Anexo:Lista de presidentes da Argélia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escudo de armas da Argélia.

Esta é uma lista dos chefes de Estado da Argélia desde que o país conquistou a independência em 1962, no final da Guerra da Argélia.

Segundo o Programa de Trípoli, que serviu como constituição da Argélia quando esta tornou-se independente da França, ficou estabelecido que o presidente seria o chefe de estado do país, enquanto um primeiro-ministro assumiria a função de chefe de governo. Manobras políticas internas resultaram em uma nova constituição em 1963, que aboliu o cargo de primeiro-ministro e concentrou os poderes no presidente.

Durante as primeiras quatro décadas, o governo foi controlado por um governo de partido único, a FLN, e a presidência foi ocupada por uma sucessão de ditadores oriundos do partido: Ahmed Ben Bella, Houari Boumédiène e Chadli Bendjedid. No fim da década de 1980 houve uma liberalização do regime, e outros partidos surgiram.

Entretanto, quando a Frente Islâmica de Salvação venceu as eleições de 1991, os militares forçaram Chadli Bendjedid a dissolver o parlamento e a renunciar em 11 de janeiro de 1992. Os militares tomaram o poder e estabeleceram um Alto Conselho de Estado com 5 membros, que indicou Muhammad Boudiaf como presidente para ocupar o poder durante um período de transição de três anos até novas eleições. Boudiaf, porém, foi assassinado, e sucedido por Ali Kafi, enquanto o país mergulhava numa guerra civil. Kafi foi substituído em 1994 por Liamine Zéroual, que convocou eleições e as ganhou em 1995. Ele convocou novas eleições em 1999 que foram vencidas por Abdelaziz Bouteflika, atual presidente.

Lista de chefes de Estado da Argélia[editar | editar código-fonte]

Retrato Nome
(Nascimento-Morte)
(título)
Mandato Partido
Abderrahmane Farès.jpg Abderrahmane Farès
عبدالرحمن فارس
(1911–1991)
Presidente da Comissão Executiva Provisória
3 de Julho de 1962 25 de Setembro de 1962 FLN
Ferhat Abbas - algerischer Staatspräsident.jpg Ferhat Abbas
فرحات عباس
(1899–1985)
Presidente da Assembleia Nacional Constituinte
25 de Setembro de 1962 15 de Setembro de 1963 FLN
1 Benbella.jpg Ahmed Ben Bella
أحمد بن بلّة
(1916–2012)
Presidente[1]
15 de Setembro de 1963 19 de Junho de 1965[2] FLN
Houari Boumediene's Portrait.jpg Houari Boumediene
هواري بومدين
(1932–1978)
Presidente do Conselho Revolucionário
19 de Junho de 1965 10 de Dezembro de 1976 Militar / FLN
2 Houari Boumediene
هواري بومدين
(1932–1978)
Presidente[3]
10 de Dezembro de 1976 27 de Dezembro de 1978[4]
Rabah Bitat.jpg Rabah Bitat
رابح بيطاط
(1925–2000)
Presidente interino
27 de Dezembro de 1978 9 de Fevereiro de 1979 FLN
3 Chadli.jpg Chadli Bendjedid
شاذلي بن جديد
(1929–2012)
Presidente[5]
9 de Fevereiro de 1979 11 de Janeiro de 1992[6] FLN
No image.png Abdelmalek Benhabyles
عبد المالك بن حبيلس
(b. 1921)
Presidente do Conselho Constitucional
11 de Janeiro de 1992 14 de Janeiro de 1992 FLN
Le jeun Mohamed Boudiaf.jpg Mohamed Boudiaf
محمد بوضياف
(1919–1992)
Presidente do Alto Conselho de Estado
14 de Janeiro de 1992 29 de Junho de 1992[7] PRS
Ali Kafi.JPG Ali Kafi
علي حسين كافي
(1928–2013)
Presidente do Alto Conselho de Estado
2 de Julho de 1992 31 de Janeiro de 1994 FLN
Liamine Zeroual.jpg Liamine Zéroual
اليمين زروال
(b. 1941)
Chefe de Estado
31 de Janeiro de 1994 27 de Novembro de 1995 político sem partido
4 Liamine Zéroual
اليمين زروال
(b. 1941)
Presidente[8]
27 de Novembro de 1995 21 de Fevereiro de 1997 político sem partido
(4) 21 de Fevereiro de 1997 27 de Abril de 1999 RND
5 Bouteflika (Algiers, Feb 2006).jpeg Abdelaziz Bouteflika
عبد العزيز بوتفليقة
(b. 1937)
Presidente[9]
27 de Abril de 1999 incumbente FLN

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Eleito por unanimidade nas eleições presidenciais em 1963
  2. Deposto por um golpe de Estado
  3. Eleito por unanimidade as eleições presidenciais em 1976
  4. Morreu no cargo
  5. Cumpriu três mandatos. Eleito por unanimidade nas eleições presidenciais de 1979, 1984 e 1988
  6. Renunciou
  7. Assassinado
  8. Cumpriu um mandato. Eleito por eleições presidenciais contestadas em 1995
  9. Atualmente cumprindo seu terceiro mandato. Eleito por eleições presidenciais contestadas em 1999, 2004 e 2009