Argiope bruennichi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaArgiope bruennichi
Argiope bruennichi (fêmea).

Argiope bruennichi (fêmea).
Argiope bruennichi (macho).
Argiope bruennichi (macho).
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Arachnida
Ordem: Araneae
Família: Araneidae
Género: Argiope
Espécie: A. bruennichi
Nome binomial
Argiope bruennichi
(Scopoli, 1772)
Sinónimos
Ver texto
Saco com ovos.
Fêmea em guarda a um saco de ovos.
Teia com stabilimentum.

Argiope bruennichi (Scopoli, 1772), conhecida pelos nomes comuns de aranha-de-jardim, aranha-do-milho ou aranha-vespa, é uma espécie de aranha construtora de teia com distribuição natural pelo sudoeste, centro e norte da Europa, norte de África e partes da Ásia. As fêmeas constroem no outono teias grandes e conspícuas, em geral instaladas entre plantas altas ou ramos de árvores em campos e jardins. Como na maior parte dos membros do género Argiope, a fêmea apresenta marcas alternadas de cor amarela brilhante e negro no abdómen, dando-lhe um aspecto que lembra uma vespa. O macho é mais pequeno, acastanhado e pouco conspícuo.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A. bruennichi é uma aranha de corpo alongado que exibe forte dimorfismo sexual, com um comprimento corporal médio que no macho é de apenas 6 mm de comprimento mas nas fêmeas atinge os 25 mm. O dimorfismo é acentuado pela variação de cor corporal, com os machos apresentando coloração uniforme em tons variáveis de castanho e listras longitudinais brancas no opistosona, enquanto as fêmeas exibem tons prateados no prossoma e listras alternadas amarelas e pretas no opistossoma. Machos e fêmeas exibem espinhos negros nos pés.

Os indivíduos da espécie A. bruennichi constroem teias orbiculares espirais, em geral durante o crepúsculo matutino e vespertino, utilizando como apoios ervas altas ou ramos baixos das árvores e arbustos. A teia é em geral instalada perto do solo (entre 0,2 e 1,0 m de altura), demorando cerca de uma hora a construir. A teia é constituída por fios de seda espessos e resistentes, com 19-41 raios (média é de 30) e ostenta no seu centro uma estrutura de fios engrossados, em forma de ziguezague irregular, designada por stabilimentum (decoração da teia). A função da decoração da teia é incerta, apontando-se como sendo parte de um dispositivo destinado a mascarar a presença da teia, pois é constituída por material que quando visto à luz ultravioleta (gama onde se concentra a acuidade visual dos insectos) brilha de forma leitosa e pouco definida. Também contribuirá para camuflar a presença da aranha, que se instala sobre a decoração, quando vista em contraluz, tornando mais difícil o ataque pelas aves.

Quando uma presa é apanhada na teia, a aranha procede à sua rápida imobilização, rodeando-a por um invólucro de seda pegajoso e apertado. Em seguida morde a presa, injectando-lhe um veneno paralisante acompanhando por enzimas digestivas. Este conjunto de proteínas para além de provocar a morte da presa leva à sua rápida liquefacção, sendo o suco resultante aspirado pela aranha. As capturas mais comuns são insectos, tais como gafanhotos, moscas e abelhas, podendo consumir até quatro presas por dia.

Sendo o macho da espécie muito menor que a fêmea, instala-se numa teia reduzida, situada nas proximidades da teia da fêmea, onde aguarda que esta atinja a maturidade sexual, a qual coincide com a muda final. Como A. bruennichi é uma das muitas espécies de aranha que pratica o canibalismo sexual, a fertilização em geral ocorre imediatamente após a ecdise, pois num curto período após emergir do antigo exoesqueleto as quelíceras da fêmea estão amolecidas. Este amolecimento reduz o risco de o macho ser devorado pela fêmea durante o acasalamento. Contudo, como acontece com a maioria das espécies da família Araneidae, o canibalismo é comum, sendo em geral os machos devorados imediatamente após o acasalamento.

O acasalamento ocorre no final de Julho e início de Agosto, sendo comum a ocorrência de graus variados poliandria (quando uma fêmea copula com vários machos). Imediatamente após a cópula, os machos tentam a fuga, sendo que em cerca de 80% dos casos abandonam o órgão copulatório masculino no interior do corpo da fêmea. O pedipalpo copulatório abandonado impede a fecundação por outro macho, assegurando a exclusividade da paternidade. Esta prática está associada a adaptações específicas dos órgãos genitais masculinos, que exibem elevada complexidade estrutural, com pontos de ruptura pré-determinados, servindo não só para transferir esperma, mas também tendo um papel importante na escolha do parceiro sexual. Após a fecundação, a fêmea põe 200-300 ovos num saco de seda em forma de casulo acastanhado que suspende na vegetação, próximo do chão. Logo após a eclosão, as jovens aranhas saem do casulo em busca de comida.

A área de distribuição natural da espécie tem sofrido consideráveis alterações, aparentemente em resultado de uma sequência longa de invernos mais suaves. Em consequência, a espécie começa a ser comum na Grã-Bretanha, onde os espécimes mais frequentes apresentam coloração mais pálida, com substituição do amarelo por cor creme.[1] A espécie estará naturalizada em áreas de clima temperado da América do Sul.

São reconhecidas as seguintes subespécies:

  • Argiope bruennichi bruennichi (Scopoli, 1772)
  • Argiope bruennichi nigrofasciata Franganillo, 1910 (Portugal)

O epíteto específico é uma homenagem ao naturalista dinamarquês Morten Thrane Brünnich.

Sinónimos[editar | editar código-fonte]

  • Aranea brünnichii
  • Aranea speciosa
  • Aranea senoculata (erro de identificação)
  • Aranea fasciata
  • Aranea zebra
  • Aranea formosa
  • Aranea pulchra
  • Aranea caspia
  • Aranea phragmitis
  • Segestria pulchra
  • Miranda transalpina
  • Epeira speciosa
  • Nephila transalpina
  • Epeira fasciata
  • Nephila fasciata
  • Miranda zabonica
  • Argiope brünnichi
  • Argiope bruennichii

Notas

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Argiope bruennichi
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Argiope bruennichi