Anexo Discussão:Lista de escândalos de corrupção no Brasil/arquivo1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O "anônimo" que criou esta lista parece querer dar a impressão de que haviam menos escândalos durante a Ditadura Militar, quando, na verdade, o que não havia era divulgação por parte da imprensa (sob censura). Essa é uma lista facciosa e viciada.

Al Lemos 14:06, 14 Janeiro 2007 (UTC)

  • É claro que sou anônimo, mas sim o USUÁRIO ANÔNIMO. Quantos anos você tem? deve ter menos de 20 ou 30 anos e eu tenho mais de 20. Tenho provas de livros que houve sim denúncias de corrupção no Regime Militar a partir de 1974, quando de fato houve uma abertura "lenta e gradual do regime" como dizia Geisel (leia-se Gáizel) Parlamentares federais, estaduais e prefeitos foram afastados/cassados ou acusados de corrupção e aliás não só imprensa denuncia casos de corrupção. o comentário precedente não foi assinado por 189.12.216.27 (discussão • contrib.)
O USUÁRIO ANÔNIMO acima pelo visto prefere permanecer nas sombras. E, pra seu governo, eu tenho idade pra ser seu pai, guri. - Al Lemos 10:28, 25 Janeiro 2007 (UTC)
  • Gente, vamos parar com briga dos pais dos outros. Isso é péssimo tanto para quem é cadastrado ou apenas usuário anônimo (como eu) acessam nesse artigo de "Discussão" e nada contribui com as normas da Wikipédia. Decidi apagar as ofensas.
  • Sobre o tal suposta "denúncia de corrupção no Regime Militar", apesar da imprensa estar sob censura, houve sim, sem muitas denúncias, o que li alguns livros antigos, como caso de alguns parlamentares que foram, de fato cassados por corrupção depois de 1974. Geisel já tinha decretado algumas liberações do regime, por isso que ele disse dar abertura do regime "lenta e gradual". Mas só em 1979, é que houve a decretação da "Anistia de 79", pelo presidente Frigueiredo, aos que pudessem cometido crimes contra ou a favor do regime (como os casos de torturadores que nunca foram punidos). Que quer saibam depois de 1979, houve várias denúncias de corrupção, mas ainda era ditadura. Só mesmo com o fim do regime militar é que houve de fato a redemocratização e muitas denúncias de corrupção que se seguiu.
  • Também há denúncias de corrupção ainda não citadas. Eu poderia até ajudar.

Usuário Anônimo 189.12.216.231 23:16, 27 Janeiro 2007 (UTC)

  • É inacreditável que eu achei vários (mais de dezenas de) artigos publicados na internet, onde aparece João Paulo Cunha que afirma que houve 45 escândalos do Governo FHC (mesmo número do partido PSDB). Issso mesmo: João Paulo Cunha. É o texto publicado em 2002 (não sei o dia e o mês). Na época, ele era deputado e líder do PT (agora reeleito por eleitores corruptos), com o título Herança Política - Escândalos Marcantes do Governo FHC Escrito por João Paulo Cunha. É inacreditável esse que se diz "moralista" se envolver com caixa 2, mensalão e outros absursos contra os radicais do PT. DETALHE: alguns escândalos de 8 anos de FHC são as mesmas de 4 anos de Lula. Não estou fazendo querer ser contra FHC ou Lula, o que me revolta é como políticos opotunistas que no passado quando é na oposição eram contra, mas quando chegam ao poder, faz mesma coisa ou até pior do que no governo anterior.

A conferir: [1] [2]

Aliás, Lula e FHC foram reeleitos, apesar das graves denúncias??? E é verdade.

Pra não dizer só do FHC, veja do Lula: [3]

Tenho outros links: [4] [5] [6]

Mais tarde dou outros detalhes. 189.12.220.12 23:44, 30 Janeiro 2007 (UTC)

Há uma CPI que poderá entrar na pauta em março/2007/: é a CPI das ONGs. A CPI poderá investigar as ONGs ligadas ao governo Lula entre 2003 a 2006. o comentário precedente não foi assinado por 189.12.219.196 (discussão • contrib.)

Decidi apagar os ataques pessoais de Al Lemos contra o Usuário Anônimo por contrariar as regras da Wikipédia que não permitem isso.

Coloquei uma grande galeria de escândalos após pesquisar em livros antigos daquela época e do atual. Quem quiser comentar, está aqui esse espaço. o comentário precedente não foi assinado por 189.12.218.212 (discussão • contrib.)

ATAQUES PESSOAIS[editar | editar código-fonte]

Descupe Fabianopires, mas porquê é a favor dos ataques de Al Lemos contra o Usuário Anônimo, se isso contraria as regras da Wikipédia?

Creio que seja ou não amigo dele, mas isso eu não importo. Mas reafirmo: não concordo a manutenção do texto.

Eu coloquei uma grande galeria de escândalos após pesquisar em livros antigos daquela época e do atual. Quem quiser comentar, está aqui esse espaço. o comentário precedente não foi assinado por 189.12.218.212 (discussão • contrib.) Eu te desafio.

o comentário precedente não foi assinado por Petrusem (discussão • contrib.)

Petrusem, não preciso que ninguém me defenda: eu faço isso sozinho. Quanto a procurar erros no seu artigo viciado, eu tenho coisas mais importantes para fazer... ;) - Al Lemos 12h12min de 11 de Junho de 2007 (UTC)

Escândalos Políticos Recentes[editar | editar código-fonte]

Dei ajustes sobre os recentes escândalos. No entanto, não alterei sobre a abertura, pois os "novos escândalos" não foram colocados em determinados governos. Por enquanto já volto nos livros antigos para saber quais dos escândalos.

Discordo alguns manipuladores que insistem que em plena ditadura não existe corrupção. Pelo contrário, é bem maior, pois por causa da censura, nada é denunciado.

Usuário Anônimo 189.12.220.191 01h05min de 22 de Junho de 2007 (UTC)

Original[editar | editar código-fonte]

Decidi colocar a discussão que foi apagada. Como são relevantes, coloquei o total por conta das edições seguidas. Marronez 22h05min de 25 de Outubro de 2007 (UTC)

Lista bisonha[editar | editar código-fonte]

Essa lista é uma das coisas mais bisonhas da Wikipédia. Até mesmo um crime político acontecido na Paraíba em 1993 entrou agora para a tal lista dos escândalos do Governo Lula. E o Cássio Cunha Lima, governador do PSDB, também entra na conta dos tais escândalos do Governo Lula. É rir pra não chorar...

Al Lemos 20h17min de 31 de Outubro de 2007 (UTC)


Qual o problema de não incluir os dois caos? Ronaldo Cunha Lima é pai de Cássio Cunha Lima, ambros em Paraíba. Aliás os dois casos merecem nesta lista. Estranha-me a eleição ao acusado de tentativa de homicídio por motivos políticos de corrupção.

Já sobre Cássio Lima diz o seguinte:

2007: É cassado pelo TRE/PB acusado de usar um programa social da Fundação de Ação Comunitária (FAC) em benefício de sua candidatura à reeleição durante o período eleitoral de 2006, no entanto consegue uma liminar que lhe garante no cargo de governador até o julgamento final do processo no TSE.

Aliás, existem muitas "listas bisonhas" na Wiki-en, que parecem "ser normais", veja aqui: Usuário:Indech/Café dos Maloqueiros

189.12.232.11 15h15min de 1 de Novembro de 2007 (UTC)

Xi, mais um anônimo! O que eu considero bisonho é elencar essas denúncias de corrupção sob o título governo Lula. Dá a entender que as peripécias do governador da Paraíba (pai e filho) são responsabilidade direta do governo federal (ou do presidente de plantão). Desse jeito, seria até natural incluir aqui as denúncias de fraude eleitoral contra Rosinha e Anthony Garotinho, o caso Nilmar, a crise da saúde em Alagoas, a pirataria do Tropa de Elite, e por aí vai. Alguém aí falou em Café dos Maloqueiros? Mas essa lista aqui não se pretende séria? - Al Lemos 15h31min de 1 de Novembro de 2007 (UTC)

Tem uma coisa que concordo: se a Lista de escândalos de corrupção no Brasil diz que:

Esta é uma Lista de Escândalos de Corrupção no Brasil. Lembre-se que não existe corrupção apenas na política brasileira. A lista é de escândalos em reverência que repercutiram em todo o Brasil.

Se diz que a lista é de um escândalo de reverência que repercutiu em todo o Brasil, inclusive casos antigos e recentes, merecem ser constados. Outra em questão o artigo não diz se esta lista é somente casos de corrupção envolvendo o governo federal, como Sarney, Collor, FHC ou Lula, já que houve casos de corrupção em algum lugar do país que repercutiram em todo o Brasil.

Sobre o tal Café dos Maloqueiros, fiquei com curiosidade e vi: É bem absurda na Wikipédia anglofônica, como o absurdo 38 catergorias, o número para ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton. Marronez 18h09min de 1 de Novembro de 2007 (UTC)

O objetivo aqui não é o de dizer que há corrupção no Brasil. Isso todo mundo sabe desde o tempo do Descobrimento. O objetivo desta lista é tão somente enunciar que, como diria o filósofo Mangabeira Unger, "nunca houve governo mais corrupto em toda a História do Brasil". Aliás, se eu não achasse isso aqui uma total perda de tempo, bem que recomendaria aos mantenedores criar uma "Lista de escândalos de corrupção na Argentina"; só esse governo Kirchner já dá muito pano pra manga. Mas, os hermanos também devem achar esse tipo de lista coisa de "cansado" :) - Al Lemos 19h25min de 1 de Novembro de 2007 (UTC)

Citação: Al Lemos escreveu: «Aliás, se eu não achasse isso aqui uma total perda de tempo, bem que recomendaria aos mantenedores criar uma "Lista de escândalos de corrupção na Argentina"; só esse governo Kirchner já dá muito pano pra manga.»

Mantededores? Quem lhe falou que a política da Wikipédia tem que existir os mantededores de um ou mais artigos? Quem colabora este e outros mais de 330 mil artigos não é um mantededor. Sobre a lista de corrupção da Argentina, por que o senhor não o cria, já que acha perda de tempo? É assim que o senhor trata com outros usuários anônimos/registrados que colabora a Wikipédia? JM-JM 16h45min de 3 de Novembro de 2007 (UTC)

Concordo com JM-JM. Não concordo com a resposta de Al Lemos. Marronez 16h49min de 3 de Novembro de 2007 (UTC)
ACRESCENTANDO: Além do mais, o senhor deveria respeitar quem edita este tanto outros artigos. Marronez 20h20min de 3 de Novembro de 2007 (UTC)
Distintos: mantenedor é todo aquele que, com freqüência, edita sempre o mesmo artigo. Se esse artigo tem relevância ou é apenas lixo, já é uma outra história. Ah, e a propósito: eu sou sim, capaz de criar um artigo sobre corrupção na Argentina melhor que esse lixo aqui. Todavia, deixo essa tarefa para os argentinos pensarem sobre ela (duvido muito que eles queiram fazer; devem ter coisas mais sérias para se ocupar ;) - Al Lemos 18h24min de 4 de Novembro de 2007 (UTC)

Citação: Al Lmeos escreveu: «Se esse artigo tem relevância ou é apenas lixo, já é uma outra história. Ah, e a propósito: eu sou sim, capaz de criar um artigo sobre corrupção na Argentina melhor que esse lixo aqui.»

Sou o mesmo 189.12.232.11, mas de ip diferente.Se acha esta lista um lixo pra você, não edite. Se acha que que a Argentina faz melhor corrupção do que do Brasil é problema teu. Deixa outros que o chamaram de mantenedor, uma ofensa a todos que editam este e outros artigos é claro, editarem esta lista em paz. 201.8.166.106 15h07min de 5 de Novembro de 2007 (UTC)

E eu não edito mesmo, prezado Anônimo. Aliás, o fato dessa lista ser editada por mantenedores anônimos, já dá uma boa idéia da qualidade da mesma... - Al Lemos 17h11min de 5 de Novembro de 2007 (UTC)

Olá Al Lemos, em algum momento falei pra você se pode eliminar??? 189.12.213.54 15h10min de 6 de Novembro de 2007 (UTC)