Another World

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Another World
Desenvolvedora Delphine Software
Publicadora(s) Interplay
MacPlay (Mac OS)
DotEmu (Android e iOS)
Produtor Alan Pavlish
Designer Éric Chahi
Compositor(es) Jean-François Freitas
Plataforma(s) Amiga
Atari ST
Conversões/
relançamentos
3DO
Apple IIGS
Android[1]
Atari Jaguar
iOS
BlackBerry 10
Mac OS
Mega Drive
MS-DOS
Ouya[2]
Sega CD
Super Nintendo
Tapwave Zodiac
Game Boy Advance
Symbian
Windows
Windows Mobile
Data(s) de lançamento 3DO
  • AN 24 de junho, 1997

Android

  • WW 16 de março, 2012

Super Nintendo

  • JP 27 de novembro, 1992
  • AN 15 de novembro, 1992
  • PAL 27 de março, 1993

Ouya

  • WW 17 de setembro, 2013
Classificação Inadequado para menores de 6 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 12 anos i PEGI (Europa)
Inadequado para menores de 12 anos i USK (Alemanha)
Último
Último
Heart of the Alien
Próximo
Próximo

Another World[3] , mais conhecido no Brasil como Out of This World, é um jogo eletrônico de video-game, de 1991, desenvolvido pela Delphine Software e Interplay.

Originalmente projetado para o Amiga e MS-DOS, o jogo acabou também sendo transportado para os video-games, com versões para o Mega Drive, Super Nintendo e 3DO.

Enredo do jogo[editar | editar código-fonte]

Lester Knight Chaykin, um jovem cientista, está em seu laboratório, conduzindo experiências em um acelerador de partículas, quando, de repente, um relâmpago atinge seu laboratório, fazendo com que seu acelerador transporte-o para um outro mundo.

Perdido em um mundo desconhecido, ele acaba se tornando prisioneiro de uma raça de criaturas humanóides. Porém, em seu cativeiro, acaba fazendo amizade com um dos alienígenas e, juntos, os dois tentarão escapar de seus inimigos.

Reação ao jogo[editar | editar código-fonte]

Apesar de não ter obtido sucesso comercial imediato, o jogo passaria a ser cultuado, em virtude de sua jogabilidade, extremamente, desafiadora (o personagem pode demorar a responder os comandos da manete ou do teclado, como por exemplo no momento de pular ou correr).

Também, como esse jogo não tem legendas (nenhuma palavra) após o início do jogo, muitos jogadores acabam sem entender o contexto da história, precisando de recorrer apenas aos gestos dos personagens, e às imagens (microfilmes que aparecem de tempos em tempos, semelhante a um desenho animado de curta duração), não raramente ficando preso em um dos vários labirintos existentes no jogo.

Sempre requerendo muita atenção e raciocínio do jogador, outros adeptos, porém, se interessavam mais pelos gráficos do jogo, bastante inovadores para época. Ao invés de outros jogos de plataforma bidimensional como o Super Mario em que a tela avança junto com o personagem, neste jogo o personagem troca constantemente de tela.

Sequência[editar | editar código-fonte]

O jogo ganhou uma sequência, intitulada Heart of the Alien, lançada somente para o Sega CD.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.