Arlen de Paulo Santiago Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arlen Santiago
Arlen Santiago e Maicon Tavares
Deputado estadual de  Minas Gerais
Período de governo 1999 a 2003 (14ª Legislatura)
2003 a 2007 (15ª Legislatura)
2007 a 2011 (16ª Legislatura).
Vice-prefeito de Bandeira MontesClaros MinasGerais Brasil.svg Montes Claros
Período de governo 1996 a 1999
Prefeito de Bandeira Coração de Jesus MG.png Coração de Jesus
Período de governo 1993 a 1995
Vida
Nascimento 25 de julho de 1954 (60 anos)
Montes Claros-MG
Dados pessoais
Esposa Laís Corrêa Machado Santiago
Partido PTB
Religião Católico Apostólico Romano
Profissão médico e advogado
linkWP:PPO#Brasil

Arlen de Paulo Santiago Filho (Montes Claros, 25 de julho de 1954) é um médico, advogado e político brasileiro do estado de Minas Gerais.

Família[editar | editar código-fonte]

Arlen de Paulo Santiago Filho era filho do bancário, do Banco da Bahia, Arlen de Paulo Santiago, e da professora Rita da Paixão Mota, que atuou no Grupo Escolar Clóvis Salgado, no bairro Santo Expedito, em Montes Claros/MG. Família humilde (de muita luta), de sete filhos, Arlenzinho (Arlen de Paulo Santiago Filho), com "dois anos e pouco", foi morar no Rio de Janeiro/RJ, foi acompanhar um casal sem filhos: o deputado Luís Milton Prates e dona Genoveva Mota. Arlen só ia a Montes Claros duas vezes por ano, julho e janeiro.[1]

Com efeito, foi devido ao contato íntimo com o deputado Milton Prates, que tinha importante atuação política, e era ligado a Juscelino Kubitschek, que Arlen herdara seu veio político.[2]

Arlen é casado com Laís Corrêa Machado Santiago, com quem teve três filhas, Laís, Luísa e Lara.[3]

Vida Política[editar | editar código-fonte]

Arlen Santiago iniciou-se na vida política por meio do movimento estudantil, onde presidiou o Diretório Acadêmico Mário Ribeiro da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros e o Diretório Acadêmico da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade Estadual de Montes Claros, quando cursou Ciências Sociais. Arlen foi, ainda, dirigente do Diretório Acadêmico Ciro dos Anjos da Faculdade de Direito da Universidade Estadual de Montes Claros e do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Estadual de Montes Claros.[4]

Formado em Medicina e em Direito, ambos pela Universidade Estadual de Montes Claros (embora tenha começado a estudar Ciências Sociais, também pela UNIMONTES, não chegou a concluir o curso), Arlen especializou-se em Radioterapia nos Estados Unidos. Alen tem destacada atuação profissional.[5]


Arlen Santiago foi Prefeito Municipal de Coração de Jesus/MG (1993-1995), tendo presidido, com brilhantismo, nesse tempo, a Associação dos Municípios da Área Mineira da SUDENE (AMAMS), por dois mandatos (1993-1994 e 1995-1996), o que rendeu-lhe ser eleito Vice-Presidente da Federação Estadual de Associações Microrregionais de Minas Gerais – FEMAM. Arlen foi, ainda, eleito Vice-Prefeito Municipal de Montes Claros (1996-1999), onde também foi Secretário Municipal de Saúde, tendo sido Presidente do Colegiado de Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais (COSEMS), em 1996 e 1997, e Vice-Presidente do Diretório Estadual do PTB mineiro, onde também ocupou o cargo de Tesoureiro, em 1999.

Atualmente é deputado estadual em Minas Gerais, desde 1999. Atuou como Líder do PTB no período compreendido entre 2002 e 2007 na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Na 16ª Legislatura, foi vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos, em 2009. E, na 14ª Legislatura, presidiu a Comissão de Transportes e Obras Públicas, em 2001. Arlen Santiago é o deputado mais votado da região norte do Estado de Minas Gerais, alcançando somas de votos superiores à casa dos cem mil.[6]

Referências