Antônio Gonçalves Figueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde abril de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Antônio Gonçalves Figueira foi um sertanista brasileiro.

Silva Leme descreve sua família no volume VIII pg 408 de sua «Genealogia Paulistana». Sertanista de Santos, era alferes em 1689. Pertencia à família Afonso Gaia na qual casara Matias Cardoso de Almeida, pois era filho de Manuel Afonso Gaia e Maria Gonçalves Figueira. Casou em Santos com Isabel Ribeiro de Aguiar. Este seu pai andou em Paranaguá na segunda metade do século XVII em pesquisa de minas de ouro e prata e tinha o Engenho de açúcar de Piraqueraçu, onde morreu.

Seu avô tinha o mesmo nome, Manuel Afonso Gaia, e era reinol, casado em Santos com Maria Nunes de Siqueira. Foi Juiz ordinário em 1630. Ajudou a combater os índios tamoios que atacavam a costa vicentina e esteve na bandeira de 1602 de Nicolau Barreto ao Guairá.

Muito moço em 1674, desde a bandeira de Fernão Dias acompanhava seu cunhado Matias Cardoso de Almeida. Com ele, irá para a Bahia, e em 1689 fez parte de seu Terço contra os índios do atual Rio Grande do Norte, no rio Jaguaribe e no Ceará, onde permaneceu com sua tropa auxiliando o mestre de campo João Amaro Maciel Parente até Matias lhe ordenar voltar para o Ceará, em 1693. No Terço tinha 12 escravos, bons escopeteiros.

Acabada a guerra de extermínio contra os índios, em 1694 se estabeleceu com 700 escravos, feitos na partilha, no Brejo Grande, fundando um engenho de cana, o primeiro naquelas paragens, e depois passou-se para o sertão do rio Verde, sertão onde fundou fazendas de criar chamadas Jaiba, Olhos d'água e Montes Claros. A fim d comunicar o distrito com o exterior, abriu estrada rumo ao rio São Francisco por 40 léguas, quando se descobriram as Minas Gerais, a que veio sair no Pitangui com o interesse de vender gado.

Um irmão de Antônio Gonçaves Figueira recebeu o nome do pai e do avô: Manuel Afonso Gaia. Este, no final do século XVII partiu para as Minas Gerais.

Outro irmão foi o Capitão João Gonçalves Figueira, batizado em 1675 em Santos, e mais tarde morador do Serro do Frio, sertanista que também andou em 1707 na tropa do cunhado, o mestre de campo Matias Cardoso de Almeida.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.