Araçás (Bahia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde setembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}
Município de Araçás
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 31/01
Fundação 24/2/1989, data da emancipação política-administrativa
Gentílico araçaense
Prefeito(a) Maria das Graças Trindade Leal (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Araçás
Localização de Araçás na Bahia
Araçás está localizado em: Brasil
Araçás
Localização de Araçás no Brasil
12° 13' 12" S 38° 12' 10" O12° 13' 12" S 38° 12' 10" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Nordeste Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Alagoinhas IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Pojuca, Catu, Alagoinhas, Itanagra e Entre Rios
Distância até a capital 116 km
Características geográficas
Área 487,116 km² [2]
População 12 351 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 25,36 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,57 baixo PNUD/2010 [4]
PIB R$ 131 296,863 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 843,81 IBGE/2008[5]
Página oficial

Araçás é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2013 era de 12.351 habitantes. Está localizado no estado da Bahia entre os municípios de Pojuca, Catu, Alagoinhas, Itanagra e Entre Rios. É uma região com predominância econômica na agricultora, produzindo abacate.

Datas importantes: Em 31 de janeiro, se comemora o aniversário da cidade. Entre os dias 22 a 24 se comemoram as festas juninas. E no dia 25 de dezembro se comemora a Festa do Padroeiro Senhor Deus Menino.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Em 7 de agosto de 1831, José Rodrigues Pontes, pároco da paróquia de Alagoinhas certifica que nesta paróquia há duas casas de oração, uma no lugar Aranha não acabada, nem ainda benta e sem capelão..." Em 11 de agosto de 1832, a Câmara da Vila de Inhampupe, dá posse como juízes de paz da capela curada do Senhor Menino Deus do Aranha Pedro Joaquim de Novaes, o alferes José da Silva Araújo, o capitão Joaquim José de Novaes, e Antonio Januário de Castro e prestarem o juramento da lei e estilo lhes foi deferido pela forma e maneira prescrita na mesma lei= Juremos aos santos evangelhos desempenhar as obrigações de juízes de paz da capela curada do Senhor Menino Deus do Aranha da freguesia de Santo Antonio das Alagoinhas, termo da vila do Inhambupe de Cima e em 1834, a mesma câmara declara ter criado um distrito novo na capela do Senhor Menino Deus do Aranha desmembrando o da paróquia de Santo Antonio das Alagoinhas, a que pertencia, compreendendo em seus limites "da passagem do rio Quiricozinho rio abaixo até o riacho do Barro e daí atravessando a procurar a estrada que vai para a fazenda do Campestre da mesma passagem do Quiricozinho estrada da Sismaria abaixo até a passagem do Quiricó grande pelo lado direito todo o termo deste município para o novo distrito do a Aranha e pelo lado esquerdo para o de Alagoinhas = sobre o que atenta a distância do lugares se marcou o dia 4 de agosto para eleição de juiz de paz e suplente a, respeito da qual se expedirão as determinações precisas."

Sua história confunde-se com a história de Alagoinhas, do qual foi desmembrado através da Lei Estadual nº. 4.849, datada de 24 de fevereiro de 1989 e publicada em 25 e 26 de fevereiro do mesmo ano.

Na época do império, existia uma estrada que vinha de Subaúma e passava no povoado de Aranha. “Araçá” era uma fazenda que ficava próxima a esse povoado. A fazenda Araçá era do Capitão Manoel Dantas Novaes. Certa vez no povoado Aranha deu-se uma epidemia, da qual morreram um grande número de pessoas. Como o terreno desse povoado era pedregoso, reuniu-se um grupo de pessoas e saíram para procurar um terreno arenoso para fazer um cemitério, encontrando-o na Fazenda Araçá. O Capitão Manoel Dantas Novaes resolveu doar cem tarefas de terras para que fossem construídos a capelinha e o cemitério, haja vista seu primo João Barbosa Novaes ser padre e durante sua vida o local era a Freguesia de Senhor Deus Menino dos Araçás. Após sua morte, Araçás volta a pertencer, religiosamente, a freguesia de Alagoinhas, Bahia. Manoel Dantas Novaes permitiu que os moradores que viviam nas fazendas, construissem moradias, chamadas de ranchos, nas terras da fazenda Araçá para assistirem para cumprirem os rituais da igreja católica o que fez o centro de Araçás se desenvolver bastante. Foram feitos dois barracões onde eram realizadas as feiras, existiam mercearias e até um sobrado, moradia do padre João Barbosa Novaes. Nesta época Antonio Conselheiro, líder da revolução de Canudos, resolveu passar uma noite no Povoado. As pessoas que eram contra suas idéias, jogaram abelhas e formigas no local em que ele dormia. Indignado, Antonio Conselheiro ao sair bateu suas botas com força e disse: “Araçás nunca será goiaba, e sim sempre araçá, nunca passará disso”. Mas, segundo o José Calasans Brandão da Silva, em O Matricídio de Antonio Conselheiro "Por seu turno, a Arquidiocese também era informada do que estava sucedendo nos sertões baianos, na área visitada pelo Conselheiro. Primeiro, os acontecimentos da freguesia do Senhor Deus Menino dos Araçás, quando três pessoas perderam a vida num dos momentos em que o peregrino pregava e uma mulher foi tomada de alucinação."

Aspectos Naturais[editar | editar código-fonte]

Possui um rio chamado rio quiricó que atravessa a zona urbana do Município.Araçás é hoje uma cidade independente é certo que em apenas 22 anos de emancipação política graças ao ilustre e guerreiro advogado Dr. JOSÉ COELHO IRMÃO que através de muita luta na Assembléia consegui com seus argumentos teóricos em advocacia e o amor que despertou por esta tão linda, pequena e jovem cidade, desmembrou o distrito de Araçás da usurpação dos coronéis de Alagoinhas daquela época, para a cidade livre e acolhedora que é Araçás.Muita coisa mudou em um breve espaço de tempo a considerar outras cidades circunvizinhas que tem mais idade.O que aqui existe de atendimento ao público, foi com recursos próprios, incluindo sua manutenção, exceto os projetos do Governo Federal que ela tão bem sabe desenvolver com seus competentes Secretários que ocupam a bancada de governo do atual prefeito que defende muito bem o seu partido (PSDB).Vários são os projetos em destaque para a música nas escolas, grupo de teatro e Projovem adolescente, espaço em que os alunos tem feito junto aos seus educadores e facilitadores um trabalho brilhante, desde ao encanto pela música ao despertar para os trabalhos artesanias como fonte de renda e sustentabilidade aprendidos nos citos programas.Vários artistas tem sido destacados como filhos da cidade, profissionais competentes tem desenvolvido os trabalhos em todas as áreas são a prova de que as administrações sucessivas a semente plantada por Dr.Coelho é a resposta de que podemos fazer o melhor com o que temos; o carinho o respeito e a confiança do nosso povo que sabe tão bem acolher e realizar com afeto os desafios que lhe são propostos com dignidade e responsabilidade.

Manifestações Culturais[editar | editar código-fonte]

O Município possui diversos Artistas tais como: Hélio Lúcio Novaes Cantor compositor e tecladista conhecido como "O magrinho dos teclados", Clóvis Almeida Souza (Músico/Compositor), Moisés Dias dos Santos (Músico/Compositor) e Neide Almeida Souza (Compositora Musical).Banda PanKadinha,(músico/Compositora vitah strike), Rock'nRoll com a banda Universo All Star, Reggae feito na Bahia com Afro Letal e diversos outros grupos

A banda de música, estilo fanfarra/filarmônica, se chama "pionerus" e é mantida pelo Colégio Engenheiro Luiz Santana Fontes. Ela possui 80 integrantes.

Também possui como um de seus artistas musicais Paco Moreno, Luizinho,Sandrinho, uma banda de forró (Cipó Molhado),As senhoras da professora Elma, Grupo de Teatro CETA e Ceta-Mirin, sob a coordenação do Professor Sergio Souza, grupo de Música nas Escolas sob a orientação do Professor Geneildo.

Comércio[editar | editar código-fonte]

A cidade é pequena, mas linda, acolhedora e principalmente não violenta. Alagoinhas é a cidade mais próxima localizada há 24 km. O Comércio cresceu muito vária lojas de roupas, Mercados, melhorando bastante a concorrência, dois postos de gasolina,três(3) pousadas familiares, duas (2)pizzarias, três (3) farmácias, lojinhas de presentes,só falta mesmo para ficar completa um Banco por enquanto apenas uma agência para resolver pendências pequenas.

Outras Informações[editar | editar código-fonte]

CEP: 48108-000

DDD: 075

Informações Demográficas Fonte: IBGE (2000) População Total (hab.): 11003 População Urbana (hab.): 5330 População Rural (hab.): 5673 Taxa de Urbanização (%): 48,439998626709 Densidade Demográfica (hab/km²): 26,2000007629395

Poder Executivo

Prefeitura Municipal de Araçás

Prefeito (2013-2016)

Maria das Graças Trindade Leal (PT)

Vice-Prefeito Joselito Barros

Poder Legislativo

Câmara Municipal de Araçás Nome do Presidente: Marinalva de Jesus Lima

Vereadores (2013-2016)

  • Alex Carlos Soares de Barros (PTC)
  • Fernado Souza (PMDB)
  • José Carlos de Jesus (PMDB)
  • Jorge Enildo
  • Val da Oficina
  • Ronio Brito
  • Jucimar Miranda
  • Ephrem da S. Dantas Filho

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2013. Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (01 de julho de 2013). Página visitada em 02 de outubro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 25 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.