Lista de primeiros-ministros da Islândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasão da Islândia

O primeiro-ministro da Islândia (Língua islandesa: Forsætisráðherra Íslands) é o chefe de governo do país. O primeiro-ministro é nomeado pelo Presidente e exerce o poder executivo. O atual primeiro-ministro é Sigmundur Davíð Gunnlaugsson, que sucedeu a Jóhanna Sigurðardóttir em 2013.

Primeiros-ministros da Islândia com autonomia (1904-1917)[editar | editar código-fonte]

Nome Início do governo Fim do governo Partido
Hannes Hafstein 1 de fevereiro de 1904 31 de março de 1909 HP
Björn Jónsson 31 de março de 1909 14 de março de 1911 OIP
Kristján Jónsson 14 de março de 1911 24 de julho de 1912 Independente
Hannes Hafstein 24 de julho de 1912 21 de julho de 1914 UP
Sigurður Eggerz 21 de julho de 1914 4 de maio de 1915 OIP
Einar Arnórsson 4 de maio de 1915 4 de janeiro de 1917 OIP langsum

Primeiros-ministros da Islândia (1917-presente)[editar | editar código-fonte]

Nome Início do governo Fim do governo Partido
Jón Magnússon 4 de janeiro de 1917 7 de março de 1922 HP
Sigurður Eggerz 7 de março de 1922 22 de março de 1924 OIP
Jón Magnússon 22 de março de 1924 23 de junho de 1926 CP
Magnús Guðmundsson (interino) 23 de junho de 1926 8 de julho de 1926 CP
Jón Þorláksson 8 de julho de 1926 28 de agosto de 1927 CP
Tryggvi Þórhallsson 28 de agosto de 1927 3 de junho de 1932 PP
Ásgeir Ásgeirsson 3 de junho de 1932 28 de julho de 1934 PP
Hermann Jónasson 28 de julho de 1934 16 de maio de 1942 PP
Ólafur Thors 16 de maio de 1942 16 de dezembro de 1942 IP
Björn Þórðarson 16 de dezembro de 1942 21 de outubro de 1944 Independente
Ólafur Thors 21 de outubro de 1944 4 de fevereiro de 1947 IP
Stefán Jóhann Stefánsson 4 de fevereiro de 1947 6 de dezembro de 1949 SD
Ólafur Thors 6 de dezembro de 1949 14 de março de 1950 IP
Steingrímur Steinþórsson 14 de março de 1950 11 de setembro de 1953 PP
Ólafur Thors 11 de setembro de 1953 24 de julho de 1956 IP
Hermann Jónasson 24 de julho de 1956 23 de dezembro de 1958 PP
Emil Jónsson 23 de dezembro de 1958 20 de novembro de 1959 SD
Ólafur Thors 20 de novembro de 1959 14 de novembro de 1963 IP
Bjarni Benediktsson 14 de novembro de 1963 10 de julho de 1970 IP
Jóhann Hafstein 10 de julho de 1970 14 de julho de 1971 IP
Ólafur Jóhannesson 14 de julho de 1971 28 de agosto de 1974 PP
Geir Hallgrímsson 28 de agosto de 1974 1 de setembro de 1978 IP
Ólafur Jóhannesson 1 de setembro de 1978 15 de outubro de 1979 PP
Benedikt Gröndal 15 de outubro de 1979 8 de fevereiro de 1980 SD
Gunnar Thoroddsen 8 de fevereiro de 1980 26 de maio de 1983 IP (ruptura)
Steingrímur Hermannsson 26 de maio de 1983 8 de julho de 1987 PP
Þorsteinn Pálsson 8 de julho de 1987 28 de setembro de 1988 IP
Steingrímur Hermannsson 28 de setembro de 1988 30 de abril de 1991 PP
Davíð Oddsson 30 de abril de 1991 15 de setembro de 2004 IP
Halldór Ásgrímsson 15 de setembro de 2004 15 de junho de 2006 PP
Geir Haarde 15 de junho de 2006 1 de fevereiro de 2009 IP
Jóhanna Sigurðardóttir 1 de fevereiro de 2009 23 de maio de 2013 SD
Sigmundur Davíð Gunnlaugsson 23 de maio de 2013 presente PP

Abreviaturas[editar | editar código-fonte]

  • CiP: Partido do Cidadão (Borgaraflokkurinn). Extinto.
  • CP: Partido Conservador (Íhaldsflokkurinn). Extinto.
  • HP: Partido Monárquico Local (Heimastjórnarflokkurinn). Extinto.
  • IP: Partido da Indepedência (Sjálfstæðisflokkurinn).
  • LL: Associação dos Liberais e Esquerdistas (Samtök frjálslyndra og vinstri manna). Extinto.
  • OIP: Partido Velho da Independência . Extinto.
  • PA: A Aliança do Povo (Alþýðubandalagið). Extinto.
  • PP: Partido Progressista (Framsóknarflokkurinn).
  • SD: Social Democratas (Alþýðuflokkurinn). Extinto.
  • SP: Partido Socialista (Sósíalistaflokkurinn). Extinto.
  • UP: Partido da União (Sambandsflokkurinn). Extinto.

Com exceção de apenas dois partidos acima todos os outros estão extintos. Além do Partido da Independência e do Partido Progressista, os seguintes partidos possuem assento no parlamento: A união dos leftists (Samfylkingin, na maior parte antigos democratas sociais ), do movimento Esquerdo-Verde (hreyfingin de Vinstri - framboð do grænt, na maior parte antigos socialistas) e do partido liberal (flokkurinn de Frjálslyndi, uma cisão do partido da independência). Aqueles três últimos nunca estiveram no governo em suas atuais organizações partidárias.

Ver também[editar | editar código-fonte]