António José Seguro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
António José Seguro
António José Seguro
Ministro(a) de Flag of Portugal.svg Portugal
Mandato XIV Governo Constitucional
  • Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro

De 4 de julho de 2001 a 8 de abril de 2002

Antecessor(a) José Sócrates
Sucessor(a) José Luís Arnaut
Vida
Nascimento 11 de março de 1962 (52 anos)
Penamacor, concelho de Penamacor
Dados pessoais
Partido Partido Socialista

António José Martins Seguro (Penamacor, 11 de março de 1962) é um político português, membro do Partido Socialista.

Conclui o ensino secundário no Externato de Nossa Senhora do Incenso em Penamacor, depois foi estudar Gestão de Empresas, no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, mas acabou por se licenciar em Relações Internacionais, na Universidade Autónoma de Lisboa.

Foi director do jornal A Verdade ou Mentira, e chegou a secretário-geral da Juventude Socialista, cargo que ocupou entre 1990 e 1994. Deputado à Assembleia da República, de 1991 a 1995, veio a integrar os XIII e XIV Governos Constitucionais, tendo ocupado o seu último cargo governativo como ministro-adjunto de António Guterres, entre 2001 e 2002.

Entre 1999 e 2001 foi deputado ao Parlamento Europeu, tendo sido co-autor do Relatório do Parlamento Europeu sobre o Tratado de Nice e o futuro da União Europeia.

Em 2002 regressou à Assembleia da República, onde liderou a bancada parlamentar do PS (VIII Legislatura), presidiu à Comissão Parlamentar de Educação e Ciência (X Legislatura) e é hoje presidente da Comissão de Assuntos Económicos, Inovação e Energia (XI Legislatura).

Dirigiu também o Gabinete de Estudos Nacional do PS, de 2002 até 2004.

Foi eleito secretário-geral do Partido Socialista a 24 de Julho de 2011 com 23 943 votos (67,98%), contra os 11 280 votos (32,02%) do concorrente, Francisco Assis.[1]

Em 2013, foi reeleito para o cargo que desempenhava com 24 843 votos (96,53%), contra os 892 votos (3,46%) do concorrente, Aires Pedro.[2]

Na sequência da intenção anunciada por António Costa de disputar a liderança do PS, devido a uma vitória pouco expressiva do partido nas eleições europeias de 2014 (31,46% dos votos), Seguro marcou eleições primárias com vista à escolha do candidato a primeiro-ministro para 28 de setembro desse ano.[3] No dia 28, Seguro admitiu a derrota, tendo-se demitido do cargo de secretário-geral do Partido Socialista.[4]

Funções governamentais exercidas[editar | editar código-fonte]

Referências


Precedido por
José Sócrates
Ministro Adjunto
do Primeiro-Ministro

XIV Governo Constitucional
Sucedido por
José Luís Arnaut
Precedido por
José Sócrates
Secretário-geral do Partido Socialista
2011 - 2014
Sucedido por
A definir
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.