o Pilar do Mundo, causando a destruição do Olimpo. O plano é frustrado por Kratos, e Hélio é resgatado. Machucado e deixado para ser morto pelo Titã Perses quando Kratos trás os Titãs de volta ao Olimpo, Hélio permanece fiel a Zeus e tenta engana Kratos ao custo de sua vida (um ato que causa tempestade e escuridão em todo o mundo). Kratos guarda a cabeça decapitada de Hélio como um item em sua jornada.
  • Hefesto: O Deus da Forja. Criador de Pandora e a Caixa de Pandora. Hefesto esconde a verdade sobre sua "filha" artificial de Zeus, avisando que a Caixa deve ser guardada em um impenetrável templo nas costas de Cronos ao invés da Chama do Olimpo. Quando Kratos finalmente entra no templo e abre a Caixa, foram soltos todos os males fome no mundo. Infectado pelo medo, Zeus bate e deforma Hefesto, como punimento pela não sucedida segurança, antes deste ser enviado ao Submundo. Kratos localiza Hefesto em sua busca para encontrar a Chama do Olimpo e também de Pandora: a chave para apagar a Chama e abrir a Caixa de Pandora. Hefesto traí Kratos ao enviá-lo ao que parecia ser um confronto final como o Titã Cronos pela Pedra Onfalos. Kratos, no entanto, retorna triunfante e mata Hefesto, levando a última criação do deus, uma arma.
  • Hera: A Rainha dos Deuses e a esposa de Zeus. Hera envia seu animal de estimação Argos para tentar parar a destruição de Kratos através da Grécia, e depois usando a mesma tática ao mandar o semi-deus Hércules matar Kratos. Kratos, no entanto, mata Hércules e também a própria Hera (um ato que mata toda vida abórea) por zombar de Pandora a quem Kratos ficou ligado.
  • Hermes: O Deus do Comércio, Mensageiro dos Deuses, e pai de Ceryx. Hermes provoca Kratos sobre o assassinato de sua família, levando à uma perseguição pelo Olimpo. Até ser pego desprevenido, Hermes é massacrado por Kratos (um ato que libera uma praga por todo o mundo), que confisca as "Boots of Hermes (Botas de Hermes) para seu uso pessoal.
  • Morfeu: O Deus dos Sonhos e o silencioso aliado da deusa Perséfone em God of War: Chains of Olympus. Após Hélio ser pego dos céu por Atlas, Morfeu força ambos deuses e mortais a ficarem sonolentos.Embora não seja visto, Morfeu tem seu plano frustrado quando Kratos mata Perséfone, aprisionando o Titã Atlas, devolvendo Hélio ao céu.
  • Perséfone: A Rainha do Submundo. Amargurada de ter sido abandonada no Submundo pelos outros deuses, Perséfone entra em uma aliança com Morfeu, libertando e usando o Titã Atlas para capturar o deus Hélio. Com a intenção de usar o poder de Hélio para destruir o Pilar do Mundo. Perséfone é morta no final por Kratos.
  • Poseidon: O Deus dos Mares que inicialmente ajuda Kratos (God of War). Posidão senti-se ofendido por Kratos após este ser responsável pela destruição de sua cidade, Atlântida.
  • Thanatos: O Deus da Morte (e comandante no Domínio da Morte) e pai de Erinys. Responsável por aprisionar e torturar o irmão de Kratos, Deimos. Finalmente matando Deimos, mas morto depois por Kratos.

Titãs[editar | editar código-fonte]

  • Atlas: Um Titã com quatro braços, aprisionado no Tártaro após a Grande Guerra. Atlas é libertado pela deusa Perséfone e usado para capturar o deus Hélios, direcionando o poder do deus ao Titã para destruir o Pilar do Mundo. Atlas, no entanto, é acorrentado por Kratos, agora destinado a carregar o peso do mundo em suas costas para sempre. Após Kratos destruir Perséfone, Atlas zomba de Kratos por escolher defender os deuses, afirmando que um dia ele se arrependerá desta decisão. Embora na Ilha da Criação, Kratos encontra Atlas mais uma vez. Descobrindo a jornada de Kratos, Atlas ajuda Kratos com a passagem através do Grande Abismo e dá o resto de sua magia para o uso pessoal do Espartano.
  • Cronos: Cronos conhece a profecia que diz que um de seus filhos iria matalo e tomar seu lugar. Em uma tentavia de enganar o destino, Cronos devora seus próprios filhos e aprisiona-os dentro de seus estômago. Devido a manobra feito por sua esposa, Reia, seu filho Zeus é poupado do destino de seus irmãos e cresce escondido de seu pai. Zeus liberta seus irmãos e derrota Cronos e os Titãs na Grande Guerra. Como punimento, Cronos é forçado a rastejar pelo Deserto das Almas Perdidas com o Templo de Pandora preso em suas costas. Embora na Ilha da Criação, Kratos descubra que Cronos tentou em vão mudar seu destino oferecendo um presente (uma gigantesca pedra "Corcéis do Tempo") para a Irmãos do Destino, e recebe um dom mágico deixado pelo Titã. Kratos mais tarde viaja para o Tártaro, em busca da Pedra Onfalos quando ele é atacado por um vingativo Cronos. O Titã culpa Kratos pela morte e aprisionamento de Gaia, como quando Kratos entrou no Templo para receuperar a Caixa, Cronos é lançado no Tártaro. Apesar de várias tentativas de Cronos para matar Kratos, ele é finalmente morto pelo Espartano.
  • Epimeteu: Um Titã de rocha viva que participa do ataque mal sucedido ao Olimpo.morto por Posedão.
  • Hiperião: Um Titã acorrentado nas fossas do Tártaro e depois jogado pra fora do olimpo na segunda grande guerra
  • Oceano: Um Titão de água e relâmpagos que participa do ataque mal sucedido ao Olimpo.morto por Hades.
  • Perses: O Titã vulcânico da Destruição que participa do ataque mal sucedido ao Olimpo. Embora Perses machuque mortalmente Hélio, o Titã é morto quando tenta se voltar contra Kratos.
  • Prometeu: Punido por Zeus por dar à humanidade o Fogo do Olimpo. Feito mortal e atacado por uma águia que arrancava fora seu fígado (que regenerava-se instantaneamente) todo dia. Prometeu é finalmente libertado por Kratos, e morrer por auto-imolação no fogo, suas cinzas dão poder ao Espartano.
  • Reia: A esposa de Cronos. Quando Cronos devora seus filhos na tentativa de burlar a profecia que dizia que um de seus filhos iria mata-lo, Reia enganou seu marido e assegurou-se que o jovem Zeus estivesse escondido e protegido.
  • Thera: Um Titã baseado em lava(criado especialmente para o jogo) e aprisionado em um vulcão juntamente com a cidade de Atlântida. Kratos liberta Thera, fazendo com que o vulcão entrasse em erupção, destruindo a cidade.
  • Tifão: Um Titã aprisionado dentro de uma montanha após a Grande Guerra. Gaia guia Kratos para Tifão, para ajudá-lo a escapar, no entanto, quando o Tifão recusa, Kratos cega Tifão e rouba seu arco mágico.

Heróis[editar | editar código-fonte]

  • Hércules: Um semi-deus e meio-irmão de Kratos. Hércules quer ter o trono de "Deus da Guerra" após completar o décimo terceiro, não oficial e último trabalho: o assassinato de Kratos. Morto em combate por Kratos, que pega de Hércules o "Nemean Cestus" (Cestus de Neméia) para si mesmo.
  • Perseu: O segundo herói Grego que Kratos encontra na sua jornada para encontrar as Irmãs do Destino. Perseu também está procurando as Irmãs na esperança de reviver seu amor. Acredita que a aparição de Kratos é um teste e ataca o Espartano, mas é morto em combate.
  • Teseu: Um servo das Irmãs do Destino (guardião dos Corcéis do Tempo), e o primeiro de alguns heróis Gregos que Kratos encontra em sua jornada ao Templo dos Destinos. Morto em batalha por Kratos.

Outros personagens[editar | editar código-fonte]

  • Rei Bárbaro: Comandante de um horda de bárbaros que ameaçava um exército inimigo Espartano. Quase matou Kratos em combate, mas não conseguiu no momento crítico: Kratos ofereceu sua vida à Ares e voltou a batalha equipado com as Lâminas do Caos, o Espartano usa as lâminas para decapitar o Rei. O Rei Bárbaro consegue fugir do Submundo, e querendo vingança, encontra e confronta Kratos na Ilha da Criação. Kratos, no entanto, mata o Rei Bárbaro mais uma vez e confisca seu martelo para uso próprio.
  • Capitão do Bote: Um adição humorística, o Capitão do Bote encontra Kratos em várias ocasiões, e seus encontros com o mal encarado Kratos são sempre ruins para ele (como quando ele é ignorado por Kratos, dentro da barriga da Hidra e atirado para baixo enquanto Kratos está no Submundo (God of War); fungindo de Kratos como um espírito, embora convocado para lutar (God of War II) e deixando uma nota de ódio contra Kratos no Submundo (God of War III).
  • Callisto: A mãe de Kratos e Deimos. Punida pelos deuses por revelar a identidade do pai de seus filhos, Callisto é transformada em uma besta que Kratos deve matar. Após morrer, Callisto avisa a Kratos que procure por Deimos em Esparta.
  • Ceryx: O filho do deus Hermes e um mensageiro do Olimpo. Tenta avisar Kratos sobre as consequências de sua jornada sangrenta, mas é morto pelo Espartano por interferir.
  • Caronte: O barqueiro do Rio Estige no Submundo. Guia as almas perdidas para seu destino final. Acaba matando Kratos em seu primeiro encontro, Kratos retorna e destrói Caronte, confiscando sua mascará para uso próprio.
  • Dédalo: Um brilhante arquiteto, Dédalo construiu o labirinto em que Pandora foi aprisionado após Zeus descobrir sobre sua existência. Zeus também prometeu reunir Dédalo com o seu filho Ícaro como recompensa, mas nunca revelou que Ícaro de fato também estava morto. Dédalo é morto quando Kratos uni o labirinto.
  • Deimos: O irmão de Kratos. Raptado por Ares e aprisionado e torturado por Thanatos devido as marcas de nascença estranhas de Deimos, por causa de uma profecia que dizia que o Olimpo cairia nas mãos de um "guerreiro marcado". Quanto mais o tempo passa, com mais ódio Deimos ficava de seu irmão, e sua esperança de ser resgatado diminuia. Quando finalmente é reunido com seu irmão, Deimos é inicialmente um pouco amargo e se irrita com Kratos por este não tê-lo salvado mais cedo. Quando Kratos salva Deimos de cair para sua morte, ele se junta com seu irmão e batalha com o deus. Deimos é morto por Thanatos, que acaba sendo assassinado por Kratos.
  • Erínias: filha de Tânato, batalha com Kratos antes dele chegar a Esparta. Morta por Kratos que confisca sua magia para uso pessoal.
  • Euríale: Uma Górgona e serva das Irmãs do Tempo. Procura vingança contra Kratos pelo assassinato de sua irmã Medusa, mas é morta e também decapitada. Kratos mais uma vez confisca a cabeça de uma Górgona para uso pessoal.
  • O Coveiro: Uma misteriosa figura (revelada ser Zeus[1] ) que aconselha Kratos e também o regata do Submundo. Também aconselha Kratos a não se fazer inimigo dos deuses.
  • Ícaro: O filho de Dédalo e agora insano. Ícaro ataca Kratos e quando tem suas asas arrancadas (que Kratos confisca para uso prórprio) cai para sua morte no Submundo.
  • Juízes do Submundo: Rei Minos, Rei Radamanto e Rei Éaco são os juízes da morte. As estátuas do trio seguram a Corrente do equilibrio conectando o Olimpo com o Submundo. Rei Minos avisa que Kratos não está pronto para a vidá após morte e o deixa viver.
  • Rei Midas: Um rei que, em qualquer coisa que tocar a transforma em ouro. Está de luto por acidentalmente transformar sua filha em ouro.
  • Lanaeus: Um servo de  Poseidon que tenta matar a Kratos.
  • O Último Espartano: Um fiel seguidor de Kratos. Ordena a estátua de Ares a ser demolida por uma de Kratos e dá a Kratos suas antigas armas, as "Arms of Spara" (Braços de Esparta, as armas que Kratos usou como Capitão do Exército Espartano). Mais tarde ele testemunha a destruição de Esparta pelas mãos do vingativo Zeus.o Espartano tenta achar as Irmãs do Tempo, para mudar o passado de Esparta. Acidentalmente morto por Kratos, mas revela a extensa traição de Zeus antes de morrer.
  • Lysandra e Calliope: A esposa e filha de Kratos respectivamente. Ambas mortas por Kratos durante um ataque dele . Ares foi fundamental para os assassinatos, forçando Kratos a se tornar o "Fantasma de Esparta" e renunciar sua servitude ao Deus da Guerra. Kratos é brevemente reunido com Calliope no Submundo nos Campos Elísios, mas é forçado a abandoná-la para salvar o mundo. Com a ajuda de Lysandra e calliope em sua mente,Kratos finalmente consegue se livrar do tormento de seu crime.
  • Medusa: Rainha das Górgonas. Morta em batalha (decapitada) por Kratos. A deusa Afrodite dá poder a cabeça de serpente permitindo a Kratos que a use como um item mágico.
  • Narradora: Narra todos os jogos da série, exceto God of War: Betrayal, e apenas dá uma introdução narrativa em God of War III.
  • Oráculo de Atenas: diz Kratos achar a Caixa de Pandora: a chave para derrotar Ares.
  • Pandora: Uma criação animada de Hefesto que se torna uma filha para ele. Aprisionada por Zeus, porque este foi infectado com o medo liberado da Caixa de Pandora. Descobrindo que Pandora é a chave para acalmar a Chama do Olimpo que cerca a Caixa de Pandora, Kratos a resgata. Relutantemente Pandora se sacrifica para abrir a Caixa e ele lamenta seu falecimento, porque Pandora lembrou de sua filha falecida Calliope. Pandora reaparece no psiquê de Kratos e ajuda-o a encontrar a força da esperança trancada dentro dele, permitindo-le finalmente vencer e matar Zeus.
  • Rei Persa: Líder das forças pérsicas que invadem a cidade Grega de Ática. Morto em batalha por Kratos, que confisca a mágica do rei para uso próprio.
  • Pirítoo: Um prisioneiro do Submundo que possui o "Arco de Apolo", e é amante de Perséfone. Morto por Kratos, confiscando o seu arco para uso próprio.
  • As Irmãs do Destino: Três irmãs que possuem o controle do destino de todos os mortais, deuses e Titãs. Todas são mortas por Kratos, que toma o poder destas.
    • Laquesis: A primeira Irmã determinada a negar Kratos sua vingança.
    • Atropos: A segunda Irmã que tenta alterar a batalha de Kratos com Ares.
    • Cloto: A última Irmã, uma gigantesca guardiã do destino final de todos.
  • Oráculo da Vila: Uma oráculo idosa que tenta alertar o caminho que Kratos está tomando - ainda em serviço de Ares - quando este chega à uma cidade dedicada para Atena. Amaldiçoa Kratos uma vez que ele é enganado, para matar sua esposa e filha por Ares, proclama que "deste dia em diante, a marca de seu ato terrível será visível para todos", anexando as cinzas da família de Kratos em sua pele. Isso transforma a pele de Kratos em branco, dando a ele o título de "Fantasma de Esparta".

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. God of War: Unearthing the Legend, God of War documentário (2010)