Angelim (São Luís)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Angelim é um bairro de classe média de São Luis, capital do Estado do Maranhão.[1] . Construído em 1978 e inaugurado em 1979.

História[editar | editar código-fonte]

O bairro do Angelim nasceu de um conjunto habitacional construído pela Companhia de Habitação Popular do Maranhão – COHAB, com recursos do Banco Nacional da Habitação – BNH, entre os anos de 1978 e 1979, destinados a trabalhadores que tinham renda familiar de 1 a 5 salários mínimos.

Problemas[editar | editar código-fonte]

Quando as casas do bairro do Angelim foram entregues em Setembro de 1979, o bairro não tinha ruas asfaltadas e nem linha de ônibus regular que passavam no conjunto. A única linha que passava pelo local era Popular Ipase, que geralmente já passava pelo bairro lotado e fazia com que os moradores esperarem tempo de mais nas paradas ao longo da Avenida Jerônimo de Albuquerque Maranhão. Não havia escolas públicas e nem mercados. Os moradores precisavam se locomover até o bairro da Cohab para realizar suas compras ou até mesmo colocar seus filhos na escola. Atualmente uns dos maiores problemas do bairro é a falta de infraestrutura nas ruas, que estão completamente abandonadas pelo poder público municipal, a falta de segurança no bairro, o abastecimento de água que ainda continua sendo irregular.

Melhorias[editar | editar código-fonte]

Com o passar do meses depois da entrega das casas do Habitacional Angelim a Prefeitura de São Luís se viu obrigada a colocar uma linha de ônibus que atendesse os moradores, foi aí que surgiu a atual linha 501 - Angelim, que não só atendia os moradores do conjunto, mas também boa parte do Bequimão. Já na década de 1980 as ruas começaram a ser asfaltadas e as residências passaram até abastecimento de água regular. Já no final dos anos 80, o Governo do Maranhão desenvolveu através do Instituto de Previdência do Estado do Maranhão, o IPEM. Desenvolveu um conjunto de apartamento, destinados a servidores públicos estaduais em uma área de reserva. O que acabou aumentando a população do bairro. Nessa mesma época o número de mercearias aumentou e foi criada um mercado municipal. No início dos anos 2000 um novo conjunto de apartamentos destinados a servidores estudais foi desenvolvido no bairro, junto com ele foi criado o Viva Angelim e a sede da Associação de Moradores do bairro também foi reformada e ampliada. Por ser um bairro pequeno, só existe uma escola pública de ensino básico que é a Unidade Integrada Haydée Chaves. Já em 2005 novos conjuntos habitacionais foram criados ao longo da Reserva do Angelim, desta vez financiado pelo Programa de Arrendamento Residencial, com isso ouve a criação de mais uma linha ônibus que segue do Alto Angelim com destino ao São Francisco, passando pelos Terminais de Integração da Cohama e da Praia Grande.

Já no ano de 2013 Elison Morais começou a residir neste bairro.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Apesar de ser um bairro de origem residencial, o bairro já conta com farmácias, padarias, mercadinhos, correspondente bancários e um posto de táxi.

Localização[editar | editar código-fonte]

O bairro está localizado entre os bairros da Cohab – Anil, Anil e Bequimão.

Referências

  1. Jornal Pequeno. ANP lacra posto de combustível do atacadão Makro, no Angelim. Página visitada em 25/12/2010.