Apatossauro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaApatossauro
Ocorrência: Jurássico Superior, 154–150 Ma
Louisae.jpg

Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Infraordem: Sauropoda
Família: Diplodocidae
Género: Apatosaurus
Espécies
  • A. ajax (espécie-tipo)
  • A. excelsus (Marsh, 1879c) Riggs, 1903
  • A. louisae Holland, 1915
  • A. parvus (Peterson & Gilmore, 1902)
Sinónimos
  • Brontosaurus Marsh, 1879c
  • Elosaurus Peterson & Gilmore, 1902

O apatossauro (Apatosaurus, do latim "lagarto falso"), também chamado de brontossauro, foi uma espécie de dinossauro herbívoro e quadrúpede que viveu durante o período Jurássico. Media até 23 metros de comprimento, 10 metros de altura e pesava em torno de 35 toneladas. Os fósseis deste dinossauro foram encontrado na América do Norte. O apatossauro foi nomeado em 1877 por Othniel Charles Marsh.

Após seu descobrimento, o apatossauro foi considerado o maior dos animais terrestres que já viveram sobre a terra. Mais ainda que várias pesquisas e escavações demonstraram a existência de espécies muito maiores, superando o apatossauro em tamanho e peso. Algumas delas, como o argentinosaurus, que viveram na América do Sul.

Fósseis deste animal foram achados em Nine Mile Quarry e Bone Cabin Quarry em Wyoming, além de lugares do Colorado, Oklahoma e Utah, nas zonas estratégicas 2-6.[1]

O primeiro apatossauro foi descoberto no ano de 1900 por Elmer S. Riggs, no Colorado, Estados Unidos. Sendo um dinossauro saurópode, suas patas eram firmes como colunas e lembravam patas de elefantes. Possuíam pescoço e caudas notavelmente compridos, porém um cérebro diminuto em relação ao corpo. Estes dinossauros viviam cerca de 100 anos e atualmente cientistas e paleontólogos passaram a classificar os gigantes saurópodes como Gigantotermicos (Gigantothermy) pois acreditam que eles possuíam uma maneira distinta de manter a temperatura corporal, uma vez que se diferenciavam exageradamente de espécies atuais ou mesmo de espécies que viveram durante sua própria época.

Esta espécie de dinossauro cativou a imaginação de toda a humanidade. Assim, em termos de popularidade, este "mascote" da imaginação permanece reinando na cultura de entretenimento e imaginação do Homo sapiens.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Foster, J. (2007). "Appendix." Jurassic West: The Dinosaurs of the Morrison Formation and Their World. Indiana University Press. pp. 327-329.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Apatossauro
Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.