Apião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Apião (c. 20 a.C. - c. 4548 d.C.) foi um gramático, sofista e estudioso de Homero greco-egípcio. Nasceu no oásis de Siwa, no Egito e viveu na primeira metade do século I.

Estudou em Alexandria e dirigiu uma delegação enviada a Calígula em 38 pelos alexandrinos para se queixar dos judeus e dos privilégios que lhes concederam em Alexandria. As suas acusações foram respondidas por Flávio Josefo na obra Contra Apião. Assentou-se em Roma e ensinou retórica até o reinado de Cláudio.

Apião era um homem muito trabalhador e de muita erudição, mas extremamente vaidoso. Escreveu várias obras, nenhuma das quais perdurou. A conhecida história Androclo e o Leão, preservada por Aulo Gélio, pertence aos seus trabalhos. Fragmentos das suas obras aparecem em Etymologicum Gudianum [1] .

Referências

  1. ed. Sturz, 1818

Este artigo incorpora texto da Encyclopædia Britannica (11ª edição), publicação em domínio público.

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em espanhol, cujo título é «Apión».
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Apião