Personagens de Xenogears

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esta lista contém os personagens do jogo de PlayStation Xenogears.

Personagens jogáveis[editar | editar código-fonte]

Fei Fong Wong[editar | editar código-fonte]

Fei Fong Wong (ウォン・フェイフォン, Won Fei Fon?) é o protagonista do jogo. Seu nome é baseado no lendário Wong Fei Hung. Fei viveu no vilarejo de Lahan pelos últimos três anos e não tem memórias anteriores a tal ponto. Após ser responsável pela destruição de Lahan, Fei se une a Citan Uzuki e outros aliados para descobrir o que se encontra por trás de Solaris e Deus. Fei sofre de perda de memória e é inconscientemente Id, um poderoso indivíduo que é produto da dor e angústia de Fei. Conhecido como -Contact-, ele é uma das reencarnações de Abel, o único sobrevivente da destruição de Eldridge. Fei luta de mãos nuas, e suas técnicas especiais são chamadas de "Chi".

Elly Van Houten[editar | editar código-fonte]

Elhaym Van Houten (エレハイム・ヴァン・ホーテン, Erehaimu Van Hōten?), também conhecida como Elly (エリィ, Erii?), é uma jovem e talentosa oficial de Gebler que conhece Fei em uma floresta próxima ao vilarejo de Lahan. Elly liderava uma operação militar com o objetivo de roubar um gear experimental e secreto de Kislev, mas foi obrigada a aterrisar em Lahan, e foi parcialmente responsável pela destruição do vilarejo. Seu encontro com Fei muda sua vida para sempre. Elly é otimista e busca ajudar Fei, mas não pode deixar a vida militar. Elly é uma lutadora competente com cajados, mas também possui poderosos Ethers elementais. Conhecida como -Antitype-, ela já reencarnou diversas vezes juntamente com Fei.

Citan[editar | editar código-fonte]

Citan é um dos melhores amigos de Fei desde que Fei chegou à vila de Lahan, Citan era o médico da vila, chegando na mesma época em que Fei foi deixado em Lahan. Como é revelado mais adiante no jogo, Citan foi um dos Elements originais, sendo o elemento da água, junto com Sigurd, Ramsus e Miang. Ele era um cidadão de terceira classe em Solaris, por isso que mesmo sendo solariano ele não é loiro nem nada. Quando uma praga matou uma boa parte da população de terceira classe, incluindo os oito irmãos de Citan, ele começou a chamar atenção por causa de sua inteligência, ponderando o que havia acontecido e suas causas, por isso ele foi chamado pelo governo de Solaris e ingressou no seu militar. Foi lá em Solaris que ele conheceu Jesiah e Sigurd e com sua inteligência subiu rapidamente na hierarquia e quando Jesiah formou os Elements ele e Sigurd se tornaram, respectivamente, o elemento da água e do fogo.

Quando Jesiah deixou Solaris, Ramsus tomou o controle sobre os Elements, após algum tempo, Sigurd deixou Solaris e Citan se tornou o anjo da guarda pessoal de Cain e foi mandado a várias missões, em uma delas, uma missão de invasão à Shevat, Citan entrou escondido na cidade de Aphel Aura e se estabeleceu lá, fornecendo informações à Solaris por meio de sua ligação telepática com Cain. Até que um dia que alguém começou a desconfiar de sua verdadeira identidade e foi desafiado pela melhor espadachim de Shevat, a espadachim era Yui. Os dois lutaram muito e finalmente Citan caiu derrotado, mas Yui ficou com pena de Citan e cuidou de suas feridas. Logo após se recuperar, Citan foi enviado em outra missão, em Lahan, e levou com ele sua família. Mas uma coisa que Midori não sabe é que Citan (ou Hyuga) é na verdade eterno, a idade verdadeira dele é de 10000 anos, porque ele é um dos humanos criados por Deus para vigiar o -Contact-, mas aconteceu algo que o próprio Deus não esperava, este anjo da guarda criou uma afeição pelo -Contact- e começou a proteger ele, até que um dia o -Contact- e a -Mother- foram mortos por Cain e seus lacaios, desde então o anjo da guarda jurou a ele mesmo que nunca mais iria se render aos seus sentimentos outra vez e que também iria cuidar do -Contact- cada vez que ele renascesse, mas ele falhou nada mais que três vezes, mas dessa vez ele jurou que iria fazer o possível para acabar com o ciclo de morte entra a -Mother- e o -Contact-.

Deus se sentiu traído por ele, porque a missão dele era ser o anjo da guarda de Cain e informar Deus de todas as ações do -Contact-, mas ele não cumpriu a sua missão, ele traiu Deus e, quando o -Contact- morreu ele tentou se matar, mas não conseguiu, ele falhou em morrer como ele mesmo diz, e foi condenado a viver sempre aos 29 anos vendo as pessoas das quais ele gosta morrerem, como Zillah, sua primeira esposa e pelas três vezes em que falhou ao salvar o -Contact. Ele já teve vários nomes, mas seu nome dado por Deus era Raphael, mas ele já passou por mais nomes, como Samael, durante a rebelião de Nisan, Hyuga durante os seus tempos como Element da Água e agora Citan.

Bart[editar | editar código-fonte]

Bart é o líder dos piratas do deserto e o capitão da Yggdrasil, uma Sand Cruiser, que permite a eles se locomoverem na areia sem serem notados por suas vítimas. A Yggdrasil tem um poder de fogo alto, mas os tutores de Bart, Maison e Sigurd, ficam extremamente apreensivos quando Bart resolve usar as armas do Sand Cruiser devido à sua natureza impulsiva. Bart conhece Fei devido a um destes impulsos quando vê o Weltall sendo carregado em cima de uma transporte de Aveh. Depois da luta entre os dois (que aconteceu por culpa de Bart), Bart revela-se o herdeiro do trono de Aveh e que ele e sua prima Margie são os últimos sobreviventes da família real, pois quase toda a sua família foi morta quando Shakkan derrubou o rei Edbart IV e matou quase toda a família real, porque Sigurd salvou Bart e Margie antes da execução. Bart então convence Fei a ajudá-lo na libertação de Margie das mãos do terrível ditador Shakkan. Como Bart foi criado sem amigos, Fei logo se tornou o melhor amigo dele e Bart sempre está lá para ajudar Fei quando ele precisa. Mais para frente no jogo, Bart finalmente consegue libertar Aveh do domínio de Shakkan, mas para a surpresa de muitos, institui uma república em Aveh e também eleições para presidente.

Rico[editar | editar código-fonte]

Rico é um presidiário em Kislev, lá ele é conhecido como o "Battling Champ", ou só "Champ" isso porque ele é o campeão do torneio entre gears de Kislev. Ele já ganhou o prêmio várias vezes, e como sendo campeão ele pode sair do bloco D (o bloco onde ficam os presidiários de Nortune) ele surpreendeu a todos quando ele não quis sair do bloco e permaneceu em Kislev. Ele e seu grupo controlam o bloco D, ele tem até sua própria casa no bloco, ele e seu grupo conhecem Fei quando vão fazer o "batizado" dele, Fei consegue derrotar os membros do grupo de Rico mas perde (e feio) para Rico. Fei então entra no torneio de gears, mas o gear de Fei (Weltall) é sabotado pela gangue de Rico, o que faz com que Fei fique desacordado por dias.

Enquanto isso, as pessoas do grupo de Rico começam a ser assassinadas nos esgotos, Rico acha então que o culpado pelos assassinatos é Fei, pois estaria fazendo isso por vingança. Rico então fala com Fei sobre isso e ele e Citan se juntam a ele para solucionar o caso, eles então acham nos esgotos o monstro que estava causando os assassinatos (será mesmo?), era um Wel/Reaper chamado Redrum (já vi essa palavra em algum lugar). Mas na luta contra Redrum Rico tem seu braço machucado e no torneio de gears perde para Fei na final. Após a final, Rico ataca o Kaiser de Kislev, Sigmund, mas falha e é condenado à morte na arena. Fei quando descobre isso arma um plano, junto com Citan é claro, para recuperar Weltall e salvar Rico de uma vez só. Após salvar Rico, as forças de Gebler ataca Nortune com o objetivo de explodir o reator nuclear localizado na cidade, matando toda a população, Fei parte para cima das forças de Gebler sozinho, Rico, vendo que os cidadãos de Nortune realmente precisam ser salvas e que ele se importa com elas, ele vai à ajuda de Fei, os dois então derrotam as forças inimigas e salvam a cidade, mas Rico ainda é foragido e Citan, Fei, Rico e Elly (que se junta ao grupo após Fei convencê-la a ir junto com ele) partem para a -Goliath Factory.

Rico é na verdade filho do Kaiser, ou seja, ele é o herdeiro do trono. Isso não é apontado diretamente durante o jogo, mas existem várias pistas sobre isso, como por exemplo, o fato da porta que só Sigmund e sua esposa podem entrara no quarto porque a porta só abre para quem tem os genes deles, então um filho poderia entrar também. Ou na parte dos flashbacks de Rico que sua mãe diz a ele que seu pai é um homem muito importante, mas o fato mais importante é quando Hammer é derrotado ele diz a Rico que ele sabia que Rico era o herdeiro ao trono. É uma pena que os criadores de Xenogears não terminaram as histórias de certos personagens, como Rico por causa da data de entrega estabelecida pela Square, o que impediu os criadores de terminar o desenvolvimento de alguns personagens.

Billy[editar | editar código-fonte]

Billy é um jovem Etone (um sacerdote do Ethos que é encarregado de acabar com os Wels/Reapers que aparecem com muita freqüência em Aquvy) e cuida de um orfanato junto com sua irmã mais nova, Primera. Billy perdeu a mãe quando era apenas uma criança, quando seu pai estava em alguma missão. Milagrosamente, os irmãos foram salvos por Stone, um bispo do Ethos. Stone os acolheu no Ethos e os salvou da pobreza, além de ensinar a Billy os princípios do Ethos, o que motivou Billy a se tornar um Etone, para se vingar dos assassinos da sua mãe. Tempos depois, o pai de Billy, Jesiah reaparece do mesmo jeito que sumiu e tenta uma reaproximação. Primera logo reconhece Jesiah como seu pai, mas Billy, influenciado por Stone o renega, embora o "ature" para o bem de Primera. Após conhecer Fei, Billy descobre todo o propósito do Ethos e também a verdade sobre a morte da mãe, que foi morta para atingir Jesiah, e pior, que mandou matá-la foi Stone, conhecido em Solaris como Stein. Na luta que se seguiu contra Stone, Jesiah ajudou Billy com seu gear Buntline a derrubar a defesa de Ether em volta de Alkanshel (que Stein estava pilotando) e assim os dois fizeram as pazes e Billy finalmente reconheceu Jesiah como seu pai. Depois, sem rumo, Billy se junta a Fei e aos outros na missão de chegar até Shevat e salvar o mundo das garras de Solaris e Deus.

Chu-Chu[editar | editar código-fonte]

Antes vista por Bart como um animal de pelúcia, Chu-Chu (チュチュ?) estava ao lado de Marguerite ddurante seu aprisionamento no castelo Fátima. A raça de Chu-Chu vivia em florestas, mas devido aos avanços de Solaris, foi quase extinta. Chu-Chu pode crescer em tamanho, curar outros gears e não precisa de combustível para lutar. Ela se apaixona por Fei, mas ninguém presta atenção nisso e tal fato surpreende Fei à primeira vista.

Chu-Chu antes de conhecer Fei residia em Shevat, mas foi levado de la por wiseman, que removeu seu limitador (material imposto por solaris nos cordeiros -Lambs- para restringir sua força máxima, tanto física quanto psicológica) fazendo-o ser capaz se liberar sua verdadeira forma ficando gigante.

Maria[editar | editar código-fonte]

Maria vive em Shevat e tem a função de proteger a cidade de invasores, com ajuda de seu Gear, Seibzhen. Maria é neta de um dos Sages de Shevat, Balthasar e filha do grande cientista Nikolai, que foi quem projetou seu Gear Seibzhen. Seibzhen não é como os outros Gears por que ele não necessita de um piloto, ele é a junção perfeita entre homem e máquina, e a razão de ele obedecer à Maria é pelo fato de ele ter as células dela implantadas em Seibzhen. Maria perdeu seu pai quando os dois forma seqüestrados por Solaris para que Nikolai fosse forçado a trabalhar em um projeto do Gear perfeito, o fruto desse projeto foi Seibzhen, o primeiro de vários, mas Balthasar foi à Solaris resgatar Maria e seu pai, mas só conseguiu salvar ela e Seibzhen, deixando Nikolai para trás. Nikolai então sofreu lavagem cerebral e continuou a projetar mais Gears para Krelian. No final, ele projetou o Achtzen, semelhante ao Seibzhen. Krelian, vendo que Nikolai não seria mais útil, se livrou dele forçando-o a inserir a mente de Nikolai em Achtzen e depois matando seu corpo. Solaris então ataca Shevat usando Achtzen e Maria é forçada a confrontar o próprio pai junto com Chu-Chu. No final da batalha, Achtzen, ou melhor, Nikolai, recupera o controle de seus atos e força Maria a usar o poderoso Graviton Cannon contra ele. Maria então fica ainda mais decidida a acabar com Solaris e se junta a Fei em sua busca.

Emeralda Kasim[editar | editar código-fonte]

Emeralda Kasim (エメラダ・カーシム, Emerada Kāshimu?) é uma colônia de nanomáquinas criada para auxiliar a raça humana. Kim Kasim (uma das encarnações de Fei) criou Emeralda durante a era de Zeboim após analisar o padrão genético de Elly. Nesta época, Miang manipulava o governo, e queria acabar com a raça humana através de uma guerra nuclear. No presente, Emeralda é revivida em um local arqueológico e usada por Krelian para aperfeiçoar suas tecnologias com nanomáquinas. Ela é utilizada para proteger um portal de Solaris, mas se une a Fei logo depois. O corpo artificial de Emeralda e seus Ethers elementais a permitem lutar ao lado do grupo. Ela não usa armas, mas pode transformar seus membros e cabelo em armas variadas.

Antagonistas[editar | editar código-fonte]

Krelian[editar | editar código-fonte]

Krelian é o vilão de Xenogears, é ele que manipula a todos em sua obsessão por ressucitar Deus. À primeira vista, Krelian não parece mais do que um mero ajudante dos Gazel, mas na verdade ele os está manipulando, tanto é que, depois de eles usarem a -Gaetia Key- ele os apaga dos computadores de SOL9000 sem nenhum remorso. Mas ele não é um homem ruim, na verdade ele já lutou ao lado dos grandes heróis do mundo e até contra Solaris. Ele nasceu no extinto país de Nimrod, que se localizava mais ou menos no litoral oeste de Ignas e que se estendia até Nisan, Krelian era o que poderíamos chamar de rebelde, ele era muito violento e não ligava muito para o conhecimento, ele era assim até conhecer Sophia, uma linda menina um pouco mais nova do que ele. Krelian se apaixonou perdidamente por Sophia, embora não admitisse isso para ninguém, nem para Lacan, seu melhor amigo, que por acaso também era apaixonado por Sophia. Quando Sophia se mudou para Nisan, Krelian e Lacan foram juntos com ela e lá se estabeleceram, Lacan se tornou um artista e fundou um ateliê e Krelian conheceu um dos sábios de Shevat, Taura Melchior e com incentivo de Sophia comecóu a ler e se tornou discípulo de Taura. Com Taura aprendeu tudo sobre nanotecnologia, conhecimento que todos julgavam perdido, foi além: aperfeiçoou a técnica.

Durante a guerra contra Solaris, Krelian se viu obrigado a deixar de lado seus estudos e pesquisas para lutar ao lado de Sophia e dos outros rebeldes, mas é claro que ele faria tudo apenas para estar do lado de Sophia, além de ter aprendido tudo sobre os feitos de Solaris com seu convívio com Taura. No fim da guerra, após a morte de Sophia e da derrota para Solaris, Krelian começou a se perguntar onde estava Deus e se ele realmente existisse, por que ele havia deixado tantas pessoas morrerem e também por que Sophia teve que se sacrificar desse jeito para salvar alguns desconhecidos e finalmente, por que Sophia se sacrificou e Krelian continuou vivo, no meio dessas perguntas, Krelian, tomado pelo ódio a Solaris e por Shevat, resolveu então reviver Deus e se o mesmo não existisse, jurou construir um com suas próprias mãos. Assim ele começou a estudar nanotecnologia ferrenhamente e assim procurar um modo de Deus retornar à vida.

Alguns anos depois, Lacan, agora Grahf, acorda os Pilares de Deus e estes trazem destruição em massa ao mundo, Grahf mata quatro Gazel e destrói o corpo dos outros, por isso, Cain chama a Krelian para que ele use seus conhecimentos para ajudá-los que em troca Solaris o iria ajudar em seus propósitos, Krelian então se junta a Solaris e lá começa a fazer experimentos com nanotecnologia, primeiro garantindo a ele e à Zephyr e os sábios de Shevat imortalidade e depois fazendo testes genéticos com pessoas da superfície.

Anos se passam e Krelian vai se tornando lentamente o poder por trás de Shevat, tendo influência (mesmo que o povo de Solaris ainda acredite que quem manda lá é Cain) em todas as coisas que ocorrem lá. Krelian então descobre que, para poder reviver Deus, ele precisará do -Contact- e do -Anti-Type-, mas descobre também que os dois estava mortos e não se sabia quando eles iria reaparecer, portanto ele decide fazer um com as células de Cain (que são idênticas às de Abel). Assim ele cria Ramsus, o -Contact- artificial, mas que ao Krelian descobrir do nascimento do novo -Contact- o descarta. No final dos eventos de Xenogears, Krelian se confessa arrependido do que ele fez a todas as pessoas, mas diz que seus propósitos eram maiores e mesmo ouvindo os apelos de Elly para que ele voltasse com eles, Krelian diz que "cometeu muitos pecados, e por isso nunca poderei ser perdoado pelas pessoas, o único que pode me perdoar é Deus e por isso eu vou andar ao Seu lado por toda a eternidade".

Miang[editar | editar código-fonte]

Logo após a queda da Eldridge, com o fim de suas forças Deus criou Miang para que ela começasse a povoar o mundo com humanos para que um dia estes se reproduzissem e chegassem a um número considerável para serem reabsorvidos por Deus, mas não só isso, Miang também deveria controlar os humanos para que nenhum se rebelasse contra Deus, por isso, foi inserido nos genes dela o Urobolus, que garantia a ela vida eterna, mesmo que se corpo morresse ela poderia ainda tomar posse de outro de forma aleatória, desde que feminino é claro. Miang então deu à luz 13 crianças que, como ela também tinham o Urobolus e poderiam viver para sempre, mas é bom lembrar que este fator Urobolus os impede de cometer suicídio, sendo que apenas eles, os 13, tinham poder de matar a eles mesmos. Depois do nascimento dos 13, com a energia esgotada, o corpo original de Miang morreu e não se sabe em que corpo ela apareceu depois.

Miang então só chama atenção 6000 anos depois, em Zeboim, como mulher do primeiro ministro de Aquavy, manipulando e fomentando a guerra entre os dois continentes até a destruição dos dois (sim, Zeboim foi para o fundo do mar e Ignas virou um deserto) ela continuou manipulado, mas o fim que Miang teve nesta época é desconhecido. Aproximadamente 500 anos antes de Xenogears começar, Miang está em Solaris junto com os Gazel e Cain, controlando os escravos retirados da superfície e fazendo lavagem cerebral neles. Durante a guerra de Solaris contra Nisan, ela foi entregue a Shevat em troca de Sophia, mas logo depois foi liberta da prisão por Lacan, que estava à procura do Zohar, que apenas ela e os 13 primeiros sabiam onde estava. Depois que Lacan se tornou Grahf, ela ajudou-o a despertar os Pilares em Mahanon e continuou a colaborar com ele e Solaris até ela tomar o corpo de Karen (não sei se por sorte) que era a mãe de Fei e começou a levá-lo para Krelian para ele fazer seus testes para confirmar se ele era mesmo o -Contact-.

Algum tempo depois, o pai de Fei, Kahn, percebeu algo de errado com Karen, mas já era tarde demais, Grahf já tinha localizado Fei e estava prestes a levá-lo quando o poder de Fei se materializou na forma de uma esfera de Ether que atacou a todos e ia atingir Fei também, mas milagrosamente Karen se livrou do controle de Miang e se jogou na frente de Fei, morrendo logo em seguida. Miang então se torna um membro dos Elements (bem rápido mesmo) ao lado de Ramsus, Sigurd, Hyuga e tendo Jesiah como chefe (ela estava lá para vigiar o -Contact- original e as ações de Jessie). Logo que Jessie fugiu de Solaris, logo seguido de Sigurd, Ramsus se tornou chefe dos Elements e Hyuga se tornou o anjo guardião de Cain, Miang se tornou o braço direito de Ramsus, também sua amante e o manipulava, principalmente depois dos eventos ocorridos em Elru, para que ele servisse aos propósitos de Solaris. Ela o continuou manipulando até que em Mahanon Ramsus a mata e ela então transmigra para o corpo de Elly (o que não foi aleatório) e as duas juntas se tornam a -Mother- e despertam Deus de seu sono milenar. Depois da destruição de Deus a existência de Miang deixa de existir (pelo menos a parte ruim) e o mundo se vê livre das manipulações desta que foi o carrasco de tantas pessoas.

Ramsus[editar | editar código-fonte]

Ramsus é um dos homens mais poderosos da Gebler e comandante dos Elements, embora não pareça no começo, ele lutou contra todas as chances para se tornar o que ele é hoje, ele foi criado por Krelian como um -Contact- artificial e foi, antes de nascer, descartado por causa do nascimento de Fei. Sendo constantemente tratado pelos Gazel e por Krelian como "lixo" ele tem um grande ódio por Fei, mas que este ignora a razão. Depois de ser descartado por Krelian, Ramsus trabalhou muito para conseguir de juntar a Gebler, um dos motivos foi o seu poder, que é equivalente ao de Cain, ainda jovem, ele se tornou líder dos Elements, devido, principalmente às suas promessas de mudar o sistema estabelecido no exército de Solaris, assim, pôs seus subordinado em lugares estratégicos do governo, mas o Element Sigurd decidiu voltar para a superfície por estar farto das promessas não cumpridas por Ramsus (e também para ajudar Bart). O evento o deixou bastante transtornado. Meses mais tarde, um país chamado Elru se rebela contra o domínio de Solaris e Gebler, juntamente com Grahf e a arma principal de Solaris, são mandados para lá para dizimar a todos, na luta, a arma principal de Solaris de revela, Id, que destrói todo exército de Elru, mata a todos, destrói também o exército de Solaris que fora mandado para lá, além de humilhar Ramsus novamente.

Por causa disso, Ramsus perde o controle emocional enquanto o jogo progride, este evento trás de volta as lembranças de Ramsus no tubo onde ele estava sendo criado. Ramsus finalmente enlouquece totalmente em Mahanon, atacando Krelian e Miang, sendo, mais uma vez, vítima dos planos e outra pessoa. Quando as Anima Relics são reabsorvidas por Deus, Ramsus começa a andar pelo mundo, até que ele chega a Shevat (agora no chão) e percebe que os seus Elements é que são os seus verdadeiros amigos e recupera o seu equilíbrio mental e some (aqui é a parte onde ele deveria se juntar ao seu grupo, mas não acontece, que pena).

No final, Krelian, seu criador, pede perdão a Ramsus, embora ele não esteja ali para escutá-lo Krelian vai encontrar Deus, mas o paradeiro de Ramsus no final do jogo continua um mistério.

Deus[editar | editar código-fonte]

Deus é um grande robô criado por uma civilização extra-terrestre. Ele caiu no planeta onde a história do jogo ocorre, há 10000 anos, e estava danificado. Para se recuperar, ele manipulou toda história e evolução da humanidade, os humanos do planeta se originaram da nave onde Deus estava.

Personagens do passado[editar | editar código-fonte]

Lacan[editar | editar código-fonte]

Lacan é a encarnação anterior ao Fei. Lacan era amigo de infância de Sophia, em Nimrod (país que se estendia pela costa oeste de Ignas). Os dois sempre foram apaixonados, mas nunca revelaram seus sentimentos um ao outro, principalmente depois que os dois se tornaram amigos de Krelian, cerca de dez anos mais velho que os dois. Quando Sophia se estabeleceu em Nisan e trouxe com ela a sua religião, Lacan e Krelian partiram junto com ela e quando Solaris viu que a religião de Sophia poderia ser um perigo, os Gazel Ministers viram a grande massa de pessoas se reunindo em Nisan um perigo para os planos deles, eles resolveram atacar e subjugar Nisan. Com isso Solaris ataca Nisan, mas faz com que o resto dos -Land Dwellers- se revoltasse.

Isso, além de atrasar os planos de Solaris se separar dos -Land Dwellers- ao decolar nos céus, se juntaram aos -Land Dwellers- Roni e Rene Fatima e Shevat. Com as vitórias após vitórias dos -Land Dwellers- Solaris fez um acordo com Shevat, em troca dos rebeldes, eles entregavam à Shevat Miang. Shevat concordou e entregou aos solarianos os rebeldes baseados em Shevat. Emboscados, os rebeldes sofreram muitas baixas, as forças de Solaris começaram a avançar em direção `a Nisan. Vendo que não havia escapatória, Sophia entra na Excalibur em uma manobra kamikaze e se lança contra as forças de Solaris, sacrificando sua própria vida no lugar da de seus aliados e das pessoas de Nisan. Após a batalha, os rebeldes remanescentes (Rene, Roni, Zephyr, Lacan e Krelian) se separam, Roni forma o país de Aveh e Rene forma o país de Kislev, Krelian sai a procura de Deus e Lacan sai a procura do poder.

Lacan então entra em contato com Zohar, mas devido à morte de Sophia, ele não mais estava completo, e por isso, não conseguiu o poder que tanto desejava, mas conseguiu poder suficiente para fazer sua consciência viver para sempre, na forma de Grahf, continuando a buscar o poder que não tinha para salvar Sophia.

Kim Kasim[editar | editar código-fonte]

Esta pode ser considerada a segunda encarnação que mais passou tempo com a Elly (antes de morrer é claro), os dois até se casaram! Kim viveu em Zeboim, numa sociedade semelhante à nossa, Kim era um cientista, especializado em nanotecnologia, ele vivia em Aquavy, quando antes era terra firme (notem que, na região de Aquavy, as ilhas estão dispostas em forma de espiral, como se no centro de tudo tivesse ocorrido uma explosão) ele amava muito a sua esposa, Sophia, mas Sophia tinha um problema, ela era estéril, não podia ter filhos por causa da guerra que estava acontecendo entre os dois continentes e que soltou uma grande quantidade de radiatividade no ar, causando esterilidade não só em Sophia, mas em grande parte da população mundial, esse fatores, combinados com a guerra estava fazendo com que a população começasse a diminuir.

Kim, quando descobriu que sua esposa era estéril, resolveu começar um projeto revolucionário: construir uma colônia de nanomáquinas com seus genes e os genes de sua esposa, ou seja, uma filha para eles. Mas havia um porém, o governo se interessou pela tecnologia também, talvez seja porque Miang estava influenciando o primeiro ministro a tomar essas decisões só de sacanagem, e quando Kim completou a sua filha, soldados do exército invadiram seu laboratório e o impediram de entregar sua filha à sua esposa, que morreu antes que Kim completasse seu projeto. Kim morreu logo depois que Sophia foi executada pelos soldados, mas não por causa deles, senão a Emeralda não teria sido encontrada no laboratório do Kim, Kim foi morto logo depois por um ataque do exército inimigo, o que afundou o continente que existia em Aquavy.

Sophia[editar | editar código-fonte]

Sophia, a "Mãe Sagrada de Nisan", foi a segunda encarnação mais importante na história de Xenogears, foi ela quem criou a religião de Nisam e também foi ela a líder dos rebeldes contra Solaris, junto com Roni Fatima e Lacan, e sacrificou a sua vida para salvá-los. Isso influenciou e muito na história pois após o seu sacrifício Lacan se tornou Grahf e Krelian fez o primeiro contato com Solaris para tentar reviver o Deus em que ele acreditava e que não estava lá quando ele precisou. Sophia nasceu em Nimrod e foi criada junto com Lacan, os dois conheceram Krelian mais tarde e logo Krelian se apaixonou por ela. Quando Sophia saiu de Nimrod os dois foram junto com ela para ajudá-la, junto com eles veio a religião de seu país, a qual Sophia difundiu entre o povo de Nisan. A religião era muito diferente do que as outras no mundo por que eles acreditavam que não foi Deus, sozinho, que criou o mundo, mas teve ajuda de uma mulher, Sua "esposa" mais ou menos. Por isso que ela era considerada uma ameaça a Solaris, porque as pessoas estavam abandonado a religião que Cain criara à 9500 atrás.

Sophia Kasim[editar | editar código-fonte]

Esta foi a encarnação de Elly durante a Era de Zeboim, nesse tempo estava havendo uma grande guerra antre os continentes em Aquavy e Ignas, como a guerra estava cada vez mais devastadora em todos os termos, as mulheres e homens estavam começando a sofrer o efeitos da radiação, como esterilidade. Sophia era estéril por causa disso, mas seu marido, Kim, era um cientista renomado e tinha bastante conhecimento no campo da nanotecnologia , por isso Kim criou a filha que Sophia tanto desejava, Emeralda, mas antes de Kim poder entregar seu bebê à Sophia, os soldados do governo invadiram o laboratório de Kim, matando os dois, primeiro Sophia e depois Kim, sem que Emeralda pudesse conhecer a sua mãe.

Sophia[editar | editar código-fonte]

Esta foi a primeira encarnação de Elly, ela foi a -Mother- original, quando a Eldridge caiu na terra, Zohar protegeu o pequeno Abel da morte, e este pedia desesperadamente por sua mãe, Zohar então criou uma mãe para ele, esta mãe era Sophia. Mas ao como Abel, ela tinha o seu "outro lado da moeda", Miang, porque Zohar não criou Sophia sozinho, na verdade Deus criou Miang para criar os primeiros humanos da terra e Zohar se aproveitou disso separando Miang em duas, com isso as duas receberam o "Urobulos Factor" (fator infinito) concedendo às duas reencarnarem várias e várias vezes, esse fator não foi concedido a Abel, mas ocorreu um erro permitindo que Abel também reencarnasse junto com Sophia. Após isso, Abel e Sophia se estabeleceram em um lugar próximo ao local da queda, junto com Cain e seus Gazel Ministers, logo os dois começaram a não concordar com os outros, Cain então concluiu que Sophia e Abel eram um perigo paraa a ressurreição de Deus e então os mataram, começando o ciclo entre Sophia e Abel, que só termina com a destruição de Deus e a libertação de Zohar.

Outros[editar | editar código-fonte]

Sigurd[editar | editar código-fonte]

Sigurd é o meio irmão de Bart, filho de um caso que o rei Edbart IV teve antes de conhecer a mulher que se tornaria rainha. Sigurd sempre soube que era herdeiro do trono de Aveh, mas sua mãe antes de morrer disse a ele para não falar nada sobre isso para não atrapalhar o Rei e sua família, logo depois da morte da mãe, que sempre fora bem frágil, Sigurd rumou para a capital, Bledavik, e entrou no exército de Aveh, embora não quisesse que seu pai soubesse que Sigurd era seu filho, o Rei o ajudou enquanto estava no exército. Algum tempo depois, Sigurd foi raptado por Solaris e usado como animal de teste para Krelian, lá ele sofreu lavagem cerebral e foi salvo de se tornar um -Wel- por Jessie, que viu naquele espécime um grande potencial.

Sigurd então começou a integrar os -Elements-, como o element do fogo, junto com Hyuga, Miang e Ramsus. Pouco tempo depois, Jessie fugiu de Solaris para a superfície e Ramsus passou a comandar os -Elements-, Sigurd e os outros o seguiram devido às promessas de Ramsus de mudar o sistema e os colocou em pontos estratégicos da burocracia de Solaris, assim, Ramsus foi ganhando muita influência em Solaris, mas Sigurd e Hyuga estavam insatisfeitos com a situação, que continuava a mesma, Sigurd foi aos poucos recuperando a sua memória e quando se recuperou totalmente, fugiu ele também para a superfície, o que deixou Ramsus furioso.

Ao chegar na superfície, foi a Aveh e outra vez, foi acolhido pelo Rei, ajudando, junto com Maison, a criar o então jovem herdeiro do trono de Aveh, Bart. Quando Shakkahn deu o golpe na monarquia, ele e Maison salvaram Bart e Marguerite da prisão e se refugiaram no deserto. Sigurd criou Bart "para ser um grande homem" embora Bart esteja mais interessado em ser um pirata do mar de areia, o que causa muita preocupação para ele e Maison, o que até custou um olho a Sigurd, quando foi resgatar Bart quando o mesmo pulou no motor da Yggdrasil para tentar consertar. Sigurd também possui o Fatima Jasper, além de também ser o Animus compatível com o Andvari.

Jessie[editar | editar código-fonte]

Jessie é o pai de Billy, ele era uma homem muito influente em Solaris até que resolveu sair da organização a qual ele próprio criou, os -Elements- para morara na superfície com sua esposa e seu filho Billy. Tão logo ele começou a morara nas ilhas do arquipélago de Aquavy ele começou a se envolver com Shevat no intuito de investigar os que estava acontecendo por causa da aparição de -Wels- na área do arquipélago. Em suas missões como espião de Shevat, ele conheceu e ficou amigo de um outro espião, Johnathan Black, quando Johnathan morreu, Jessie adotou o sobrenome do amigo para honrá-lo. Contudo, a sua saída de Solaris não foi pacífica e um velho inimigo seu, Stein, agora chamado de reverendo Stone da organização chamada de -Ethos- continuava a caçá-lo na superfície, o que deu a Jessie a cicatriz em seu rosto, mas também custou a Stein seu rosto inteiro, que depois foi reconstruído por Krelian.

Stein achou a casa de Jessie em Aquavy e comandou alguns -Wels- para matarem Jessie, mas como Jessie estava em uma missão, os -Wels- assassinaram a sa esposa, Rachel, mulher pela qual Stein e Jessie eram apaixonados e que Stone sempre se ressentira por ela ter escolhido seu maior rival. Depois que os -Wels- mataram Rachel, Stein interveio salvou o pequeno Billy e Primera, acolhendo Billy no -Ethos- e tornando ele um Etone, para desgosto de Jessie, porque Billy tratava Stein como um pai e seguia cegamente aos ensinamentos do Ethos, enquanto Primera era a única que enxergava a verdade sobre tudo. Depois que Billy descobriu o que na verdade o -Ethos- era, Jessie pôde então desmascarar Stein e com Jessie servindo de munição para a junção entre o Renmazuo e o Buntline, ajudou a acabar com Stein de uma vez por todas. Depois do episódio, Billy então reconheceu Jessie como seu pai, o que não quer dizer que Jessie parou de levar algumas broncas de Billy.

Roni[editar | editar código-fonte]

Roni nasceu no arquipélago de Aquavy e era membro de uma tribo guerreira da região e seu pai era chefe da tribo, mais tarde, em sua adolescência, ele conheceu Rene , um militar de Shevat e os dois se tornaram amigos, logo depois, os dois foram para a região de Nisan, onde tomaram conhecimento do que estava acontecendo: Solaris (que ainda não havia decolado aos céus) estava usando de escravos para tornar o seu objetivo realizado, o de se separar dos seres da superfície para poder controlar tudo mais discretamente. Roni e Rene, tentando encontrar um meio de livrar os humanos da superfície da escravidão e frustrar os planos de Solaris, conheceram Sophia, uma mulher que vinha de Nimrod (um reino vizinho a Nisan) que pregava uma nova religião, e com ela o pintor Lacan e Krelian, um homem muito rancoroso. Então os cinco formaram um grupo rebelde com sua base em Nisan. Roni logo se alinhou com sua Anima Relic e com o Andvari lutou contra Solaris para libertar os -Lambs- com sucesso (e é claro com ajuda de Shevat).

Tudo ia bem para os rebeldes até que Shevat trocou Sophia e o grupo rebelde em troca de Miang, deixando-os sem reforços e sem lugar pra ir, Nisan e o grupo rebelde foram atacados, todos seriam mortos se Sophia não tivesse atirado a Excalibur em cima das tropas de Solaris, assim destruindo grande parte do exército de Solaris, que recuou e salvando a população de Nisan. Após a batalha, os rebeldes restante (Roni, Rene, Lacan e Krelian) se reuniram e viram que não poderiam mais continuar a lutar contra Solaris e que seus planos haviam ido por água abaixo, os quatro então resolveram se separar, Lacan iria procurar pelo poder que o faltou e que poderia ter salvo Sophia, Krelian perdeu a sua fé em Deus e disse que iria achar Deus e se ele descobrisse que este Deus esteja morto, que ele iria ressuscita-lo com suas própria mão se fosse necessário para que houvesse justiça no mundo. Já Rene e Roni decidiram formar um país cada um para se fortalecer contra Solaris e assim prevenir que eles sejam usados como escravos novamente, Roni fundou Bledavik em uma fonte no meio do deserto e Rene fundo a cidade de Nortune ao norte do continente, mas antes de se separarem, cada um dividiu as armas que foram usadas na guerra contra Solaris, então Roni ficou com a Yggdrasil (ou metade dele) e Rene ficou com a outra metade dele (no jogo conhecido como o Central District, onde fica o poder administrativo de Kislev).

O Ataque de Diabolos

Enquanto Rene e Roni administravam os seus respectivos países Lacan estava à procura de poder, passaram-se vários anos e ele finalmente o conseguiu, encontrando a -Wave Existence- e conseguindo um poder imenso, mas como ele estava cheio de ódio por dentro, Lacan resolveu procurar por Mahanon e lá ele despertou os quatro pilares que sustentam Deus (Sundel, Metraton, Harlute e Marlute) e com eles atacou todo mundo (Aveh, Nisan, Solaris. Shevat, Kislev etc). O ataque de Lacan fez com que Roni e Rene unissem as suas forças novamente para acabar com os atacantes. No ataque, os Gazel Ministers que controlavam Solaris na época, foram destruídos por Lacan, agora Grahf, e pelos pilares.

Foi então que Krelian entrou em cena, ele propôs aos líderes de Solaris, que ele sendo aluno de Taura Melchior ele poderia salvar os moribundos ministers, ele então foi aceito e os ministers foram (as essências deles pelo menos) foram salvas em um computador em Solaris, de onde eles poderiam controlar tudo outra vez. Rene e Roni lutaram bravamente contra as forças demoníacas e por fim derrotaram o inimigo e conseguiram manter paz na superfície, pelo menos por enquanto, após isso, Roni resolveu guardar seu Omnigear, o El Andvari, em uma ruína perto de Nisan, fazendo dela então o mausoléu da família real (sua família) em conjunto com a da família que controlava Nisan.

Cain[editar | editar código-fonte]

Este é o mais importante dos primogênitos, pois ele foi criado com os genes de Abel, ou seja, ele tem as mesma características que ele. Sua idade é 9.999 anos. Ele também foi o único Gazel que não morreu durante o -Diabolos Conflict-, que foi provocado por Grahf. Ele, Cain, ao contrário dos outros Gazel, se arrepende muito pela more de Abel, a quase dez mil anos atrás, isso porque Abel era o -Contact- original, e apenas ele poderia destruir Deus de uma vez por todas e poupar os "filhos de Cain" (os humanos) de serem absorvidos por Deus no momento de seu despertar, é por isso que ele incumbe Hyuga (Citan) de ir atrás de Fei para ajudá-lo a recuperar a sua personalidade.

Apesar de muito fraco (dez mil anos não é para qualquer um) Cain ainda é muito popular em Solaris, mas quem manda mesmo é Krelian, manipulando ele e os outros ministers para conseguir o que quer. Cain é imortal, ou seja, ele não pode morrer, a não ser que ele queira, o que é impossível, porque tanto ele, como Miang e outros ministers têm um gene que os impedem de se suicidarem, por isso, o único meio que Krelian viu de matar Cain, pois este estava em seu caminho, foi usando Ramsus, uma cópia genética exatamente igual à Cain. Como a mente de Ramsus estava debilitada, Krelian o convenceu a matar Cain, o que ele fez, sem Cain, Krelian então teve acesso à -Gaetia Key- que estava em poder dos outros ministers, mas seu uso era proibido por Cain, essa chave dava acesso à Mahanon (Eldrigde) onde lá se encontrava a Razael's Tree, um supercomputador que continha informações que interessavam a Krelian e também a Fei.

Primera[editar | editar código-fonte]

Irmã mais nova de Billy, ela não fala porque ficou traumatizada ao testemunhar a morte de sua mãe pelas mãos dos -Wels-. Após a morte de Racquel e devido à ausência de Jesiah, Primera e seu irmão tiveram que sobreviver do jeito que puderam (segundo consta, Billy teve que quase "vender" seu corpo para ter algum dinheiro, mas não aceitou a proposta é claro). Quando Billy entrou para o -Ethos- e abriu o orfanato, Primera finalmente começou a levar uma vida normal com as outras crianças de lá. Algum tempo depois, Jesiah retorna repentinamente e embora Billy não o reconheça como pai, Primera logo nota que ele é o verdadeiro Jessie e tenta (embora não fale nada, duh!) convencer Billy que o bispo Stone o está enganando e que Jessie está certo sobre o -Ethos-.

Alice[editar | editar código-fonte]

Quando Fei foi trazido para Lahan pelo homem mascarado, Alice foi a primeira pessoa a tentar fazer amizade com o estranho que havia chegado lá com o passado envolto em mistério. Alice, Fei e Thimoty então se tornaram grandes amigos e quase nunca se separavam, até Alice se tornar noiva de Thimoty, o que causou uma certa tensão entre Fei e Alice (como vocês podem ver no começo do jogo). Infelizmente, Alice foi morta durante o ataque dos gears de Kislev à Lahan na véspera de seu casamento.

Thimoty[editar | editar código-fonte]

Ele também se tornou logo amigo de Fei, mesmo com seu passado envolto em mistério. Thimoty ia se casar com Alice, sua namorada desde a adolescência e também melhor amiga de Fei. Embora Thimoty não note, existe um certa tensão entre Fei e Alice que está evidente e todos já comentam (ou comentavam) sobre isso na pequena vila. Thimoty também morreu no ataque dos gears de Kislev com um tiro desferido por um dos gears que foram trazidos por Grahf para provocar Fei.

Dan[editar | editar código-fonte]

Irmão caçula de Alice, ao contrário da irmã, ele não é nenhum pouco "meigo" para com as pessoas (especialmente Thimoty), apenas com Fei que ele se dá bem, tendo até aprendido uma das técnicas de Fei, a Chi Ball, tendo até a aperfeiçoado. Ele foi um dos poucos sobreviventes do acidente em Lahan, e culpa Fei pela morte da irmã e de seu cunhado, sem contar todas as outras pessoas da vila que foram mortas. Fei reencontra Dan no Torneio que aconteceu em Aveh e luta contra ele (não tecnicamente) e em Shevat (onde a esposa do Citan havia levado os sobreviventes de Lahan) e Dan finalmente perdoa Fei (com ajuda de Midori) mas não se torna amigo dele outra vez.

Dominia[editar | editar código-fonte]

Dominia é natural de Elru, uma vila que foi completamente destruída por Grahf, Id e as forças de Solaris. Dominia, sendo do clã guerreiro de Elru, não estava na vila no dia em que ela foi destruída, sendo mais tarde seqüestrada e tendo sua mente apagada por Solaris, ela então, com ajuda de Ramsus, entrou para os -Elements- devido às suas técnicas de luta e seu poder. Element da Terra.

Kelvina[editar | editar código-fonte]

Kelvinia é a elemental de Agua.

Seraphita[editar | editar código-fonte]

Setaphita é a mais nova Element. Ela só se juntou ao grupo porque Elly deserdou antes, senão ela teria ido para o Soylent System e seria processada e usada como alimentos pelos Solarianos. Ela é Semi-Humana e por isso discriminada pelos militares de Solaris, mas agora pode mostrar sua capacidade para os homens que a abandonaram para servir como alimento. Element do Fogo.

Tolone[editar | editar código-fonte]

Tolone vem de uma família rica de militares de Solaris e sempre quis entrar para o exército, mesmo porque ela é filha única. A única coisa que a impedia era a sua deficiência que encurtara em grande parte sua vida, mas, tendo uma família rica, os membros que nasceram com "defeito" foram trocados por partes cibernéticas o que, além de salvar a sua vida, melhorou muito o seu desempenho em Jugend, por essa razão, Tolone resolveu trocar todos os órgãos que, por assim dizer, poderiam ser substituídos por partes cibernéticas. Ela seu juntou aos -Elements- justamente por seu desempenho nas provas e nos testes em Jugend. Tolone é o Element do Ar.