Arieta Corrêa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arieta Corrêa
FOTO DE ARIETA CORREA

Arietha Corrêa
Nome completo Arieta Emília Salles Corrêa
Outros nomes Arieta Correia
Nascimento 18 de março de 1977 (38 anos)
Botucatu, SP
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Atriz

Arieta Emília Salles Corrêa (Botucatu, 18 de março de 1977) é uma atriz brasileira.

BIOGRAFIA[editar | editar código-fonte]

Arieta Emília Salles Corrêa nasceu em Botucatu, interior do Estado de São Paulo, no dia 18 de Março de 1977.

Aos 6 anos foi viver para Bauru, onde aos 10 anos inicia a sua carreira teatral.

A primeira aparição nos palcos, de forma profissional, aconteceu com a peça “Diálogos das Carmelitas”, que se realizou quando tinha apenas 16 anos.

Já com 17 anos seguiu para o Rio de Janeiro onde cursou faculdade de Letras na UFRJ, dando sequência a sua vida no teatro com o elenco da Companhia de Ópera Seca de Gerald Thomas.

A sua primeira aparição na TV GLOBO aconteceu aos seus 19 anos com a interpretação de Chiquita na famosa novela “O Rei do Gado”. 

Após de alguns trabalhos no Rio de Janeiro, já com os seus 21 anos, foi viver para São Paulo onde mergulhou por sete anos e meio no CPT. Tornou-se protagonista de Antunes Filho, com quem fez clássicos como “Medeia”, “Antígona” e os conhecidos “Pret-a-porter” coordenados pelo mesmo. 

A peça que deu maior destaque à atriz no CPT foi “O Canto de Gregório” que lhe rendeu o prêmio Shell e APCA de melhor atriz.

Arieta, deixa o CPT de Antunes para dividir o palco com Paulo Autran, em “O Avarento”, com direção de Felipe Hirsch. Ainda dirigida por Felipe, com a peça “Não Sobre o Amor”, teve mais uma vez destaque e o reconhecimento de seu trabalho. Com este espetáculo recebeu os prémios “Questão de crítica”, “Qualidade Brasil”, “APCA” e “QUEM”.

Arieta Corrêa dirigiu três espetáculos de teatro, entre eles, “Macbeth” e “Cartas ao jovem Poeta” de Rainer Maria Rilke.

Após esse trabalho nasce seu filho Gael Corrêa Veronese, fruto do relacionamento com o ator Rodrigo Veronese.

Em 2010 volta à TV GLOBO e roda a Mini-série de televisão “A Teia”.

No final de 2010 participou do filme “Como Esquecer” ao lado de Ana Paula Arósio.

Nessa época faz "VIPs", que é uma ficção estrelada por Wagner Moura, inspirada na vida do estelionatário Marcelo Nascimento da Rocha, retratado como um anti-herói. Adaptado do livro de Mariana Caltabiano.

Em 2012, recebe mais um prémio por sua atuação em “A Volta ao Lar” de Harold Pinter.

Atualmente Arieta Corrêa está em turnê com espetáculo “TRIBOS” de Nina Raine e direção de Ulysses Cruz, peça indicada a vários prêmios e que teve sua estreia em Setembro de 2013.

CARREIRA ARTÍSTICA[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Diálogos das Carmelitas, Georges Bernanos, direção de Laerte Morrone;

Tropicália, Sivaldo Camargo, direção de Silvado Camargo;

Banana Split, Deismar Cardoso, direção de Deismar Cardoso;

A Bela e a Fera, Irmãos Grimm, direção de Nona Barbot;

Soul 4, Manuel Dias, direção de Luís Salem;

Ventriloquist, Gerald Thomas, direção Gerald Thomas;

Uma Tragédia Rave, Gerald Thomas, direção de Gerald Thomas;

Noturno 5 Para Van Gogh, Jhon Vaz, direção de Jhon Vaz;

Pret-A-Porter 5, Arieta Corrêa e CPT, direção de Antunes Filho;

Pret-A-Porter 6, Arieta Corrêa e CPT, direção de Antunes Filho;

Pret-A-Porter 7, Arieta Corrêa e CPT, direção de Antunes Filho;

Pret-A-Porter 8, Arieta Corrêa e CPT, direção de Antunes Filho;

Pret-A-Porter 9, Arieta Corrêa e CPT, direção de Antunes Filho;

Medei Um, Eurípides, direção de Antunes Filho;

Medei Dois, Eurípides, direção de Antunes Filho;

O Canto de Gregório, Paulo Santoro, direção de Antunes Filho;

Antígona, Sófocles, direção de Antunes Filho;

Foi Carmem Miranda, Antunes Filho, direção de Antunes Filho;

Musicoterapia, Experimental CPT, direção de Antunes Filho;

O Avarento, Molièr, direção de Felipe Hirsch;

Não Sobre o Amor, Viktor Shklovsky,  direção de Felipe Hirsch;

A Volta ao Lar, Harold Pinter, direção de Bruce Gomlevsky;

Holher Mumem, Arieta Corrêa, Arieta Corrêa e João Lorenzon;

A Senhora de Dubuque, Edward Albee, direção de Leonardo Medeiros;

Tribos, Nina Rainer, Ulysses Cruz;

Televisão[editar | editar código-fonte]

1995 - Explode Coração | Papel: Jeannie Rocker;

1996 - O Rei do Gado | Papel: Chiquita;

1997 - Você Decide | Episódio: "Na Sombra do Passado";

1998 - Você Decide | Episódio: " Ato Covarde";

1998 - Você Decide | Episódio: O Escândalo", Papel: Monique;

1998 - Labirinto | Papel: Rosemary;

1999 - Suave Veneno | Papel: Assaltante;

2003 - A Casa das Sete Mulheres | Papel: Bárbara;

2008 - Casos e Acasos | Episódio: "A Vaga, A Entrevista e o Cachorro Quente", Papel: Sara Lee;

2009 - Tudo Novo de Novo | Papel: Ruth;

2009 - Viver a Vida | Papel; Laura;

2011 - Insensato Coração | Participação especial, Papel: Darcy;

2011 - Força - Tarefa | participação especial, Papel: Dalva;

2014 - A Teia | Papel: Letícia

Cinema[editar | editar código-fonte]

2005 - Senhorita Helena | Papel: Helena;

2007 - Otávio e as Letras | Pepel: Clara;

2009 - Um Homem Qualquer | Papel: Clarissa;

2010 - Como Esquecer | Papel: Helena;

2011 - VIPs | Papel: Sandra;

2013 - Finding Josef | Papel: Rosa;

2013 - Vitrola | Papel: Elise (telefilme)[1]

Referências

  1. Telefilmes Cultura. Visitado em 27 de janeiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.