Aquecimento vocal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O aquecimento vocal é uma prática saudável e recomendada por fonoaudiólogos para profissionais da voz, pessoas que utilizam a voz como ferramenta para o trabalho — atores, professores, cantores, locutores, advogados, oradores, apresentadores, dubladores, operadores de telemarketing, ambulantes, políticos, fonoaudiólogos e muitas outras categorias que se enquandram neste perfil de profissional.

O aquecimento vocal promove a saúde vocal e a potencialização das características da voz, atendendo a uma demanda vocal que pode provocar sintomas desagradáveis como rouquidão, cansaço e fadiga (vocal e, com as recidivas, corporal). O profissional da voz que está sempre rouco, fica cansado fisicamente durante o trabalho com uso da voz. Ele necessita de conhecimento e treinamento sobre o uso mais adequado da sua voz como medida profiláxica.

A voz é produzida na laringe, nas pregas vocais (que correspondem a dois pares de músculos, o tíreo-aritenóideo, de cada lado). Quando inspiramos, armazemos uma quantidade de ar nos pulmões. Durante a fala, esse ar é expirado, passando pelas pregas vocais e, devido a mudanças de padrões da musculatura, gerados pelo cérebro, provoca mudanças de pressão abaixo das pregas vocais. Essa pressão faz com que as pregas vocais vibrem durante a passagem do ar. Esse mecanismo se assemelha a um balão (bexiga) quando abrimos sua boca para a passagem do ar com um ruído intenso. O mesmo acontece com a voz. A vibração das pregas vocais quando da passagem do ar expiratório gera um som conhecido por nós como voz.

Todo este aparato pode, muito freqüentemente, provocar tensões e maus padrões na musculatura e demais estruturas envolvidas na produção da voz (fonação). Alguns destes padrões nocivos podem levar a patologias vocais funcionais ou orgânicas.

O aquecimento vocal é um meio para nos prevenirmos desses males, pois, além de potencializar nossa capacidade de projetar a voz, equilibrando a emissão e dando resistência vocal a pessoas que falam por um longo período de tempo, ainda nos despertam para o auto-cuidado com a voz e a propriocepção, que o sentido de percebermos nosso corpo (no caso, o que está envolvido na fonação).

A fisiologia do aquecimento vocal segue a mesma lógica de qualquer outro aquecimento muscular.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.