Anexo:Lista de senadores do Brasil por número de mandatos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Senado Federal do Brasil
Coat of arms or logo
Tipo
Tipo Câmara alta
Liderança
Presidente Renan Calheiros, PMDB
desde 1º de fevereiro de 2013
Estrutura
Membros 81 senadores
Senado2011.png
Voto majoritário (maioria simples, sem segundo turno)
Sede
Senado2006.jpg
Palácio do Congresso Nacional
Brasília
(DF)
Site
Site do Senado Federal do Brasil

Relação dos senadores eleitos, efetivados e suplentes convocados[editar | editar código-fonte]

Para efeito de compreensão, as listas que seguem agrupam os senadores da República Federativa do Brasil em três grupos segundo a sua investidura: os eleitos para exercer um mandato efetivo,[1] os suplentes efetivados ante a interrupção do mandato do titular[2] e aqueles cujo mandato senatorial era transitório em virtude de uma licença ou de hipóteses previstas em lei.[3]

Os senadores são eleitos para um mandato de oito anos[4] renovado em um ou dois terços a cada quatriênio[5] para representar as unidades federativas do Brasil sendo que cada uma possui três cadeiras na Câmara Alta do Parlamento.

A ordem de apresentação que se segue foi baseada no número de mandatos de cada senador a partir de sua primeira eleição (no caso dos efetivos) observada, quando possível, a ordem alfabética. O nome dos parlamentares reproduz a designação constante na página do Senado Federal, exceto nos casos de grafias diferentes apontadas pelo respectivo TRE ou consagradas pelo uso.

Parlamentares ainda em atividade têm os nomes grafados em negrito.

Senadores efetivos[editar | editar código-fonte]

Constam a seguir os eleitos para o exercício de mandato efetivo conforme a lei vigente à época do pleito, sendo que senadores no exercício de cargo executivo constam como efetivos.

Getúlio Vargas elegeu-se por São Paulo e pelo Rio Grande do Sul em 1945 optando pela cadeira gaúcha numa manobra prevista pelas regras vigentes e devido aos casos de vacância foram convocadas eleições suplementares a partir de 1947. Assis Chateaubriand (eleito na Paraíba em 1952 e no em Maranhão em 1955), Lobão da Silveira (eleito no Pará em 1959) e Juscelino Kubitschek (eleito em Goiás em 1961), dentre outros, conquistaram um mandato por meio de pleitos extraordinários. Caso ímpar protagonizou Alô Guimarães que renunciou ao mandato obtido em 1954, mas reassumiu no mesmo dia como suplente de Moisés Lupion que se elegeria governador do Paraná.

Capital federal até 21 de abril de 1960, a cidade do Rio de Janeiro correspondia ao antigo Distrito Federal cujos senadores representaram a Guanabara da inauguração de Brasília até a fusão com o Rio de Janeiro[6] e os eleitos a partir de 1978 representariam o estado do Rio de Janeiro. Por força de lei Mendes Canale foi designado representante de Mato Grosso do Sul[7] após ser eleito pelo Mato Grosso em 1974[8] ao passo que no mesmo ano os Colégios Eleitorais dos estados elegeram vinte e dois senadores biônicos.[9] No Amazonas Fábio Lucena foi reeleito em 1986 embora o mandato obtido em 1982 ainda vigesse.

Vidal Ramos estabeleceu o recorde de quatro mandatos como senador ao vencer as eleições de 1935, número igualado por Filinto Müller em 1970, mesmo ano em que foi eleito José Sarney que quebrou essa marca ao conquistar seu quinto mandato nas eleições de 2006.

Cinco mandatos

Pos. Senador eleito Naturalidade Unidade federativa Ano da eleição
José Sarney Pinheiro, MA  Maranhão
 Amapá
1970, 1978
1990, 1998, 2006

Quatro mandatos

Pos. Senador eleito Naturalidade Unidade federativa Ano da eleição
Vidal Ramos Lages, SC  Santa Catarina 1914, 1918, 1922, 1935
- Filinto Müller Cuiabá, MT  Mato Grosso 1947, 1954, 1962, 1970
- Rui Carneiro Pombal, PB  Paraíba 1950, 1958, 1966, 1974
- Dinarte Mariz Serra Negra do Norte, RN  Rio Grande do Norte 1954, 1962, 1970, 1978
- Alexandre Costa Caxias, MA  Maranhão 1970, 1978, 1986, 1994
- Pedro Simon Caxias do Sul, RS  Rio Grande do Sul 1978, 1990, 1998, 2006
- Edison Lobão Mirador, MA  Maranhão 1986, 1994, 2002, 2010
- José Agripino Maia Mossoró, RN  Rio Grande do Norte 1986, 1994, 2002, 2010

Três mandatos

Pos. Senador eleito Unidade federativa Ano da eleição
10º Eloi de Sousa  Rio Grande do Norte 1914, 1921, 1935
- José Pires Rebelo  Piauí 1923, 1927, 1935
- João Vilas Boas  Mato Grosso 1935, 1945, 1954
- Pedro Ludovico  Goiás 1945, 1954, 1962
- Vitorino Freire  Maranhão 1947, 1954, 1962
- Daniel Krieger  Rio Grande do Sul 1954, 1962, 1970
- Adalberto Sena  Acre 1962, 1966, 1974
- Arnon de Melo  Alagoas 1962, 1970, 1978
- José Guiomard  Acre 1962, 1970, 1978
- Jarbas Passarinho  Pará 1966, 1974, 1986
- João Calmon  Espírito Santo 1970, 1978, 1986
- Lourival Batista  Sergipe 1970, 1978, 1986
- Nelson Carneiro  Guanabara
 Rio de Janeiro
1970
1978, 1986
- Saldanha Derzi  Mato Grosso
 Mato Grosso do Sul
1970
1978, 1986
- Saturnino Braga  Rio de Janeiro 1974, 1982, 1998
- Itamar Franco  Minas Gerais 1974, 1982, 2010
- Humberto Lucena  Paraíba 1978, 1986, 1994
- Marco Maciel  Pernambuco 1982, 1990, 2002
- Álvaro Dias  Paraná 1982, 1998, 2006
- Gerson Camata  Espírito Santo 1986, 1994, 2002
- Teotônio Vilela Filho  Alagoas 1986, 1994, 2002
- Eduardo Suplicy  São Paulo 1990, 1998, 2006
- Garibaldi Alves Filho  Rio Grande do Norte 1990, 2002, 2010
- Antônio Carlos Valadares  Sergipe 1994, 2002, 2010
- Renan Calheiros  Alagoas 1994, 2002, 2010
- Romero Jucá  Roraima 1994, 2002, 2010

Dois mandatos

Pos. Senador eleito Unidade federativa Ano da eleição
36º Costa Rego  Alagoas 1929, 1935
- Clodomir Cardoso  Maranhão 1935, 1945
- Flávio Guimarães  Paraná 1935, 1945
- Vespasiano Martins  Mato Grosso 1935, 1945
- José Américo de Almeida  Paraíba 1935, 1947
- Ribeiro Gonçalves  Piauí 1935, 1947
- Cunha Melo  Amazonas 1935, 1954
- Leandro Maciel  Sergipe 1935, 1966
- Adolfo Silveira  Pará 1945, 1954
- Atílio Vivacqua  Espírito Santo 1945, 1954
- Georgino Avelino  Rio Grande do Norte 1945, 1954
- Magalhães Barata  Pará 1945, 1954
- Matias Olímpio  Piauí 1945, 1954
- Nereu Ramos  Santa Catarina 1945, 1954
- Novaes Filho  Pernambuco 1945, 1954
- Aloysio de Carvalho  Bahia 1945, 1966
- Álvaro Maia  Amazonas 1945, 1966
- Apolônio Sales  Pernambuco 1947, 1950
- Artur Bernardes Filho  Minas Gerais 1947, 1950
- Sá Tinoco  Rio de Janeiro 1947, 1950
- Fernandes Távora  Ceará 1947, 1954
- Maynard Gomes  Sergipe 1947, 1954
- Vivaldo Lima Filho  Amazonas 1950, 1958
- Júlio Leite  Sergipe 1950, 1962
- Carlos Lindenberg  Espírito Santo 1950, 1966
- Assis Chateaubriand  Paraíba
 Maranhão
1952
1955
- Argemiro Figueiredo  Paraíba 1954, 1962
- Auro de Moura Andrade  São Paulo 1954, 1962
- Benedito Valadares  Minas Gerais 1954, 1962
- Gilberto Marinho  Guanabara 1954, 1962
- Lino de Matos  São Paulo 1954, 1962
- Mourão Vieira  Amazonas 1954, 1962
- Rui Palmeira  Alagoas 1954, 1962
- Sebastião Archer  Maranhão 1954, 1962
- Correia da Costa  Mato Grosso 1958, 1966
- Guido Mondin  Rio Grande do Sul 1958, 1966
- Menezes Pimentel  Ceará 1958, 1966
- Milton Campos  Minas Gerais 1958, 1966
- Afonso Arinos  Guanabara
 Rio de Janeiro
1958
1986
- Lobão da Silveira  Pará 1959, 1962
- Antônio Carlos Konder Reis  Santa Catarina 1962, 1970
- Catete Pinheiro  Pará 1962, 1970
- Eurico Resende  Espírito Santo 1962, 1970
- Vasconcelos Torres  Rio de Janeiro 1962, 1970
- Wilson Gonçalves  Ceará 1962, 1970
- Josaphat Marinho  Bahia 1962, 1990
- João Abraão  Goiás 1965, 1966
- Petrônio Portela  Piauí 1966, 1974
- Teotônio Vilela  Alagoas 1966, 1974
- Danton Jobim  Guanabara 1970, 1974
- Amaral Peixoto  Rio de Janeiro 1970, 1978
- Benedito Ferreira  Goiás 1970, 1978
- Franco Montoro  São Paulo 1970, 1978
- Helvídio Nunes  Piauí 1970, 1978
- Jessé Freire  Rio Grande do Norte 1970, 1978
- Lenoir Vargas  Santa Catarina 1970, 1978
- Luís Cavalcante  Alagoas 1970, 1978
- Milton Cabral  Paraíba 1970, 1978
- Tarso Dutra  Rio Grande do Sul 1970, 1978
- Virgílio Távora  Ceará 1970, 1982
- Luís Viana Filho  Bahia 1974, 1982
- Mauro Benevides  Ceará 1974, 1986
- Afonso Camargo  Paraná 1978, 1986
- José Richa  Paraná 1978, 1986
- Jutahy Magalhães  Bahia 1978, 1986
- Fábio Lucena  Amazonas 1982, 1986
- Albano Franco  Sergipe 1982, 1990
- Guilherme Palmeira  Alagoas 1982, 1990
- Odacir Soares  Rondônia 1982, 1990
- José Inácio Ferreira  Espírito Santo 1982, 1994
- Jorge Bornhausen  Santa Catarina 1982, 1998
- Hugo Napoleão  Piauí 1986, 1994
- José Fogaça  Rio Grande do Sul 1986, 1994
- Nabor Júnior  Acre 1986, 1994
- Carlos Patrocínio  Tocantins 1988, 1994
- Marluce Pinto  Roraima 1990, 1994
- Epitácio Cafeteira  Maranhão 1990, 2006
- Antônio Carlos Magalhães  Bahia 1994, 2002
- Jefferson Peres  Amazonas 1994, 2002
- Jonas Pinheiro  Mato Grosso 1994, 2002
- Leomar Quintanilha  Tocantins 1994, 2002
- Marina Silva  Acre 1994, 2002
- Osmar Dias  Paraná 1994, 2002
- Ramez Tebet  Mato Grosso do Sul 1994, 2002
- Romeu Tuma  São Paulo 1994, 2002
- Gilvam Borges  Amapá 1994, 2010
- Roberto Requião  Paraná 1994, 2010
- Maria do Carmo Alves  Sergipe 1998, 2006
- Mozarildo Cavalcanti  Roraima 1998, 2006
- Tião Viana  Acre 1998, 2006
- João Alberto de Souza  Maranhão 1998, 2010
- Cristovam Buarque  Distrito Federal 2002, 2010
- Delcídio Amaral  Mato Grosso do Sul 2002, 2010
- Demóstenes Torres  Goiás 2002, 2010
- João Ribeiro  Tocantins 2002, 2010
- Lúcia Vânia  Goiás 2002, 2010
- Magno Malta  Espírito Santo 2002, 2010
- Marcelo Crivella  Rio de Janeiro 2002, 2010
- Paulo Paim  Rio Grande do Sul 2002, 2010
- Valdir Raupp  Rondônia 2002, 2010

Um mandato

Pos. Senador eleito Unidade federativa Ano da eleição
131º Abel Chermont  Pará 1935
- Abelardo Conduru  Pará 1935
- Alcântara Machado  São Paulo 1935
- Alfredo Backer  Rio de Janeiro 1935
- Alfredo da Mata  Amazonas 1935
- Antônio Jorge  Paraná 1935
- Artur Costa  Santa Catarina 1935
- Augusto Leite  Sergipe 1935
- Cândido Ramos  Santa Catarina 1935
- Cesário de Melo Guanabara Distrito Federal 1935
- Duarte Lima  Paraíba 1935
- Edgar de Arruda  Ceará 1935
- Flores da Cunha  Rio Grande do Sul 1935
- Genaro Pinheiro  Espírito Santo 1935
- Genésio Rego  Maranhão 1935
- Jerônimo Monteiro Filho  Espírito Santo 1935
- Joaquim Inácio Filho  Rio Grande do Norte 1935
- Jones Rocha Guanabara Distrito Federal 1935
- José de Sá  Pernambuco 1935
- Macedo Soares  Rio de Janeiro 1935
- Manoel de Góes Monteiro  Alagoas 1935
- Manoel Veloso Borges  Paraíba 1935
- Mário Caiado  Goiás 1935
- Medeiros Neto  Bahia 1935
- Moraes Barros  São Paulo 1935
- Nero de Macedo  Goiás 1935
- Pacheco de Oliveira  Bahia 1935
- Ribeiro Junqueira  Minas Gerais 1935
- Simões Lopes  Rio Grande do Sul 1935
- Tomaz Lobo  Pernambuco 1935
- Valdemar Falcão  Ceará 1935
- Valdomiro Magalhães  Minas Gerais 1935
- Adalberto Ribeiro  Paraíba 1945
- Alfredo Neves  Rio de Janeiro 1945
- Cícero Vasconcelos  Alagoas 1945
- Dario Cardoso  Goiás 1945
- Durval Cruz  Sergipe 1945
- Ernesto Dorneles  Rio Grande do Sul 1945
- Esmaragdo de Freitas  Piauí 1945
- Etelvino Lins  Pernambuco 1945
- Fernando de Melo Viana  Minas Gerais 1945
- Ferreira de Sousa  Rio Grande do Norte 1945
- Getúlio Vargas  Rio Grande do Sul 1945
- Hamilton Nogueira Guanabara Distrito Federal 1945
- Henrique Novaes  Espírito Santo 1945
- Ismar de Góes Monteiro  Alagoas 1945
- Ivo d'Aquino  Santa Catarina 1945
- Levindo Coelho  Minas Gerais 1945
- Luís Carlos Prestes Guanabara Distrito Federal 1945
- Marcondes Filho  São Paulo 1945
- Olavo Oliveira  Ceará 1945
- Pereira Júnior  Maranhão 1945
- Pereira Pinto  Rio de Janeiro 1945
- Pinto Aleixo  Bahia 1945
- Plínio Pompeu  Ceará 1945
- Roberto Glasser  Paraná 1945
- Valdemar Pedrosa  Amazonas 1945
- Valter Franco  Sergipe 1945
- Wergniaud Wanderley  Paraíba 1945
- Alfredo Nasser  Goiás 1947
- Andrade Ramos Guanabara Distrito Federal 1947
- Artur Santos  Paraná 1947
- Augusto Meira  Pará 1947
- Euclides Vieira  São Paulo 1947
- Francisco Gallotti  Santa Catarina 1947
- João Câmara  Rio Grande do Norte 1947
- Joaquim Pires  Piauí 1947
- José Neiva  Maranhão 1947
- Lúcio Correia  Santa Catarina 1947
- Pedro de Góes Monteiro  Alagoas 1947
- Pereira Moacir  Bahia 1947
- Roberto Simonsen  São Paulo 1947
- Salgado Filho  Rio Grande do Sul 1947
- Santos Neves  Espírito Santo 1947
- Severiano Nunes  Amazonas 1947
- Alberto Pasqualini  Rio Grande do Sul 1950
- Alencastro Guimarães Guanabara Distrito Federal 1950
- Alexandre Bayma  Maranhão 1950
- Arêa Leão  Piauí 1950
- César Vergueiro  São Paulo 1950
- Domingos Velasco  Goiás 1950
- Ezequias Rocha  Alagoas 1950
- Gomes de Oliveira  Santa Catarina 1950
- Kerginaldo Cavalcanti  Rio Grande do Norte 1950
- Landulfo Alves  Bahia 1950
- Mozart Lago Guanabara Distrito Federal 1950
- Onofre Gomes  Ceará 1950
- Othon Mader  Paraná 1950
- Prisco dos Santos  Pará 1950
- Sílvio Curvo  Mato Grosso 1950
- Alô Guimarães  Paraná 1954
- Ari Viana  Espírito Santo 1954
- Armando Câmara  Rio Grande do Sul 1954
- Caiado de Castro Guanabara Distrito Federal 1954
- Coimbra Bueno  Goiás 1954
- Cunha Melo  Amazonas 1954
- Freitas Cavalcanti  Alagoas 1954
- Jarbas Maranhão  Pernambuco 1954
- João Arruda  Paraíba 1954
- Juracy Magalhães  Bahia 1954
- Leônidas Melo  Piauí 1954
- Lima Teixeira  Bahia 1954
- Lourival Fontes  Sergipe 1954
- Lúcio Bittencourt  Minas Gerais 1954
- Moisés Lupion  Paraná 1954
- Parsifal Barroso  Ceará 1954
- Paulo Fernandes  Rio de Janeiro 1954
- Saulo Ramos  Santa Catarina 1954
- Tarcísio Miranda  Rio de Janeiro 1954
- Dix-Huit Rosado  Rio Grande do Norte 1958
- Eugênio Barros  Maranhão 1958
- Heribaldo Vieira  Sergipe 1958
- Irineu Bornhausen  Santa Catarina 1958
- Jefferson de Aguiar  Espírito Santo 1958
- Joaquim Parente  Piauí 1958
- Mário Calazans  São Paulo 1958
- Miguel Couto Filho  Rio de Janeiro 1958
- Otávio Mangabeira  Bahia 1958
- Silvestre Péricles  Alagoas 1958
- Sousa Naves  Paraná 1958
- Taciano de Melo  Goiás 1958
- Zacarias de Assunção  Pará 1958
- Juscelino Kubitschek  Goiás 1961
- Aarão Steinbruch  Rio de Janeiro 1962
- Adolfo Franco  Paraná 1962
- Amaury Silva  Paraná 1962
- Antônio Balbino  Bahia 1962
- Artur Virgílio Filho  Amazonas 1962
- Atílio Fontana  Santa Catarina 1962
- Aurélio Viana Guanabara Guanabara 1962
- Bezerra Neto  Mato Grosso 1962
- Carlos Jereissati  Ceará 1962
- João Agripino  Paraíba 1962
- José Cândido Ferraz  Piauí 1962
- José Ermírio de Moraes  Pernambuco 1962
- José Feliciano Ferreira  Goiás 1962
- Leite Neto  Sergipe 1962
- Mem de Sá  Rio Grande do Sul 1962
- Oscar Passos  Acre 1962
- Pessoa de Queiroz  Pernambuco 1962
- Raul Giuberti  Espírito Santo 1962
- Sigefredo Pacheco  Piauí 1962
- Valfredo Gurgel  Rio Grande do Norte 1962
- Carvalho Pinto  São Paulo 1966
- Celso Ramos  Santa Catarina 1966
- Clodomir Millet  Maranhão 1966
- Duarte Filho  Rio Grande do Norte 1966
- João Cleofas  Pernambuco 1966
- Mário Martins Guanabara Guanabara 1966
- Ney Braga  Paraná 1966
- Paulo Sarasate  Ceará 1966
- Paulo Torres  Rio de Janeiro 1966
- Accioli Filho  Paraná 1970
- Augusto Franco  Sergipe 1970
- Benjamin Farah Guanabara Guanabara 1970
- Domício Gondim  Paraíba 1970
- Emival Caiado  Goiás 1970
- Fausto Gaioso  Piauí 1970
- Geraldo Mesquita  Acre 1970
- Gustavo Capanema  Minas Gerais 1970
- Heitor Dias  Bahia 1970
- José Esteves  Amazonas 1970
- José Lindoso  Amazonas 1970
- Magalhães Pinto  Minas Gerais 1970
- Matos Leão  Paraná 1970
- Orlando Zancaner  São Paulo 1970
- Osíris Teixeira  Goiás 1970
- Paulo Guerra  Pernambuco 1970
- Renato Franco  Pará 1970
- Rui Santos  Bahia 1970
- Wilson Campos  Pernambuco 1970
- Agenor Maria  Rio Grande do Norte 1974
- Dirceu Cardoso  Espírito Santo 1974
- Evandro Carreira  Amazonas 1974
- Evelásio Vieira  Santa Catarina 1974
- Gilvan Rocha  Sergipe 1974
- Henrique de La Rocque  Maranhão 1974
- Lázaro Barbosa  Goiás 1974
- Leite Chaves  Paraná 1974
- Marcos Freire  Pernambuco 1974
- Mendes Canale  Mato Grosso 1974
- Orestes Quércia  São Paulo 1974
- Paulo Brossard  Rio Grande do Sul 1974
- Aderbal Jurema  Pernambuco 1978
- Aloysio Chaves  Pará 1978
- Amaral Furlan  São Paulo 1978
- Benedito Canelas  Mato Grosso 1978
- César Cals  Ceará 1978
- Dirceu Arcoverde  Piauí 1978
- Gabriel Hermes  Pará 1978
- Gastão Müller  Mato Grosso 1978
- Henrique Santillo  Goiás 1978
- Jaison Barreto  Santa Catarina 1978
- João Bosco de Lima  Amazonas 1978
- Jorge Kalume  Acre 1978
- José Lins  Ceará 1978
- Lomanto Júnior  Bahia 1978
- Moacir Dalla  Espírito Santo 1978
- Murilo Badaró  Minas Gerais 1978
- Nilo Coelho  Pernambuco 1978
- Passos Porto  Sergipe 1978
- Pedro Pedrossian  Mato Grosso do Sul 1978
- Raimundo Parente  Amazonas 1978
- Tancredo Neves  Minas Gerais 1978
- Vicente Vuolo  Mato Grosso 1978
- Carlos Alberto  Rio Grande do Norte 1982
- Carlos Chiarelli  Rio Grande do Sul 1982
- Claudionor Roriz  Rondônia 1982
- Galvão Modesto  Rondônia 1982
- Hélio Gueiros  Pará 1982
- João Castelo  Maranhão 1982
- João Lobo  Piauí 1982
- Marcelo Miranda  Mato Grosso do Sul 1982
- Marcondes Gadelha  Paraíba 1982
- Mário Maia  Acre 1982
- Mauro Borges  Goiás 1982
- Roberto Campos  Mato Grosso 1982
- Severo Gomes  São Paulo 1982
- Alfredo Campos  Minas Gerais 1986
- Almir Gabriel  Pará 1986
- Aluizio Bezerra  Acre 1986
- Antônio Farias  Pernambuco 1986
- Carlos Alberto de Carli  Amazonas 1986
- Chagas Rodrigues  Piauí 1986
- Cid Saboia de Carvalho  Ceará 1986
- Dirceu Carneiro  Santa Catarina 1986
- Divaldo Suruagy  Alagoas 1986
- Fernando Henrique Cardoso  São Paulo 1986
- Francisco Rollemberg  Sergipe 1986
- Iram Saraiva  Goiás 1986
- Irapuan Costa Júnior  Goiás 1986
- José Paulo Bisol  Rio Grande do Sul 1986
- Louremberg Nunes Rocha  Mato Grosso 1986
- Mansueto de Lavor  Pernambuco 1986
- Márcio Lacerda  Mato Grosso 1986
- Mário Covas  São Paulo 1986
- Maurício Corrêa  Distrito Federal 1986
- Meira Filho  Distrito Federal 1986
- Nelson Wedekin  Santa Catarina 1986
- Olavo Pires  Rondônia 1986
- Pompeu de Sousa  Distrito Federal 1986
- Raimundo Lira  Paraíba 1986
- Ronaldo Aragão  Rondônia 1986
- Ronan Tito  Minas Gerais 1986
- Rui Bacelar  Bahia 1986
- Wilson Martins  Mato Grosso do Sul 1986
- Antônio Luiz Maia  Tocantins 1988
- Moisés Abraão  Tocantins 1988
- Amazonino Mendes  Amazonas 1990
- Antônio Mariz  Paraíba 1990
- Beni Veras  Ceará 1990
- César Dias  Roraima 1990
- Coutinho Jorge  Pará 1990
- Darcy Ribeiro  Rio de Janeiro 1990
- Élcio Álvares  Espírito Santo 1990
- Esperidião Amin  Santa Catarina 1990
- Flaviano Melo  Acre 1990
- Hélio Campos  Roraima 1990
- Henrique Almeida  Amapá 1990
- João Rocha  Tocantins 1990
- Jonas Borges  Amapá 1990
- José Eduardo Vieira  Paraná 1990
- Júlio Campos  Mato Grosso 1990
- Júnia Marise  Minas Gerais 1990
- Levy Dias  Mato Grosso do Sul 1990
- Lucídio Portela  Piauí 1990
- Onofre Quinan  Goiás 1990
- Valmir Campelo  Distrito Federal 1990
- Ademir Andrade  Pará 1994
- Arlindo Porto  Minas Gerais 1994
- Artur da Távola  Rio de Janeiro 1994
- Benedita da Silva  Rio de Janeiro 1994
- Bernardo Cabral  Amazonas 1994
- Carlos Bezerra  Mato Grosso 1994
- Carlos Wilson  Pernambuco 1994
- Casildo Maldaner  Santa Catarina 1994
- Emília Fernandes  Rio Grande do Sul 1994
- Ernandes Amorim  Rondônia 1994
- Francelino Pereira  Minas Gerais 1994
- Freitas Neto  Piauí 1994
- Geraldo Melo  Rio Grande do Norte 1994
- Iris Rezende  Goiás 1994
- Jader Barbalho  Pará 1994
- José Bianco  Rondônia 1994
- José Eduardo Dutra  Sergipe 1994
- José Roberto Arruda  Distrito Federal 1994
- José Serra  São Paulo 1994
- Lauro Campos  Distrito Federal 1994
- Lúcio Alcântara  Ceará 1994
- Lúdio Coelho  Mato Grosso do Sul 1994
- Mauro Miranda  Goiás 1994
- Roberto Freire  Pernambuco 1994
- Ronaldo Cunha Lima  Paraíba 1994
- Sebastião Rocha  Amapá 1994
- Sérgio Machado  Ceará 1994
- Vilson Kleinübing  Santa Catarina 1994
- Waldeck Ornelas  Bahia 1994
- Alberto Silva  Piauí 1998
- Amir Lando  Rondônia 1998
- Antero Paes de Barros  Mato Grosso 1998
- Eduardo Siqueira Campos  Tocantins 1998
- Fernando Bezerra  Rio Grande do Norte 1998
- Gilberto Mestrinho  Amazonas 1998
- Heloísa Helena  Alagoas 1998
- José Alencar  Minas Gerais 1998
- José Jorge  Pernambuco 1998
- Juvêncio Fonseca  Mato Grosso do Sul 1998
- Luiz Estevão  Distrito Federal 1998
- Luiz Otávio Campos  Pará 1998
- Luiz Pontes  Ceará 1998
- Maguito Vilela  Goiás 1998
- Ney Suassuna  Paraíba 1998
- Paulo Hartung  Espírito Santo 1998
- Paulo Souto  Bahia 1998
- Almeida Lima  Sergipe 2002
- Aloizio Mercadante  São Paulo 2002
- Ana Júlia Carepa  Pará 2002
- Artur Virgílio Neto  Amazonas 2002
- Augusto Botelho  Amapá 2002
- César Borges  Bahia 2002
- Duciomar Costa  Pará 2002
- Eduardo Azeredo  Minas Gerais 2002
- Efraim Morais  Paraíba 2002
- Fátima Cleide  Rondônia 2002
- Flávio Arns  Paraná 2002
- Geraldo Mesquita Júnior  Acre 2002
- Hélio Costa  Minas Gerais 2002
- Heráclito Fortes  Piauí 2002
- Ideli Salvatti  Santa Catarina 2002
- João Capiberibe  Amapá 2002
- José Maranhão  Paraíba 2002
- Leonel Pavan  Santa Catarina 2002
- Mão Santa  Piauí 2002
- Papaléo Paes  Amapá 2002
- Patrícia Saboya  Ceará 2002
- Paulo Octávio  Distrito Federal 2002
- Roseana Sarney  Maranhão 2002
- Sérgio Cabral Filho  Rio de Janeiro 2002
- Sérgio Guerra  Pernambuco 2002
- Sérgio Zambiasi  Rio Grande do Sul 2002
- Serys Slhessarenko  Mato Grosso 2002
- Tasso Jereissati  Ceará 2002
- Alfredo Nascimento  Amazonas 2006
- Cícero Lucena  Paraíba 2006
- Eliseu Resende  Minas Gerais 2006
- Expedito Júnior  Rondônia 2006
- Fernando Collor  Alagoas 2006
- Francisco Dornelles  Rio de Janeiro 2006
- Inácio Arruda  Ceará 2006
- Jarbas Vasconcelos  Pernambuco 2006
- Jayme Campos  Mato Grosso 2006
- João Durval  Bahia 2006
- João Vicente Claudino  Piauí 2006
- Joaquim Roriz  Distrito Federal 2006
- Kátia Abreu  Tocantins 2006
- Marconi Perillo  Goiás 2006
- Mário Couto  Pará 2006
- Marisa Serrano  Mato Grosso do Sul 2006
- Raimundo Colombo  Santa Catarina 2006
- Renato Casagrande  Espírito Santo 2006
- Rosalba Ciarlini  Rio Grande do Norte 2006
- Aécio Neves  Minas Gerais 2010
- Aloysio Nunes  São Paulo 2010
- Ana Amélia Lemos  Rio Grande do Sul 2010
- Ângela Portela  Roraima 2010
- Armando Monteiro Neto  Pernambuco 2010
- Benedito de Lira  Alagoas 2010
- Blairo Maggi  Mato Grosso 2010
- Ciro Nogueira  Piauí 2010
- Eduardo Amorim  Sergipe 2010
- Eduardo Braga  Amazonas 2010
- Eunício Oliveira  Ceará 2010
- Flexa Ribeiro  Pará 2010
- Gleisi Hoffmann  Paraná 2010
- Humberto Costa  Pernambuco 2010
- Ivo Cassol  Rondônia 2010
- Jorge Viana  Acre 2010
- José Pimentel  Ceará 2010
- Lídice da Mata  Bahia 2010
- Lindberg Farias  Rio de Janeiro 2010
- Luiz Henrique da Silveira  Santa Catarina 2010
- Marinor Brito  Pará 2010
- Marta Suplicy  São Paulo 2010
- Paulo Bauer  Santa Catarina 2010
- Pedro Taques  Mato Grosso 2010
- Randolfe Rodrigues  Amapá 2010
- Ricardo Ferraço  Espírito Santo 2010
- Rodrigo Rollemberg  Distrito Federal 2010
- Sérgio Petecão  Acre 2010
- Vanessa Grazziotin  Amazonas 2010
- Vicentinho Alves  Tocantins 2010
- Vital do Rego Filho  Paraíba 2010
- Waldemir Moka  Mato Grosso do Sul 2010
- Walter Pinheiro  Bahia 2010
- Wellington Dias  Piauí 2010
- Wilson Santiago  Paraíba 2010

Suplentes efetivados[editar | editar código-fonte]

A relação abaixo informa quais suplentes de senador foram efetivados em razão da morte, renúncia ou cassação do titular. Os nomes estão em ordem alfabética e grafados em negrito se os mesmos estiverem em exercício e em itálico se já haviam exercido um mandato efetivo em algum momento. À direita consta qual eleição está relacionada à posse dada a multiplicidade de datas possíveis.

Os senadores Mário Martins e João Abraão foram cassados pelo Ato Institucional Número Cinco e seus substitutos (Danton Jobim e Emival Caiado) foram eleitos em 1970 para um mandato de quatro anos.

Unidade federativa Suplente efetivado Senador titular Referente as eleições de
 Acre Altevir Leal Geraldo Mesquita
José Guiomard
1970
1978
 Acre Aníbal Diniz Tião Viana 2010
 Acre Laélia de Alcântara Adalberto Sena 1974
 Alagoas Afrânio Lages Freitas Cavalcanti 1954
 Alagoas Carlos Lyra Arnon de Melo
Divaldo Suruagy
1978
1986
 Alagoas João Lyra Guilherme Palmeira 1982
 Alagoas João Tenório Teotônio Vilela Filho 2002
 Alagoas Mário Gomes de Barros Rui Palmeira 1962
 Amazonas Álvaro Melo Valdemar Pedrosa 1945
 Amazonas Anísio Jobim Álvaro Maia 1945
 Amazonas Áureo Melo Fábio Lucena 1986
 Amazonas Braga Júnior José Esteves 1970
 Amazonas Desiré Guarani Artur Virgílio Filho 1962
 Amazonas Edmundo Levi Mourão Vieira 1962
 Amazonas Eunice Michiles João Bosco de Lima 1978
 Amazonas Flávio Brito Álvaro Maia 1966
 Amazonas Gilberto Miranda Amazonino Mendes 1990
 Amazonas Jefferson Praia Jefferson Peres 2002
 Amazonas Leopoldo Peres Fábio Lucena 1982
 Amazonas Paulo Coelho Cunha Melo 1954
 Bahia Aloysio de Carvalho Otávio Mangabeira 1958
 Bahia Antônio Carlos Júnior Antônio Carlos Magalhães 1994, 2002
 Bahia Antônio Fernandes Aloysio de Carvalho 1966
 Bahia Luís Viana Neto Luís Viana Filho 1982
 Bahia Neves da Rocha Landulfo Alves 1950
 Bahia Ovídio Teixeira Juracy Magalhães 1954
 Bahia Rodolfo Tourinho Paulo Souto 1998
 Ceará Afonso Sancho Virgílio Távora 1982
 Ceará Antônio Jucá Carlos Jereissati 1962
 Ceará Fausto Cabral Parsifal Barroso 1954
 Ceará Luiz Girão Lúcio Alcântara 1994
 Ceará Uchôa Lima Wilson Gonçalves 1970
 Ceará Valdemar Alcântara Paulo Sarasate 1966
 Distrito Federal Adelmir Santana Paulo Octávio 2002
 Distrito Federal Gim Argello Joaquim Roriz 2006
 Distrito Federal Leonel Paiva Valmir Campelo 1990
 Distrito Federal Lindberg Aziz Cury José Roberto Arruda 1994
 Distrito Federal Pedro Teixeira Maurício Corrêa 1986
 Distrito Federal Ulisses Riedel Lauro Campos 1994
 Distrito Federal Valmir Amaral Luiz Estevão 1998
 Espírito Santo Ana Rita Esgário Renato Casagrande 2006
 Espírito Santo João Batista Mota Paulo Hartung 1998
 Espírito Santo Luís Tinoco Henrique Novaes 1945
 Espírito Santo Ricardo Santos José Inácio Ferreira 1994
 Espírito Santo Silvério del Caro Atílio Vivacqua 1954
 Goiás Costa Pereira Pedro Ludovico 1945
 Goiás Cyro Miranda Marconi Perillo 2006
 Goiás Jacques Silva Iram Saraiva 1986
 Goiás Leoni Mendonça Emival Caiado 1970
 Goiás Wilder Pedro Demóstenes Torres 2010
 Guanabara Hugo Ramos Danton Jobim 1974
 Maranhão Américo de Souza José Sarney 1978
 Maranhão Antônio Carvalho Guimarães Clodomir Cardoso 1945
 Maranhão Belo Parga Américo de Souza
Alexandre Costa
1978
1994
 Maranhão Luís Fernando Freire Henrique de La Rocque 1974
 Maranhão Magno Bacelar Edison Lobão 1986
 Maranhão Mauro Fecury Roseana Sarney 2002
 Mato Grosso Gilberto Goellner Jonas Pinheiro 2002
 Mato Grosso Italívio Coelho Filinto Müller 1970
 Mato Grosso Lopes da Costa Correia da Costa 1958
 Mato Grosso do Sul Antônio Russo Marisa Serrano 2006
 Mato Grosso do Sul José Fragelli Pedro Pedrossian 1978
 Mato Grosso do Sul Mendes Canale Marcelo Miranda 1982
 Mato Grosso do Sul Valter Pereira Ramez Tebet 2002
 Minas Gerais Aelton Freitas José Alencar 1998
 Minas Gerais Alfredo Campos Tancredo Neves 1978
 Minas Gerais Clésio Andrade Eliseu Resende 2006
 Minas Gerais Edgar da Mata Machado Itamar Franco 1982
 Minas Gerais José Augusto Milton Campos 1966
 Minas Gerais Lima Guimarães Lúcio Bittencourt 1954
 Minas Gerais Nestor Massena Fernando de Melo Viana 1945
 Minas Gerais Nogueira da Gama Lima Guimarães 1954
 Minas Gerais Péricles Pinto Artur Bernardes Filho 1950
 Minas Gerais Zezé Perrella Itamar Franco 2010
 Pará Fernando Ribeiro Jader Barbalho 1994
 Pará Flexa Ribeiro Duciomar Costa 2002
 Pará João Menezes Hélio Gueiros 1982
 Pará José Nery Ana Júlia Carepa 2002
 Pará Juvêncio Dias Coutinho Jorge 1990
 Paraíba Epitácio Pessoa Adalberto Ribeiro 1945
 Paraíba Ivandro Cunha Lima Rui Carneiro 1974
 Paraíba Maurício Leite Milton Cabral 1978
 Paraíba Ney Suassuna Antônio Mariz 1990
 Paraíba Roberto Cavalcanti José Maranhão 2002
 Paraíba Wellington Roberto Humberto Lucena 1994
 Paraná Alô Guimarães Moisés Lupion 1954
 Paraná Enéas Faria José Richa 1978
 Paraná Gaspar Veloso Alô Guimarães 1954
 Paraná Leite Chaves Álvaro Dias 1982
 Paraná Melo Braga Amaury Silva 1962
 Paraná Nelson Maculan Sousa Naves 1958
 Paraná Nivaldo Krüger Roberto Requião 1994
 Pernambuco Cid Sampaio Nilo Coelho 1978
 Pernambuco Djair Brindeiro Etelvino Lins 1945
 Pernambuco Joel de Holanda Marco Maciel 1990
 Pernambuco Murilo Paraíso Paulo Guerra 1970
 Pernambuco Ney Maranhão Antônio Farias 1986
 Piauí Alberto Silva Dirceu Arcoverde 1978
 Piauí Benício Sampaio Hugo Napoleão 1994
 Piauí Bernardino Viana Petrônio Portela 1974
 Piauí Valdemar Santos Arêa Leão 1950
 Rio de Janeiro Abdias do Nascimento Darcy Ribeiro 1990
 Rio de Janeiro Arlindo Rodrigues Tarcísio Miranda 1954
 Rio de Janeiro Geraldo Cândido Benedita da Silva 1994
 Rio de Janeiro Hydekel de Freitas Afonso Arinos 1986
 Rio de Janeiro Jamil Haddad Saturnino Braga 1982
 Rio de Janeiro Moreira Bastos Sá Tinoco 1950
 Rio de Janeiro Regis Fichtner Sérgio Cabral Filho 2002
 Rio Grande do Norte Dario Pereira José Agripino Maia 1986
 Rio Grande do Norte Fernando Bezerra Garibaldi Alves Filho 1990
 Rio Grande do Norte Garibaldi Alves Rosalba Ciarlini 2006
 Rio Grande do Norte Kerginaldo Cavalcanti João Câmara 1947
 Rio Grande do Norte Martins Filho Jessé Freire 1978
 Rio Grande do Norte Moacir Duarte Dinarte Mariz 1978
 Rio Grande do Norte Sérgio Marinho Georgino Avelino 1954
 Rio Grande do Sul Alfredo Simch Ernesto Dorneles 1945
 Rio Grande do Sul Camilo Mércio Getúlio Vargas 1945
 Rio Grande do Sul Mem de Sá Armando Câmara 1954
 Rio Grande do Sul Primio Beck Alberto Pasqualini 1950
 Rondônia Amir Lando Olavo Pires 1986
 Rondônia Moreira Mendes José Bianco 1994
 Roraima João França Alves Hélio Campos 1990
 Santa Catarina Benjamin Gallotti Nereu Ramos 1954
 Santa Catarina Casildo Maldaner Raimundo Colombo 2006
 Santa Catarina Geraldo Althoff Vilson Kleinübing 1994
 Santa Catarina Neuto de Conto Leonel Pavan 2002
 São Paulo Eva Blay Fernando Henrique Cardoso 1986
 São Paulo Fernando Henrique Cardoso Franco Montoro 1978
 São Paulo Lineu Prestes César Vergueiro 1950
 São Paulo Otto Lehmann Orlando Zancaner 1970
 São Paulo Rodolfo Miranda Roberto Simonsen 1947
 Sergipe Jorge Maynard Maynard Gomes 1962
 Sergipe José Alves Albano Franco 1990
 Tocantins Ataídes Oliveira João Ribeiro 2010

Posse por decisão judicial[editar | editar código-fonte]

Relacionamos a seguir quais senadores foram empossados mediante decisão judicial. Os nomes estão dispostos em ordem alfabética segundo o respectivo estado ou Distrito Federal e grafados em negrito se os mesmos estiverem no exercício do mandato. A investidura de senadores a partir do final de 2011 é resultado da decisão do Supremo Tribunal Federal a respeito da Lei da Ficha Limpa que, segundo o colegiado, só terá vigência a partir de 2012.

Unidade federativa Senador empossado Data da posse Senador cassado
 Amapá Gilvam Borges 15/12/2005
Referente a 2002
João Capiberibe
 Amapá João Capiberibe 29/11/2011
Referente a 2010
Gilvam Borges
 Pará Jader Barbalho 28/12/2011
Referente a 2010
Marinor Brito
 Paraíba Cássio Cunha Lima 08/11/2011
Referente a 2010
Wilson Santiago
 Rondônia Acir Gurgacz 05/11/2009
Referente a 2006
Expedito Júnior

Mandatos transitórios[editar | editar código-fonte]

Nesta relação constam os suplentes convocados para o exercício do mandato por afastamento do titular para exercer os cargos de ministro de estado, governador de território federal, secretário de estado, do Distrito Federal, de território federal e de prefeitura de capital.[10] Os nomes estão dispostos em ordem alfabética segundo a respectiva unidade federativa e grafados: em negrito se os mesmos estiverem no exercício do mandato ou em itálico se os suplentes chegaram a exercer um mandato efetivo em outra ocasião.

Por questão de praticidade não incluímos na lista suplentes convocados para ocupar vagas mediante licença do titular para tratamento de saúde ou para resolver assunto de natureza particular.

Unidade federativa Suplente empossado Período do mandato Senador efetivo
 Acre Sibá Machado 2003 a 2008
Referente a 2002
Marina Silva
 Alagoas Djalma Falcão 1998 a 1999
Referente a 1994
Renan Calheiros
 Amazonas João Pedro Costa 2007 a 2011
Referente a 2006
Alfredo Nascimento
 Bahia Djalma Bessa 1998 a 2001
Referente a 1994
Waldeck Ornelas
 Ceará Almir Pinto 1979 a 1985
Referente a 1978
César Cals
 Ceará Reginaldo Duarte 1994 a 1995
2004 a 2006
Referente a 1990 e 1998
Beni Veras
Luiz Pontes
 Distrito Federal Eurípedes Camargo 2003 a 2004
Referente a 2002
Cristovam Buarque
 Espírito Santo Jonice Tristão 1994 a 1995
1999
Referente a 1990
Élcio Álvares
 Goiás Otoniel Machado 1997 a 1998
Referente a 1994
Iris Rezende
 Maranhão Edison Lobão Filho 2008 a 2010
Desde 2011
Referente a 2002 e 2010
Edison Lobão
 Mato Grosso do Sul Pedro Ubirajara 2001
Referente a 1994
Ramez Tebet
 Minas Gerais Morvan Acaiaba 1984 a 1985
Referente a 1978
Murilo Badaró
 Minas Gerais Regina Assunção 1996 a 1998
Referente a 1994
Arlindo Porto
 Minas Gerais Wellington Salgado 2005 a 2010
Referente a 2002
Hélio Costa
 Paraíba Robinson Viana 2001 a 2002
Referente a 1998
Ney Suassuna
 Paraná Otávio Cesário Júnior 1974 a 1975
Referente a 1966
Ney Braga
 Paraná Roberto Wypych 1985 a 1986
Referente a 1978
Afonso Camargo
 Paraná Sérgio de Souza Desde 2011
Referente a 2010
Gleisi Hoffmann
 Pernambuco Antônio Baltar 1960 a 1961
Referente a 1958
Barros Carvalho
 Pernambuco Nivaldo Machado 1985 a 1987
Referente a 1982
Marco Maciel
 Piauí Álvaro Pacheco 1987 a 1989
1992 a 1993
Referente a 1986
Hugo Napoleão
 Piauí Eloi Portela 1998 a 1999
Referente a 1994
Freitas Neto
 Rio de Janeiro Eduardo Lopes Desde 2012
Referente a 2010
Marcelo Crivella
 Rio de Janeiro Paulo Duque 2007 a 2010
Referente a 2002
Regis Fichtner
 Rio Grande do Norte Agnelo Alves 1999 a 2001
Referente a 1998
Fernando Bezerra
 Rio Grande do Norte Paulo Davim Desde 2011
Referente a 2010
Garibaldi Alves Filho
 Rio Grande do Sul Alberto Hoffmann 1990 a 1991
Referente a 1982
Carlos Chiarelli
 Rio Grande do Sul Alcides Saldanha 1985 a 1986
Referente a 1978
Pedro Simon
 Rondônia Alcides Paio 1985 a 1986
Referente a 1982
Claudionor Roriz
 Rondônia Chico Sartori 2004 a 2005
Referente a 1998
Amir Lando
 Roraima Wirlande da Luz 2005
Referente a 2002
Romero Jucá
 Santa Catarina Ivan Bonato 1986 a 1987
Referente a 1982
Jorge Bornhausen
 São Paulo Antonio Carlos Rodrigues Desde 2012
Referente a 2010
Marta Suplicy
 São Paulo João Vaccari Neto 2011
Referente a 2002
Aloizio Mercadante
 São Paulo Pedro Piva 1995 a 1996
1998 a 2002
Referente a 1994
José Serra

Senadores não homologados[editar | editar código-fonte]

Entre 1966 e 1986 a legislação brasileira adotou a sublegenda, instrumento casuístico segundo o qual seria eleito senador não o candidato mais votado individualmente e sim aquele cujo partido obtivesse a maior soma de votos. Por conta dessa regra a composição das bancadas estaduais sofreram alterações.

Unidade federativa Candidato mais votado Contexto político Senador eleito
 Acre Jorge Kalume Derrotado na eleição para senador em 1986, foi eleito prefeito de Rio Branco em 1988. Aluizio Bezerra
 Alagoas José de Moura Rocha Derrotado na eleição para senador em 1978 não disputou novos pleitos. Luís Cavalcante
 Amazonas Fábio Lucena Derrotado na eleição para senador em 1978 conseguiu vencer em 1982. João Bosco de Lima
 Espírito Santo Camilo Cola Derrotado na eleição para senador em 1982, foi suplente de João Calmon em 1986. José Ignácio Ferreira
 Espírito Santo Theodorico Ferraço Derrotado na eleição para senador em 1986, foi eleito prefeito de Cachoeiro de Itapemirim em 1988. João Calmon
 Mato Grosso Raimundo Pombo Derrotado na eleição para senador em 1978 e para governador em 1982. Vicente Vuolo
 Mato Grosso do Sul Pedro Pedrossian Derrotado na eleição para senador em 1986 elegeu-se governador em 1990. Saldanha Derzi
 Pará Jarbas Passarinho Derrotado na eleição para senador em 1982, conseguiu vencer em 1986. Hélio Gueiros
 Paraíba Ivan Bichara Derrotado na eleição para senador em 1978 abandonou a vida política. Humberto Lucena
 Paraná Túlio Vargas Derrotado na eleição para senador em 1978 abandonou a vida política. José Richa
 Pernambuco Jarbas Vasconcelos Derrotado em 1978, foi eleito deputado federal em 1982. Nilo Coelho
 Piauí Chagas Rodrigues Derrotado na eleição para senador em 1982, conseguiu vencer em 1986. João Lobo
 Rio Grande do Sul Nelson Marchezan Derrotado na eleição para senador em 1986 e para governador em 1990. José Paulo Bisol
 Rondônia Chiquilito Erse Derrotado na eleição para senador em 1986, foi eleito prefeito de Porto Velho em 1988. Ronaldo Aragão

Referências

  1. Neste grupo incluimos os eleitos indiretamente pelas Assembleias Legislativas para exercer o mandato na legislatura anterior ao Estado Novo e os senadores biônicos escolhidos em 1978 segundo as regras do Pacote de Abril outorgado por Ernesto Geisel no ano anterior.
  2. Art. 54, 55 e 56 §§ 1º e 2º da Constituição.
  3. Art. 56 – I e II da Constituição.
  4. O mandato de menor duração deve coincidir com o dos demais senadores respeitada a ordem de votação.
  5. Mesmo com a eleição três senadores por unidade federativa como o Distrito Federal, Amapá, Rondônia, Roraima e Tocantins ao longo dos anos 1980.
  6. Determinada pelo Art. 8º da Lei Complementar 20 de 1º de julho de 1974.
  7. Conforme o Art. 35 da Lei Complementar 31 de 11 de outubro de 1977.
  8. A vaga de Mendes Canale foi preenchida após a eleição de Vicente Vuolo para um mandato de quatro anos.
  9. Aderbal Jurema, Afonso Camargo, Alexandre Costa, Amaral Furlan, Amaral Peixoto, Arnon de Melo, Benedito Ferreira, César Cals, Dinarte Mariz, Gabriel Hermes, Gastão Müller, Helvídio Nunes, João Calmon, José Guiomard, Jutahy Magalhães, Lenoir Vargas, Lourival Batista, Milton Cabral, Murilo Badaró, Raimundo Parente, Saldanha Derzi, Tarso Dutra.
  10. Conforme o Art. 56 – I da Constituição.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]