Anticristo (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antichrist
Anticristo (PT/BR)
2009 • cor • 112 min 
Direção Lars von Trier
Elenco Charlotte Gainsbourg
Willem Dafoe
Género drama
País  Dinamarca
 Alemanha
 França
 Suécia
 Itália
 Polónia
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Antichrist (título no Brasil e em Portugal) Anticristo) é um filme de drama dinamarquês dirigido por Lars von Trier[1] que estreou nos cinemas dia 28 de agosto de 2009.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Depois da trágica morte de seu jovem filho a mãe (Charlotte Gainsbourg) traumatizada entra numa espécie de coma emocional e seu marido (Willem Dafoe), de pretensões psiquiátricas tenta ajudá-la numa terapia informal, levando-a para uma cabana isolada da civilização, mas o que estava ruim, fica pior, muito pior...

Crítica[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de Maio de 2009 o diretor e o elenco esteve reunido para assistirem ao filme em Cannes, mas a crítica da plateia foi intensa o filme foi recebido com vaias e risadas. O diretor disse em uma entrevista que não está abalado com a recepção do filme se ficou bom ou ruim pois apenas faze-lo foi uma vitória[2] . Em geral a crítica elogiou a execução artística do filme, mas se dividiu quanto ao real mérito da obra.

Cenas Violentas[editar | editar código-fonte]

Seguindo uma estética de filme de terror o filme possui cenas de extrema violência, muito explícitas. Von Trier respondeu a isso com o seguinte "Simplesmente achei que seria errado não mostrar. Sou um cineasta que acredita que devemos colocar na tela tudo o que pensamos. Sei que é doloroso ver, mas esse filme tem muito a ver com essas dores.". O diretor também disse na entrevista que não acredita em Deus e que esse filme foi uma forma de passar para Deus tudo o que aprendeu sobre ele[3] .

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]