Argumentum ad lapidem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Argumentum ad lapidem é uma falácia lógica que desqualifica uma afirmação acusando-a de ser absurda sem, no entanto, dar uma explicação.[1] É uma estratégia do tipo ad hominem.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

  • Alberto afirma que Luís desviou verbas. Seu interlocular, Carlos, responde que "Ele é meu amigo, jamais faria uma coisa dessa."
  • João, ministro da educação, é acusado de corrupção e defende-se dizendo: "Esta acusação é um disparate".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia

Referências

  1. Dianah Mertz Hsieh (1995). Definições de Falácias (em inglês). Visitado em 28 de janeiro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre Lógica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.