Anexo Discussão:Lista de campeões do futebol brasileiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stop hand nuvola.svg A Wikipédia não é um fórum para expor ideias, conceitos, crenças ou críticas variadas.
A página de discussão serve apenas para discussões sobre o conteúdo da página em questão. Mensagens fora desse propósito poderão ser removidas da página.

Edição das Notas[editar | editar código-fonte]

1- Não vejo pq a nota sobre o título da Série B do Palmeiras tem de estar separadas dos outros times citados (Grêmio, Atlético, etc). A nota tem de valer pra todos, já q todos foram campeões da mesma competição.

2- Adicionei a nota sobre os títulos da Série C do Paulista (Etti Jundiaí) e do Fluminense

Garavello 20:53, 28 Novembro 2006 (UTC)

Vosmecê está com toda a razão! Eu havia revertido a sua primeira edição devido ao fato de vossa mercê ter introduzido as "ref 3" e "4" sem as suas respectivas notas, isso para não referir-se ao fato da total escassez de sentido; no entanto, a sua posterior edição corrigiu equívocos pormenores. Felicitações! SEP discussão 21:14, 28 Novembro 2006 (UTC)
Na verdade, nem tinha notado isso (que vc reverteu) até depois q editei a 2a vez. É q eu notei a q nota 1 se referia a um fato q tinha outra nota junto só depois q mandei a edição (e realmente tinha posto as refs mas tinha esquecido . Aí eu vi q era melhor juntar tudo e tirar as refs, só deixando pro título do Flamengo de 87 que é controverso. Garavello 22:50, 28 Novembro 2006 (UTC)

>> RESOLUÇÃO DA CBF EM 21/02/2011: A CBF, através de Resolução da Presidência nº 02/2011, reconheceu o Sport Club Recife e o Clube de Regatas do Flamengo como campeões brasileiros de 1987. Na mesma Resolução, foram reconhecidos como vice-campeões brasileiros de 1987 o Guarani Futebol Clube e o Sport Club Internacional de Porto Alegre. A decisão da CBF foi comunicada pelo presidente Ricardo Teixeira a presidente do Flamengo Patrícia Amorim em encontro que aconteceu nesta segunda-feira, na sede da entidade. Do encontro participaram ainda o presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro Rubens Lopes e diretores do Flamengo. O presidente Ricardo Teixeira esclareceu que o reconhecimento do título de 1987 a Sport e Flamengo segue a linha traçada quando da recomposição histórica feita no final do ano passado pela CBF, representada pela unificação dos títulos de campeão brasileiro que beneficiou Santos, Palmeiras, Cruzeiro, Fluminense e Bahia. Ainda segundo o presidente da CBF, a decisão, tomada depois de novos e convincentes argumentos apresentados pelo departamento jurídico do Flamengo, contempla ainda o reconhecimento de que em 1987 houve dois campeonatos brasileiros, que tiveram Sport e Flamengo como campeões. Ricardo Teixeira enfatizou ainda o fato de que não houve prejuízo esportivo ao clube pernambucano, que foi inclusive, ao lado do vice-campeão Guarani, o representante brasileiro na Taça Libertadores de 1988. João Henrique 22:58, 13 Dezembro 2011

>> Há nova resolução da CBF afirmando que o Sport Recife é o único campeão brasileiro de 1987. Além do fato que há decisão judicial transitada em julgado, algo que é muito superior a uma resolução da CBF afirmando que o Sport é o UNICO campeão brasileiro de 1987. CBF não tem poder para ir contra uma decisão judicial. Alías, ninguém. A resolução da CBF é a RDP Nº6 de 2011. Favor corrigir a tabela.

>> Favor publicar a referida RDP Nº6 de 2011, pois não localizei nada a respeito no site da CBF. A única resolução que identifiquei sobre este tema foi a 02/2011 que reconhece o FLAMENGO como campeão brasileiro em 1987, portanto, SEIS vezes Campeão.

Série C 2006[editar | editar código-fonte]

Adicionado nas notas o título da Série C pro Criciúma. Garavello 01:35, 1 Dezembro 2006 (UTC)

Conferir[editar | editar código-fonte]

Por obséquio, alguém que entenda do assunto confira os títulos referentes ao "Torneio dos Campeões" que o Atlético Mineiro e o Paulistano teriam conquistado; possuiu ou possui alguma relevância nacional? Usufruiu de alguma natureza oficial? Relato isso pelo fato de um anônimo insistir em inseri-los no artigo; até que alguém confirme a veracidade das informações, eu não as recolocarei. SEP discussão 01:36, 17 Dezembro 2006 (UTC)

Toquei neste assunto na lista de discussão da RSSF Brasil há poucos meses atrás e ficou claro nesta lista que se tratavam de torneios amistosos, pois não tiveram organização, nem foram autorizados pela CBD. Houve outros torneios parecidos disputados em Belo Horizonte no final da década de 40 e início da década de 50 na mesma situação,tanto que muitos torcedores do América Mineiro costumam se dizer campeões nacionais em 1949 por terem ganho um destes,assim como o meu Fluminense ganhou um em 1952,embora se não me falha a memória,no de 52 a disputa foi só entre o Fluminense e os 3 grandes mineiros, enquanto em 1949 foi disputado entre os campeões do Sudeste. Todos foram amistosos. Pergunte ao usuário que quer acrescentar esta informação qual é a fonte dele para afirmar se tratar de um torneio oficial. Na lista da RSSF,nenhum pesquisador atleticano respondeu esta pergunta. Atenciosamente, Alexandre M. B. Berwanger 16:59, 17 Dezembro 2006 (UTC)

Obrigado pelas elucidações; confiarei em sua elocução. SEP discussão 20:41, 17 Dezembro 2006 (UTC)

OLÁ SEP E ALEXANDRE.

SOU HISTORIADOR DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO, E FUI EU QUEM ADICIONEI OS TAIS TÍTULOS O ANO PASSADO AINDA. O TÍTULO DE CAMPEÃO NACIONAL DE CLUBES VENCIDO PELO ATLÉTICO MINEIRO EM 1936 É OFICIALIZADO PELA CBF (FBF NA ÉPOCA), POR CONSEQUENCIA FOI O 1º TORNEIO INTERESTADUAL DISPUTADO NO BRASIL (POR 4 ESTADOS - MG/SP/RJ/ES) TENDO O ATLÉTICO DISPUTADO 6 JOGOS, VENCIDO 4, EMPATANDO 1 E DERROTADO NOUTRO. NÃO FOI UM TORNEIO AMISTOS, POIS A PRÓPRIA FBF FOI QUEM ORGANIZOU, SENDO DISPUTADO EM TURNO E RETURNO, SEMPRE NA CASA DO MANDANTE E APÓS DO VISITANTE. JÁ O TÍTULO VENCIDO PELO PAULISTANO NÃO É OFICIAL. POR CAUSA DESTE TÍTULO O ATLÉTICO MINEIRO TEM EM SEU HINO O VERSO "CAMPEÃO DOS CAMPEÕES" (NOME POPULAR DO TORNEIO, POIS REUNIU O CAMPEÃO ESTADUAL DE CADA ESTADO REPRESENTADO). JÁ O TÍTULO DE 1978, FOI A "I TAÇA DOS CAMPEÕES DA TAÇA BRASIL" TAMBÉM VENCIDA PELO ATLÉTICO MINEIRO E ORGANIZADA PELA ANTIGA CBD. DISPUTOU ATLÉTICO/MG, VASCO, SÃO PAULO, PALMEIRAS E OUTROS QUE TINHAM VENCIDO O CAMPEONATO BRASILEIRO ATÉ ENTÃO. ACHO POR BEM, COMO HISTORIADOR E NÃO COMO TORCEDOR. QUALQUER DÚVIDA PODEM PERGUNTAR, ESTOU A DISPOSIÇÃO. FONTE: www.atletico.com.br www.campeoesdofutebol.com.br ENCICLOPÉDIA DO ATLÉTICO (ADELCHI ZILLER) ATENCIOSAMENTE, DIEGO GONTIJO

E a Supercopa do Brasil de 1990 e 1991 ?[editar | editar código-fonte]

Esta Copa era disputada pelo Campeão Brasileiro X Campeão da Copa do Brasil, aqui no Brasil só houve 2 edições, a de 1990 vencida pelo Grêmio e a de 1991 vencida pelo Corinthians. Porém é tradicional em muitos países da Europa.

Aqui no próprio Wikipédia existe os dados da Copa e que foi organizada pela própria CBF, vocês não acham que deveria constar? Antonio Pacheco

Olá Antonio, eu entendo que não, talvez uma citação no tópico "notas e referências". Era uma competição que ostentava um intuito dissemelhante em relação as listadas neste artigo, portanto, deve ser reputada como uma competição à parte das outras, assim como o Supercampeonato Paulista em relação ao Campeonato Paulista. SEP discussão 20:28, 9 Janeiro 2007 (UTC)
O Antônio está certo. Se na lista tem torneios que a CBF não reconhece como idôneo, como a Gomes Pedrosa e a Taça Brasil, por que não incluir o Supercampeonato Brasileiro que é uma competição válida?

SCCP 22:44, 15 Janeiro 2007 (UTC)

Como é que a CBF não reconhece o Roberto GOmes Pedros como IDÔNEO, se foi ela mesmo que organizou (antiga CBD). Exceto o de 1967, que foi organizado pelas federações carioca e paulista, os outros foram organizados pela CBD, que encampou a idéia bem sucedida das 2 federações citadas. Em 1971, a CBD sob comando do Almirante Heleno Nunes, criou o Campeonato Brasileiro, com a idéia de ser disputado por todos os estados do Brtasil, o que se mostrou totalmente inviável num país continental, mas que foi usado durante muito tempo como instrumento político da ARENA, braços político do Regime Militar, que cvomo adotou um lema : "Aonde a ARENA vai mal, um time no Nacional" . Como pode-se ver na história do Torneio Roberto Gomes Pedrosa, era um campeonato com todos os grandes disputando e outras equipes médias, apenas sem os pequenos que disputaram o Brasileiro da 1ª Divisão dutrante muito tempo. Se pegarem as campanhas dos campeões da Taça Robeerto Gomes Pedrosa, a maioria dos campeões brasileiros não pegou adversários tão difíceis, pois praticamente só tinha clássicos em disputas, nada de mulambada.

Quanto às supercopas, elas são listadas à parte na Europa, não como campeonatos nacionais, mas como torneios nacionais oficiais, sim, embora a pouca relevância dessas taças, mais festivas do que tendo valor esportivo significativo.

Alexandre M. B. Berwanger

8:55, 21 Janeiro 2007 (UTC)

O Renato está certo, a Taça Brasil ou Gomes Pedrosa podem até serem reconhecidas pela CBF antiga CBD, porém hoje tem o mesmo valor de uma Copa São Paulo Junior e além de ser extinta e deixada de lado há muuuuuuuuiitos anos, e se mesmo assim ela entra na lista dos campeões nacionais, nada mais justo do que a Supercopa entrar também apesar de ser quase igual a situação da Taça Brasil.

David Hayter 22:53, 23 Janeiro 2007 (UTC)


Prezado SEP. Eu quiz dizer mesmo que a maioria dos campeões brasileiros não pegou adversários tão DIFÍCEIS, como os campeões do Torneio Roberto Gomes Pedrosa, pois naquela época era como agora no Campeonato Brasileiro de pontos corridos, pois praticamente só havia clássicos .

Durante mais de duas décadas, o Campeonato Brasileiro era disputado por clubes pequenos de todo o país e a maioria dos jogos dos campeões brasileiros não eram clássicos envolvendo os 12 gigantes do futebol brasileiro, por exemplo, e a maioria das partidas dos campeões era contra adversários inexpressivos, o que mudou para melhor com o passar dos anos e que ficou parecido como era na época do Torneio Roberto Gomes Pedrosa. Alexandre M. B. Berwanger 22:18, 21 Janeiro 2007 (UTC)

Olá Alexandre, agora eu entendi. Realmente o "Robertão" e a "Taça Brasil" eram verdadeiros campeonatos nacionais de futebol de alto nível, somente aqueles torcedores de clubes que não obtiveram êxito nas já mencionadas competições, é que tentam desmerecê-las. No tocante ao assunto "Supercopa", seria melhor não nos prolongarmos, afinal, essa competição possuiu um status meramente festivo sem valor esportivo significativo, como você mesmo mencionou, a despeito disso, eu a citei ao final do artigo, contudo, não podemos colocá-la no mesmo patamar das verdadeiras competições nacionais. Como o Palmeiras está no topo, os torcedores adversários ficam com inveja. Um abraço Alexandre. SEP discussione 23:34, 23 Janeiro 2007 (UTC)
Porém hoje, a Taça Brasil e o Robertão não são considerados como título nacional, não tem valor nenhum pra falar a verdade. Se você o considera só para deixar o Palmeiras na frente, coloque também o título da Segundona, não? Daqui a pouco vão dizer que a segundona também é um titulo importante até mais que o titulo da série A.

David Hayter 23:43, 25 Janeiro 2007 (UTC)

De 1975 até 1988 a denominação oficial do campeonato brasileiro era "Copa Brasil". A denominação do campeonato brasileiro de 1987, por sinal, pode ser lida no Acórdão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região que declarou o Sport como único campeão brasileiro daquele ano (veja em http://www.trf5.gov.br/archive/1997/04/199405000372353_19970424.pdf). Por sinal, trata-se de decisão judicial transitada em julgado, portanto não mais passível de recurso. Por que vocês insistem tanto em colocar o Flamengo como campeão brasileiro de 1987? Decisão judicial não se discute, cumpre-se, não é mesmo? Como alguém reverteu as correções que fiz, espero que vocês se convençam consultando diretamente o site o TRF da 5ª Região. O número do processo que tratou do caso "Campeonato Brasileiro de 1987" é PROCESSO Nº 94.05.37235-1 - Apelação Cívil.Marcos Pinheiro 02:18, 24 Fevereiro 2007 (UTC)

O artigo não descreve o Flamengo como o campeão brasileiro de 1987! No artigo consta que o clube foi o campeão da Copa União - Módulo Verde (extra-oficial), isso ainda não é desmentido, correto? Ou seja, pode ser considerado um campeonato nacional de futebol, independente de ser oficial ou não. O artigo é uma lista dos campeões nacionais, não apegando-se aos nomes pelos quais eles são conhecidos. SEP discussione 02:41, 24 Fevereiro 2007 (UTC)

Caro SEP, Pelo teor do referido acórdão do TRF da 5ª Região fica claro que a Copa União (cuja denominação oficial era Taça João Havelange) não era um "campeonato nacional de futebol", mas apenas um módulo da Copa Brasil, essa sim, o "campeonato nacional de futebol". Quanto ao nome de cada edição do Brasileirão, ao se coloca a denominação correta ou é melhor não se colocar denominação alguma.Marcos Pinheiro 04:14, 24 Fevereiro 2007 (UTC)

Amigo se esqueceu de colocar 7 títulos nacionais na tabela para o GRÊMIO FBPA (Porto Alegre) que venceu a SUPERCOPA DO BRASIL sobre o VASCO DA GAMA em (1990), você colocou apenas para o CORINTHIANS PAULISTA sobre o FLAMENGO (1991). Tem que constar 7 títulos para o GRÊMIO ao invés de apenas 6. Obrigado.[Reinaldo Pulcinelli Neto - Hitoriador]

CORREÇÃO[editar | editar código-fonte]

Apaguei a informação do ganho de causa do Tribunal de Pernambuco, porque se essa informação ficar como oficial e como fonte para esclarecer quem é o campeão de 1987, o Internacional seria considerado campeão de 2005, quando ganhou uma causa em um tribunal no RS.

Além disso, não constam várias outras informações acerca de TUDO o que aconteceu na Copa União de 1987. Abraços! (João Paulo Furtado 00:05, 8 Março 2007 (UTC))

Como já explicado na página de discussão do João Paulo, primeiro converse com o usuário que acrescentou a tal informação, enquanto isso, a informação continuará. Espero que cheguem a um acordo. Obrigado. SEP discussione 01:13, 8 Março 2007 (UTC)

Só uma pequena pergunta; como o Flamengo é considerado campeão de 1987, sendo que a propria CBF em seu site (http://www.cbf.com.br/php/campeoes.php?ct=1) já coloca o Sport como campeão e o Guarani-SP vice? Não seria essa informção de Flamengo com nove Titulos errada?

Torneio do Povo e Seletiva 99[editar | editar código-fonte]

Gostaria de saber por que não fora incluído o Torneio do Povo e a Seletiva da Libertadores, sendo que ambos eram torneios nacionais, o último, inclusive, comparado à Copa dos Campeões, já que dava uma vaga direta à Libertadores de 2000.

TORNEIO DO POVO

Somente foi disputado em três temporadas. Participavam os clubes que tinham maiores torcidas no Brasil.

CAMPEÕES E VICE


ANO CAMPEÕES e VICE CAMPEÕES

1971 Corinthians e Internacional 1972 Flamengo e Atletico Mineiro 1973 Coritiba e Bahia

http://www.museudosesportes.com.br/noticia.php?id=316

http://pt.wikipedia.org/wiki/Torneio_do_povo

SELETIVA LIBERTADORES

Seletiva disputada em 1999 pelos clubes que ficaram da 9ª a 16ª colocação no Campeonato Brasileiro de 1999 que dava vaga para a Taça Libertadores da América de 2000. O Atlético Paranaense sagrou-se vencedor.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Seletiva_da_libertadores_2000


Sds, Filon


Qto ao "Torneio do Povo", não achei nada q comprove q tenha sido organizado pela CBD (tirando informações da wikipedia, o q é ser "fonte de si mesmo", portanto não basta). Precisa de alguma fonte "oficial".
Já a seletiva, não foi verdadeiramente um torneio q elegeu um campeão. Não deu troféu, prêmio nem nada. Seria o mesmo q haver um jogo desempate entre o 4º e o 5º do Brasileirão e querer achar q vale um título brasileiro. Fora q a Seletiva não teve nada a ver com a Copa dos Campeões, a Seletiva surgiu de uma vaga extra q o Brasil ganhou em 99 e q teve de fazer um torneio de última hora pra decidir quem teria a vaga. A Copa dos Campeões foi pensada e criada pra ser um título nacional juntando os campeões das copas regionais q ressurgiram no país na época. Garavello 21:38, 3 Abril 2007 (UTC)

~


Olha, sinceramente, não vejo porque considerar aquele torneio ganho pelo Atlético-MG como sendo nacional. Foi, no máximo, uma competição INTERESTADUAL, haja visto que apenas participaram clubes do Sudeste brasileiro.

Se este TORNEIO foi incluído por torcedores nada parciais do time mineiro, então eu apoio que se coloque também o Torneio do Povo (71/72/73), Taça dos Campeões (82) e Torneio Heleno Nunes (84), pois estas competições sim foram VERDADEIRAMENTE NACIONAIS, pois incluíram equipes do Brasil todo. Robertogilnei 20:12, 6 Maio 2007 (UTC)Robertogilnei

TORNEIO DOS CAMPEOES NACIONAIS[editar | editar código-fonte]

OLÁ SEP E ALEXANDRE.

SOU HISTORIADOR DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO, E FUI EU QUEM ADICIONEI OS TAIS TÍTULOS O ANO PASSADO AINDA. O TÍTULO DE CAMPEÃO NACIONAL DE CLUBES VENCIDO PELO ATLÉTICO MINEIRO EM 1936 É OFICIALIZADO PELA CBF (FBF NA ÉPOCA), POR CONSEQUENCIA FOI O 1º TORNEIO INTERESTADUAL DISPUTADO NO BRASIL (POR 4 ESTADOS - MG/SP/RJ/ES) TENDO O ATLÉTICO DISPUTADO 6 JOGOS, VENCIDO 4, EMPATANDO 1 E DERROTADO NOUTRO. NÃO FOI UM TORNEIO AMISTOS, POIS A PRÓPRIA FBF FOI QUEM ORGANIZOU, SENDO DISPUTADO EM TURNO E RETURNO, SEMPRE NA CASA DO MANDANTE E APÓS DO VISITANTE. JÁ O TÍTULO VENCIDO PELO PAULISTANO NÃO É OFICIAL. POR CAUSA DESTE TÍTULO O ATLÉTICO MINEIRO TEM EM SEU HINO O VERSO "CAMPEÃO DOS CAMPEÕES" (NOME POPULAR DO TORNEIO, POIS REUNIU O CAMPEÃO ESTADUAL DE CADA ESTADO REPRESENTADO). JÁ O TÍTULO DE 1978, FOI A "I TAÇA DOS CAMPEÕES DA TAÇA BRASIL" TAMBÉM VENCIDA PELO ATLÉTICO MINEIRO E ORGANIZADA PELA ANTIGA CBD. DISPUTOU ATLÉTICO/MG, VASCO, SÃO PAULO, PALMEIRAS E OUTROS QUE TINHAM VENCIDO O CAMPEONATO BRASILEIRO ATÉ ENTÃO. ACHO POR BEM, COMO HISTORIADOR E NÃO COMO TORCEDOR. QUALQUER DÚVIDA PODEM PERGUNTAR, ESTOU A DISPOSIÇÃO. FONTE: www.atletico.com.br www.campeoesdofutebol.com.br ENCICLOPÉDIA DO ATLÉTICO (ADELCHI ZILLER) ATENCIOSAMENTE, gontijo.gontijo


Voltei a colocar o Título do Atlético Mineiro de 1º e único Campeão da Taça dos Campeões da Taça Brasil, promovido pela antiga CBD, em 1978. Segue mais uma fonte, do site da RSSSF Brasil: http://www.rsssfbrasil.com/tables/ccamp1978.htm . No mais, espero que mantenham dessa forma por ser este um TÍTULO VÁLIDO E RECONHECIDO! Gontijo (discussão) 17h12min de 20 de maio de 2009 (UTC)


SOBRE O TORNEIO DOS CAMPEÕES VENCIDO PELO GALO... Gostaria de lembrar que à época do título do Atlético Mineiro, o estado de São Paulo pertencia à região SUL do país. Podem pesquisar um pouco na História. Portanto, o título do Torneio dos Campeões é no MÍNIMO uma competição INTERREGIONAL oficializada pela FBF e que foi disputada em formato de pontos corridos, em turno e returno (como todas as ligas de respeito no mundo) e ainda incluia boa parte das principais forças do futebol brasileiro da época. Não acho exagero considerar uma competição NACIONAL, afnal, foi quase um Campeonato Brasileiro oficioso.

Pq mudaram?[editar | editar código-fonte]

Pq mudaram a esturutura? a anterior era muito melhor... Garavello 16:14, 26 Abril 2007 (UTC)

concordo também!!!!!!!!!! Gontijo 17:02, 02 de Maio 2007 (UTC)

Critérios[editar | editar código-fonte]

Acho que para acabar de vez com as discussões sobre qual time é ou não é campeão nacional (pelo menos aqui na Wikipedia), nós, editores, devemos elaborar e votar uma série de critérios que estabeleceriam as condições para que um clube seja considerado campeão nacional. Após a seleção, estes critérios seriam colocados no texto do artigo principal também. Da forma que está sendo considerado no momento, acho que os campeões dos torneios regionais como Rio-São Paulo, Nordestão, Copa Norte, Copa Sul, Copa Centro-Oeste, Copa Sul-Minas, também devem ser considerados campeões nacionais, afinal, foram competições homologadas pela Federação Nacional e contaram com a participação de equipes de diferentes estados. Sendo assim, sugiro alguns critérios, para que um torneio seja considerado um "nacional":

  • Ser uma competição oficial (não-amistosa);
  • Ter sido disputada mais de uma vez;
  • Ter a participação de clubes de diferentes regiões do país (aqui levando-se em conta o próprio fator geográfico: pelo tamanho do Brasil, um torneio nacional não pode ser restrito a poucos estados, ou a clubes só de uma região).

Espero que vocês entendam o que eu propus e até sugiram outros critérios, para que o artigo seja cada vez mais organizado e correto. --Daniel Romeiro Silva 18:52, 6 Maio 2007 (UTC)

Não acho q torneios restritos a certos estados mereçam estar na lista. Rio-Sp nunca foi e nunca será título "nacional". É título "regional" no máximo. Em vez de "participação de times de diferentes regiões" (o q tornaria a Sul-Minas um torneio "nacional" e o Nordestão não), o critério mais aceitável seria "competições onde times de todos os estados podem participar".
E qto a "ser disputada mais de uma vez", daria margem a dizer q a Copa JH e a Copa União não pertencem a essa lista, pois foram competições isoladas disputadas uma única vez. Garavello 19:59, 6 Maio 2007 (UTC)

Acredito que o critério de desempate na 2ª tabela quando duas equipes tem o mesmo número de títulos deveria ser pela ordem de importancia da competição: Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Taça R.G. Pedrosa e Taça Brasil, Copa dos Campeões, Supercopa e, como último caso, títulos mais recentes. Por exemplo, duas equipes tem 5 títulos: a 1 campeonato brasileiro e 4 copas do brasil, e a outra 2 campeonatos brasileiros e 3 copas do brasil, a que tem mais campeonatos brasileiros fica acima.

Mateus RM 21:44, 6 de Maio de 2007 (GMT+1)

Não se precisa de "desempate" na 2ª tabela, todos os q tem o mesmo número de títulos têm mesma importância. Até pq em muitos casos fica difícil dizer a importância. Uma Taça Brasil vale mais ou menos q Copa do Brasil? Um Robertão vale mais ou menos q uma Copa dos Campeões?.
A ordem alfabética é mais que suficiente. Garavello 19:59, 6 Maio 2007 (UTC)

Ainda critérios[editar | editar código-fonte]

  • Ontem, Marcelo Ludwig DC DC acrescentou à lista o título do Internacional relativo ao Torneio Heleno Nunes de 1984. Em seguida, Garavello DC reverteu, com a argumentação, bastante razoável, de que a RSSSF lista o Torneio Heleno Nunes entre os "torneios amistosos". O problema é que a "Copa dos Campeões da Copa Brasil" vencida pelo Atlético Mineiro em 1978, o "Torneio dos Campeões" vencido pelo América Carioca em 1982 e as "Supercopas do Brasil" ganhas pelo Grêmio e Corinthians em 1990 e 1991 estão todas sob a mesma denominação, de "torneios amistosos", e no entanto esses quatro títulos estão computados aqui na lista. Então? Como ficam os critérios? Gjpab (discussão) 07h30min de 28 de Janeiro de 2008 (UTC)
Se são listados como "amistosos", a RSSSF é uma fonte segura pra isso. Por mim, removeria. Garavello (discussão) 12h28min de 28 de Janeiro de 2008 (UTC)
Segui o critério da RSSSF e tirei alguns torneios (acrescentei o de 1920, q não estava). Agora deve-se seguir os critérios da RSSSF, que são os mais confiáveis a meu ver. Garavello (discussão) 16h35min de 28 de Janeiro de 2008 (UTC)


Symbol declined.svg Discordo A RSSSF pode ser uma fonte segura de informações, mas não é o órgão que regula se uma competição é oficial ou não. Quem regula isso no Brasil é a CBF, por tanto, os critérios a ser seguidos devem ser os da CBF. Se não pode estar na lista a Supercopa do Brasil porque a RSSSF não considera oficial, também não podem estar na lista a Taça Brasil e o Robertão, porque a CBF não os considera como oficiais. Nem a Supercopa do Brasil, nem a Taça Brasil e nem o Robertão são considerados oficiais pela CBF, mas todos foram organizados por ela. Por tanto, considero que o critério para que uma comepetição conste na lista deveria ser o seguinte: somente podem constar competições organizadas ou reguladas pela CBF e abertas a todos os estados. Mateus RM msg 15h55min de 12 de Março de 2008 (UTC)

Só q a CBF tbém não considera a Supercopa como torneio oficial. E por decisão da comunidade, deveriam valer os torneios que são reconhecidos nacionalmente antes de 1971, antes q a CBF tomasse os rumos. Para esses casos, ficou estabelecido que:
  1. A partir de 1971 valem todos os torneios organizados pela CBF ou autorizados por ela (Copa João Havelange por exemplo)
  2. Nos casos de torneios anteriores a 1971, vale os critérios da RSSSF, que é uma entidade séria e respeitável, portanto fiável.

Abraços! Garavello (discussão) 16h35min de 12 de Março de 2008 (UTC)

Citação: Garavello escreveu: «A partir de 1971 valem todos os torneios organizados pela CBF ou autorizados por ela». Se essa foi uma decisão da comunidade, então a Supercopa pode constar na lista, pois foi uma competição nacional organizada pela CBF, ainda que não seja considerada por ela como oficial, da mesma forma que aqueles torneios dos anos 60 também foram organizados por ela (na época CBD) mas não são considerados oficiais hoje. Por tanto, vou colocar novamente os nomes dos campeões da Supercopa na lista. :D Mateus RM msg 15h01min de 13 de Março de 2008 (UTC)

Se a CBF não considera oficial, então não podemos considerar oficial tbém, já q é pós-1971. E se não é oficial, ela não organizou. E antes de 1971 não existia um órgão específico que controlasse o futebol, portanto não haveria como fazer algo oficial. A Supercopa foi um torneio "amistoso" que não valia nada (nem vaga pra Libertadores dava!), à margem dos torneios oficiais da época. Garavello (discussão) 16h03min de 13 de Março de 2008 (UTC)


Eu não gostaria de iniciar uma guerra de edições, por tanto antes que eu reverta a reversão da minha edição (:D), comento o seguinte: primeiro, para que não se tenha dúvida sobre a questão da CBF ter organizado a Supercopa, veja-se a definição que este site, que é utilizado como fonte em muitos artigos da Wikipédia pois é fiável, faz da Supercopa: Torneio disputado pelo Campeão Brasileiro e o campeão da Copa do Brasil do ano anterior e realizada pela CBF - Confederação Brasileira de Futebol. Não ser considerada oficial pela CBF não significa que não foi organizada por ela. Segundo, a própria RSSF (http://paginas.terra.com.br/esporte/rsssfbrasil/miscellaneous/rkbrclub.htm) coloca a Supercopa no mesmo nível de pontuação da Taça Brasil, do Robertão e da Copa dos Campeões em seu ranking, ainda que o considere como competição amistosa. Por tanto, não vejo o porquê de um competição considerada importante organizada pela CBF a nivel nacional com a participação de equipes profissionais campeãs nacionais não poder constar justamente na lista de campeões nacionais. Para finalizar, eu gostaria de saber onde a comunidade decidiu sobre esse critério da RSSSF, pois eu procurei e não achei em lugar nenhum. Abraços e boa noite. Mateus RM msg 22h56min de 13 de Março de 2008 (UTC)

Mateus, antes de recomeçar uma discussão em círculos, leia o que foi escrito acima, nesse mesmo tópico. Assim como a Supercopa, também foram organizados pela CBD/CBF a "Copa dos Campeões da Copa Brasil" vencida pelo Atlético Mineiro em 1978, o "Torneio dos Campeões" vencido pelo América Carioca em 1982, o "Torneio Heleno Nunes" vencido pelo Inter em 1984, a "Taça Brahma dos Campeões" vencida pelo Flamengo em 1992 (na verdade a mesma Supercopa, apenas com outro nome por causa do patrocinador), etc. Na verdade, essa lista é uma grande "fruteira maluca" (lembra da piada? "eu tenho 3 uvas, você tem 2 melancias, logo eu tenho mais frutas que você"): simplesmente somar títulos de competições diferentes (como é feito aqui) já é uma forçação de barra, mas somar títulos de temporada (Campeonato Brasileiro) com títulos disputados em uma única partida (como você está propondo) é um disparate. Não seria mau para a credibilidade da Wikipédia propor a eliminação dessa página. Abraços. Gjpab (discussão) 01h54min de 14 de Março de 2008 (UTC)


A Supercopa esteve nesta lista durante muito tempo. Inclusive a RSSSF a coloca no mesmo nível da Taça Brasil, Robertão e Copa dos Campeões, ainda que não fosse um torneio oficial. Se essa questão de partida única é decisiva, nesse critério a Taça Intercontinental/Copa Toyota também não tem valor, porque a FIFA também não considera oficial. Eu ainda espero saber onde a comunidade decidiu sobre esse critério da RSSSF, pois eu procurei e não achei em lugar nenhum. Mateus RM msg 11h18min de 14 de Março de 2008 (UTC)

Citação: Mateus RM escreveu: «a RSSSF a coloca no mesmo nível da Taça Brasil, Robertão e Copa dos Campeões» Mentira. A RSSSF lista Robertão, Taça Brasil, Copa dos Campeões junto com Copa do Brasil na categoria Competições Nacionais como este link atesta. Já a Supercopa é listada na categoria Torenios Amistosos, conforme atesta este link.
Já no caso dos Mundiais, a RSSSF considera todos (FIFA, Toyota) títulos intercontinentais de mesma categoria, como atesta este link, portanto valem sim. Basta de argumentos falaciosos, os critérios foram definidos bem no começo deste tópico e até agora, 2 meses depois, só vc reclamou. Garavello (discussão) 13h26min de 14 de Março de 2008 (UTC)
  • (Desculpem, estava respondendo ao mesmo tempo que o Garavello e, não por acaso, noss argumentação é muito parecida.) Não! a RSSSF NÃO coloca a Supercopa no mesmo nível da Taça Brasil, Robertão e Copa dos Campeões. É só ler em http://paginas.terra.com.br/esporte/rsssfbrasil/historical.htm. Para a RSSSF, há cinco "níveis" de competições, muito claramente caracterizados na organização da página: (1) o campeonato brasileiro; (2) competições nacionais; (3) competições interestaduais; (4) torneios amistosos; (5) campeonatos estaduais. Taça Brasil, Robertão e Copa dos Campeões estão no nível 2, assim como a Copa do Brasil; A Supercopa do Brasil está no nível 4, junto com mais 171 torneios. O que eu escrevi ontem, traduzido nesses termos, foi que essa lista da Wikipédia mistura competições dos níveis 1 e 2 (o que é questionável) e simplesmente soma títulos dos dois níveis (o que é tão sem sentido quanto a piada das uvas e melancias), e que a tua proposta era misturar ainda mais, e somar competições dos níveis 1, 2 e 4 (o que me parece um absurdo). Eu NÃO escrevi que competições de uma partida só não têm valor, até porque depende da amplitude da competição, de como os disputantes se classificaram para disputá-la, etc. Um abraço. Gjpab (discussão) 13h40min de 14 de Março de 2008 (UTC)

Bom, não vou mais continuar discutindo. Aceito o critério da RSSSF. Só vou reponder o Garavello em duas questões. Primeiro: veja os critérios de pontuação do ranking da RSSSF: http://paginas.terra.com.br/esporte/rsssfbrasil/miscellaneous/rkbrclub.htm. Procure quantos pontos vale a Supercopa e depois veja quantos pontos valem o Robertão, a Taça Brasil e a Copa dos Campeões. Por isso eu insisti nessa questão, porque a RSSSF ao mesmo tempo que diz que a Supercopa foi uma competição amistosa, a coloca no mesmo nível de outras competições que ela considera oficiais. Segundo: você falou de decisão da comunidade. Na verdade você escreveu: Agora deve-se seguir os critérios da RSSSF, que são os mais confiáveis a meu ver, e no mesmo dia modificou o artigo sem que houvesse votação ou opiniões dos demais usuários. Agora, dois meses depois, eu apareci e quetionei. Abraços! :D Mateus RM msg 15h38min de 15 de Março de 2008 (UTC)

Tabelas coloridas[editar | editar código-fonte]

Desculpem se estou sendo chato, mas alguém realmente gosta dessas tabelas coloridas, enormes e cheias de bandeiras que não dizem respeito aos times campeões, mas aos estados dos times campeões? O que isso realmente significa como informação enciclopédica? Gjpab (discussão) 02h38min de 13 de Maio de 2008 (UTC)

Eu particularmente acho uma maquiagem desnecessária q torna a tabela muito mais difícil de ser lida. Em questão de design, é uma agressão visual. Tabelas devem ter uma cor de fundo somente, senão o cérebro se cansa de decodificar tantas imagens/cores. Garavello (discussão) 13h18min de 13 de Maio de 2008 (UTC)

Torneio Rio-São Paulo[editar | editar código-fonte]

O usuário 189.87.217.22 acabou de colocar, por duas vezes, a lista de campeões do Torneio Rio-São Paulo entre 1959 e 1965. Talvez não tenha lido a minha justificativa de reversão, ou não tenha se dado conta de que esta página é sobre campeões NACIONAIS, por isso não cabem tais referências. Seja como for, vou reverter de novo. Abraços. Gjpab (discussão) 01h02min de 2 de fevereiro de 2010 (UTC)

Segunda divisão[editar | editar código-fonte]

Editores, vocês poderiam também considerar os titulos de campeão brasileiro das série B e C como títulos nacionais, ai o Corinthians, o Palmeiras e o Fluminense, entre outros, levariam mais um título nacional, não é brincadeira, eles jogaram e conquistaram esses títulos. comentário não assinado de 189.31.103.53 (discussão • contrib)

  • Sim, só pode ser brincadeira. Um abraço. Gjpab (discussão) 03h35min de 23 de setembro de 2010 (UTC)

Formato da tabela em caso de unificação[editar | editar código-fonte]

Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Torneios entre Campeões***
1920 Paulistano (SP)
1937 Atlético Mineiro (MG)
1959 Bahia (BA)*
1960 Palmeiras (SP)*
1961 Santos (SP)*
1962 Santos (SP)*
1963 Santos (SP)*
1964 Santos (SP)*
1965 Santos (SP)*
1966 Cruzeiro (MG)*
1967 Palmeiras (SP)*
Palmeiras (SP)**
1968 Botafogo (RJ)*
Santos (SP)**
1969 Palmeiras (SP)** Grêmio Maringá (PR)
1970 Fluminense (RJ)**
1971 Atlético Mineiro (MG)
1972 Palmeiras (SP)
1973 Palmeiras (SP)
1974 Vasco da Gama (RJ)
1975 Internacional (RS)
1976 Internacional (RS)
1977 São Paulo (SP)
1978 Guarani (SP) Atlético Mineiro (MG)
1979 Internacional (RS)
1980 Flamengo (RJ)
1981 Grêmio (RS)
1982 Flamengo (RJ) America (RJ)
1983 Flamengo (RJ)
1984 Fluminense (RJ)
1985 Coritiba (PR)
1986 São Paulo (SP)
1987 Sport (PE)
Flamengo (RJ)**** ******
1988 Bahia (BA)
1989 Vasco da Gama (RJ) Grêmio (RS)
1990 Corinthians (SP) Flamengo (RJ) Grêmio (RS)
1991 São Paulo (SP) Criciúma (SC) Corinthians (SP)
1992 Flamengo (RJ) Internacional (RS) Flamengo (RJ)
1993 Palmeiras (SP) Cruzeiro (MG)
1994 Palmeiras (SP) Grêmio (RS)
1995 Botafogo (RJ) Corinthians (SP)
1996 Grêmio (RS) Cruzeiro (MG)
1997 Vasco da Gama (RJ) Grêmio (RS)
1998 Corinthians (SP) Palmeiras (SP)
1999 Corinthians (SP) Juventude (RS)
2000 Vasco da Gama (RJ)***** Cruzeiro (MG) Palmeiras (SP)
2001 Atlético Paranaense (PR) Grêmio (RS) Flamengo (RJ)
2002 Santos (SP) Corinthians (SP) Paysandu (PA)
2003 Cruzeiro (MG) Cruzeiro (MG)
2004 Santos (SP) Santo André (SP)
2005 Corinthians (SP) Paulista (SP)
2006 São Paulo (SP) Flamengo (RJ)
2007 São Paulo (SP) Fluminense (RJ)
2008 São Paulo (SP) Sport (PE)
2009 Flamengo (RJ) Corinthians (SP)
2010 Fluminense (RJ) Santos (SP)

* Campeão da Taça Brasil.

** Campeão do Torneio Roberto Gomes Pedrosa.

*** Competições realizadas entre vencedores de diferentes torneios do Brasil (Campeonatos estaduais, regionais ou nacionais) considerados oficiais pela RSSSF: 1920 e 1937: Torneio dos Campeões – FBF; 1969: Torneio dos Campeões da CBD; 1982: Torneio dos Campeões da CBF; 2000 a 2002: Copa dos Campeões.

**** Campeão da Copa União, reconhecido como campeão brasileiro pelo Clube dos Treze e pelo Conselho Nacional de Desportos mas não pela CBF.

***** Campeão da Copa João Havelange.

****** Em 2012 a CBF reconheceu o Clube de Regatas do Flamengo co-campeão da Copa União de 1987. revogando assim sua própria decisão anterior. A única coisa pendente hoje, com relação a aquele evento, é a disputa judicial de quem ficaria com o troféu das bolinhas entre o clube de regatas do flamengo e o são Paulo futebol clube.


O que acham? Mateus RM msg 17h38min de 20 de dezembro de 2010 (UTC)

Aproveitando que alguém tocou no assunto, quero falar de algo que me incomoda há algum tempo. Proponho a retirada dos títulos "entre campeões" do Paulistano, América-RJ, Atlético-MG e Maringá, já que nenhum destes teve caráter oficial e só estão ali por imposição de torcedores destes dois últimos. O torneio organizado pela CBF entre 2000 e 2002 é o único a ter caráter oficial. Robertogilnei (discussão) 19h25min de 20 de dezembro de 2010 (UTC)

Torneio do Povo novamente[editar | editar código-fonte]

Defendo a inclusão do Torneio do Povo. O torneio foi criado no mesmo ano do Campeonato Brasileiro (1971) e foi disputado em paralelo, como a atual Copa do Brasil. Inclusive o Coritiba (campeão de 73), tem um pedido rolando na CBF para o reconhecimento do torneio. Segue link do Globoesporte.com sobre o assunto: http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2010/12/coxa-quer-torneio-do-povo-de-73-reconhecido-como-titulo-brasileiro.html

Já se o que seria preciso para a inclusão do torneio é alguma fonte (como disse o usuário Garavello, acima), segue o vídeo de uma matéria da ESPN Brasil que conta a história do Torneio do Povo, afirma que o torneio foi criado pela CBD e ainda trata o Coritiba como "o primeiro campeão nacional do sul do Brasil": http://urub.us/1hz - (@Nichrs)

Video não serve como fonte na wikipédia. Encontre alguma fonte escrita que comprove que o torneio foi organizado pela CBD e esse torneio poderá ser incluido. Mateus RM msg 19h35min de 6 de abril de 2011 (UTC)

Não concordo. O fato de ter sido organizado pela CBD (o que acho muito pouco provável) tornaria eventualmente o torneio oficial, mas não nacional. Gjpab (discussão) 03h02min de 7 de abril de 2011 (UTC)

O que seria então um torneio nacional? O Torneio do Povo contou com clubes de 6 estados brasileiros, de 3 regiões do país (sudeste, sul e nordeste). Na lista entrou o Torneio dos Campeões da CBD, que teve participação de apenas 3 clubes de 2 regiões. O Roberto Gomes Pedrosa de 1967, agora elevado a Campeonato Brasileiro, contou com equipes de apenas 2 regiões (sudeste e sul) e de apenas 5 estados (um a menos que o Torneio do Povo). O que torna então o Torneio do Povo menos nacional que o Robertão-67, que teve times de menos regiões e menos estados? Apenas o fato de ter sido menos conhecido? O que dizer então do Torneio dos Campeões de 69? Estou aqui apresentando números e fatos que defendem a minha idéia de inserir o Torneio do Povo na lista. (@Nichrs)
Complementando, segue o site oficial do Coritiba, contando a história do Torneio do Povo de 73: http://www.coritiba.com.br/portal/blog/1973/10/10/torneio-do-povo-de-1973/ - Do qual destaco o trecho: “Esse é o Coritiba, de raça, de garra, de fé e de coração, que trouxe para Curitiba o primeiro grande título nacional conquistado por um clube do Sul do Brasil. A festa foi imensa pelas ruas da cidade. Depois desse feito, somente a conquista do Brasileiro de 1985 gerou um carnaval dessa proporção na capital paranaense.”
Apenas para efeito de informação, moro em Curitiba, mas não sou torcedor do Coritiba. Sei de perto o que esse torneio representa para a torcida coxa-branca e a sua importância para eles. Estamos aqui discutindo a inclusão do torneio na nossa lista de campeões nacionais da Wikipédia, mas não tem discussão alguma que tire da torcida do Coritiba o título nacional de 73. (@Nichrs)

Eu sou a favor de que o torneio seja incluido desde que sejam apresentadas fontes fiáveis e independentes (que não é o caso do site do próprio Coritiba; leia Wikipédia:Verificabilidade) que comprovem que esse torneio foi realizado pela CBD. Mateus RM msg 08h25min de 7 de abril de 2011 (UTC)

O Estadão de 03/Janeiro/1971 sustenta que o Torneio do Povo foi uma iniciativa do Atlético Mineiro, e que o Atlético negociou a realização do mesmo diretamente com os outros clubes, primeiramente com o Flamengo, depois com os outros, a matéria não cita a CBD como organizadora do Torneio, nem a cita de outra forma: http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19710103-29369-nac-0030-999-30-not/busca/torneio+Flamengo . O Estadão de 06/Janeiro/1971 fala da organização do Torneio do Povo, adicionando que os participantes seriam Flamengo, Corinthians , Internacional e Atlético Mineiro. Ou seja, os participantes seriam fixos todos os anos, descaracterizando o que se imagina ser uma competição de abrangência nacional - uma competição alcançável por todas as equipes do país. A matéria não fala nada sobre qualquer participação da CBD na organização do Torneio, referindo-se apenas à uma reunião entre os clubes na sede do Flamengo: http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19710106-29371-nac-0018-999-18-not/busca/Torneio+Povo+Flamengo . O Estadão de 16/Janeiro/1971 diz que os dirigentes do Atlético Mineiro ficaram tranquilos ao saber que precisavam apenas enviar o regulamento do Torneio do Povo para a FMF (Federação Mineira Futebol) para que a CBD não interviesse ou cancelasse o torneio; ou seja, o torneio não foi organizado nem pela FMF nem pela CBD, mas sim pelo Atlético-MG juntamente aos outros clubes: http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19710116-29380-nac-0016-999-16-not/busca/Torneio+Povo+torneio+CBD . O Estadão de 05/Janeiro/1972 fala da organização do Torneio do Povo daquele ano, organização feita entre os clubes, sem citar a CBD na organização: http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19720105-29680-nac-0020-999-20-not/busca/Flamengo+Torneio+Povo . Tem outras várias matérias de 1971 a 1973, falando da organização do Torneio, mas é até redundância ficar colando-as aqui, pois todas sustentam que o Torneio foi organizado pelos próprios clubes, não pela CBD. Em resumo: o Torneio do Povo nem teve abrangência nacional nem foi oficial pela CBD, não havendo nenhuma razão para figurar na lista.

Corrigindo: apenas em 1971, o Torneio do povo foi não-oficial. Em 1972 e 1973, foi da CBD, sim: http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19720203-29705-nac-0030-999-30-not/busca/Povo ; http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19730223-30032-nac-0021-999-21-not/busca/Torneio+Povo+CBD ; http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19730102-29987-nac-0018-999-18-not/busca/CBD+Torneio+Povo



Apenas o Torneio do Povo de 1973 é comprovadamente oficial pela CBD:

O Estadão de 02/01/1973 (http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19730102-29987-nac-0018-999-18-not/busca/CBD+Torneio+Povo) diz que "a CBD tornou o Torneio do povo uma competição oficial desde o ano passado", ou seja , desde 1972. Mas desde quando em 1972? Desde que data em 1972? Vejam bem: a matéria do Estadão diz "desde ano passado" (ano de 1972) mas não diz "desde a edição passada" (edição de 1972).

A edição do Torneio do Povo de 1972 começou em 02/02/1972. A Folha de São Paulo de 14 de novembro de 1972 (bem posterior à 02/02/1972) foi a primeira matéria da Folha a mencionar a CBD na organização do Torneio do Povo, dizendo que a CBD estava exigindo que o número de participantes do Torneio do Povo de 1973 deveria ser 8: http://acervo.folha.com.br/resultados/buscade_talhada/?utf8=%E2%9C%93&fsp=on&all_words=CBD+&phrase=Torneio+do+Povo&words=&without_words=&initial_date=01%2F01%2F1971&final_date=01%2F01%2F1973&date%5Bday%5D=&date%5Bmonth%5D=&date%5Byear%5D=&group_id=0&theme_id=0&commit.x=43&commit.y=14&commit=Enviar

Vale lembrar que o Torneio do Povo era realizado bem no início do ano. Se a CBD encampou o Torneio do Povo em 1972, então é muito provável que esse endosso do CBD ao Torneio do Povo tenha sido apenas à edição de 1973 (iniciada em 21/01/1973). Para que a edição do Torneio do Povo de 1972 (iniciada em 02/02/1972) tivesse sido endossada pela CBD, o endosso teria que ser anterior à data de 02/02/1972. Uma pesquisa nos acervos Folha e Estadão, pelos termos "CBD" e "Torneio do Povo" nos jornais de 01/01/1971 a 02/02/1972, traz várias páginas de jornais em que ambos ("CBD" e "Torneio do Povo") são mencionados, e nenhuma delas menciona qualquer participação da CBD na organização do Torneio do Povo de 1972.

Exemplo: A Folha de São Paulo de 02/02/1972, inclusive dá grande destaque ao início da 2ª edição do Torneio do Povo, sem em nada mencionar a CBD. A matéria do dia anterior traz a tabela do torneio, novamente sem em nada mencionar a CBD. A edição da Folha de 28/12/1971 comenta a inclusão do Bahia no Torneio para a edição de 1972, sem em nada mencionar a CBD, deixando claro que a inclusão do Bahia se deu mediante negociações diretas com os clubes participantes da edição de 1971, sem nada a ver com a CBD.

Ou seja: as evidências vão no sentido de que a CBD encampou o Torneio do Povo em 1972, mas já em fins de 1972, com vistas à edição de 1973. Portanto, as evidências existentes indicam que a edição de 1972 não foi encampada pela CBD.

http://acervo.folha.com.br/resultados/buscade_talhada/?utf8=%E2%9C%93&fsp=on&fdm=1&fdn=1&all_words=CBD+&phrase=Torneio+do+Povo&words=&without_words=&initial_date=01%2F01%2F1971&final_date=02%2F02%2F1972&date%5Bday%5D=&date%5Bmonth%5D=&date%5Byear%5D=&group_id=0&theme_id=0&commit.x=21&commit.y=17&commit=Enviar

Copa União 1987[editar | editar código-fonte]

A Copa União foi na realidade apenas o módulo verde que ao lado do amarelo integrou a primeira divisão do Brasileirão de 1987, portanto não é título nacional (ou campeonato) apenas um Módulo (Chave, Grupo). Além disso, é a CBF que determina o que é ou não título nacional.

o comentário precedente não foi assinado por 189.19.144.107 (discussão • contrib.) 21h10min de 7 de julho de 2012‎ (UTC)

Symbol declined.svg Discordo dos argumentos apresentados para a remoção, pois demonstram parcialidade. Para ser imparcial, deveria remover todos os títulos não reconhecidos, pois lembrando a todos: mesmo não reconhecida pela CBF, a Copa União de 1987 é reconhecida pela imprensa e pelo Clube dos 13, que a organizou, só não sendo reconhecida pela CBF por obrigação judicial (ver nota no artigo principal e respectivas referências). Se o fato de ser organizada pelo Clube dos 13 não a torna oficial, então a Copa João Havelange de 2000, mesmo reconhecida pela CBF também não é oficial e, seguindo o mesmo raciocínio deve-se remover também a Taça Brasil e a Taça Roberto Gomes Pedrosa, pois estas foram organizadas por outras entidades que não a CBD/CBF. Se é o fato de não ser reconhecida pela CBF (relembrando que apenas por obrigação judicial) então as Supercopas de 1990 e 1991 devem ser removidas também, juntamente com o Torneio dos Campeões da CBD de 1969, a Copa dos Campeões da Copa Brasil de 1978 e o Torneio dos Campeões de 1982, pois nenhum destes também é reconhecido oficialmente pela CBF. Jaderson Barreto Sathler (discussão) 17h52min de 12 de fevereiro de 2013 (UTC)

A Copa União de 1987 não era outro campeonato, era um campeonato só com 32 clubes. O Clube dos 13 e a imprensa queriam que o módulo(chave) Verde fosse um campeonato paralelo. A CBF não concordou com isso. A Copa João Havelange foi um campeonato dividido também em módulos e houve o cruzamento tanto a CBF como o Clube dos 13, nesse evento entraram em consenson na Copa União houve um acordo aceito pelo Clube dos 13, devido a CBF MANDAR no futebol. Módulo(Chave) de 16 clubes não é campeonato, ora só porque tinha times grandes. A CBF e a Justiça definiram quem é o campeão de 1987. Não é a imprensa, Clubes dos 13(os grandes) ou 19(aos clubes pequenos) na época que determinaram isso.

o comentário precedente não foi assinado por 201.13.120.97 (discussão • contrib.) 21h32min de 12 de fevereiro de 2013 (UTC)

O nome Copa União pode ser referido tanto para se chamar o módulo como o campeonato em si. Portanto colocar do jeito que está no artigo toma partido da ideia do Flamengo de dividir o título contra o que a justiça determinou que era errado.

o comentário precedente não foi assinado por 201.13.120.97 (discussão • contrib.) 22h06min de 12 de fevereiro de 2013 (UTC)

Não é isto que dizem as fontes no artigo, e todas as afirmações de um artigo enciclopédico devem ser verificáveis através de fontes fiáveis e independentes. Há fontes que comprovam que o campeonato foi organizado pelo C13 quando a CBF declarou que não iria organizar a Copa Brasil de 1987 por falta de verba. Os módulos são consequência da CBF voltar atrás na decisão por conta do C13 ter sucesso em seus objetivos em organizar um campeonato independente dela. Para entender melhor o imbróglio da Copa União (que tem este nome por causa do patrocínio do Açúcar União, restrito ao que foi chamado de módulo verde pela CBF) leia esta linha do tempo descrita pelo jornalista Mauro Beting: Copa União 1987 e Clube dos 13 – A Linha do Tempo e do Dinheiro (Lance!Net).
PS1: Não faça modificações no artigo sem chegar a um consenso! Insistir na modificação do artigo sem consenso é WP:POV e pode acarretar até o bloqueio de edição.
PS2: Por favor, assine suas mensagens!
Jaderson Barreto Sathler (discussão) 00h48min de 13 de fevereiro de 2013 (UTC)

Vamos por partes, a CBF não disse que desistiu de organizar a Copa União, disse que tinha problemas financeiros, só que os clubes dos 13(os grandes) não queriam dividir com os 19(os pequenos) o campeonato em si. A CBF não concordou e deu essa confusão. Independente dessa bagunça, a CBF proclamou o Sport como campeão em 1987. E na justiça comum foi decidido o mesmo em definitivo. Não existe nada mais que possa ser feito quanto a essa decisão. Abrçs 201.13.120.97 (discussão) 00h54min de 13 de fevereiro de 2013 (UTC)

Vejamos:
  1. O artigo deixa bem claro que o título da Copa União não é reconhecido como oficial pela CBF (que o reconheceu em 2011 e, devido à obrigação judicial, teve que voltar atrás nesta decisão). Portanto não há o porque de discutirmos se é oficial ou não.
  2. O artigo tem referências e fontes fiáveis que demonstram que a Copa União (ou módulo verde da Copa Brasil 87, segundo a CBF) foi organizada pelo C13, com regras redigidas por esta entidade e que, numa tentativa de conciliação, foi tratada como um dos módulos da Copa Brasil da CBF. Houve mudanças nas regras, que foram aceitas por um representante do C13 (Eurico Miranda) à revelia da posição dos outros clubes em relação ao regulamento, o que levou a esta situação.
  3. Em vez de ficarmos discutindo se é ou se não é, apresente argumentos com fontes fiáveis que refutem o que está no artigo, ou seja, é necessário conseguir fontes fiáveis que comprovem que a Copa União não foi um campeonato nacional. Mais que isso, terá também que provar que as fontes citadas no artigo não são fiáveis, pois estas demonstram que a Copa União existiu, teve âmbito nacional e é reconhecida pelo C13, pelo CND e pela imprensa.
  4. Insistir no fato do título não ser reconhecido ou no fato de não ser oficial não vai levar a nada, uma vez que há outros títulos já citados que também estão na lista e que também não são reconhecidos e/ou não são oficiais. Para este argumento ter validade, seria necessário propor a retirada de todos eles, não somente da Copa União de 1987 (o que levaria esta discussão para outra dimensão).
  5. E por fim, insistir na retirada apenas da Copa União de 1987 demonstra parcialidade clubística, o que fere o WP:PDI.
Jaderson Barreto Sathler (discussão) 01h38min de 13 de fevereiro de 2013 (UTC)

Meu amigo, Módulo é uma Chave não é campeonato. O Clube dos 13 queria organizar sozinho o campeonato brasileiro incluindo só os seus clubes. A CBF não concordou com isso. Deu no que deu, a CBF decidiu em 1987 isso e a justiça manteve essa decisão. 201.13.120.97 (discussão) 01h42min de 13 de fevereiro de 2013 (UTC)

Módulo verde não foi um campeonato a parte, foi determinado cruzamento assim que nem a Copa João Havelange. Se fosse um campeonato a parte sem o envolvimento da CBF, poderiamos discutir a sua inclusão nesse artigo ou em outro. Mas não foi isso que aconteceu ou ficou decidido depois. 201.13.120.97 (discussão) 01h50min de 13 de fevereiro de 2013 (UTC)

Sr. anônimo, por favor traga fontes fiáveis que afirmem o que está dizendo. A sua palavra (ou a minha) não tem nenhum valor aqui para uma discussão imparcial. Fontes fiáveis e independentes que afirmem o que estamos dizendo, sim. Portanto, somente com fontes fiáveis (como as já apresentadas no artigo ou aqui na discussão - como a publicação do jornalista Mauro Beting no Lance!Net, que postei em uma mensagem anterior) podemos seguir discutindo. De outra forma, esta discussão é estéril.
Jaderson Barreto Sathler (discussão) 02h29min de 13 de fevereiro de 2013 (UTC)

As referências já estão nos artigos Copa União, Campeonato Brasileiro e aqui. São os jornais da época. Ver nesse artigo Jornal do Brasil, afirmando que é um campeonato só(antes do evento) dividido em dois módulo e as outras. Não é opinião de jornalista é o jornal da época afirmando isso. A justiça já confirmou que de fato era isso 201.13.120.97 (discussão) 02h34min de 13 de fevereiro de 2013 (UTC)


Não tem o que discutir: diferentemente do que já falaram aqui, a Copa União é a ÚNICA competição presente nesse Anexo que não foi organizada diretamente pela CBD ou CBF, nem tampouco foi organizada pelo Clube dos 13 com TOTAL concordância da CBF, como foi a Copa João Havelange , estasim que É OFICIALIZADA pela CBF como Brasileirão, assim como são oficiais como Brasileirão a Taça Brasil e o Robertão.
Estão forçando a barra para "empurrar" Copa União. Com a devida franqueza, não desejo ofender, mas isso já passou dos limites da desonestidade intelectual. Comparar o caso de 1987 com o caso da Copa João Havelange em 2000 é de uma desonestidade intelectual absurda. Se em 2000 o Clube dos 13, com o apoio da Globo e da Coca-Cola, chegasse e não aceitasse o cruzamento dos módulos, aí sim a situação seria igual. Porém, em 2000 o Clube dos 13 obedeceu o cruzamento dos módulos, não houve nenhum W.O. nas finais, tudo ocorreu em TOTAL acordância ao acordado com a CBF (CBF: órgão com AUTORIDADE no futebol brasileiro, não empresa nem imprensa) e assim o título de 2000 é legitimado.
Já em 1987, a CBF concordou que o Clube dos 13 fizesse a Copa União, mas não foi uma concordância TOTAL- a CBF concordou que o Módulo Verde seria 1 METADE de UM SÓ campeonato, e a CBF NUNCA endossou a idéia de considerar o Módulo Verde com sendo um campeonato "por si só", um campeonato "em si mesmo", um campeonato independente.
Numa briga POLÍTICA entre CBF e Aidar, o Flamengo (e a MAIOR parte, NÃO TODA, do Clube dos 13) preferiu o Aidar. Optou por um lado e PERDEU. Agora não adianta chorar e inventar desculpa. O justo é que o ônus duma situação recaia sobre o culpado pela mesma. Se Flamengo e Internacional tivessem entrado em campo contra Sport-PE e Guarani, esta polêmica hoje não existiria- a cuilpa é DELES (Fla e Inter) por ELES terem ido "na onda" do Aidar, e por isso o ônus da situação é DELES. E, por isso, óbvio, a Justiça nunca teve dúvidas sobre a manutenção do título apenas ao Sport-PE - o Sport não teve culpa NENHUMA do que ocorreu, e por isso não tem que sofrer os ônus das decisões de Flamengo e Inter.
Durante mais de vinte anos, a CBF (ÚNICA entidade que tem o poder legal de reconhecer títulos no futebol brasileiro) NUNCA aceitou o Flamengo como campeão brasileiro em 1987 e sempre insistiu que o único campeão foi o Sport-PE. A CBF só "mudou de idéia" MAIS DE 20 ANOS DEPOIS por razões unicamente políticas e oportunistas: de uma hora para outra, na "maior cara de pau" por oportunismo político, em 2011 a CBF mudou a POSIÇÃO que SEMPRE TEVE DESDE 1987, OU SEJA, POR MAIS DE 20 ANOS. Com uma decisão tão evidentemente tomada por oportunismo político, novamente é óbvio que o Sport conseguiu provar que a realidade histórica ocorrida na época estava sendo mudada por questões políticas, e novamente o Sport-PE conseguiu ganhar a parada na Justiça, que fez a CBF revogar a divisão do título e ele voltou a ser só do Sport.
Repito: de TODAS as competições citadas neste Anexo, o "título" de 1987 do Flamengo é o ÚNICO que não foi oficialmente homologado por CBF ou CBD LOGO QUANDO OCORREU, SÓ TEVE UM RECONHECIMENTO OPORTUNISTA MAIS DE 20 ANOS DEPOIS, QUE EXATAMENTE POR TER SIDO UM RECONHECIMENTO FALSO E OPORTUNISTA, LOGO FOI DERRUBADO NA JUSTIÇA.
E por favor não venham com história de que "está contando só como Copa União, não como Brasileirão." Desde 1987, a CBF sempre considerou o Módulo Verde uma METADE de um campeonato, não um campeonato independente. Flamengo/Aidar/Globo/Coca-Cola consideravam o Módulo Verde o próprio campeonato - porém, eles perderam a parada para a CBF. Assim., Módulo Verde não é para contar nem como Brasileirão nem como título nacional independente - é para ser apagado do Anexo.

o comentário precedente não foi assinado por 201.53.118.30 (discussão • contrib.) 03h20min de 16 de fevereiro de 2013 (UTC)

< O processo sobre 1987 AINDA está em aberto, logo fica OBRIGATÓRIO de todas as partes , publicarem Flamengo E Sport como campeões até que se dê o processo como julgado em ultima instância Vejam nesse link que AINDA não se pode afirmar NADA http://www.trf5.gov.br/processo/0010631-41.2011.4.05.0000 >

Títulos Não-Reconhecidos[editar | editar código-fonte]

Jaderson, em 01h38min de 13 de fevereiro de 2013, você comentou que: "Insistir no fato do título não ser reconhecido ou no fato de não ser oficial não vai levar a nada, uma vez que há outros títulos já citados que também estão na lista e que também não são reconhecidos e/ou não são oficiais. Para este argumento ter validade, seria necessário propor a retirada de todos eles, não somente da Copa União de 1987 (o que levaria esta discussão para outra dimensão)."

Desculpe, amigo, mas creio que você está muito incorreto.

O título ser reconhecido é o ÚNICO critério sólido para justificar a inclusão. Veja bem: não estou me referindo apenas a reconhecimento como Campeonato Brasileiro, mas sim a reconhecimento como um título: um título independente, não apenas uma chave/grupo/módulo/turno/etc de um título.

Como comentei em 21h07min de 29 de dezembro de 2012 em http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo_Discuss%C3%A3o:Lista_de_t%C3%ADtulos_do_Clube_de_Regatas_do_Flamengo_no_futebol#M.C3.B3dulo_Verde : "Ninguém considera "Módulo Verde" como título independente do Brasileirão. A CBF a considerou em 1987 como um dos módulos do Brasileirão (não um título independente do mesmo) enquanto parte dos clubes do Clube dos 13 e a Globo a consideraram a 1ª Divisão do Campeonato Brasileiro (não um título independente do mesmo). Se for para contar Módulo Verde como título, então pensando desse jeito vamos ter que contar como título quem ganhou grupo,chave,etc do Brasileirão em ano X, Y, Z, etc...

Ressaltando que opinião de parte dos clubes do Clube dos 13 e da Globo não significa nada para decidir o que é título brasileiro válido... eu já vi muita gente dizendo que o "verdadeiro" campeão brasileiro de 2005 é o Internacional, que o "verdadeiro" campeão brasileiro de 2000 é o São Caetano, que o "verdadeiro" campeão brasileiro de 2011 é o Vasco, que o Brasil foi "campeão moral" da Copa de 1978, etc, e nada disso quer dizer nada. A CBF, única autoridade oficial do futebol brasileiro, não reconhece Módulo Verde nem como Série A do Campeonato Brasileiro de 1987 nem como título brasileiro oficial de outro tipo, mas apenas como 1 dos 2 Módulos da Série A de 1987.

Você também comentou que neste Anexo constam títulos não-reconhecidos. Você não citou quais, mas eu presumo que você deva estar se referindo aos Torneios dos Campeões de 1969, 1978, 1982, 1989 e 1990. Se você têm evidências de que esses torneios não são reconhecidos, o correto é apresentar essas evidências e solicitar a retirada dos mesmos, não utilizar um erro para justificar outro. Fora o fato que, até o ponto em que eu sei, o Torneio dos Campeões de 1969, 1978, 1982, 1989 e 1990 não têm nada a ver com o caso de 1987, não havendo nenhuma base para a analogia entre as situações.

Abraços, El cazador (discussão) 19h29min de 16 de fevereiro de 2013 (UTC)

Olá, El cazador! Antes de mais nada, quero que se lembre que o mais importante nestas listas que estamos discutindo é que se chegue a um consenso e acabe este festival de reversões, caracterizando WP:GE e WP:POV que temos presenciado ultimamente, não só nesta aqui como em outras (que temos inclusive debatido juntos e compartilhado pensamentos semelhantes).
Bom, dito isto vamos tentar responder aos questionamentos:
  1. Sobre os títulos não reconhecidos: foram explicitados na mesma mensagem que os cito, mais ao final (na minha primeira resposta em #Copa União 1987, a que começa com "Symbol declined.svg Discordo...").
  2. Sobre esta sua afirmação Citação: Se for para contar Módulo Verde como título, então pensando desse jeito vamos ter que contar como título quem ganhou grupo, chave, etc do Brasileirão em ano X, Y, Z, etc...: poderia me apontar algum campeonato dividido em módulos que o 1º colocado de pelo menos 1 módulo tenha recebido um troféu? Porque o nome oficial do torneio conhecido comercialmente como Copa União foi Troféu João Havelange, e foi entregue uma taça ao campeão com este nome (Aqui tem foto da taça e um close da placa.
  3. Sobre clubismo (Citação: eu já vi muita gente dizendo que o "verdadeiro" campeão brasileiro de "ano x" é "clube y"): se eu quisesse reivindicar título para o clube de minha preferência, iria reclamar sobre o "verdadeiro" campeão de 74, não de 87. Ou se fosse por reconhecimento de módulo diria que o 1º colocado do módulo azul de 2000 é o verdadeiro campeão (para um bom entendedor ficou exposta a minha preferência).
  4. Sobre Citação: Se você têm evidências de que esses torneios não são reconhecidos, o correto é apresentar essas evidências e solicitar a retirada dos mesmos, não utilizar um erro para justificar outro.: eu não estou utilizando erro nenhum para justificar outro, simplesmente porque eu não inseri informação nenhuma no artigo (além de uma marcação de {{controverso}}) e minhas declarações foram para rebater uma justificativa parcial. Além disso, este anexo (ou os próprios artigos dos títulos) já deixa explícito que os títulos que citei não são reconhecidos. E não vejo problema nenhum em citá-los no anexo, desde que o texto deixe claro o que é e o que não é reconhecido (e assim o leitor, tendo a informação completa, analisa se os considera ou não de acordo com os seus critérios). E o mais importante: o que citei é que o argumento de não ser reconhecido não é válido para invalidar apenas a Copa União 1987, mas também invalidaria a todos estes títulos. E também que o argumento de que não é oficial não é válido para invalidar apenas a Copa União 1987, mas também invalidaria a Copa João Havelange 2000. E que o argumento de não ser organizado pela CBD/CBF não é válido para invalidar apenas a Copa União 1987, mas também invalidaria o torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1967, que foi co-organizado por FERJ e FPF, além do da Copa João Havelange de 2000, organizada pelo Clube dos 13.
  5. E, finalmente, sobre Citação: O título ser reconhecido é o ÚNICO critério sólido para justificar a inclusão.: Se este critério está definido no anexo, então realmente é necessário marcá-lo para {{revisão}}, pois há títulos que não se encaixam neste critério que acaba de expor.
PS: obrigado por manter o diálogo civilizado.
Jaderson Barreto Sathler (discussão) 23h11min de 16 de fevereiro de 2013 (UTC)

Resumindo tudo isso. Coloco essa fonte da própria revista placar(os caprichos do regulamento=título-fonte a meu ver criticando) e acredito que eles apoiam que o Flamengo é o campeão de 1987 exclusivo. Nessa fonte de 21/09/1987, citando a semana e o dia 11/09/1987,[1] dia da abertura da Copa União(COPA BRASIL=nome oficial). Informa indicando aquele dia: campeão no quadrangular e 4 títulos de módulos não só o do FLA(módulo não é campeonato). No final fala que a entidade Clube dos 13 discorda, lembre-se de que é a CBF que administra e organiza o futebol no Brasil sendo filiada da FIFA, não vamos colocar que time foi campeão moral porque clube ou entidade representativa contrariou a CBF, o juiz, a justiça etc para criar títulos oficiais ou não. A Justiça também erra, mas nesse caso baseado em fatos concretos, acredito que ela acertou. FIM DE PAPO 189.19.148.61 (discussão) 00h57min de 17 de fevereiro de 2013 (UTC)


Sobre os demais títulos, perdão, eu não havia visto que você já havia explicitado quais eram. Mas mantenho o meu comentário: cada caso é um caso, e não dá para fazer a analogia entre esses casos e o de 1987.
A analogia em relação ao Brasileiro de 2000 também não cabe. Em 2000, a CBF não organizou mas desde o início deixou claro que o vencedor seria legítimo campeão brasileiro, e oficializou o título de 2000 logo após ser conquistado. Já em 1987, a CBF não organizou o que o Flamengo ganhou, mas desde o início deixou claro que o vencedor não seria legítimo campeão brasileiro, mas seria legítimo campeão do Módulo Verde, 1 dos 2 módulos da elite do Brasileirão daquele ano, e que teria que jogar um quadrangular final com seu vice e o dois primeiros colocados do Módulo Amarelo para decidir quem seria o campeão brasileiro daquele ano; e logo após o Brasileiro de 1987, a CBF oficializou o Sport-PE (apenas ele) como campeão brasileiro de 1987. As situações de 1987 e 2000 são muito diferentes e não dá para comparar. El cazador (discussão) 01h41min de 17 de fevereiro de 2013 (UTC)
Sobre os outros títulos: a CBD representava, oficialmente para o futebol Brasileiro, exatamente o que a CBF representa hoje, e qualquer torneio organizado pela CBD é tão oficial nacionalmente quanto os oficializados pela CBF. El cazador (discussão) 01h48min de 17 de fevereiro de 2013 (UTC)
Sobre o título do Maringá , o RSSSF diz que ele era da CBD: http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/tcamp1969.htm ; Sobre o Robertão , segundo o RSSSF, apenas a edição de 1967 não foi organizada pela CBD, mas mesmo assim foi oficializada depois: http://www.rsssfbrasil.com/tablesrz/rgpcamp.htm ; a Taça Brasil foi organizada pela CBD. Sobre Copa dos Campeões da Copa Brasil (1978), Torneio dos Campeões (1982) e Supercopa Brasileira (1990/1991) não comento pois não conheço, e por isso, se for o caso, não me oponho que sejam retirados do Anexo. Já o Módulo Verde de 1987 não foi endossado nem como Brasileirão ou como título independente pela CBF em sua época, apenas como Módulo, nem é oficial pela CBF hoje, seja como Brasileirão ou como título independente. El cazador (discussão) 02h10min de 17 de fevereiro de 2013 (UTC)

Supercopa do Brasil[editar | editar código-fonte]

A edição de 1991 da Supercopa do Brasil é oficial. No Jornal do Brasil, de 27 e 28 de janeiro de 1991, diz que era o título de "Supercampeão Brasileiro", e diz inclusive que um jogador do Flamengo não pôde participar porque não foi regularizado a tempo junto à CBF : http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19910127&printsec=frontpage&hl=en ; http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19910128&printsec=frontpage&hl=en .

A edição de 1992 ("Taça Brahma") foi um amistoso sem nenhuma validade como título. Neste link (http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19920811&printsec=frontpage&hl=pt-BR) estão edições do Jornal do Brasil de 11 a 17 de agosto de 1992, incluindo as edições de 12 e 14 de agosto de 1992, dando conta que aquele jogo entre Flamengo e Paraná de 1992 foi um mero amistoso, sem nenhum valor oficial.

Sobre a edição de 1990, não sei se foi oficial ou não, pois as edições do Jornal do Brasil que li se referem àqueles jogos entre Vasco e Grêmio apenas como jogos válidos pela Libertadores de 1990, sem mencionar título de Supercopa: http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19900314&printsec=frontpage&hl=pt-BR ; http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19900417&printsec=frontpage&hl=pt-BR

A SuperCopa do Brasil só teve 1 edição válida: 1991[editar | editar código-fonte]

Apenas a Supercopa de 1991 é válida. Não é verdade essa história que em 1990 o Grêmio teria ganhado uma "Supercopa do Brasil" contra o Vasco , em 2 jogos (válidos pela Libertadores e supostamente válidos também por esta competição). O site do Grêmio diz isso (http://www.gremio.net/page/view.aspx?i=scamp_1990&language=0), a Wikipedia atualmente diz isso (http://pt.wikipedia.org/wiki/Supercopa_do_Brasil), mas as edições do Jornal do Brasil (RJ), da Folha de São Paulo (SP) e do Estadão (SP) que cobriram os jogos Grêmio X Vasco pela Libertadores de 1990 citam estes jogos apenas e somente como jogos válidos pela Libertadores , sem NADA citar sobre disputa de "Supercopa do Brasil" ( http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19900314&printsec=frontpage&hl=pt-BR; http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19900417&printsec=frontpage&hl=pt-BR ; http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19900308-35294-nac-0025-999-25-not/busca/Gr%C3%AAmio+Vasco ; http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19900314-35299-nac-0020-999-20-not/busca/Gr%C3%AAmio+Libertadores+Vasco ; http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19900419-35329-nac-0018-999-18-not/busca/Gr%C3%AAmio+Libertadores+Vasco , Folha de São Paulo de 13-14-15/03/1990: http://acervo.folha.com.br/resultados/?q=Gr%C3%AAmio+vasco+Libertadores&site=&periodo=acervo&x=14&y=12 ).

Comparem com o caso de 1991: sobre a Supercopa do Brasil de 1991 (vencida pelo Corinthians sobre o Flamengo), os mesmíssimos jornais (Jornal do Brasil, Folha e Estadão) dizem explicitamente que se trata do título de "Supercampeão do Brasil" ou da "Supercopa" ( http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19910127&printsec=frontpage&hl=en ; http://news.google.com/newspapers?nid=0qX8s2k1IRwC&dat=19910128&printsec=frontpage&hl=en ; http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19910127-35568-nac-0036-999-36-not/busca/Corinthians+Flamengo ; Folha de São Paulo de 27-28/janeiro/1991: http://acervo.folha.com.br/resultados/?q=Corinthians+Flamengo&site=&periodo=acervo&x=-532&y=-75 ).

Portanto, é necessário retirar o título do Grêmio da lista.

Nacional/AM Torneio Nacional sem nehuma fonte???da CBF(?) piorou?[editar | editar código-fonte]

OBS: Campeonato Nacional Centro/Sul x Norte/Nordeste, aonde existe fonte nesse artigo sobre a existência desse torneio? ainda dizendo que era ou não oficial(?) da CBD e etc?

Foi um Jogo Amistoso[editar | editar código-fonte]

O Jornal o Estado de São Paulo cita que foi um jogo que o Nacional pagou 30 mil cruzeiros para poder jogar no Maracanã e que tinha sido a 1ª vez que aquilo tinha acontecido ("Manaus vibra com clube que foi ao Rio"-Jornal O Estado de São Paulo 29/08/1969 página 17-fala que o Nacional chegou em Manaus recebido com uma festa devido ao fato de ter sido o 1º clube amazonense a pisar no Maracanã e ter vencido por 1 a 0 o Grêmio Maringá na preliminar de Brasil x Venezuela) Fonte: [2] jogo das eliminatórias para a copa do México que o Brasil acabou vencendo por 6x0 à Venezuela no dia 24/08/1969[3]

Competição amistosa e até com várias dúvidas relacionadas sobre sua organização. Neste site, há a informação até que houve cruzamento entre campeões e torneios regionais com representantes da segunda divisão. É preciso selecionar as competições por aqui, caso contrário este anexo vai se transformar na Casa da Mãe Joana. DanteCan (discussão) 21h04min de 1 de setembro de 2013 (UTC)

Editem e coloquem o Fla campeao de 87 com o Sport[editar | editar código-fonte]

Editaram a pagina do Fla como Campeão de 87, está faltando essa

http://pt.fifa.com/classicfootball/clubs/club=44132/

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2011/02/cbf-reconhece-titulo-do-brasileiro-de-87-do-flamengo.html

PRINCIPALMENTE ESSA: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_t%C3%ADtulos_do_Clube_de_Regatas_do_Flamengo_no_futebol

Não tem jeito[editar | editar código-fonte]

A paixão pelo clube fala mais alto, mesmo com a CBF, e pela justiça, determinando que o Fla não é campeão de 1987, que apenas ganhou uma chave,módulo,grupo de um campeonato só. Mesmo os jornais da época retratando isso, apesar da insistência e briga do C13 com a CBF pelo campeonato que pertence a CBF. Continuam insistindo em colocar o Fla como campeão de um título nacional que na realidade foi apenas uma chave. A verdade dos fatos não interessa para o torcedor, infelizmente, isso ocorre também em outros artigos referente a outros clubes e outros torcedores. Fazer o que?

Super Campeonato Mineiro 2002[editar | editar código-fonte]

Super Campeonato Mineiro 2002

Apesar do nome que ostenta, a Federação Mineira não reconhece como torneio oficial da entidade, e no Wikipédia se encontra como torneio oficial em diversos links.( Para a FMF foi um torneio amistoso)

Segue o Link da FMF, que diz que não reconhece: http://www.fmfnet.com.br/novoportal/menu-central-ultimas-noticias/3407-100o-campeao-mineiro.html

O Site do Oficial do Cruzeiro, ja não mais consta o tal torneio (Super), segue o link:http://www.cruzeiro.com.br/index.php?section=conteudo&id=149

Obs: Consta no site oficial do Cruzeiro o titulo mineiro de 1926, mas no mesmo link da FMF consta que não reconhece, como do Cruzeiro e sim somente o que a entidade FMF organizou. (Já seria um segunda discussão...)

Usuário:Carlos eduardo magalhaes (discussão) 17:41pm 11 de Jan. de 2014 (UTC)