Antonov An-38

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Antonov An-38
New Zealand PW-51.svg
An-38-100 da Vostok Aviation Company
Descrição
Tipo Avião comercial regional
Fabricante Antonov
País de Origem  União Soviética
Primeiro voo 23 de junho de 1994 (20 anos)
Introdução 2000
Produção 11 produzidos (6 operacionais)
Tripulação/Equipa 2
Capacidade de
passageiros
27 passageiros
Capacidade de
carga
2 500 kg (5 510 lb)
Dimensões
Comprimento 15,67 metros
Envergadura 22,06 metros
Altura 5,05 metros
Pesos
Peso máx. decolagem 9500 kg
Propulsão
Motorização 2 × Honeywell TPE331-14GR-801E turboélice
Potência 1 500 hp (1 120 kW)
Performance
Velocidade máxima 405 km/h
Alcance (MTOW) 1750 km
Notas
Dados na Wikipédia anglófona - An-38


O Antonov An-38 é uma versão alongada e melhorada do antigo An-28. É motorizado com dois motores turboélice, projetada pela Antonov em Kiev, Ucrânia. A intenção era substituir aeronaves já ultrapassadas do mesmo tamanho. A produção das aeronaves era realizada em Novosibirsk, Rússia, mas algumas partes cruciais também eram produzidas na Ucrânia e na Bielorrússia. Voou pela primeira vez em 1994, recebendo certificação internacional em Abril de 2000. Um total de 11 aeronaves foram construídas e 6 continuavam em serviço de transporte em Agosto de 2006.[1]

Projeto[editar | editar código-fonte]

O projeto de produção de uma versão alongada do An-28 iniciou em uma feira de vendas na Índia, no ano de 1989, quando ficou claro que existia um mercado significante para aeronaves similares ao An-28, mas com capacidade para 25 a 30 passageiros. O projeto foi aprovado um ano depois, e foi apresentado no Paris Air Show em 1991 como modelo.

O An-38 é de um projeto similar ao antigo An-28, dispondo da mesma asa e cauda, mas possui uma fuselagem alongada e muitas melhorias, como maior eficiência de combustível, maior conforto nas cabines de passageiros e da tripulação e redução de ruído interno. Junto com essas melhorias, a aeronave pode levar 27 passageiros, graças ao aumento de carga paga máxima para 2500 kg (5500 lbs), além do aumento da velocidade máxima para 405 km/h (250 mph). Partes de seu projeto também permitem operações mais seguras em condições de tempo adversas, instalando um radar meteorológico, sistemas de navegação sofisticados e pneus de baixa pressão, permitindo a operação em aeródromos pouco preparados. Indo mais além, a aeronave não estola facilmente com altos ângulos de ataque, sendo também estável e manobrável com formação de gelo na asa e na cauda.

Operadores civis[editar | editar código-fonte]

Em Agosto de 2006 um total de 6 Antonov An-38 continuavam em serviço de transporte aéreo, com a Hangard Aviation (2), Mirny Air Enterprise (2) e Vostok Airlines (2).[1]

Especificações (An-38-100)[editar | editar código-fonte]

An-38-100-1999a.jpg
  • Tripulação: 2
  • Capacidade: 27 passageiros
  • Carga paga: 2.500 kg
  • Comprimento: 15,67 m
  • Envergadura: 22,06 m
  • Altura: 5,05 m
  • Peso básico: 5.300 kg
  • MTOW: 9.500 kg
  • Motorização: 2x Honeywell TPE331-14GR-801E turboélice
  • Potência: 1.118 kW (1.500 shp)
  • Velocidade Máxima: 405 km/h (219 kt, 252 mph)
  • Velocidade de Cruzeiro: 380 km/h (205 kt, 236 mph)
  • Alcance: 1.750 km (944 nm, 1.087 mi)

Fonte[2]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Flight International, 3–9 Outubro de 2006
  2. Jackson 2003, pp. 467–468.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.