Apolinário Cláudio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São Apolinário Cláudio
Bispo de Hierápolis, Apologista
Morte Século II dC
Veneração por Igreja Católica
Festa litúrgica 8 de janeiro
Gloriole.svg Portal dos Santos

Santo Apolinário Cláudio (em latim: Apollinaris Claudius), também chamado de Apolinário de Hierápolis e Apolinário apologista, foi um líder cristão e escritor que viveu no século II dC.

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

Ele foi bispo de Hierápolis, na Frígia, e se tornou famoso por causa dos seus polêmicos tratados contra os heréticos do seu tempo, principalmente os montanistas, cujos erros ele afirmou serem todos emprestados dos pagãos[1] . Eusébio, citando Apolinário, afirma que ele teve contato direto com a seita e que ele debateu com os heréticos.

Apolinário escreveu ainda dois livros contra os judeus, cinco contra os pagãos e dois sobre a "Verdade". Em 177 dC, ele publicou uma "Apologia" pelos cristãos, endereçada a Marco Aurélio e apelando para a própria experiência do imperador com a Legião XII Fulminata (Legião Fulminante), cujas preces lhe haviam concedido a vitória sobre os Quados[2] . A data exata de sua morte é desconhecida, mas é provável que tenha sido ainda durante o reinado de Marco Aurélio (antes de 180 dC, portanto)[3] .

Nada sobreviveu dos seus textos, exceto alguns poucos trechos, o maior dos quais está relacionado com a data da Páscoa judaica[4] . Sua festa é comemorada no dia 8 de janeiro[3] .

Ele foi um dos biografados por São Jerônimo em sua obra De Viris Illustribus (Sobre Homens Ilustres - capítulo 26)[5] .

Referências

Ligações completas[editar | editar código-fonte]