Anticoagulante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os anticoagulantes são os fármacos usados para prevenir a formação de trombos sanguíneos.

Biologia[editar | editar código-fonte]

Alguns animais parasitários, como os Desmodus rotundus (vulgarmente conhecido como morcego-vampiro), produzem anticoagulantes naturais.

Farmacologia[editar | editar código-fonte]

A heparina age por activação da enzima antitrombina III, que inibe a enzima Trombina, formadora dos coagulos de fibrina.

A varfarina interfere com a carboxilação de vários factores necessários à via da coagulação, tornando-os ineficazes (fatores II, VII, IX, X e proteína C e S). Esses fatores são dependentes da vitamina K. É importante salientar que a inibição da síntese dos fatores II, VII, IX e X inibem a coagulação e a inibição da proteína C e S favorece a coagulação, pois elas proteolizam os fatores Va e VIIIa da coagulação. Como esse fármaco interfere na síntese desses fatores, seu efeito é esperado um a três dias após a administração, por isso, deve ser usado com heparina para evitar a necrose cutânea causada pela inibição mais precoce da proteína C.

Efeitos[editar | editar código-fonte]

Inibição da coagulação do sangue.

Efeitos Adversos[editar | editar código-fonte]

A heparina pode causar:

A varfarina pode causar:

  • É teratogénica (causa malformações nos fetos de mulheres grávidas).

Usos Clínicos[editar | editar código-fonte]

  • Heparina em emergências de hipercoagulabilidade.
  • Varfarina em terapia a longo prazo de hipercoagulabilidade crónica.

Prevenção de trombose em:

Fármacos mais importantes[editar | editar código-fonte]

Injectáveis:


Orais: