Antichrist Superstar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antichrist Superstar
Álbum de estúdio de Marilyn Manson
Lançamento 8 de outubro de 1996
Gravação Nothing Studios, New Orleans
Gênero(s) Rock alternativo, Rock industrial, Metal alternativo, Metal industrial, Hard rock
Duração 77:26
Gravadora(s) Nothing Records/ Interscope Records
Produção Trent Reznor, Dave Ogilvie, Marilyn Manson, Sean Beavan
Cronologia de Marilyn Manson
Último
Último
Smells Like Children
(1995)
Remix & Repent
(1997)
Próximo
Próximo

Antichrist Superstar é o segundo álbum de estúdio da banda Marilyn Manson, gravado e lançado em 1996. As composições e a gravação foram feitas no estúdio de Trent Reznor, em Nova Orleans.

Com a proposta de "derrubar as bases do Cristianismo", é considerado álbum mais ambicioso da banda. Embora o título polêmico pudesse denunciar influências de satanismo em suas letras, Marilyn Manson diz que sua intenção desse trabalho era a de mostrar à sociedade americana que a figura do Anticristo é reflexo de uma moral cheia de falhas, e que a execução dessa moral é na verdade o próprio anticristo.

Claramente influenciado pela filosofia do super-homem nietzscheano, Marilyn Manson organizou as faixas do álbum de modo que funcionasse como uma trajetória - a sua própria - dentro da sociedade americana, percebendo, com o tempo, as irregularidades do sistema. Com isso, vai se incluindo na persona do Anticristo ao mesmo tempo que avança em sua linha cronológica.

O disco é dividido em três partes distintas, três ciclos: "O Hierofante", "A Inauguração do Verme" e "A Ascensão do Desintegrador". Cada um destes corresponde a um período da vida do cantor, ao mesmo tempo que cresce a degradação moral do superstar (numa analogia ao super-homem de Nietzsche) e a corrupção mental, tão repudiada pelo americano comum mas tão exaltada na cultura recorrente do país.

O disco encerra com a "Track 99", ou a "Untitled Track", onde Marilyn retorna todo o álbum à 1ª faixa. É uma referência direta ao Eterno Retorno de Nietzsche.

Nessa época ocorreu a saída do guitarrista Daisy Berkowitz, responsável por apenas 4 faixas do disco, sendo substituído por Zim Zum

Antichrist Superstar foi incluído no livro "1001 Albums You Must Hear Before You Die" (1001 álbuns que você precisar ouvir antes de morrer).

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg [1]
Rolling Stone 3.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg [2]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  • Todas as letras escritas por Marilyn Manson, exceto a faixa 1 (escrita com Twiggy Ramirez).

Ciclo I - O Hierofante[editar | editar código-fonte]

  1. "Irresponsible Hate Anthem" - 4:17 (Berkowitz, Gacy)
  2. "The Beautiful People" - 3:38 (Ramirez)
  3. "Dried Up, Tied and Dead to the World" - 4:16 (Manson, Ramirez)
  4. "Tourniquet" - 4:29 (Berkowitz, Ramirez)

Ciclo II - A Inauguração do Verme[editar | editar código-fonte]

  1. "Little Horn" - 2:43 (Ramirez, Reznor)
  2. "Cryptorchid" - 2:44 (Gacy)
  3. "Deformography" - 4:31 (Ramirez, Reznor)
  4. "Wormboy" - 3:56 (Berkowitz, Ramirez)
  5. "Mister Superstar" - 5:04 (Ramirez)
  6. "Angel with the Scabbed Wings" - 3:52 (Manson, Ramirez, Gacy)
  7. "Kinderfeld" - 4:51 (Ramirez, Gacy)

Ciclo III - A Ascensão do Desintegrador[editar | editar código-fonte]

  1. "Antichrist Superstar" - 5:14 (Ramirez, Gacy)
  2. "1996" - 4:01 (Ramirez)
  3. "Minute of Decay" - 4:44 (Manson)
  4. "The Reflecting God" - 5:36 (Ramirez, Reznor)
  5. "Man That You Fear" - 6:10 (Ramirez, Manson, Gacy, Berkowitz) Rhodes Piano: Reznor
  6. "Track 99" - 1:39

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Marilyn Manson — Vocais
  • Daisy Berkowitz — Guitarra
  • Twiggy Ramirez — Guitarra, Violão, Baixo
  • Madonna Wayne Gacy — Teclados, Loops
  • Ginger Fish — Bateria Ao Vivo, Programação
  • Robin Finck — Ao Vivo (guitarra adicional), Teclados adicionais (não creditado, porem Manson confirmou que ele trabalhou no álbum)
  • Zim Zum — guitarrista ao vivo na turnê Antichrist Superstar
  • Trent Reznor — produção, edição, mixagem, Melotron, guitarra, Piano Rhodes
  • Sean Beavan — produção, engenharia, edição, mixagem, guitarra
  • Danny Lohner — guitarra
  • Chris Vrenna — bateria, programação, engenharia, edição
  • Dave Ogilvie — produção, programação, engenharia, edição, mixagem
  • Brian Pollack — assistente de produção, assistente de engenharia
  • Tom Baker — masterização
  • P.R. Brown — ilustração digital, design
  • Dean Karr — fotografia

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Marilyn Manson é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.