Arapuca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Arapuca (arataca ou urupuca) é um artefacto, de origem guaranis, que consiste numa armadilha, feita de paus, com formato piramidal, e destinada a pegar aves vivas, pequenos mamíferos, ou outros animais de caça.

Confecção da estrutura[editar | editar código-fonte]

A estrutura é feita como uma gaiola de paus, que vão ficando cada vez menores na parte superior, em geral amarrados com barbante ou arame, em superposição das camadas em sentidos paralelos. Geralmente são usadas madeiras de cipó devido a sua resistência

Armar a arapuca[editar | editar código-fonte]

A expressão, de largo uso no Brasil (inclusive tema de músicas), refere-se à técnica de colocar o disparador da armadilha num local apropriado, onde o caçador sabe ser a passagem da presa ou seu habitat preferencial, junto a pequenas iscas (como sementes, pedaços de pão, etc.).

Quando o animal encontra-se em posição, o disparador é acionado pelo seu peso, fazendo cair sobre si a estrutura piramidal, impedindo-lhe a fuga - em geral o disparador fica oculto por uma camada de folhas secas e terra, do próprio local onde está sendo armada, para não gerar desconfiança da vítima.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Arapuca, um nome comumente concedido também à diversas repúblicas universitárias espalhadas pelo Brasil, em destaque podemos citar a República Arapuca localizada em uma cidade do interior, Rio Paranaíba (Minas Gerais), a qual abriga um dos três campi da Universidade Federal de Viçosa.