Another Day in Paradise

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
"Another Day in Paradise"
Single de Phil Collins
do álbum ...But Seriously
Lado B "Heat on the Street"
Lançamento 9 de outubro de 1989
Formato(s) Vinil
CD single
Gênero(s) Pop
Duração 5:22 (Álbum)
4:48 (Single)
Gravadora(s) Atlantic Records
Virgin Records
Warner Music Group
Produção Phil Collins, Hugh Padgham
Certificação(ões) Gold.png Ouro (RIAA)
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

Another Day in Paradise é uma canção escrita e originalmente gravada pelo músico britânico Phil Collins. Foi a primeira canção lançada como compacto simples de ...But Seriously (1989), o quarto álbum de estúdio de Collins.

Em "Another Day in Paradise", assim como no álbum do qual faz parte, Collins abandona substancialmente o estilo dance-pop das canções de No Jacket Required (1985), seu último álbum lançado até então.

Collins escreveu "Another Day in Paradise" com o intuito de chamar atenção para o problema da falta de moradia nas grandes regiões metropolitanas do mundo. De acordo com ele, a letra da canção foi escrita após uma visita que fez à cidade de Washington, capital dos Estados Unidos. Ali, ficou chocado ao encontrar um grande número de pessoas vivendo em situação de pobreza extrema, incluindo sem-tetos que lutavam para sobreviver. Ele ficou chocado com a situação de abandono total em que essas pessoas viviam e também com a falta de preocupação da cidade como um todo ao problema dessas pessoas, apesar de ali ser a sede do governo estadunidense (daí o sarcasmo utilizado no título da canção).

A versão do compacto difere-se um pouco da encontrada no álbum, uma vez que possui uma introdução maior e vocais de fundo de David Crosby.

Sucesso[editar | editar código-fonte]

"Another Day in Paradise" atingiu a primeira posição nas listas de vários países, tornando-se o maior êxito da carreira de Collins no mundo. Na semana do Natal de 1989, se tornou o sétimo e último número um da carreira solo dele nos Estados Unidos. Ficou quatro semanas na primeira posição da Billboard Hot 100, se tornando o último número da década de 1980 e o primeiro número um da década de 1990 no país. Conseguiu atingir o primeiro lugar também nas paradas da Alemanha, do Canadá, da Noruega e da Suécia. Na terra natal de Collins atingiu o segundo lugar na parada oficial, assim como na Áustria. Conseguiu se tornar a terceira canção mais executada nas rádios brasileiras no ano de 1990, feito até então inédito para Collins.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Collins e Hugh Padgham, co-produtor de ...But Seriously, receberam o prêmio Grammy de melhor gravação do ano no início de 1990 por "Another Day in Paradise". Também em 1990, Collins recebeu o prêmio BRIT de melhor single do ano.

Regravações[editar | editar código-fonte]

Seis meses após o lançamento do compacto de Collins, o grupo de dance music Jam Tronik lançou um cover da canção. Apesar de ter rompido com o gênero original da canção, o compacto do cover atingiu a posição de número dezenove na parada oficial. O Jam Tronix nunca mais apareceu na parada oficial britânica, o que os qualifica como sendo um one hit wonder.

Os cantores estadunidenses Brandy e Ray J fizeram um cover de "Another Day in Paradise" em 2001 para o álbum Urban Renewal, um tributo de artistas de R&B e hip-hop ao trabalho de Collins. Também foi incluído na edição européia de Full Moon (2002), o terceiro álbum de estúdio de Brandy. A canção atingiu êxito internacional, tendo figurado entre as dez mais nas paradas da Alemanha, da Áustria, da Bélgica, da Irlanda, da Noruega, dos Países Baixos, do Reino Unido, da Suécia e da Suíça. Também atingiu a décima primeira posição nas paradas da Austrália e da França.

Em 2007 a canção foi gravada pela banda de ska-punk Reel Big Fish para Monkeys for Nothin' and the Chimps for Free, seu sexto álbum de estúdio.

Ver também[editar | editar código-fonte]