Ardina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Estátua de um ardina no Porto, Portugal
Vendedores de jornal no Rio de Janeiro, Brasil. Foto de 1899 por Marc Ferrez

O ardina é um vendedor de jornais de rua que apregoando a notícia chama a atenção do potencial cliente. Figura muito retratada por artistas e muito popular pela sua exposição publica, a sua origem perde-se nos tempos e remete-nos à "notícia" que corria de boca em boca. O ardina difere do atual distribuidor de jornais gratuitos.

Preteridos pelo aparecimento de quiosques e outras meios de distribuição, já raramente se encontram ardinas pelas ruas de Lisboa, que apregoavam a manchete do dia, e a informação fonte do seu sustento.

As suas vestes eram : Camisa branca; boné; calças pretas e etc....

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ardina