Anexo:Lista de personagens de His Dark Materials

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este anexo ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

Lyra Belacqua/Lyra da Lingua Mágica[editar | editar código-fonte]

Ver

Lyra Belacqua recebeu o titulo de Lingua Mágica do Rei dos ursos Iorek Byrnison. É uma menina que habita um universo paralelo ao nosso. Ela é filha de Lorde Asriel e Marisa Coulter. Cresceu na Faculdade Jordan, Oxford, mas teve que entrar em uma guerra cósmica entre os anjos rebeldes e A Autoridade. Ela consegue ler o Aletiômetro (ela é uma aletometrista).

Will Parry[editar | editar código-fonte]

Ver Will Parry

Will Parry é o filho de John Parry, um explorador, e Elaine Parry, uma mulher que sofre de problemas mentais incluindo transtorno obsessivo-compulsivo e esquizofrenia. Will se torna a companhia e eventualmente o namorado de Lyra, e também o portador da Faca Sutil depois de vencer um luta na Torre Degli Angeli, em que perde dois dedos de sua mão.

Lorde Asriel[editar | editar código-fonte]

Ver Lorde Asriel

Lorde Asriel Asriel é um membro da aristocracia inglesa em um universo paralelo dominado pela igreja. E o pai de Lyra depois de seu relacionamento amoroso com Marisa Coulter.

Sra. Coulter[editar | editar código-fonte]

Ver Marisa Coulter

Marisa Coulter é a dirigente de um facção da igreja chama Conselho Geral de Oblação (também conhecido como "Gobblers entre os Gípcios e os meninos de rua). Sobre o controle da Sra. Coulter, o Conselho Geral de Oblação sequestra as crianças para usa-las como "ratos de laboratorio" para seus experimentos em Bolvangar. O Conselho Geral de Oblação acha que se cortarem o Dimons (antes daemons) de uma criança ela será prevenida do pecado. Ela também a mãe de Lyra depois de seu relacionamento amoroso com Lorde Asriel.

Personagens secundários[editar | editar código-fonte]

Iorek Byrnison[editar | editar código-fonte]

Iorek Byrnison é um panserbjørne("urso de armadura"). Como todos os ursos de armadura, Iorek segue o codigo de conduta a risca. Ele é muito forte e um ferreiro profissional. Ele é um grande amigo de Lyra Belacqua e Lee Scoresby.

Durante o primeiro livro da trilogia. Iorek Byrnison trabalhava trabalhando metais para os humanos nas cidades do Artico. Esses humanos pagavam-no com álcool, e depois roubaram sua armadura de Ferro-Celeste enquanto Iorek estava bebado. Depois de conhecer Lyra, ela decide usar o Aletiômetro para saber onde esconderam a armadura dele.

Usando o Aletiômetro, Lyra descobre que os humanos esconderam a armadura na casa de um padre. Quando Iorek soube disso correu para acha-lá. Os humanos tentaram mata-lo. Iorek ia matar o homem mas Lyra convence ele a não mata-lo.

Passando um pouco da história, Pullman revela que por sangue, Iorek seria o Rei dos ursos de sua terra natal, Svalbard, se não tivesse sido exilado. Iofur Raknison, o Rei de Svalbard, o sucessor de Iorek como Rei. Quando Iorek volta a Svalbard, eles lutam e Iorek mata Iofur e toma seu lugar por direito. A partir dai Iorek não é mais mencionado até o final primeiro livro.

No terceiro livro (A Luneta Âmbar), ele é forçado a levar seus ursos para outro lugar, pois o gelo de Svalbard estava derretendo e conseguentimente a comida estava cada vez mais escaça.

Depois ele usa suas habilidade como ferreiro para reparar a Faca Sutil e ajudar Lyra e Will.

Ele luta ao lado de Lorde Asriel na battla das planicies. Ele leva Lyra e Will para achar seus daemons perdidos. No final do livro ele retorna à Svalbard e comanda os ursos como um grande rei.

John Faa[editar | editar código-fonte]

John Faa, também chamado de Lorde Faa, é o rei dos Gípcios. Quando o Conselho de Oblação começa a sequestrar crianças, ele recruta 170 homens para salvar as crianças (principalmente as gípcias). Seu dimon é um corvo preto que geralmente fica em seu ombro.

Ele é um guerreiro coragoso, e respeita todos os seus sequidores. Ele é um grande amigo de Farder Coram. John Faa decide levar Lyra Belacqua para Bolvangar, para salvar as crianças desaparecidas. Ele é ferido em uma emboscada e atacado por Samoiedos em que varios de seus Gípcios foram mortos. No final das contas ele conseguem recuperar as crianças e voltar para a Inglaterra sem problemas.

Farder Coram[editar | editar código-fonte]

Farder Coram é um membro importante dos Gípcios. Ele é o segundo comandante e conselheiro do Rei dos Gípcios John Faa.

No livro Farder Coram tem um grande gato dourado e marrom como dimon. Ele se chama Sophonax e é um caracal], parecido com um lince selvagem.

Um vez ele viajou para o norte, lá viu uma bruxa, Serafina Pekkala, sendo atacada por um dimon de outra bruxa. Farder Coram atirou nele e salvou Serafina. Eles se apaixonaram e tiveram um filho. O filho deles morreu jovem de uma doença. Com o coração partido, Serafina Pekkala voltou para as pessoas de seu clã, e Farder Coram ficou com os Gípcios. Depois Farder Coram levou uma flechada na perna, com uma flecha venenosa de um Skralingue. Serafina o viu e o curou com sua ervas e feitiços.

Ele acompanhou Lyra, Lorde Faa, Iorek Byrnison, Lee Scoresby e outros 170 rumo a Bolvangar para salvar as crianças sequestradas pelos Gobblers (ou Conselho Geral de Oblação).Lyra gostou de Coram mais do que qualquer outro Gípcio, ela o respeitava e via seu potencial. Ele ensinava a ela a usa o Aletiômetro, encorajando-a e depois descobrindo o seu grande talento. Lyra acompanhou-o em trollesund, uma cidade do Artico, onde ele foi ao consul das feiticeiras, lideradas pela Serafina Pekkala.

Tom Courtenay representa Farder Coram no filme The Golden Compass.

Família Costa[editar | editar código-fonte]

Mãe Costa (de daemon falcão), Tony (de daemon falcão também), Billy (daemon ainda sem forma definida) e outros membro de uma familia Gípcia que leva Lyra até os Pântanos. Mãe Costa cuidou de Lyra quando pequena. Billy foi sequestrado pelos Gobblers (ou Conselho Geral de Oblação).

Serafina Pekkala[editar | editar código-fonte]

Serafina Pekkala é a rainha bruxa do Lago Enara (Um nome alternativo que Pullman criou para Lago Inari, que fica no norte da Finlândia). Serafina aparece durante a trilogia ajudando a jornada de Lyra Belacqua. O dimon de Serafina Pekkala se chama Kaisa, um ganso cinza.

Ela teve um filho com o Gípcio Farder Coram que salvou sua vida quando foi atacado por um dimon de outra bruxa. Ela se apaixonou por ele, mas as feiticeiras vivem muito mais que os humanos comuns, o que cria um dilema. Quando uma bruxa tem uma menina, ele será um bruxa, mas caso tenha um menino será um humano comum.

As bruxas vivem centenas de anos. Serafina conta durante o livro que tem 300 anos ou mais, a anciã de seu clã tem mil anos. Além da vida mais longa as bruxas conseguem ficar em temperaturas extremas sem sentir frio ou calor.

O nome Serafina Pekkala veio de uma secretaria de telefonia finlandêsa.

No filme The Golden Compass, uma adaptação do livro A Bússola de Ouro para o cinema, Eva Green representa Serafina.

Lee Scoresby[editar | editar código-fonte]

Lee Scoresby é um "aeróstata" professional que veio do Texas. O nome Scoresby veio do ator Lee Van Cleef com o explorador artico William Scoresby.

A idade exata dele nunca foi dada, mas quando ele vê o anel de sua mãe ele diz: "A última vez que vi isso foi 40 anos atrás!".

Lee é o melhor amigo de Iorek Byrnison, o rei dos ursos de armadura. De quem ele salvou a vida uma vez.

Lee e sua daemon Hester ajudam John Faa e os Gípcios em uma missão para resgatar as crianças capturadas pelos Gobblers (ou Conselho Geral de Oblação).

No filme The Golden Compass, Sam Elliott representa Lee Scoresby.

Em A Faca Sutil Lee sai à procura de Stanislau Grumman por todo o seu mundo. Ao encontrá-lo, os dois vão de balão à Cittàgazze, onde encontram quatro zepelins da Guarda Imperial.

No tiroteio, Lee vence, mas morre logo após, por causa de seus ferimentos.

Stanislaus Grumman[editar | editar código-fonte]

Doutor Stanislaus Grumman,John Parry ou Jopari é o pai de Will Parry e esposo de Elaine Parry. John Parry foi um famoso explorador e membro da Marinha Real Inglesa do mundo de Will. Até que ele viajou para o Alaska numa exploração arqueologica.

Lá descobriu um portal que o levou a Cittàgazze. Ele se aventurou em Cittàgazze e achou um portal para o mundo de Lyra Belacqua. . Ele mudou o nome para Stanislaus Grumman e entrou na Academia de Berlim do mundo de Lyra algum tempo depois, e se tornou muito famoso como explorador.

Ele mostrou interrese no . Vários de seus estudos eram sobre essa substância desconhecida. Ele entrou numa tribo que fica perto do Rio Ienissei e lá fez uma trepanação em seu crânio. Ele virou o lider e shaman de sua tribo e recebeu o nome de Jopari. Depois que virou shaman ele pôde ver seu daemon: Sayan Kotor, uma águia-pesqueira.

Em A Faca Sutil, Lee Scoresby é mandado para achar Grumman. E eventualmente Lee acha a tribo, Grumman explica que ele estava chamando-o com seus feitiços para leva-lo a Cittàgazze. Eles foram perseguidos pelos soldados do ministério. Lee os ataca enquanto Grumman escapou. Grumman promete proteger Lyra para ele.Grumman acha uma caverna escura e fica com Will. Grumman usa um pouco de musgo-sanguíneo para curar o ferimento de Will. Ele conta o destino que Will terá, e conta a ele como destruir A Autoridade. Ruta Kamainen atira uma flecha em John e ele morre (ela só fez isso porque Grumman a desprezou, depedaçando o coração dela).

Iofur Raknison[editar | editar código-fonte]

Iofur Raknison é um panserbjørne - um urso de armadura. Ele aparece no primeiro livro A Bússola de Ouro. Iofur era o rei de Svalbard, mas ele queria mais. Ele queria ser como um humano - ter um daemon e ser batizado como cristão. Para chegar a isso ele força os seus suditos (ursos de armadura) a construirem um palácio de pedra e força eles a vestir roupas de ouro e prata.

Iofur tem um segredo: ele matou seu próprio pai - Um fato que os outros ursos não sabem. Lyra Belacqua descobre isso usando o seu Aletiômetro, enquanto convencia que ela era o dimon de Iorek Byrnison. Sabem disso Iofur tentou conquista-la de Iorek numa batalha, Iorek vence e ganha Svalbard. O primeiro comando de Iorek e para tacarem fora as roupas de humano e destruirem o palácio.

No filme The Golden Compass baseado no livro, o nome Iofur Raknison e mudado para Ragnar Sturlusson para previnir das pessoas confundirem ele com Iorek.

A Autoridade[editar | editar código-fonte]

A Autoridade foi o primeiro anjo; ele falou ao próximos anjos que ele criou o tudo e uma substância conhecida como (ou Partículas Rusakov, Sombras ou sraf). E mandou os anjos avisarem a humanidade que ele era Deus o criador de todos os universos. Ele tem vários nomes entre eles "Senhor", "Ele" e "O Todo-Poderoso, o "Salvador". Ele é o Deus no Cristianismo e no Judaísmo e aparece na Bíblia e no Tanakh.

Ele teve um filho chama Jesus Cristo, que nasceu da virgem Maria, e de seu marido José, e seu daemon tinha a forma de uma pomba, ela se chamava Espírito Santo. José, seu filho e seu dimon formaram juntos a Santíssima Trindade. E comandou varias igrejas, organizações e universos de dentro da Montanha Nublada, um cidade móvel.

Mesmo assim, Pullman deixa claro que A Autoridade talvez não represente Deus, por exemplo quando o Rei Ogunwe diz: "Talvez exista o Criador, talvez não; ninguém sabe e ninguém pode afirmar. Se tiver um, talvez eu seja um deísta."

Balthamos e Baruch[editar | editar código-fonte]

Balthamos e seu amante, Baruch, são dois anjos que estão se rebelando contra o Reino dos Céus da Autoridade. Eles fazem parte da armada de Lorde Asriel e contra Metatron, o Regente da Autoridade.

Os dois acharam Will Parry no final de A Faca Sutil; como o garoto é o portador da Faca Sutil, eles esperam levá-lo a Lorde Asriel para vencer a guerra. Mas o problema era que a amiga de Will, Lyra Belacqua, foi seqüestrada e ele quer achá-la primeiro. Os anjos aceitam acompanhar Will contanto que ele vá até Lorde Asriel depois.

Dos dois anjos, Baruch é o mais calmo, mais sensível e é o que mais concerta as coisas, enquanto Balthamos tem um personalidade sarcástica e um ar de ironia.

Eles são anjos de baixo nivel hierarquico, tanto Balthamos quanto Baruch têm habilidades limitadas. Eles, como todo anjo, têm a aparência de um ser humano luminoso, e quase invisíveis aos olhos humanos durante o dia, pois estão em baixa hierarquia entre os anjos.

Mary Malone[editar | editar código-fonte]

Doutora Mary Malone é uma física do mundo de Will (que supostamente é o mundo em que o autor e o leitor vive), ela está investigando as Sombras. Ela era freira, mas depois do encontro com um homem na Itália em que provou marzipan ela se tornou atéia. (porque ela acha que vai aproveitar melhor a vida sem ser freira.)

Lyra Belacqua, quando estava no mundo de Will, encontrou com Mary e a ajudou com sua pesquisa. Mary ficou surpreendida com o conhecimento de Lyra sobre o , especialmente depois de Lyra mostrar como ela usa o Aletiômetro.

Mary, inspirada nas habilidades de Lyra, usou seu supercomputador para se comunicar com o Pó. O Pó consequentemente conta a Mary para viajar do seu mundo por uma janela feita pela Faca Sutil. O Pó diz que ela tem que agir como a serpente de Adão e Eva. Ela vai a Cittàgazze e depois para o mundo de Lyra. Ela passa a maior parte do livro A Luneta Âmbar conhecendo os Mulefas e tentando ver o Pó, o que os Mulefas conseguem varias naturalmente. Eles ajudam ela a criar a sua Luneta Âmbar.

No final do terceiro e último livro, Serafina Pekkala a ensina a ver seu próprio dimon e os dimons de outras pessoas. Seu dimon tem a forma de uma gralha dos Alpes. Gralha-de-bico-amarelo. Ela ajuda Will a voltar ao seu mundo e a arrumar sua vida.

Lorde Boreal[editar | editar código-fonte]

'Lorde Carlo Boreal, ou Sir Charles Latrom como ele é conhecido no mundo do Will Parry, é um personagem sem importancia durante A Bússola de Ouro, mas dos principais viloes em A Faca Sutil. Ele é um inglês idoso, aparentemente 60 anos. Ele normalmente veste ternos e tem um cheiro doce.

Lorde Boral viu pela primeira vez a Lyra Belacqua na festa da Marisa Coulter. Ele interage pouco com a Lyra.

Enquanto Lyra explorava o museu no mundo de Will, olhando os crânios trepanados, ele observava quietamente. Eles conversam sobre as caveiras. Lyra se lembra dele mas não sabe quem é ou onde o viu.Lyra ao ser questionada por ele sobre seu nome mente dizendo se chamar "Lizzie".Ele lhe entrega um cartão de modo a ser procurado por Lyra caso ela queira aprender mais sobre os cranios que ela estivera observando tão interessada no museu. Depois de pegar uma carona com o Lorde Boral, Lyra percebe que o Aletiômetro sumiu, foi roubado durante o caminho.Lyra e Will vão a casa do ladrão e acidentalmente Lyra revela seu verdadeiro nome, Will nota a serpente dentro da manga do terno de Boreal, seu daemon. Carlo Boreal conta que eles precisam pegar a Faca Sutil de Cittàgazze para conseguirem trocar a faca pelo Aletiômetro. Depois de pegar a Faca Sutil, Will invade a casa e pega o Aletiômetro de volta.

A proxima aparição de Lorde Boreal é no escritorio de da Doutora Mary Malone. Ele conta a ela e ao Doutor Payne que vai patrocinar suas pesquisas se eles pesquisarem o que ele quer. Malone não aceita e abandona a pesquisa.

Depois, Carlo está dentro da tenda nas montanhas de Cittàgazze conversando com Marisa Coulter, que coloca veneno na bebida dele e o faz falar sobre a Faca Sutil.Pouco depois ele morre sob o efeito do veneno.

Will encontra o corpo de Carlo Boreal na tenda na A Luneta Âmbar.

Ruta Skadi[editar | editar código-fonte]

Uma Feiticeira

Xaphania[editar | editar código-fonte]

Xaphania é a lider dos anjos rebeldes com de Lorde Asriel em uma guerra contra A Autoridade.

No final da trilogia ela explica a Lyra Belacqua e a Will Parry que todas as janelas feitas pela Faca Sutil devem ser fechadas para evitar que o Pó escorra para o abismo e que a Faca precisa ser destruida.

Roger Parslow[editar | editar código-fonte]

Roger Parslow é um menino da cozinha da Faculdade Jordan do mundo de Lyra. Ele é (ou era) o melhor amigo de Lyra. O daemon de Roger se chama Salcilia e não tem forma definida mas geralmente aparece como um terrier.

Metraton[editar | editar código-fonte]

Metraton é o Regente do Reino do Céu. Ele tentou destruir Lorde Asriel e sua armada, e tentou matar Lyra Belacqua. Ele é traido pela Marisa Coulter, e junto a Lorde Asriel os três caem em um abismo. Baseado no personagem bíblico Metatron, também conhecido como Metraton.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referencias[editar | editar código-fonte]