Ariarate VII

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ariarate VII foi rei da Capadócia por um breve período, ele era filho de Ariarate VI e sobrinho de Mitrídates VI do Ponto; tanto seu pai quanto ele foram assassinados por Mitrídates. Mitrídates assassinou Ariarate VII com suas próprias mãos.[1]

Família[editar | editar código-fonte]

Seu pai,[2] Ariarate VI, era filho de Ariarate V e Laódice.[3] Ariarate VI casou-se com Laódice, irmã de Mitrídates VI do Ponto.[2] Ariarate VI e Laódice tiveram dois filhos, Ariartes [2] (Ariarate VII) [carece de fontes?] e Ariarate.[4]

Breve reinado[editar | editar código-fonte]

Mitrídates assassinou Ariarate VI através de Górdio, e resolveu tomar o reino da sua irmã e dos seus sobrinhos.[2] Enquanto isso, Nicomedes III, rei da Bitínia, ocupou a Capadócia, e Mitrídates, fingindo ajudar sua esposa e seus sobrinhos, expulsou Nicomedes.[2]

Mas Laódice já tinha feito um acordo com Nicomedes, o que irritou Mitrídates, que expulsou as guarnições bitínias da Capadócia e instalou seu sobrinho, filho de Laódice, no trono.[2] Alguns meses mais tarde, Mitrídates quis que Górdio, o assassino de Ariarate VI, retornasse à Capadócia, mas o jovem rei da Capadócia Ariarate VII, filho do rei assassinado, ficou indignado, e reuniu um exército para lutar contra Mitrídates.[2]

Mitrídates chamou o sobrinho Ariarate VII para uma conferência de paz, e disse, ao enviado de Ariarate que o estava revistando à procura de armas, que tomasse muito cuidado quando fosse examinar sua região genital, pois poderia encontrar outro tipo de arma; o revistador não procurou nesta região.[2] Mitrídates afastou Ariarate dos seus companheiros, como para conversar em segredo, e o assassinou com a arma que tinha escondido na região genital.[2]

Sucessão[editar | editar código-fonte]

Mitrídates colocou seu filho, Ariarate, uma criança de oito anos, como rei, deixando Górdio de guardião.[2]

Os capadócios se revoltaram, e chamaram o outro filho de Laódice e Ariarate VI, Ariarate VIII, para reinar, mas Mitrídates o derrotou, exilou, e ele morreu de doença causada pela ansiedade, no exílio.[4]

Referências

  1. Memnon de Heracleia, Livros XV e XVI, citado por Fócio, Biblioteca de Fócio [em linha]
  2. a b c d e f g h i j Justino, Epítome das Histórias de Pompeius Trogus, 38.1 [la] [en] [en] [fr] [ru]
  3. Justino, Epítome das Histórias de Pompeius Trogus, 37.1 [la] [en] [en] [fr] [ru]
  4. a b Justino, Epítome das Histórias de Pompeius Trogus, 38.2 [la] [en] [en] [fr] [ru]


Árvore genealógica baseada no texto e nos artigos dos personagens citados:

Ariarate V
 
 
 
Laódice
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ariarate VI
 
 
 
 
 
Laódice
 
Mitrídates VI do Ponto
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ariarate VII
 
 
 
 
 
Ariarate VIII
 
Ariarate