Aravis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Aravis é uma personagem fictícia criada pelo autor irlandês C.S. Lewis para a série de livros As Crônicas de Nárnia, aparecendo apenas no livro O Cavalo e seu Menino. Neste livro ela é uma personagem principal ao lado de Shasta.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Aravis é tarcaína, ou seja, parte da alta sociedade da Calormânia que é um país ao sul de Nárnia. Ela tinha outros dois irmãos, porém perdeu o mais velho que morreu em combate. Também perdeu a mãe o que fez seu pai, Kidrash Tarcaã, se casar outra vez com uma mulher que a odiava. Como se não bastasse o pai a prometeu em casamento para Achosta Tarcaã, um plebeu que recebeu o favor do Tisroc, rei da Calormânia.

Diante dessa situação planejou cometer suicídio, sendo impedida por sua égua Huin, que propôs fugir com ela para Nárnia. Huin é uma égua falante de Nárnia que foi roubada e levada para a Calormânia. Junto com Shasta vivem uma aventura para fugir da Calormânia em direção a Nárnia, passando pela capital Tashbaan. Acabam também por frustrar os planos de Rabadash em invadir Nárnia através da Arquelândia.

No final da história Aravis se casa com Shasta, que na verdade é o príncipe Cor da Arquelândia o que a torna princesa e em seguida rainha deste país.

Embora o autor C.S. Lewis seja acusado por alguns críticos de machista e racista pela descrição que dá aos calormanos e quanto ao caso de Susana no livro A Última Batalha, Aravis é sempre usado pelos defensores do autor como contra exemplo. Além de Aravis ser heroína na história é descrita como uma boa personagem apesar de ser calormana e mulher.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.