Aritmomania

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A aritmomania é um transtorno mental que pode ser visto como uma expressão do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).[1] Um sofredor deste transtorno tem uma forte necessidade de contar suas ações ou os objetos em seu redor.[2]

O portador pode, por exemplo, se sentir forçado a contar os degraus de uma escada ou o número de letras em uma palavra. Eles frequentemente sentem que é necessário efetuar determinada ação um certo número de vezes de modo a prevenir uma calamidade hipotética. Outros exemplos incluem contar o número de azulejos em uma parede, o número de faixas pintadas em uma rodovia ou ainda o número de vezes que uma pessoa respira ou pisca.

A Aritmomania pode se desenvolver num sistema complexo em que o paciente pode determinar valores ou números para as pessoas, objetos e eventos, de forma a deduzir a sua coerência.

Esta contagem pode ser realizada em voz alta ou em pensamento.[3]

Na Cultura Popular[editar | editar código-fonte]

  • Sheldon Cooper da série The Big Bang Theory possui, possívelmente, Aritmomania, que faz parte de seu comportamento compulsivo, usando sempre os mesmos pijamas em dias determinados da semana e tendo uma rotina diária que só é quebrada na terceira quinta-feira do mês, chamada de "quinta onde tudo pode acontecer".
  • O folclore à respeito dos vampiros frequentemente os descreve como aritmomaníacos, retratada como uma compulsão em contar sementes ou grãos de arroz.[4] De maneira mais leve, o personagem Conde do seriado Vila Sésamo parece ser afligido por esta condição.
  • O protagonista do filme Mais Estranho que a Ficção parece sofrer de aritmomania sobre certas coisas, como sobre o número de escovações de seus dentes.
  • O personagem Adrian Monk do seriado televisivo Monk demonstra aritmomania como parte de seu comportamento obsessivo compulsivo, incluindo a necessidade de contar postes ao andar na rua e também numerar a quantidade de fobias que lhe acometem.

Referências

  1. Yaryura-Tobias, José A.; Neziroglu, Fugen A.. In: José A.. Obsessive-compulsive disorder spectrum: pathogenesis, diagnosis, and treatment. [S.l.]: American Psychiatric Publishing, 1997. 12 pp. ISBN 0-88048-707-0
  2. Schiffer, Randolph B.; Rao, Stephen M.; Fogel, Barry S.. In: Randolph B.. Neuropsychiatry: A Comprehensive Textbook, Second Edition. [S.l.]: Lippincott Williams & Wilkins, 2003. 948 pp. ISBN 0-7817-2655-7
  3. Yaryura-Tobias, José A.; Neziroglu, Fugen A.. In: José A.. Obsessive-compulsive disorder spectrum: pathogenesis, diagnosis, and treatment. [S.l.]: American Psychiatric Pulishing, 1997. 12 pp. ISBN 0-88048-707-0
  4. Barber, Vampires, Burial and Death, p. 49.