Applications Technology Satellite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde julho de 2013). Ajude e colabore com a tradução.

O termo Applications Technology Satellites (ATS) denomina uma série de satélites experimentais lançados pela NASA, originalmente 5 entre 1966 e 1999, depois mais um em 1974.[1] Esta série de satélites foi concebida como uma sequencia aos satélites de comunicação experimentais Syncom do início dos anos 60 com alguns acréscimos de demonstração tecnológica, tais como: observações de clima e tempo e investigação do ambiente espacial.[2]

O programa ATS, teve início em 1966 com o objetivo de testar na prática a viabilidade de colocar um satélite em órbita geossíncrona,[3] investigando tecnologias comuns a varias aplicações em satélites, através de experimentos em voo usando espaçonaves estabilizadas por rotação ou por gradiente gravitacional, o que foi feito no ATS-2, 4, e 5.[2]

Todos os cinco primeiros satélites ATS tinham como base, a plataforma dos satélites Syncom (1, 2 e 3), só que maior (mais que o dobro em termos de tamanho). Foram projetados para agir como satélites de comunicação, e para isso, carregavam um transponder de banda C com 25 MHz de capacidade capaz de retransmitir 1.200 canais de voz de uma via ou um canal de TV a cores,[2] mas como havia espaço de sobra na plataforma, também carregavam equipamentos relacionados a meteorologia e navegação.

Os satélites ATS tem a forma de cilindros com 142 cm de diâmetro e 135 a 183 cm de altura. A altura total desses satélites dobra se for considerada a cobertura do motor que também é recoberta por painéis solares, chegando portanto a variar de 270 a 366 cm, a massa líquida do satélite já em órbita também variou de acordo, entre 305 kg no mais leve e 821 kg no mais pesado. Já a massa bruta dos satélites podia mais que dobrar quando abastecidos e preparados para o lançamento.[1]

O último satélite da série, o ATS-6, foi o primeiro satélite educacional do mundo assim como o primeiro satélite do tipo direct to home, como parte do Satellite Instructional Television Experiment entre a NASA e a ISRO.[4] Ele foi construido pela Fairchild Industries, e diferente dos anteriores que foram lançados por foguetes Atlas-Agena e Atlas-Centaur a partir da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, este último, foi lançado por um foguete Titan IIIC a partir do Centro Espacial John F. Kennedy.

Um sétimo satélite planejado como (ATS-G), foi cancelado por falta de fundos no início de 1973.[5]

Esquema do exterior do ATS-1. Foto da tempestade Becky obtida pelo ATS-3 em 21 de Julho de 1970. O ATS-F (ATS-6 quando em órbita) sendo testado em câmara de simulação espacial.
Esquema do exterior do ATS-1.
Foto da tempestade Becky obtida pelo ATS-3 em 21 de Julho de 1970.
O ATS-F (ATS-6 quando em órbita) sendo testado em câmara de simulação espacial.

Os satélites[editar | editar código-fonte]

  • ATS-1 – lançado em 7 de Dezembro de 1966
  • ATS-2 – lançado em 6 de Abril de 1967
  • ATS-3 – lançado em 5 de Novembro de 1967
  • ATS-4 – lançado em 10 de Agosto de 1968
  • ATS-5 – lançado em 12 de Agosto de 1969
  • ATS-6 – lançado em 30 de Maio de 1974


Referências

  1. a b PROJECT ATS-B NASA (December 2, 1966). Página visitada em 14/07/2013.
  2. a b c ATS NASA. Página visitada em 14/07/2013.
  3. ATS - Applications Technology Satellites (ATS I-V) FSU Department of Meteorology. Página visitada em 14/07/2013.
  4. Evaluation Report On Satellite Instructional Television Experiment (SITE) planningcommission.nic.in (1981). Página visitada em 14/07/2013.
  5. ATS NASA. Página visitada em 14/07/2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Applications Technology Satellite
Ícone de esboço Este artigo sobre satélites é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.