Armadoria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mastros do HMS Victory

Construção naval[editar | editar código-fonte]

Armadoria é o nome empregue à relação entre quilha e mastro(s) utilizado na construção naval e nos estaleiros para objeto de cálculos navais, e refere-se ao conjunto de mastros, velas, cabos que aparelham um veleiro. Correspondendo diretamente ao tamanho e comprimento da quilha do veleiro, quanto maior for o mastro ou o conjunto de mastros, maior será a quilha.

Arte militar[editar | editar código-fonte]

Armadoria, também o é, segundo diversos compêndios históricos e de estudos aprofundados das diversas obras históricas de administração militar, como do General e Imperador Sun Tzu e outros autores, da arte militar da antiguidade; podemos observar que pela tradução literal, tal nome inspira o conceito atual de estado-maior, principalmente do Almirantado da Inglaterra, onde e que possibilitava aos seus comandante(s) e chefes-de-divisão(ões), a total responsabilidade da ação militar, desenvolvido pelo(s) comandante(s) em além-mar; distante(s) do comandante-em-chefe(denominação da época, no caso histórico, da fundação, o comandante ou almirante Francis Drake, quando organizou a Royal Navy), tanto que foi constituído uma flâmula, ou bandeira longa e extreita de nome "Galhardete" ou "flâmula-de-comando(responsabilidade de comando)", vide em "Princípios de Defesa Militar", de J.S.Vasconcellos, edição da Biblioteca do Exército Brasileiro, 1939.

Ver também[editar | editar código-fonte]