Ariarate I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ariarate I (? — 323 a.C.) foi um rei da Capadócia. Ele viveu oitenta e dois anos.1

Alexandre, o Grande ignorou o Reino da Capadócia, pois estava mais preocupado em combater Dario III, assim Ariarate conseguiu passar um bom tempo como rei da Capadócia.2 Neste período, Ariarate juntou uma grande quantidade de dinheiro, montando um grande exército com tropas nativas e mercenários, no total de trinta mil soldados de infantaria e quinze mil cavaleiros.3

Em 323 a.C.,4 Pérdicas o derrotou, matando quatro mil e capturando cinco mil, incluse o próprio Ariarate.3

Pérdicas torturou e matou por empalamento 5 (ou crucificação1 ou enforcamento6 ) Ariarate e vários de seus parentes, colocando Eumenes de Cardia como sátrapa da Capadócia.5 Segundo Juniano Justino, Ariarates, após ser derrotado, matou a própria mulher e os filhos, incinerando sua própria casa com seus escravos.7

Seu filho adotivo Ariarate II se retirou para a Armênia, voltando após a morte de Pérdicas e Eumenes de Cardia.8 Ariarate II era filho de Aryses, irmão de Ariarate I.9

Referências

  1. a b Jerônimo de Cárdia, citado por Luciano de Samósata, Macróbios, 13 [em linha]
  2. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XVIII, 16.1 [ael/fr][en]
  3. a b Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XVIII, 16.2
  4. James Ussher, The Annals of the World [em linha]
  5. a b Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XVIII, 16.3
  6. Arriano, Eventos após Alexandre, Livros I-V, texto preservado em epítome por Fócio, Biblioteca de Fócio [em linha]
  7. Justino, Epítome das Histórias de Pompeius Trogus, 13.6 [la] [en] [en] [fr] [ru]
  8. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XXXI, 19.5 [ael/fr][en]
  9. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XXXI, 19.4 [ael/fr][en]