Anisocitose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Anisocitose é a existência de hemácias de tamanhos diferentes numa mesma amostra de sangue (esfregaço sanguíneo). É encontrada em caso de anemia (mais comuns) e outras doenças sanguíneas. O significado vem da origem da palavra, ou seja anisos (desigual) + kytos (célula) + ose (aumento). Portanto, na anisocitose há um aumento da desigualdade do tamanho das células, o que ocorre principalmente no início de algumas formas de anemia. Durante a gravidez, quando há uma produção eritrocitária aumentada, para suprir as necessidades de volume sanguíneo para o útero, o feto e a placenta, ocorre comumente uma anisocitose.

Essa anomalia na Hemácia é decorrente de vários fatores além da anemia comum, também pode ser devido à: abuso de álcool, anemia por deficiência de ácido fólico, anemia hemolítica, anemia ferropriva, anemia perniciosa, anemia falciforme ou por substâncias químicas conhecidas por eritropoetina.

Os valores normais do RDW (Red Cell Distribution Width) (exame utilizado para medir a Anisocitose) situam-se entre os 11,5% e 14,5%

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.