António da Madalena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

António da Madalena, por vezes escrito António da Magdalena, (nascido em local e datas desconhecidos — Natal, 1589) foi um frade capuchinho português que foi o primeiro visitante ocidental a chegar a Angkor (no actual Camboja). Ele viajou a esta cidade em 1586 e em 1589 relatou as suas impressões ao historiador Diogo do Couto, antes de morrer num naufrágio ao largo de Natal (atual África do Sul). António da Madalena tentou ajudar num esforço de reconstrução de Angkor, mas o projeto não teve êxito.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Manuel Teixeira, "The Portuguese Missions in Malacca and Singapore (1511-1958): Malacca", Agência Geral do Ultramar, 1961
  • Charles Higham, "The Civilization of Angkor" , p.1, University of California Press, 2004 ISBN 0520234421
  • Bernard Philippe Groslier, "Angkor and Cambodia in the sixteenth century: according to Portuguese and Spanish sources", p.23, Orchid Press, 2006 ISBN 9745240532